Casa dos Contos Eróticos

comendo o cuzinho da minha esposa na minha frente

Autor: zecacasado
Categoria: Heterossexual
Data: 12/06/2015 06:42:40
Nota 9.56
Ler comentários (8) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

mais uma historia real minha e de minha esposa não e um conto e uma realidade. como muitos já sabe eu sou Jose Carlos e minha esposa e a Mari.

Essa história que vou narrar aconteceu na semana passada para ser mais exato no dia 02/06 quando fui para Águas de Lindóia participar de uma capacitação, levei Mari junto comigo para não deixa-la sozinha em nossa casa. Saímos numa quinta-feira para retornarmos no domingo. Chegamos lá por volta das 19 horas e fomos preencher nossa ficha num hotel já reservado para o encontro. Peguei a chave e subimos para o quarto. Ajeitei minhas coisas e fui conhecer as dependências do hotel. As vinte e trinta tivemos nossa primeira palestra que durou uma hora e meia. Subi para o quarto pois estava cansado e dormi tranquilamente, enquanto Mari lia um livro não sei ate que horas ela ficou acordada, No dia seguinte (Sexta feira) mais encontros e assim passamos o dia com palestras e atividades em grupo, e Mari passeou pela cidade conhecendo os lugares lindos que a cidade tinha, No sábado o encontro terminou mais cedo pois o jantar foi regado a música e dança. Aproveitei então para sair e conhecer a cidade, pois mari já havia conhecido Nesse passeio ela me levou a num barzinho que ela havia tomado um refrigerante entramos para tomar um chopp e alí começou nossa aventura mais deliciosa que poderia imaginar. Ao lado da minha mesa estava um rapaz bebendo e conversando com outras pessoas, que logos saíram e ele ficou sozinho na mesa Eu já estava no meu segundo chopp e o Rapaz já estava terminando de tomar seu chopp. Num dado momento nos cumprimentamos e eu o convidei para sentar com nós. Ele resistiu pois não estava a fim de segurar vela, mas com a insistência acabou aceitando.

Ele se chama Gustavo. Ele estava alí a passeio e iria embora na terça-feira. Conversamos de tudo e rimos de tudo. Como já estava tarde Mari e eu resolvemos pagar a conta e irmos embora. Mari então convida ele para ir em nosso apartamento que estavamos hospedados. Ele disse que já era tarde e que teria um dia cheio no dia seguinte. Porém mais uma vez com a insistência acabou topando mesmo porque nessas alturas ele já observava mais detalhadamente a minha esposa. Mari usava uma calça branca colada ao corpo e que fazia destacar sua bela bunda e seios deliciosos numa blusinha fina e delicada. No apartamento Eu peguei uma garrafa de vinho e disse:

- Agora vamos terminar a noite com essa garrafa de vinho!

Logo ele topou já estava ali mesmo. Enquanto isso Mari foi ao quarto trocar de roupa. Quando voltou quase pirei ela usava uma camisolinha branca e transparente revelando ainda mais sua bela bunda. Mari provocava pois desfilava toda hora na minha frente e de Gustavo inclinando o bundão quase que esfregando na minha cara.

Começamos então a beber e falar um monte de besteiras. Com o aquecimento que o vinho, eu e Mari começamos a nos beijar. Ele ficou sem graça e disse que achava melhor ir embora. Mari então diz:

- Não! Fica com a gente já está tarde!

- É mesmo Gustavo dormi aqui amanhã você vai. Vamos tomar todas hoje afinal a noite está só começando!

Mari propôe então assistirmos um filme. Eu peguei o filme e coloquei no aparelho. Quando começou Gustavo não acreditou: se tratava de um filme pornô. Deitamos no tapete e começamos a assistir. Um silêncio pairava no ar. Gustavo já estava com o cacete estourando na calça só de ver Mari de camisolinha e para ajudar um filme de putaria para me torturar. Observei que o filme se tratava de uma suruba entre um casal e um garoto de programa. Eu e Mari nos alizavamos enquanto Gustavo estava a sofrer com a rola na calça. Nos no aproximamos de Gustavo e nos deitamos ao lado dele. Para alegria dele Mari ficou deitada entre nós dois. Mari descaradamente olhava para o volume na calça dele e eu já nem mais me importava com a situação. Ela então virou para o para o meu lado e deixou sua bundona encostada nele. Vendo aquilo não teve dúvida esfregou o cacete nela, que se foda. Tirei o pau pra fora e iniciei uma punheta. eu então olhei a cena e ri. Eu dei sinal de aprovação:

- Até que enfim em Gustavo pensei que você fosse ficar aí parado a noite toda!

E Mari passando a língua nos lábios diz para mim:

- Nossa que pau gostoso benzinho posso atacar?

- Claro querida se ele quiser pode dar um trato nele!

Logo Gustavo percebeu que nos dois tinha tudo planejado. Com a deixa ele encostou o pau na Mari e fiquei esfregando minha rola no bundão dela. Gustavo Confessou que nunca ter transado com uma mulher e o marido junto ele ficou meio sem graça mas logo se tranquilizou quando Eu disse que nós adoramos transar a três e que foi minha mulher quem escolheu. Mari então cai de boca no pau dele.

- Aaaaaaaaaaa...iiisso chupa cadela...

- Ai que rola gostosa hhhhhuuuuuuummmmmmmmm...

