Casa dos Contos Eróticos

Feed

MEU CUNHADO NOVINHO TARADO ME COMEU!

Autor: GISELLE
Categoria: Heterossexual
Data: 18/05/2015 23:50:15
Última revisão: 17/06/2015 22:04:19
Nota 9.89
Ler comentários (31) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Meu nome é Leila, tenho 36 anos, casada, morena de cabelos cacheados, 1.70m. e resolvi contar pra vocês meus segredos sexuais.

Sou casada desde os 16 anos com Vicente e tenho uma filha que esta fazendo faculdade na capital.

Meu marido é dono de uma transportadora e sempre proporcionou tudo de bom e do melhor pra nossa família.

Quando me casei era uma mocinha completamente ingênua e quando me dei conta já tava levando rola em todos meus buraquinhos e acabei engravidando rapidinho.

O fogo que existia no meio das minhas pernas era grande e mesmo gravida queria trepar toda hora e logo percebi que meu marido tinha dois graves problemas, rola pequena e ejaculação precoce. Bastavam duas ou três bombadas que o safado gozava mais rápido que imediatamente, isso me deixava frustada sentindo falta de gozar gostoso como imaginava e desejava.

Infelizmente não se pode ter tudo na vida e fui obrigada a conviver com isso e para tentar sanar minha falta de um macho de verdade como via nos filmes pornôs e também poder sentir um pouco mais de prazer passei a ter vários vibradores e brinquedinhos sexuais de todos os tipos que junto com meus dedinhos mágicos me faziam alcançar orgasmos maravilhosos e deliciosos.

Meu marido era um babaca que só pensava em ganhar muito dinheiro e nas pescarias com amigos e só me comia mesmo quando eu o procurava. Era uma falta de interesse em buceta inacreditável, com certeza se eu fosse uma mulher mais decidida já teria enchido a cabeça do tonto de chifres, mas como sempre fui de uma família muito religiosa criada de uma maneira bem tradicional acabei sufocando minhas fantasias.

Só quando entrava no meu quarto e pegava meus vibradores é que me transformava em uma putinha depravada completamente tarada. Eu socava um na buceta e um no cu ao mesmo tempo e gozava como uma cadela no cio.

Como meu marido vivia viajando eu ficava muito tempo sozinha e após tomar banho adorava andar dentro de casa completamente nua, isso sempre me deixava ainda mais excitada me fazendo sentir um prazer muito louco.

Se ainda não tinha arrumado coragem pra dar minha buceta tesuda pra outro macho roludo teve um acontecimento completamente inesperado que iria incendiar de vez o meu corpo sedento de prazer.

Meu marido me deu a noticia que seu irmão caçula viria passar as férias de fim de ano conosco e talvez trabalhar em nossa transportadora.

Jonas, o irmão caçula do meu marido era um filho temporão, havia nascido um ano antes da minha filha e acabara de completar 17 anos. Fazia 4 anos que eu não o via, meu marido quando viajava sempre visitava sua família que morava em uma cidade pequena e distante do interior do pais.

Lógico que não gostei muito da ideia de ter uma pessoa estranha dentro da minha casa, mesmo sendo meu cunhado, não gostaria de perder minha privacidade, mas se ele fosse realmente morar e trabalhar com meu marido teria que arrumar um lugar pra que morasse sozinho.

Depois de uma semana Jonas chegou de viagem a primeira coisa que me surpreendeu foi que aquele pirralho cheio de espinhas que havia visto à 4 anos havia se transformado em um belo rapaz. Ele era mais alto que meu marido, bem forte e se mostrou muito alegre e simpático.

O receio de ter um adolescente chato dentro da minha casa rapidamente desapareceu.

Meu cunhadinho apesar de apenas 17 anos era um rapaz muito prestativo e organizado com suas coisas, o quarto onde ele passou a usar estava sempre limpo e arrumadinho.

A unica coisa que realmente mudou foi que deixei de andar completamente nua dentro de casa, a não ser quando meu marido levava Jonas junto com ele para a transportadora e eu podia me divertir com meus brinquedinhos eróticos com tranquilidade e gozar gostoso como uma taradinha necessitava.

