Casa dos Contos Eróticos

Primos, Primas e Irmãos

Autor: Giovanna
Categoria: Grupal
Data: 08/06/2015 10:34:47
Nota 9.78
Ler comentários (11) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Escrevi um conto na semana passada, contando sobre uma das vezes que transei com meu primo e a pedido de muita gente, vim contar hoje sobre como foi a vez em que minha prima participou.

Minha prima Isabella é morena clara, cabelos castanhos, pouco mais alta que eu mas com um pouco menos de corpo do que eu. Seu irmão, meu primo João Victor é branquinho, cabelos pretos, um ano mais velho que ela, olhos castanhos, etc. E eu, loira, branquinha, olhos castanhos, 59kg...

No meu ultimo conto, mencionei que quando eu e João Victor havíamos transado à noite, Isabella tinha nos flagrado; ela também viu muitas outras vezes depois, mas não participou nenhuma vez, até que um dia ela se dispôs a participar e disse que se concordássemos, poderiamos ir à casa do Caio, seu namorado. Lembro bem que era um final de semana e João Victor, meu "priminho amante" não estava concordando com aquele interesse de Isabella pelo sexo; ele a tratava como "irmãzinha inocente" mesmo sabendo que ela não era, por já ter tido até provas, várias provas de sua "inocência". Isabella tinha crescido e aquela menininha boba tinha ficado para trás. Ela tinha corpo, mente e malícia, mas isso ainda não chamava a atenção de seu irmão, mesmo que várias vezes já observei o comportamento dela perto dele e dele perto dela e vejo que ela o provoca e várias vezes ele não dá bola, mas certas vezes ele fica sem graça ou muda de assunto, como se não pudesse imaginar-se com a própria irmã, apesar de eu achar até meio "normal" e já ter até tido relações sexuais com meus irmão (mas isso é outra historia).

Como prova da confiança na "inocência" da irmã, João Victor aceitou que Isabella participasse conosco. Foi logo num sábado que ele aceitou mas ela só estaria livre no domingo, então fizemos nosso sexo diário só eu e João Victor e no domingo, ele pegou o carro e me levou junto com minha prima para a casa do Caio, que era onde Isabella pediu para irmos. Eu e João queríamos um motel, mas ela disse que não precisava, enquanto isso, nos guiou até um quarto, no qual já se deitou nua na cama. Seu namorado não estava em casa, eu e João Victor nos sentamos numa ponta da cama e logo ela se levantou, veio em minha direção e me beijou. Continuei para ver na onde isso ia dar; Isabella tirou minha blusa, eu estava sem sutiã. Ela deu um sorriso e começou a chupar meus seios, chupava como se fosse profissional naquilo, quase melhor que o João Victor, depois foi descendo até minha xoxota molhadinha, deu uma lambida por cima dos shots e começou a tirá-los. Tirou minha calcinha e começou a chupar minha xaninha rosadinha, passava a língua e me deixava louca, eu gemia descontroladamente e observava João Victor se masturbando e olhando para nós quase paralisado. Logo eu gozei, Isabella engoliu, deixou um pouco no canto dos lábios e virou-se em direção a João Victor.

_Posha maninho... Agora eu entendo por quê você gosta tanto de chupar essa bucetinha gostosa dela! -disse com um sorriso malicioso.

João Victor se levantou, beijou Isabella e lambeu sua boca, sugando meu melzinho que ela havia deixado de engolir. Aquilo me encheu de tesão e como ele ainda não havia gozado batendo punheta, resolvi que eu o faria gozar.

Deitei-o na cama, tirei sua camisa, me sentei de frente para ele e comecei a cavalgar, enquanto Isabella subiu em cima da cama e sentou sobre o rosto do irmão, deixando com que ele ficasse ali chupando sua buceta. Ouviam-se gemidos dos dois algumas poucas vezes e os meus, que já estavam se tornando gritos. Logo o João gozou, enchendo minha xoxota de porra quentinha, depois a Isabella gozou na boca dele.

Ela veio até mim novamente, eu estava sentada com as pernas abertas; ela ficou de quatro e me deu outro beijo só que dessa vez de língua, desceu com a mão até minha buceta e começou a me masturbar. Aquele beijo foi ficando intenso, até que ela o interrompeu e deu um alto gemido, João Victor chegou por trás dela e começou a come-la. Ela novamente chupou minha xoxota enquanto era fodida por seu irmão; dava longos suspiros de prazer, até que gozei na língua dela novamente e ela gozou logo em seguida no pau do irmão.

