Casa dos Contos Eróticos

Eu + Você = Nós... Bem, pelo menos era assim que eu pensava.

Autor: Nando Mota
Categoria: Homossexual
Data: 20/05/2015 00:03:15
Nota 10.00
Ler comentários (23) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

A primeira vez que vi Bernardo foi através da janela da cozinha da pequena casa que morava com meus pais Luiz Antônio e Berenice de Faria Lima, chamados por mim de casal vinte e mais três irmão menores e mais novos que eu, Daniel, Gilberto e Sonia que pra mim eram os mais queridos e melhores irmãos que alguém poderia ter.

Eu havia levantado por conta do calor insuportável que fazia no quarto que dividia com Dan e o Giba e praticamente voei até a cozinha pra beber um copão de água gelada... Soninha por ser a princesinha da casa tinha um cubículo que chamava de quarto toda orgulhosa, essa minha irmã era uma figuraça, amo ela demais...Na verdade eu queria era aproveitar a porta da geladeira aberta e fingir do alto dos meus 17 anos de idade que na minha casa tinha um Ar Condicionado de última geração... Lembrar disso me faz rir até hoje.

Eu estava só com uma cueca slip preta que usava pra dormir quando ao terminar de encher o copo de plástico comprado numa liquidação no mercadinho do seu Ribamar que ficava na esquina da rua em que morava, olhei para a janela de vidro transparente da cozinha e ele estava lá... Travei na hora.

Pisquei os olhos de puro nervosismo. Ele só podia ser o Bernardo. Esse cara que me olhava tinha que ser o Bernardo. Minha irmã Soninha vivia dizendo que ele tinha uma tatuagem que cobria seu peito largo e moreno e que ele era lindo com aquele sinal bem na bochecha do lado direito do rosto.

" E COMO VOCÊ SABE TUDO ISSO DO CARA, SONINHA?" Perguntou Magali Valente sua melhor amiga.

" PORQUE CONHEÇO A IRMÃ DELE, MÔNICA, JÁ QUE ELA ESTUDA NA MINHA SALA. SEI TAMBÉM QUE ELE ESTA NO SERVIÇO MILITAR E QUE O PAI DELE COMPROU O APARTAMENTO DA FINADA ZULEICA".

" MENINA COM CERTEZA VOCÊ VAI SER JORNALISTA QUANDO CRESCER, VAI NÃO?"

Toda essa conversa passou pela minha cabeça em fração de segundos, uma vez que a ouvi quando estava na sala de casa jogado uma partida de video game que Dan havia ganhado do nosso avô Moises por conta do seu aniversário e claro, gravei a conversa...

Se a água tava descendo goela abaixo nem sei, só sei que ele me viu, abriu um sorriso e levantou também o copo como se fosse fazer um brinde... Eu fiquei extasiado olhando aquele cara mais velho que eu pouca coisa e bem mais forte e bonito. Fiquei sem ação no primeiro momento pois a visão de seu corpo quase nu, já que ele usava também uma cueca slip amarela, me fez travar e eu não tive nenhuma reação... Ele terminou de beber sua água, olhou pra mim mais uma vez, apagou a luz da cozinha de sua casa e saiu do meu campo de visão.

Quando voltei ao meu normal estava todo molhado, tive que pegar o pano de chão e limpar a bagunça que havia feito na cozinha da minha mãe, me enxugar com um pano de prato, apagar a luz da cozinha e sair com a cabeça nas nuvens.

Enquanto voltava com passos lentos para o quarto, uma grande e fodida certeza fez morada em minha vida... EU ERA UM HOMOSSEXUAL DE 17 ANOS DE IDADE... ESTUDAVA NUM COLÉGIO PUBLICO DO BAIRRO E POR SER UM EXCELENTE ALUNO DAVA AULAS DE REFORÇO EM MATEMÁTICA, FÍSICA E QUÍMICA PARA ALGUNS AMIGOS DA ESCOLA E GAROTOS DO BAIRRO... SABIA TAMBÉM QUE ERA UM CARA SUPER GENTE FINA, QUE MEUS AMIGOS FALASSEM POR MIM SEM FALSAS E METIDAS MODÉSTIAS E QUE APESAR DE NUNCA TER TIDO NADA NA MINHA VIDA COM OUTRO CARA, MINHA VIDA ESTARIA LIGADA A DESSE GAROTO DE UMA MANEIRA QUE NEM MESMO EU SABERIA EXPLICAR...

Adormeci e dormi o sono dos justos. No dia seguinte fiz o prometido a minha mãe D. Berenice, limpei todo o jardim e o quintal da casa.