Comecei a notar que meu cunhadinho apesar de parecer um rapaz tranquilo tinha um olhar ligeiro quando eu cruzava minhas pernas sentada de frente pra ele.

Quando percebi isso pela primeira vez até achei que podia ser coisa da minha cabeça pervertida que só vivia pensando em sexo, mas logo vi que meu cunhadinho não tirava os olhos das minhas coxas e comecei a notar que quando ficava de costas pra ele dava pra sentir também seu olhar safado em minha bunda empinada.

Aquilo em vez de me causar constrangimento passou a me excitar e minha bucetinha começou a ficar constantemente molhadinha e o desejo de fazer aquilo ficar mais sacana se instalou em minha mente safada.

Quando meu marido fez uma viagem mais longa resolvi sacanear de vez meu cunhadinho do olhar safado e naquele dia depois de tomar um belo banho peguei um vestidinho curtinho no guarda roupa da minha filha e quando coloquei-o e me olhei no espelho notei que ele era bem mais curto do que imaginei, minha filha era mais baixa que eu e me achei parecida com uma daquelas putinhas que fazem ponto nas avenidas e senti minha bucetinha umedecer e pra completar a safadeza nem pensei em colocar uma calcinha, nuazinha por baixo daquele vestidinho que mais parecia uma camiseta de tão curtinho que havia ficado. Nos pés um tamanquinho de salto pra deixar minha bunda ainda mais empinada.

Quando sai para a cozinha preparar o café ao passar pelo corredor notei que a porta do quarto do meu cunhadinho estava entreaberta e quase sem pensar resolvi dar uma espiada dentro dele. Empurrei a porta bem devagarinho pra não fazer barulho e vi meu cunhadinho deitado na cama com uma cueca branca de lycra justinha e então tive uma surpresa incrível ao notar que ele estava com uma “barraca” enorme armada. O rapaz tinha uma rola tão grande que a cabeça e metade dela estava pra fora da cueca. Com certeza a rola enorme do meu cunhadinho era praticamente o dobro do tamanho do meu marido.

Ele tinha uma ereção maravilhosa e certamente estava tendo algum sonho erótico porque dava pra ouvir sua respiração forte e sua mão dava umas apertadas naquele caralho monstruoso que parecia ficar ainda mais grosso.

Só de imaginar que meu cunhadinho poderia estar tendo aquela ereção sonhando comigo fez minha bucetinha ensopar de vez e começar a escorrer pelas minhas coxas. Quando me dei conta meus dedinhos bolinavam meu grelo durinho e teso. Que loucura eu estava fazendo, batendo uma siririca ao lado da cama do meu cunhadinho olhando maravilhada aquele caralho enorme duro como aço que pulsava forte preso por aquela cueca justinha.

Reuni as ultimas forças e sai do quarto rapidamente com medo que ele acordasse e se deparasse comigo ali do lado.

Voltei pro meu quarto, peguei o vibrador que eu mais gostava e soquei na minha bucetinha e em menos de um minuto gozei que nem uma cadelinha viciada. Meu corpo tremia mais que vara verde e tive vários orgasmos seguidos sem conseguia parar de bolinar meu grelinho inchado e gozei mais e mais.

Passei uma água no corpo pra dar uma relaxada, mas o tesão continuava forte, a lembrança do caralho monstruoso do meu cunhadinho pra fora da cueca vinha a todo instante em minha mente e então coloquei o mesmo vestidinho super curto no corpo e fui pra cozinha preparar o café pensando no que poderia fazer pra tornar aquela safadeza ainda mais quente. Minha vontade era ficar nuazinha ali na cozinha esperando meu cunhadinho pauzudo aparecer, porém isso teria que esperar um pouco mais.