Isabella e eu nos levantamos e ele se sentou na cama. Nos ajoelhamos entre suas pernas e começamos a chupá-lo, uma de cada lado. Segurávamos e passávamos a língua e ele gemia muito, até que anunciou que iria gozar. Ficamos ajoelhadas em frente a ele como duas putinhas esperando o leitinho do seu macho.

Ele começou a punhetar-se novamente e não demorou nem um minuto para que gozasse e derramasse sua porra em meu rosto e no da minha prima. João Victor se deliciava com aquela cena, engolimos o que caiu em nossa boca e comigo chupando seu cacete, não demorou muito para ficar duro novamente. Deixei bem babado e chamei João para comer meu cuzinho. Fiquei de quatro, ele começou a chupar meu cuzinho e depois foi colocando devagar a cabeça. Eu segurava cada grito que vinha e chamei Isabella. Dei outro beijo nela e dessa vez fui eu que comecei a masturbá-la enquanto era arrombada pelo meu primo. Estava doendo muito, porém também estava sentindo muito prazer; comecei a chupar a xoxota de minha prima e ela delirava, estava gemendo alto e eu estava segurando os gritos, João já metia forte e batia suas bolas na minha bunda, enquanto Isabelle estava perto de gozar na minha boca, me deixando ainda mais excitada.

Depois de um tempo ela gozou e sem passar muito tempo, eu e João Victor gozamos juntos. Ele encheu meu cuzinho de porra e eu engoli toda a porra da Isabella que havia jorrado na minha boca.

Depois ela foi tomar banho. Eu e João Victor preferimos tomar banho na casa da minha madrinha, onde tomamos banho juntos e fizemos mais algumas sacanagens. Isabella não voltou para a casa da mãe e eu dormiria lá naquele dia, o último dia que eu ficaria lá, noite na qual dormi no quarto de meu primo e fui fodida por ele mais vezes.

Até hoje transo com meu primo, já minha prima nunca mais tocou no assunto depois que aconteceu. Tenho vontade de que ela participe denovo e depois, nunca mais tive relações com mulheres novamente.

Hoje estou solteira,mas tenho um caso secreto com meu primo e certas vezes com meu irmão, sou aquele tipo de putinha que adora incestos entre primos e irmãos.

Então é isso... Beijoos gente e até o próximo conto.

Comentários

27/06/2015 17:10:36
Aahhh que delicia, sortudo demais esse mlk, sonho de 11 em kda 10 homens, ainda mais com ninfetinhas lindas, safadas e gostosas! Vontade de estar no meio disso tudo!
25/06/2015 13:02:44
Parabéns, http://drmenage.blogspot.com.br/.
16/06/2015 12:47:47
quem adora um incestoe adc ae lucastheborges@gmail.com
15/06/2015 08:09:43
Q delicia, deixa eu prova dessa buceta também
11/06/2015 12:29:46
Uma delícia!Me procura...gato27.casadoscontos@gmail.com
11/06/2015 01:21:56
Realmente não sei por que tanta gente acha que transa entre primos é incesto. A lei permite casamento e procriação entre primos de primeiro grau, não configura incesto.
08/06/2015 23:24:53
Oi td bem? Somos um casal liberal (eu 23 ele 28 anos) e estamos à procura de uma menina para viver uma aventura, tudo com descrição... Meu parceiro e eu somos divertidos, mente aberta, com uma relação bem resolvida e estruturada, somos bem safados 😉 Procuramos uma mulher de preferência livre e com disponibilidade de horário para estar conosco para amizade fixa/namoro... caso se interesse, podemos conversar melhor... Bjos E-mail: casalmahti@gmail.com
08/06/2015 21:54:10
Meu e-mail luis.jean@bol.com.br manda algumas fotos suas
08/06/2015 21:53:08
Eitxaaa queria uma priminha assim para eu me deliciar sempre.
08/06/2015 13:43:50
Hmmm, delicia de conto!!! Essa família é uma loucura, hein? Me convida pra próxima festinha? beijos e leia os meus tb
08/06/2015 11:07:45
Tbm adoro incesto entre primos! queria eu provar essa sua bucetinha tbm!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.