Casa dos Contos Eróticos

Feed

Meu Padrasto (Parte - 19)

Autor: ∞ Alex ∞
Categoria: Homossexual
Data: 18/05/2015 01:06:48
Última revisão: 18/05/2015 01:09:36
Nota 9.96
Ler comentários (22) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Ele levantou sem me responder nada.

Eu: Fala Fernando, me diz a verdade, porque você quer me ajudar? É por pena?

Ele virou de costas com as mãos na cabeça.

Eu: É, não é? Ou então realmente quer brincar comigo?

No inicio eu perguntei sem nenhuma intenção, mas agora com sua atitude de não querer me responder eu percebi que poderia ser verdade...

Ele foi andando para o quarto sem me responder...

Fui atrás.

Eu: Vou entender seu silêncio como um sim.

Ele nada falou.

Segui até o armário, peguei minha mala e comecei a jogar tudo dentro...

Ele: O que está fazendo?

Comecei a chorar e não respondi, continuei colocando a roupa na mala, de repente ele me puxa pelo braço e me aproxima de seu corpo. - O que está fazendo?

Eu: Você acha que eu vou ficar aqui se você está mesmo brincando comigo ou com pena?

Estávamos com os rostos próximos, ele segurava em meus braços e ficava olhando em meus olhos, passou alguns segundos assim até que me beijou, sua boca era tão doce, eu passei um tempo aceitando seu beijo até lembrar de tudo, afastei minha boca da dele e comecei a me debater em seus braços... - Me larga me solta!

Ele: Se acalma!

Eu: Me solta!

Ele me soltou, continuei colocando minhas roupas na mala.

Ele: Para com isso!

Eu: Não.

Ele: Você não vai a lugar nenhum!

Eu: Prefiro continuar sendo machucado por meu irmão que ser machucado por outra pessoa, pelo menos a desilusão é uma só! Mas passar por tudo novamente? Por todas as decepções? Não obrigado!

Ele me puxou de novo.

Eu: Me solta Fernando!

Ele: Você quer saber o porque de eu te tratar tão bem? De eu querer cuidar de você? De eu ser tão carinhoso?

Eu: Não sei se quero mais saber! Me solta! - ficava puxando meu braço mas ele não me soltava.

Ele: Porque eu me apaixonei caralho! Satisfeito? Era isso que você queria ouvir?

Eu: Como assim?

Ele: Você, seus olhos, sua boca... - Ele pegou no meu rosto e ficou passando o dedão na minha boca. - Seu cabelo, seu corpo frágil, seu jeito inocente de menino...

Ele me puxou mais pela cintura, colando meu corpo no seu... - Você me ganhou, me conquistou, não consigo mais lutar contra, eu tentei, mas foi em vão!

Coloquei as mãos em seu rosto, passava as mãos sobre ele, seus olhos verdes me deixavam sem ação, e sua barba pinicava minha mão, passei minhas mãos por seu pescoço, ele se curvou pois sou bem mais baixo que ele e nos beijamos novamente, passava minha mão por sua nuca e ele agarrava minha cintura com força...

Me larguei dele e nosso beijo estalou...

Eu: Isso não é certo!

Ele: O que não é certo?

Eu: Você de repente me dizer que está apaixonado, como? Você deve estar brincando como o Doug falou!

Ele: Não Yago, eu simplesmente não sei explicar, achava que nunca ia acontecer comigo, mas me apaixonei, como disse tentei fugir por orgulho, gostava da minha vida de solteiro e de curtição mas a alguns dias tudo mudou!

Eu: E você já disse isso para quantas?

Ele: PARA COM ISSO PORRA!

Eu: Tá vendo? Não Fernando, você não mudou, não vou deixar você me usar como fez com muitos porque meu sentimento sim é verdadeiro, eu te amo, de verdade, mas já sofri demais e não quero sofrer mais ainda!

O cel dele tocou...

Ele saiu, foi atender.

Ele: Nossa conversa não acabou, me espere!

Terminei de fazer a mala e a fechei.

Ele voltou... - Olha, tenho que dar um pulo na empresa, surgiu um imprevisto, mas quando eu voltar continuaremos a conversa!