Ao andar pra la e pra na cozinha o vestidinho da minha filha que ja era curtinho foi subindo pelas minhas coxas e as popinhas do meu bumbum ficaram de fora e nem me preocupei em puxá-lo de volta. O desejo de mostrar meu corpo era incontrolável e quando meus ouvidos atentos perceberam o barulho do chinelo do meu cunhado chegando toda safada me continuei sobre a pia fingindo lavar alguns talheres e deu pra sentir que o rapaz quando me viu daquele jeito, com quase metade da bunda de fora parou na porta da cozinha e ficou me admirando. Depois de alguns segundos rebolando de leve me virei e toda sacana sorri dizendo:

-oi Jonas meu querido… achei que tivesse ido trabalhar… pensei que estivesse sozinha em casa!

Meu cunhadinho estava boquiaberto parado na porta da cozinha e o mais incrível foi notar a “barraca” enorme armada no seu short que era impossível de esconder. Ele cruzou as mãos sobre a “barraca” e meio sem jeito disse:

-bem… eu… eu… eu só vou na transportadora depois do almoço… não tinha nada pra fazer hoje na parte da manhã!

-ahhh ta… que bom que não vou precisar tomar café sozinha então… senta meu querido que vou servir o café pra nos!

Ele deu um sorriso, se sentou na banqueta e eu fiz o mesmo na do lado. Quando me sentei o vestido subiu de vez e minha bucetinha todinha depilada ficou a mostra, porem fingi que não estava percebendo nada e então brinquei toda sacana dizendo:

-acho que agora que meu cunhado esta em minha casa preciso tomar cuidado quando vir fazer café, sempre faço isso completamente nua, adoro ficar nuazinha dentro de casa e hoje você quase que me pegou peladinha… achei que você tinha ido trabalhar… quando acordar cedo… vou dar uma olhadinha no teu quarto pra ver se você está em casa!

Meu cunhadinho não tirava os olhos da minha bucetinha lisinha todinha a mostra e toda safada até abri as pernas um pouquinho mais e ele com um sorrisinho sacana disse:

-não… não… precisa se preocupar comigo… prometo que vou tentar não olhar… mas… se olhar vai ser só um pouco!

Toda safada e com a buceta completamente encharcada com aquilo que tava rolando ali na cozinha coloquei minha mão em uma de suas coxas e bem safada disse:

-é… com certeza não vai ser só um pouquinho… essa barraca armada ai na frente do teu short não ta deixando você mentir… to vendo que meu cunhadinho além de ter uma pica bem grande também é muito safado… ficou com a picona dura olhando pro corpo da esposa do teu irmão né safadinho! Ta querendo comer minha bucetinha né seu safado?

Meu cunhadinho estava até tremendo de tesão olhando minha bucetinha toda arreganhada que eu bem putinha mostrava sem pudor e sua rola enorme dava pulinhos dentro daquele short e dando um sorriso sacana disse:

-bem… não tem como olhar pro teu corpo e não sentir tesão… ja faz mais de um mês que não dou uma… ando num tesão danado… e você sem calcinha então… meu pau não abaixa de jeito nenhum!

Perdi qualquer resquício de pudor e levei minha mão no meio das pernas do meu cunhadinho e peguei naquele maestro com vontade e ele deu um gemido mais alto, mas ele era bem safado porque em segundos ele abaixou o short e tirou aquele monumento adorável pra fora e pude pegar nele e sentir o calor de um macho de verdade e todo tarado disse:

-deixa eu te ver peladinha cunhada… desde que cheguei toda noite me acabo nas punhetas pensando nas suas pernas e nessa bundona linda que você tem!

Tirei meu vestidinho em segundos e rapidamente estávamos no sofá da sala e completamente tarada cai de boca naquele pauzão que de tão grosso não conseguia fechar minha mão e mamei como uma louca. O safadinho em poucos segundos deu um urro e encheu minha boca com tanta porra que cheguei a engasgar.

Engoli quase tudo e o resto escorreu pelos cantos da boca e melecou meus seios.