_ Caprichou na arrumação João Bosco de Faria Lima. Vem cá ganhar um beijo da mama...

_ Ah mãe, não me chama pelo nome... Assim fica difícil a turma gravar meu apelido... J B mãe, me chama de J B e claro, disse já sorrindo, esse beijo quero mesmo estando todo suado e fedorento...

Minha mãe era uma das mulheres mais incríveis que tive o prazer de conhecer na vida. Mesmo algum tempo depois tenha decepcionado ela e a todos a minha volta... Isso contarei em breve, mesmo que lembrar de certas coisas me façam sofrer muito.

Entrei pela porta da cozinha e fui pegar uma muda de roupa limpa no quarto. Rapidinho voltei e me dirigi ao fundo do quintal onde Seu Luiz Antônio tinha colocado no coqueiro uma belo chuveiro. O lugar sofreu uma pequena reforma por conta da construção do prédio no terreno vizinho que pertencia ao marido da finada Zuleica. O muro alto dava uma certa privacidade. Tirei a roupa, abri a ducha e assim que vou entrar embaixo da água ouço um quicar de bola atrás de mim e uma voz que jamais havia ouvido na vida fala com uma certa surpresa:

_ Dá pra você devolver a bola, meu chapa?

Giro o corpo e olho na direção do muro alto e vejo o mesmo rosto que me fitou na madrugada horas antes nesse mesmo dia... Mais uma vez fiquei sem ação e voz e tratei de cobri rapidamente meu membro.

_ Não era dessas bolas que eu falava não, chapa. É aquela que esta bem ali próximo da lavanderia... Pode ser? E ele pareceu sorrir de puro contentamento com a minha agonia inicial.

Enquanto era observado atentamente pelo vizinho, cobri meu corpo com a toalha e fui até onde estava a tal bola e joguei de volta para o prédio por cima do muro, sem entregá-la em suas mãos.

_ Quer vir jogar com a gente? Tá faltando um pro times ficar completo...

Finalmente eu falei algo após sua pergunta e explicação...

_ Hoje não dá, tenho que sair com minha mãe... Vamos fazer compras num supermercado... "POR QUE ESTOU DANDO EXPLICAÇÕES A ESSE CARA?" " E POR QUE MINHA VOZ ESTA MEIO TRÊMULA?"...

_ Qual o teu nome, chapa?

_ J B, e o teu? Perguntei automaticamente para ter certeza que falava com o tal Bernardo.

_ Francisco Bernardo Gouveia Matos. Os amigos do quartel me chamam de SD Gouveia e aqui em casa, simplesmente Bernardo. E voltou a abrir o sorriso mais lindo que jamais vi igual em toda a minha vida...

_ Beleza então Bernardo.

Assim que terminei de falar, ouvi vozes de garotos chamando por ele e antes da cabeça dele desaparecer de cima do muro, ele falou:

_ Quando você chegar do supermercado, dá pra vir aqui em casa?

_ Pode ser, cara.

_ Tchau... Valeu, chapa e obrigado pela devolução da bola.

_ Beleza, cara...

Finalmente fui voltando ao normal e quando finalmente entrei embaixo da ducha, mamãe lá da porta da cozinha gritou:

_ Já terminou João Bosco?

_ J B mãe, por favor dá pra repetir pelo menos uma única vez, J B?

Seu olhar era por demais penetrante e me senti sendo escaneado naquele breve momento que tivemos juntos. E mais uma vez a certeza calou em minha mente... "ESSE CARA CERTAMENTE FARIA PARTE DE MINHA VIDA".

Terminei o banho, me vesti com a muda que havia levado e assim que penteei e prendi meus cabelos longos e pretos com uma simples liga, chamei minha mãe e saímos de casa...

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Apesar de minha ausência devo confessar que foi bastante complicado ficar sem notícias de alguns de vocês. Eu mudei, a vida mudou e muita coisa por aí também mudou.

Sou grato a todos vocês que sentiram minha falta e mais ainda a todos que sentiram a minha dor.

Afirmo que tudo já foi superado e que voltei pra nossa estrada muito mais fortalecido e consciente do que jamais estive.

Espero que possamos retomar nossa jornada e que encontremos uns nos outros a boa e velha camaradagem de outrora.

Um abraço apertado e cheio de saudades... Nando Mota.