Longe dalí...

Doug narrando.

Precisava falar com o Rick sobre a conversa que tive com minha mãe... Estava nervoso.

Saí do meu quarto e fui ao dele, ele estava ao tel, minha mãe graças a Deus não estava lá.

Ele desligou.

Eu: Rick...

Ele: Tenho que dar um pulo na empresa, é um assunto sério!

Eu: Tem que ser agora?

Ele: Sim. Queria falar algo?

Eu: Não, pode ir depois a gente conversa!

Não queria falar tudo as pressas, se ele tinha que sair, então que fosse, quando chegar eu falo!

Ele se vestiu, me deu um selinho e se mandou.

Fui para o meu quarto e me tranquei lá para minha mãe não me encher o saco novamente!

Longe dalí...

Yago narrando.

Ele já havia ido, peguei minha mala e saí, fui para o meu AP, sei que parece loucura, mas meu irmão estava desaparecido, não estava lá, desde o dia que me bateu que sumiu!

Entrei, estava tudo revirado, garrafas de bebida pelo chão, tudo um nojo.

Entrei e levei minha mala para o meu quarto, fui até a cozinha, peguei um balde, um rodo e o pano e comecei a limpar tudo.

Passei todo o dia assim, limpando, a tardinha estava assistindo algo, já havia parado de limpar, quando alguém bate na porta, o susto foi grande e se fosse meu irmão?

Fiquei fitando a porta, passaram uns 5 minutos lá batendo, até que pararam. Usei a bombinha pois meu coração estava a mil.

Fer narrando...

Cheguei em casa, vou no meu quarto, na cozinha, em todo canto e nada dele, vou no armário e não vejo suas roupas, meu coração parou...

Cláudia não estava trabalhando este dia.

Saí, fui ao AP dele, era o único lugar que ele tinha para ir. Bati na porta uns 5 min e nada!

Fiquei desesperado, saí, fiquei pensando em onde ele poderia estar, e se o irmão dele o pegasse?

Doug narrando...

Estava ainda trancado no meu quarto quando alguém bate na porta.

Eu: Quem é?

Não iria abrir se fosse minha mãe! Quando ouço a voz de Fernando. - Sou eu.

Ele estava com uma voz de quem tava chorando.

Abri a porta e ele me abraçou aos prantos.

Eu: O que foi?

Ele: Você tem que me ajudar!

Eu: Fala!

Ele: Douglas você fez a cabeça do Yago, plantou discórdia e agora ele não acredita em mim.

Eu: Como assim?

Ele: Eu o amo, estou completamente apaixonado, só quero cuidar do meu anjinho, mas você falou com ele, plantou minha caveira, ele simplesmente não acredita e fugiu, não sei para onde ele foi! Agora ele pode estar em qualquer lugar e o irmão pode encontra-lo!

Eu: Oh meu Deus!

Ele: Tenho uma ideia de onde ele pode estar, mas ele só vai abrir a porta se for para você!

Eu: Então vamos logo, não podemos perder tempo!

Fomos e no carro ele conversou comigo.

Ele: Douglas eu juro, estou completamente apaixonado pelo Yago, não sei como isso foi me acontecer, por favor, não fala mais de mim, se eu perdê-lo, não sei o que vou fazer, só quero cuidar dele, proteger...

Nossa, Fernando falava com um desespero tão grande, nem acredito mas poderia jurar que ele estar mesmo apaixonado por Yago.

••••••••••••••••••••••••••••••

Obrigado pelos comment's.

