Casa dos Contos Eróticos

Nosso Primeiro Menage

Autor: Andre4
Categoria: Heterossexual
Data: 07/06/2015 18:50:49
Nota 9.83
Ler comentários (6) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Meu nome é André tenho 27 anos, sou moreno, 1.80m, nem gordo nem magro, pratico esportes para manter a forma e trabalho em uma industria de automóveis na cidade de Camacari. Sou casado com a Patrícia a dois anos, Paty tem 25 anos é morena quase negra, 1.70m, cabelos cacheados, seios médios bem durinhos e um bumbum de tirar o fôlego de qualquer homem. Sou o primeiro e único homem da vida de Paty, nos casamos cedo e descobrimos nossas fantasias juntos. Eu sempre gostei de fantasias e erotismo mas Paty foi descobrindo isso aos poucos, tive que cativar isso nela, vencer a vergonha e as tradições familiares , hoje ela é uma mulher fogosa e provocante e isso me deixa maluco. Embora falemos muita sacanagem na cama nunca fizemos nada fora do campo da imaginação, até uma noite que estava em casa e Paty que trabalha em um callcenter chegou por volta das 18h com um vestidinho decotado que desenhava sua bunda linda que me deixou louco ja que havia saido antes dela pra ir trabalhar, ai comecei a brincar com ela dizendo: Estava aonde assim? Ela respondeu no trabalho com uma cara de putinha que me deixou louco, e ela continuou: Meu amor, la no trabalho fica todo mundo querendo me comer mas eu fui comportada só dei pra dois hoje. Isso fez meu pau ficar parecendo uma pedra, tirei seu sutiã e comecei a chupar seu peitinho pelo lado do vestido, com o peitinho todo durinho ela me falou que precisava ir na farmacia, eu disse vc vai assim, sem sutia. Ela disse: Eu nao respondo por mim. Nisso pegamos a chave do carro e saimos, ela foi massageando meu pau até la, entrou, comprou o remédio e saiu, eu perguntei como foi lá ela disse só olhares.No caminho de volta pra casa havia um posto ela pediu para passarmos la, eu passei e estava abastecendo quando ela falou que ia na lojinha do posto, isso me deixou louco, ao entrar na lojinha um rapaz foi atrás dela ficou tentando puxar assunto ela pegou duas cervejas se virou deu uma roçada no rapaz e saiu, nao teve coragem de continuar nada mas voltou muito excitada, chegamos em casa e fizemos amor loucamente, no meio da transa ela estava no meu colo, eu chupando seu peitinho e dsndo tapa naquela bunda gostosa quando ela falou que queria outra pica no cuzinho e duas bocas, uma em cada peitinho, isso me deixou louco, gozei um balde de porra, depois deitamos e pegamos no sono. No dia seguinte fomos trabalhar cheguei por volta das 15h e preparei tudo. Quando ela chegou dei a ela uma blusinha branca quase transparente e uma sainha preta de renda bem curtinha. Ela colocou a blusinha sem sutiã e a sainha bem curta bem acima do joelho, descemos, entramos no carro e saimos. Ela estava louca de tesão querendo saber onde iriamos, chegando ao local, um motel bem sofisticado no bairro de Patamares, ao estacionar o carro pedi pra ela ir buscar a chave na portaria, ela fez uma cara de safada e disse que eu estava pirraçando ela de mais, eu respondi: deixa de conversa sua putinha e vai logo. Ela demorou uns 15min e voltou contando que p porteiro chupou o peitinho dela e ela teve que bater uma pra ele, isso me deixou louco. Ao entrar no quarto comecei a alisar ela, passar minha mão no biquinho do seu peito, esfregar minha pica na sua bunda, fui deixando ela encharcada e pedindo pica eu disse que nao ia comer ela, que estava cansado, ela estava com o peitinho parecendo uma pedra e a bucetinha parecendo um rio de tesão, rla insistia eu disse que nao ia comer ela, nao estava com vontade, foi quando a campainha do quarto tocou, ela se assustou, perguntou quem era eu falei que era um amigo meu que havia ido buscar um documento, entreguei um envelope a ela e entrei no banheiro, ela disse que eu era louco que nao estava acreditando no que eu estava fazendo, quando eu entrei no banheiro ela foi abrir a porta e deu de cara com o carlos, um moreno quase negro de 1.85m, corpo definido, e uma pica 3cm maior que a minha e um pouco mais grossa, ele ao vê-la deu logo uma esfregada na ferramenta e entrou, sentou na mesinha e nao tirava os olhos dela de propósito, quando ela passou por ele de Novo, ele agarrou ela e começou a beijar sem resistência nenhuma, nisso eu sai do banheiro, ela ajoelhou na cama, tirou a blusa e cada um começou a chupar um peitinho, ela ficou louca, tirou as duas picas e começou a bater as duas, logo ajoelhou e começou a chupar as duas, depois sentou devagar na pica dele e começou a pular, eu fui por trás e forcei a pica no cuzinho dela, ela gemeu igual a uma puta, trocamos de posiçao, ela ficou de quatro, ele enterrou a pica na buceta dela e eu fui pra frente pra ela chupar minha pica, ela gozou igual a uma vadia, depois ajoelhou e começou a chupar os dois até gozarmos na cara dela, depois fomos tomar banho, o carlos foi embora, dormimos e pela manhã fomos pra casa. Espero que tenham gostado da nossa primeira vez.

Comentários

Ner
12/08/2015 17:03:21
Muito bom!!!!!!!!!! Não pare de contar suas aventuras.
25/06/2015 13:03:33
Parabéns, http://drmenage.blogspot.com.br/.
08/06/2015 07:25:07
Muito bom... Mas faltou detalhes na parte final..
08/06/2015 00:53:48
ótimo!!!
07/06/2015 23:12:50
MORO EM SALVADOR E ADORARIA CONHECER O CASAL
07/06/2015 21:15:44
Adoramos o conto de vocês. Temos algumas experiencias parecidas. Visitem nosso blog e caso queiram entrem em contato para trocamos comentários a respeito. Beijos molhados. www.rubiaebeto.comunidades.net

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.