Casa dos Contos Eróticos

Meu Padrasto (Parte - 08)

Autor: ∞ Alex ∞
Categoria: Homossexual
Data: 05/05/2015 19:28:18
Última revisão: 05/05/2015 20:00:49
Nota 9.92
Ler comentários (25) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Rick correu até mim. - Vai sair com Fer?

Eu: Sim, ele me chamou!

Saí e deixei ele só.

O dia se passou, ouvi vozes lá embaixo os filhos dele haviam chegado, não queria ficar alí, daqui a pouco me mandariam descer e não estava a fim de me entrosar com os filhos chatos dele!

Liguei para o Fernando.

Ele: Oh meu Deus, você me ligou mesmo!

Eu: Fer eu quero sair, pode ser agora?

Ele: Agora? Acho que não vai dar!

Eu: Mas queria agora, bem, ok então também não quero mais sair!

Ele: Não, eu vou te pegar, me espera, mas me espera fora de casa, porque não quero ver o Rick.

Eu: Brigaram?

Ele: Sim, depois eu falo!

Desci...

Rick: Ah, desceu, já ia te chamar para ficar aqui com a gente!

Eu: Não dá, vou sair agora, Fer tá me esperando!

Minha mãe arregalou os olhos...

Eu: Quero espairecer, sair, vai ser bom para mim!

Ele parecia nervoso...

Saí, Fer estava no carro me esperando, desci, abri a porta e entrei.

Ele: Oi?

Eu: Olá!

Ele: Porque resolveu sair tão repentinamente?

Eu: Olha não fala nada para ninguém tá? Mas odeio os filhos dele. Não gosto!

Ele: Porquê?

Eu: Eles não gostam de mim também. Me acham interesseiro!

Ele: Mesmo? Não se importe com essas coisas!

Eu: Não me importo mesmo, só não estou a fim de ficar ouvindo idiotices deles, por isso estou aqui!

Ele: O que você quer fazer?

Eu: Não sei, você escolhe!

Ele: Que tal irmos em uma boate, dançar, curtir...

Eu: Ok, desde que cheguei aqui não saio.

Ele parou em uma não muito longe...

Ele: Eu e Rick frequentamos muito essa!

Eu: Sério?

Ele: Sim.

Entrei com ele, antes tive que mostrar a identidade para ter certeza de que tinha 18, fomos a um bar, ele começou a beber, eu no momento não quis.

Começou uma música maravilhosa, que eu adoro...

Eu: Amo essa música!

Corri para a pista e fui dançar, fechei meus olhos e fiquei sentindo a música, Calvin Harris - Summer. Amo essa música!

Abri os olhos por um momento e ele estava me olhando, o chamei com o dedo para vir dançar comigo, ele veio e começamos a dançar...

Ele se aproximava mais e mais, não me importava muito, pegou na minha cintura e ficamos dançando, ele ficou cheirando meu pescoço...

Não estava entendendo nada! Mas resolvi deixar, olhei para meu lado esquerdo, vi um homem bem parecido com o Rick nos olhando de longe...

Não prestava mais atenção em nada só no cara nos olhando, mas ele me agarrou e me beijou de repente...

Não entendia aquilo tudo e piorou porque assim que ele me beijou, o cara que parecia com o Rick veio até nós como um foguete e me tirou dos braços do Fer, logo vi que não parecia, era mesmo o Rick!

Eu: O que está acontecendo?

Ele me puxava em meio a multidão de gente dançando até chegar lá fora...

Eu: Me larga!

Chegamos até seu carro, ele me jogou lá dentro...

Eu: Me fala! Porque você está aqui?

Ele saiu dirigindo, não foi para casa, foi para sua empresa, entramos, lá estava tudo vazio, não tinha ninguém, ascendeu as luzes e entramos.

Eu: Porque você me trouxe aqui?

Ele: Porque eu não queria falar na frente dos meus filhos que você estava agarrado ao Fernando.

Eu: Ele me agarrou, não tive culpa de nada!

Ele: E você não o impediu!

Eu: E o que te importa? Você está muito preocupado com o que eu faço ou o que deixo de fazer!

Ele agarrou no meu braço, não falou absolutamente nada, apenas me beijou, um beijo faminto e desajeitado...

Me soltei dele. - Agora vai me dizer que foi um erro?

Ele passou a mão na cabeça, andando de um lado para o outro...

Eu: Qual o problema?

Ele: Você!

Eu: O quê?

Ele: Você é meu problema!

Eu: Olha vou ver se encontro o Fer, vou perguntar o porque do beijo, talvez ele me explique melhor que você!

Saí dali, mas quando ia passando por o salão de entrada dei de cara com Fernando...

Eu: O que você está fazendo aqui?

Ele: Os segui!

Eu: Estou saindo, não quero mais ficar aqui, tô com ódio de tudo!

Ele: Vem, eu te levo para qualquer lugar que você queira!