Comentários

11/04/2016 00:50:15
...
01/01/2016 22:51:11
Muito bom como sempre!!!!
18/05/2015 23:19:28
Vey tô amando seu conto e eu acho que o yago tem que dar uma chance pro fer por que as pessoas mudam e eu sou testemunha disso, porém eu entendo ele estar com um certo receio em confiar no Fer pq tbm com um historico como o dele, tem que começar a confiar aos poucos mesmo
18/05/2015 16:05:29
Amei!
18/05/2015 15:26:16
Muito bom, eu acho que o yago ta certo em não confiar nele, ele não presta, mas as pessoas mudam (acho)!
18/05/2015 11:07:52
Amei! Ansiosa para ler o próximo capítulo.
18/05/2015 11:05:05
Nossa Bela que coisa chata melhoras!! Vei esse conto é um amor! Serio esse cu doce do Yago é super aceitável, sei que logo, logo eles vão se acertar, o que me preocupa é essa mãe lazarenta do Doug essa mulher é o cão em pessoa, com certeza vai infernizar... ótimo cap Bjs até o próximo!
18/05/2015 10:53:44
Alex... A galera tem direito de criticar, de dar 10 ou dar 0... E se o conto é dividido em partes/capítulo... Em todos os capítulos pode ser postadas as críticas. No meu caso não foi crítica, pq eu gostei muito do crescimento do Yago e do Fernando e fiquei comovido com a história do Yago, se os outros criticaram ai não posso fazer nada. Mas você pode postar mil explicações... Quem quise continuar criticando vai ter esse direito assegurado mesmo assim. Mas não é o meu caso. Só tenho elogios a fazer, coisa que você pode observar nas notas que dou em todas as partes.
18/05/2015 10:46:20
Quantas emoções estou amando.
18/05/2015 09:29:36
Gente eu estou doente e quando eu digo doente é MUITO doente! Mas não é a diabete na verdade é uma série de coisas: Inflamação na garganta, febre, tontura, desmaios... Meu diagnóstico como o da grande maioria de hoje em dia, foi virose. Fui para o hospital e passei a noite lá com Bellinha, recebi alta hoje de cedo, vou fazer de tudo para postar hoje ainda ou Bellinha posta por mim, mas se não der para postar hoje vocês já sabem o porque né? Beijão galera!
18/05/2015 08:49:59
Não, Não, Não
18/05/2015 07:56:34
Espero que o Fernando mude mesmo...
18/05/2015 07:18:54
Muito bom!! Amando o Fer e o Yago juntos ❤ Não se importe tanto com o q as pessoas falam de ruim... Ninguém nunca agradou a todos. Continue essa historia maravilhosa de dois meninos apaixonados pelos 'padrastos'. Bjus ^^
18/05/2015 07:12:24
Adorei
M/A
18/05/2015 06:49:21
Bom.
18/05/2015 06:39:29
Que fofo o fer confessou que está APAIXONADO!!!!!
18/05/2015 05:43:23
Maravilhoso
18/05/2015 05:19:46
Eeeeeeeeeeeer apaixonado nada. Todos bissexuais traem. Nenhum presta
18/05/2015 02:30:05
gabriel.floripa uma explicação ou aviso não é desnecessário quando um autor ver em toda parte que posta comentários criticando sobre certo assunto e tem a resposta, logo dei minha explicação sobre o protagonismo do conto quando a mais ou menos umas 5 ou 4 partes vejo comentários falando que esqueci do Doug, ou que Yago se transformou no protagonista, sendo que tudo é um grande mal entendido! Não quero aparecer mais que personagem ou que o próprio conto em sí, apenas não quero mais ver gente enchendo o saco com isso, foram muitas pessoas dizendo que mudei o protagonista e etc e não aguento mais isso, o ultimo foi SafadinhoGostoso, que inclusive não comentou na explicação. Espero terminantemente que a partir daquela explicação ninguém mais me encha o saco com isso, pois falar para um autor que ele mudou o protagonista no meio de um conto é o mesmo que falar que ele se perdeu! Para quem ler este commen't e não entender é só ir no aviso com o meu nome, resolvi dar a resposta nesta parte para que a pessoa em questão leia!
18/05/2015 01:38:32
É, também acho que o Yago não está se permitindo. Em compensação não acho que ele esteja fazendo drama, afinal o guri é totalmente traumatizado com a perda dos pais e a vida que leva.
18/05/2015 01:24:01
ah...hj.foi.curtinho
18/05/2015 01:21:09
Perfeito como sempre, hahahaha Mais esse Yago tá fazendo muito drama, ele tem que dar uma chance pra alguém que cuide dele :)

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.