Comentários

05/06/2015 21:04:13
que beleza! Nando de volta!
27/05/2015 11:45:35
Felicidade me define:).
27/05/2015 11:30:39
Oi Nando.bom.dia belo começo. bjos Pri :)
21/05/2015 21:01:05
O Nando voltou AEOOOOOOOO ***soltando fogos de artificio imaginários*** Tava preocupado contigo cara! Que bom que vc voltou!! A Rose me avisou lá no Wattpad mas só hj vi a mensagem. srsrsss Deixa seu contato aí pra gente trocar figurinha. Abração!!!
21/05/2015 12:06:01
Que legal! Meu cearense preferido voltou! Seja bem-vindo. Espero que tudo esteja bem contigo, que tenhas resolvido tudo o que te afastou da CDCE. Um beijo carinhoso, Plutão
20/05/2015 23:45:48
Bem vindo de volta Nando!! Muito feliz de saber q vc voltou e ainda mais com essa ótima história... Tava com saudades. Bjus ^^
20/05/2015 20:21:10
Caraca!!!!!!!!!!! Que bom que voltou Nando! No início dessa semana reli um conto seu e vez por outra sempre entrava na sua página para ver se já tinha voltado. E que bom que agora foi diferente! Que bom que o longo tempo foram apenas umas férias mais que necessárias pra que você volte mais afiado do que nunca. Estava com saudades querido! Seja bem vindo novamente e nos presentei com suas maravilhas. Abraços!
20/05/2015 13:49:38
Quero dizer que uma pessoa muito especial me falou dos seus contos e eu quis ler, li todos os que essa pessoa leu, ele copiou todos para o computador dele, e hoje eu tive a oportunidade de ler seu conto na fonte, e realmente reafirmei a paixão pelos seus textos que já havia nascido no meu coração, que bom saber que você voltou, e como você disse "Eu mudei, a vida mudou e muita coisa por ai mudou." isso é verdade, você está melhor, a vida vai ficar ainda melhor para todos, e você ganhou mais um fã de carteirinha. Com carinho: Alisson Pontes.
20/05/2015 12:08:57
A saudade foi martirizante meu querido, mas quando hoje abri minha conta da CDC que vi seu nome entre os últimos contos lançados meus olhos brilharam radiantes por saber que temos você de volta, esse conto promete muito, e eu já gostei da mãe do João Bosco de Faria Lima, e seu abraço foi recebido, confesso ter sentido saudades desse abraço gostoso.
20/05/2015 10:59:44
SEJA BEM VINDO MEU QUERIDO
20/05/2015 10:28:31
Seja bem vindo e felicidades!
20/05/2015 10:27:46
Lindo, você não sabe como eu esperei esse momento! Ter mais uma vez a oportunidade de lê mais um conto escrito por você e matar a saudade de um amigo que só conheço através dos contos maravilhosos que ele escreve mas, deixou um vazio ao dizer que deixaria a casa por um tempo.
20/05/2015 10:15:51
O conto parece q vai ser muito bom!! ansiosa pelo proximo capitulo...bjs
20/05/2015 09:18:57
Maravilhoso Nandão. Que bom que estás de volta. Bjus.
20/05/2015 06:27:48
Bom dia meu amigo..seja bem vindo, feliz ,feliz ,feliz por você... Já gostei muito do começo desse novo conto.Um grande beijo meu querido.
20/05/2015 05:07:32
Muito interessante
20/05/2015 01:06:00
Bom não sei qual tua angustia... mais já adianto que esse conto me conquistou, e estou ansioso pelo próximo capitulo Grande abraço e força ai brother... a vida tem dessas!
20/05/2015 00:58:33
Muito bom
20/05/2015 00:55:04
Puxa, Nando, que alegria ter você de volta!!! Não sei a respeito dessa "dor", mas fico feliz por saber que você superou o que quer que tenha sido! Beijos mil, chéri!!!
20/05/2015 00:44:49
Amigoooo!! Que saudades, hoje mesmo estava pensando no seu sumiço e na falta de resposta no whatsapp, falei pra mim mesmo que se você não desse notícias, eu ia ligar e perturbar até me atender. Que alívio saber que você está bem e voltar a ler um conto seu e estou aqui pra você e vamos caminhar nessa jornada. O meu amor e carinho continuam presentes. Beijos lindão!!
20/05/2015 00:39:34
Seja bem vindo meu lindo, fico feliz com o seu retorno e adorando este início. Um cheiro e um beijo da sua sempre Mama Rose.
20/05/2015 00:20:08
Oba!!! Que bom que voltou!!! Gosto muito dos seus contos !! parabéns !! 👏👏👏👏
20/05/2015 00:11:09
Que surpresa maravilhosa, eu achei que você tinha nos abandonado. O conto promete ser uma maravilha... :)

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.