- Nossa que boca Mari!

Mari engolia o pau de gustavo com maestria enquando eu chupava sua bucetinha depilada. Da sala fomos para o quarto e a putaria continua. A linda bunda de Mari não deixava Gustavo tirar os olhos daquele rabo. Eu percebi e disse:

- Que bunda gostosa ela tem já comeu um cú desses cara?

- ele responde, confesso que não, e se ela deixar eu enfio o meu pau todinho nela! e que não era um pau pequeno;

- Vai com calma. Você vai comer mas primeiro eu vou fuder a bucetinha dela e depois o bundão dela é seu ok!

Depois de propor isso eu pedi que sentasse numa poltrona que havia no canto do quarto enquanto eu comia sua buceta. Mari gemia de prazer o olhava pra Gustavo. Eu então chamei para participar porém sem penetrá-la. Mari então agarra o pau dele e começa um boquete delicioso enquando eu fodia sua buceta.

- Isso Mari chupa o pau dele bem gostoso chupa sua vagabunda!

Com a chupada ele quase gozo em sua boca. Mas segurou para deixar o leitinha guardado para quando fuder o cuzinho dela. Eu então dei um grito e gozei dentro de Mari. Ele ainda demora um pouco para tirar o pau. Eu então lhe disse:

- Agora é sua vez amigão!

Minha mulher mais do que depressa fica de quatro na beira da cama e o chama. Peguei uma camisinha e dei pra ele e disse que é só no cú , porque ela só dá a bucetinha para mim. O cú era do convidado. Eu mesmo Coloquei a camisinha nele e ele já foi encostando seus 18 cm mais ou menos, naquele rabo delicioso. Mari rebolava e dizia:

- Come esse rabo bem gostoso que meu marido corno gosta de ver!

Encostou a cabeçona e foi empurrando devagar. E eu sentado na poltrona olhava com atenção.

-Mari dizia Isso Gu arromba meu cú bem gostoso vai!

Que delicia de cú quentinho e carnudo que vc tem. Mari rebolava e gemia.

- Olha Amor meu cú está levando rola de outro macho!

Gustavo socava com vontade naquele bundão enquanto Eu iniciava uma punheta.

- Caralho Zé Carlos sua mulher tem um cuzinho gostoso da porra!

- Eu sei! mas esse rabo e mesmo pra dar para alguém que ela convide! E você se deu bem nessa cara!

Ela apertava o cuzinho no pau de gustavo para sentir mais tesão. E com tesão descontrolado enfiava até o saco. Gustavo Sentia a cabeça da sua rola sendo sugada por aquele cú faminto por pica. Ele cochicha no ouvido de Mari Já comi muito cú mais é a primeira vez que vejo um cuzinho apertando meu pau para dentro Depois de tanto esfolar o rabo dela Gustavo anunciou que iria gozar. Mari então rebola com mais força e recebe a porra dele cú a dentro.

- Iiiiiissssoooo Gu goza aí safado goza seu puto...aahhhhhhhhhhh...de-líííí-ciiii-aaaaaaa...

Gustavo Gozou feito louco naquela bunda deliciosa. Tirou a camisinha e derramou em cima do rabão dela. Eu por minha vez limpeis as costas dela que estava toda cheio de porra ainda quente, depois também gozei na boca de Mari entre gemidos. Depois da foda fomos tomar banho e dormimos juntos. Claro que enquanto eu dormia Gustavo aproveitava e comeu mais uma vez o cuzinho de Mari e dessa vez gozou dentro do rabão dela sem camisinha. porem esta eu não assisti,

De manhã, como se nada tivesse acontecido, nos despedimos e cada um seguiu seu caminho. Preferimos não trocar email e nem telefone pois a transa foi para curtir o momento sem compromisso. Gustavo Confessou que nunca pensou que conseguiria transar a três pois não conseguia imaginar o marido ou o namorado vendo a mulher sendo comida

Quando a coisa começa a esquentar aí engrena e fica gostoso. Basta começar.

Comentários

11/08/2015 12:27:52
Adorei, ainda vou fazer isso com minha esposa
18/07/2015 13:07:56
muito bom comi uma vizinha que tive a safada erra casada e o corno gostava de chupar rola clique em meu nome e veja o conto swing em recife nao esqueça de cometar
12/07/2015 21:20:20
Que putinha mais deliciosa hein amigo, se precisar é só chamar. Por favor leia o meu TB
13/06/2015 13:11:55
Show. impossível não ficar de pau duro
12/06/2015 18:54:10
Muito bom! Eu também adoro ver minha esposa se divertindo com outros machos! Em uma das nossas aventuras, fomos para um motel com um garotão bem dotado, que a enrabou umas cinco vêzes, e ela adorou, mas ficou com o rabo doendo por uma semana! Clique em cima do meu nome acima (FCosta) e leia meus contos neste site. Deixe seu comentário e email, que farei contato. fc.mag@hotmail.com
12/06/2015 11:44:42
Muito bom Zé Carlos!!! Se você quiser me convidar um dia, qiem sabe vc participe de algum congresso aqui em Foz do iguacu?? Eu faço cia pra vcs banjos394@gmail.com
12/06/2015 10:56:25
nossa, q tesão. vanialidia@live.com
12/06/2015 09:38:31
Muito bom o conto

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.