Rick apareceu de repente... - Você não vai levar ele a lugar algum!

Ele: Quem vai me impedir? Você?

Rick: Não me provoque Fernando!

Ele: Vamos Doug!

Fer pegou no meu braço para ir com ele mas Rick puxou ele de repente e o empurrando. Fernando levantou e deu um soco em Rick que acertou na boca. Rick deu outro em Fernando acertando o nariz...

Eu: PAREM!

Eles não paravam...

Eu: Estou mandando parar!

Era mesmo que não falar nada.

Saí dalí sozinho enquanto eles brigavam.

Rick narrando...

Eu: QUANTAS VEZES FALEI PARA FICAR LONGE DELE?

Ele: PORQUÊ? PARA QUÊ ESSA PREOCUPAÇÃO TODA?

Eu: PORQUE SIM! NÃO TE DEVO SATISFAÇÃO!

Olhei para o lado e ele já havia saído...

Eu: Que droga, ele saiu!

Ele: Fala a verdade para mim Rick, você nunca se importou tanto com alguém, você está com ciúmes!

Nós estávamos mais calmos, cansados pela raiva que acabamos de passar, Eu sangrava pela boca e ele pelo nariz...

Eu: Ciúmes? Você sabe muito bem que não sou homem de sentir ciúmes!

Ele: Pois era o que eu achava até esse garoto aparecer!

Eu: Pois pode continuar achando, porque não estou com porcaria de ciúmes nenhum!

Ele: Então tá, agora vou atrás do Doug!

Virou de costas e ia saindo...

Eu: Não. Tá ok, apenas não consigo ver você brincar com ele, é um instinto protetor, de pai para filho!

Ele: Me engana que eu gosto, e se fosse outra pessoa? Qualquer pessoa, qualquer outra?

Sentei sobre a mesa sem responder nada, sabia que ele tinha razão, mas não queria admitir a mim mesmo!

Eu: Não sei, tá legal?

Ele: Para mim é ciúmes, nem do seu amante você ficava tão louco quando o via com outra pessoa, sempre dividíamos tudo, agora de repente fica desse jeito? Nós nunca brigamos, de repente você vem com tudo para cima de mim!

Eu não falei nada, até eu mesmo não estava me reconhecendo!

Ele continuou: Desde que falei para você que vi esse garoto e o achei lindo que você fica todo nervosinho, protegendo-o... Acho estranho. Só tenho uma coisa a dizer, se é ciúmes mesmo você está apaixonado, ninguém sente ciúmes por quem não sente nada!

••••••••••••••••••••••••••••••

Beijos gente.

Comentários

10/04/2016 23:19:22
Que isso??
01/01/2016 21:21:39
Que reviravolta!!
07/05/2015 12:39:52
Muito bom! continua logo!
06/05/2015 16:41:33
Adorei! Espero que Doug ñ sofra na mão de nenhum dos dois! Abraços!!!
06/05/2015 05:29:52
Fica com o Fernando
06/05/2015 04:05:43
Muito bom!!! Devorei todos os capítulos!
06/05/2015 03:14:15
loucura amooooooooooor !! adoooroooo !
06/05/2015 01:17:50
Ansioso vc é genial e esses 2 ai tem q tomar é um gelo bem dado mesmo oras hahahaha Ansioso pelo próximo :D
05/05/2015 23:57:50
Perfeito, ameii
05/05/2015 23:49:00
AMEIIII.
M/A
05/05/2015 22:54:34
Otimo
05/05/2015 22:52:55
Fight rsrs
05/05/2015 22:46:39
BomD+
05/05/2015 22:39:26
Tá muito lindo o seu conto virei sua fã e da bela também sou fã
05/05/2015 22:19:34
Bom demais
05/05/2015 21:47:51
Ahhhh! agora que tava ficando bom
05/05/2015 21:44:26
Muito bom,ortografia bem escrita,mais falta algumas virgula ,mais ninguém é professor né,parabéns..e continue logo...😀
05/05/2015 21:33:01
O conto esta maravilhosamente maravilhoso!
05/05/2015 21:07:32
Ótimo!!!
05/05/2015 20:52:54
Eu sou o "Victor1607"
05/05/2015 20:52:00
Me surpreendi com a atitude do Rick, não esperava ele se apaixonar tão rápido... Mas espero que o Douglas não sofra muito... :)
05/05/2015 20:28:00
Otima sua historia
05/05/2015 19:54:03
😀😍
05/05/2015 19:50:25
Perfeito! eu gosto de Doug me identifico... Bjs até o próximo!
05/05/2015 19:43:17
Tenho acompanhado td sem me manifestar, mas achei necessário dizer q tenho achado td incrivel. Só acho q o Doug ñ merecia sofrer nem na mão do Rick nem na mão do Fer. Então faz favor de postar mais logo e capitulos mais longos plis. Aguardando ansioso por muito mais.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.