O pauzão do meu cunhadinho nem chegou a amolecer e logo ele me colocou de 4 no sofá e depois de umas pinceladas o safado cravou aquele monstro na minha bucetinha virgem de pau de verdade e foi enfiando tudo até o talo. Vi estrelas sentindo as paredes da minha bucetinha encharcada se abrindo pra receber aquele pauzão descomunal. A dor de me sentir arrombada não durou mais que alguns breves segundos e logo eu rebolava como uma doida espetada na picona do meu cunhadinho caralhudo que fodia minha buceta como um macho de verdade e toda tarada eu dizia:

-ahhh… que pauzão gostoso… nunca senti um desse tamanho… me come todinha meu cunhadinho tarado… fode sua cunhada puta… quero dar pra você o dia inteiro… arregaça minha buceta seu tarado gostoso… come… fode… mete tudo… quero gozar nessa rola grossona… ahhhhhh… que delicia… mete… mete… tudoooooo!

O safado do meu cunhadinho sabia como usar aquela ferramenta enorme e me deu um surra de picona grossa durante mais de hora, minha bucetinha ficou inchada sentindo aquele monstro entrando e saindo com força de dentro de mim.

Gozei como nunca havia gozado na vida, o prazer de ter um macho pauzudo fodendo minha bucetinha me proporcionou prazeres que nunca achei que pudesse existir e me entreguei as loucuras daquele sexo selvagem. Meu cunhadinho aproveitou minha entrega total e encheu minha bunda de tapas mandando eu rebolar na picona do safado. O tarado me segurava pelos cabelos e chegava a me levantar no ar espetada naquele pauzão grosso como um braço. Quanto mais ele judiava de mim mais eu gozava e parecia que mijava de prazer.

Depois daquela batalha sexual ali no sofá no qual eu fui deliciosamente derrotada fomos juntos ao banho e fiquei sabendo que meu cunhadinho apesar de apenas 17 anos ja era bem experiente quando me revelou que tinha perdido a virgindade com uma professora tarada e também com uma vizinha quase da minha idade que o safado comia sempre que o marido saia pra trabalhar.

Jonas era um safado que gostava mesmo de comer casadas mal comidas e sabia como satisfazer as putinhas com sua rola grossa e sempre dura. O tarado ficava de pau duro o dia inteiro e a toda hora me encoxava querendo foder minha bucetinha tesuda. Viciei em dar a bucetinha apertada pro meu cunhadinho tarado e depois que experimentei aquele pauzão de macho deixei de procurar o meu maridinho frouxo e quando ele resolvia me procurar eu fazia ele gozar bem rapidinho pra não ter que aturar aquele pintinho de merda que ele tinha entre as pernas.

Já faz 3 anos que meu cunhadinho mora na minha casa e meu marido nem desconfia que seu irmão caçula faz sua esposa gozar deliciosamente e espero que isso continue por muito mais tempo.

Nunca mais senti falta de macho e meus vibradores foram aposentados.

Minha filha terminou a faculdade e voltou a morar em casa e a safada enquanto cursava a faculdade na capital também virou uma devoradora de machos e logo que chegou ja botou os olhos safados em cima do tio novinho e a coisa passou a pegar fogo também com a putinha da minha filha, mas isso vocês só irão sabe na continuação desse relato sacana!

Bjs a todos os leitores desse site!

Se gostaram do que leram cliquem em cima do meu nome GISELLE e leiam outros contos meus principalmente dois relatos que me deixaram completamente tarada e que adorei ter escrito:

MEUS TIOS FODIAM MINHA MÃE E TAMBÉM ENTREI NA VARA e

GOZEI COMO LOUCA NA PICA GROSSA DO MEU FILHO

Skype: Giselle_gts

e-mail: gisellets@outlook.com @@@@@@@@@@@5r45g

Comentários

17/01/2017 12:17:28
Ótimo conto, envolvente, muito bem escrito.
uem
24/10/2016 20:03:06
vc e muito safada
28/07/2016 15:53:15
Tesão demais. Também quero rs. Roloko1000@hotmail.com
23/07/2016 23:46:12
Ousada! O que importa e ser feliz e ter prazer! Parabéns pelo conto! Me manda um oi b2022.sp@bol.com.br
11/01/2016 11:40:32
Ótimo relato, tbm tenho 18 anos e tive experiencia com minha tia e uma vizinha, veja meus contos! Gostaria de ter a sorte de seu cunhado ! Nota 10 beijos
09/01/2016 11:25:30
Ótimo
13/10/2015 18:51:44
NOSSA GISELLE, COMO VC EH VAGABUNDA, GENRO, CUNHADO, TODO MUNDO TEM ACESSO A ESSE RABBO !! PARABÉNS PELO CONTO NOTA 10 - Gostaria que vc lesse e comentasse o meu conto também, meu e-mail é rogers_rgr@hotmail.com ... nota 10 !!!
24/09/2015 22:49:10
Mais uma vez estou encantado com seus contos me escreva jefinho1873@gmail.com
27/08/2015 17:05:29
bom
02/08/2015 14:33:22
Soberbo, muito excitante, já prestei minhas homenagens
15/06/2015 08:32:58
Muito bom
14/06/2015 23:46:26
KKKKK gostei muito sua cachorra :P, ate me lembrou um conto meu, e nesses 3 anos vc não chegou a engravidar do seu cunhado não? fudendo direto eita hein kkkk, otimo
12/06/2015 17:33:01
Adoro mulheres safadas como vc. casadobh2015@bol.com.br Me escreve e vamos nos divertir muito.
08/06/2015 23:26:18
Oi td bem? Somos um casal liberal (eu 23 ele 28 anos) e estamos à procura de uma menina para viver uma aventura, tudo com descrição... Meu parceiro e eu somos divertidos, mente aberta, com uma relação bem resolvida e estruturada, somos bem safados 😉 Procuramos uma mulher de preferência livre e com disponibilidade de horário para estar conosco para amizade fixa/namoro... caso se interesse, podemos conversar melhor... Bjos E-mail: casalmahti@gmail.com
05/06/2015 10:23:57
Parabns vc dv ser deliciosa nota 1000 vc nao e infiel so tinha necesidade de gosar faz parte do corpo se precizar de ajuda estou a sua disposicao tenho 50anos e um pau de 19cm para te satisfazer entre em contato donemagrao@gmail.com
05/06/2015 01:28:46
Show
31/05/2015 11:58:12
hum adoro ninfetas, novas, escrevam pra mim que passo meu wats zaap anakin1939@gmail.com espero vc menina lindawats
30/05/2015 17:36:32
Deliciosa exitante e demais
29/05/2015 19:10:32
Q delicia
29/05/2015 19:10:06
Deise.magal12@gmail.com
24/05/2015 22:13:12
Parabéns. Muito bom
19/05/2015 21:49:56
Que delicia
19/05/2015 17:55:18
Adorei... mt bom seu conto!
19/05/2015 15:46:23
Maravilhoso. Puro tesão. Nota mil.
19/05/2015 13:36:33
Gostei do conto, mulher que o marido não come e ainda tem o pau pequeno tem mais é que chifrar. Falando em pau pequeno mulher em conto erótico dá um azar danado, só casa com homem do pau pequeno.
19/05/2015 10:42:09
Muito bom
19/05/2015 09:38:22
Muito excitante seu conto. Parabéns delicia
19/05/2015 07:52:30
Hmmmmm, conto delicioso!! Bjs e leia os meus tb
19/05/2015 01:50:31
li mais um conto seu puta,mas me parece q vc é uma puta muito medrosa,pois ñ fala comigo,saiba q eu gosto d puta muito safada ea melhor quakidade d uma puta pra mim é q ela tem q ser totalmente submissa a mim,se isso d faz ficar excitada ja sabe o q deve fazer,entao faça,tenho seu skype e vc o meu,vadia.
19/05/2015 01:07:34
Que conto maravilhoso, queria ser seu cunhado Gostosa
19/05/2015 00:42:01
Delícia de conto! Vc é mto putinha e safada. Se puder, dá uma lida no meu primeiro conto sobre um trato que dei numa casada mau comida. A segunda parte dele sai essa semana. Bjs

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.