Casa dos Contos Eróticos

O cara da casa ao lado- 24

Autor: Rafa :)
Categoria: Homossexual
Data: 01/05/2015 17:41:58
Nota 9.00
Ler comentários (14) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Oioi lindos, to de voltada 👏👏😍😍❤❤✌✌. Quero me desculpar pela demora em postar meus contos. Tem muitos que acompanham e curtem a série e eu sei como eh ruim quando o autor demora a postar os contos. Como eu disse nos primeiros capítulos, a faculdade me consome muito o tempo, então, na moral, me desculpem mesmo. Obrigado a todos os lindos e lindas que votaram e comentaram o conto anterior (e todos os outros da série 😍😍😍). Obrigado, amo vcs 😘😘😘❤❤❤👏👏👏✌✌✌😍😍😍. Geentee, o que aconteceu em um conto, morreu nele.

PS.: eh só pq eu "matei" os protagonistas do meu conto anterior que eu farei o mesmo nesse. Não eh só pq a Jennifer foi passada pra trás, teve a vida do filho colocada em risco e, pra reverter isso, virou advogada da máfia em "A ira dos anjos" que Sidney Sheldon escreveu outras personagens que sofreram a mesma coisa. Muito pelo contrário. Em "Senhora do Jogo" a personagem principal (Alexia) era totalmente diferente da de "A ira dos anjos". NÃO QUIS, EM MOMENTO ALGUM, COMPARAR MEUS CONTOS ÀS OBRAS BRILHANTES DE SIDNEY SHELDON. RESOLVI TOMÁ-LO COMO EXEMPLO POR ELE SER MEU MAIOR ÍDOLO NA ARTE DA ESCRITA, SENDO PRA MIM, O MELHOR ESCRITOR DE TODOS.

O cara da casa ao lado.

Estávamos os três, deitados na cama. Renato acariciava meus cabelos e Ruan minhas costas. Era tanto amor ali que acabei adormecendo nos braços de Renato. Acordei um tempo depois, escutando uma discussão vinda da cozinha.

- Ruan, eu não quero saber. Não vou me afastar dele. Você ouviu Esmeralda falar que minha ligação com ele eh extremamente mais forte que a sua e que se nós nos separassemos nós enlouqueceríamos dentro de pouco tempo. - Dizia Renato.

- Renato, aquela mulher eh louca. Ela não sabe o que diz. Ele eh meu, Renato, e eu quero você longe. Somos irmãos, eu amo você, mas não quero você próximo dele assim. - Retrucava Ruan.

- Velho, para com isso. Eu não vou me afastar dele e pronto. E tem mais, Ruan. Essa também não eh a vontade dele. Duvido que ele queira que eu me afaste. Aceite, Ruan. - Insistia Renato.

- Mas eu quero, Renato. Eu quero. Ele vai ter que aceitar minha decisão. Ele eh meu, Renato. Respeita o que eu decidi e sai da vida dele.

- E por que você quer que ele saia, Ruan? - Perguntei, entrando na discussão.

- Rafael, vá pro quarto. - Disse Ruan, autoritário.

- Não, Ruan. Eu não quero ir pro quarto. - Retruquei.

- Ruan, não discuti com ele. Eu estou decidido a ficar e, se isso te incomoda irmão, sinto muito. Ao menos que ele pedisse, - Disse Renato, apontando pra mim - Eu não sairia de perto dele.

Renato, ao dizer isso, abriu a porta da casa e saiu, deixando-nos ali. Eu segui para o quarto e sentei-me na cama. Queria conversar com Ruan. Sabia que ele não viria atrás de mim por uns 2 ou 3 minutos, mas depois entraria no quarto e ficaria ao meu lado, em silencio, esperando-me puxar assunto, como sempre fazia. E, assim como eu pensei que seria, aconteceu. Depois de um tempo ele entrou no quarto e sentou-se do meu lado na cama. Ficou ali, esperando que eu puxasse papo com ele.

- Ruan, você tem que parar com isso. - Disse a ele.

- Parar com o que, amor?

- De tentar nadar na minha vida. Você tem noção do que acabou de pedir ao seu irmão? Que saísse da MINHA vida e, que mesmo que isso fosse contra a minha vontade, eu teria de aceitar por que sou seu. Não eh assim que a banda toca, amor. Hora nenhuma eu pedi pro Alemão deixar de ser seu amigo. Você não tem esse poder sobre mim. Não gostei da sua atitude com o Rê. Ele eh o irmão mais velho que eu não tive, cara. Eu amo o Rê, e as vezes tenho a impressão que eh quase tão forte quanto o amor que eu sinto por você. - Resolvi abrir o jogo. A hora de escolher chegou.

- Amor, você está querendo dizer que vai me deixar pra ficar com meu irmão? - Disse ele, chorando.

- Não, Ruan. Eu amo você. Muito. Mais do que eu jah imaginei que poderia. Daria minha vida pra poupar a sua. Mas faria o mesmo por seu irmão.

Ruan abraçou-me, chorando, e ficou me pedindo pra não deixá-lo, pois ele não suportaria. Ele acabou adormecendo ali e eu fiz o mesmo. Assim que acordei, Ruan estava deitado na cama, velando-me o sono. Assim que despertei ele disse-me:

- Amor, tomei uma decisão e preciso da sua aprovação.

- Fale. - Disse a ele

- Pois bem. Eu amo Renato... Muito... E... Como jah te disse... Acho ele... Bem... Muito atraente. Então resolvi abrir nosso relacionamento a ele. Eu e ele teremos a você. Não sei se você gosta da ideia ou se ele vai curtir... Mas estou disposto a te dividir com meu irmãozinho até que você decida com qual dos dois quer ficar. O que acha?

- Ruan, eu... Não sei o que dizer... Eh claro que eu aceito, mas... E Renato... Acho que ele não vai gostar da ideia. - Retruquei.

- Não se preocupe com Renato... Dou um jeito nele. - Disse ele, me abraçando.

Ficamos deitados, quietinhos, até que me bateu uma vontade enorme de ver Esmeralda. Algo me dizia pra ir até ela. Disse a Ruan que precisava vê-la e ele chamou Renato pra nos acompanhar.

- Sabia que, mais cedo ou mais tarde, você viria. - Disse ela, sorrindo, ao me ver.

- Esmeralda, posso falar com você? - Disse a ela.

- Claro, criança. Também quero falar com você... A sós. - Disse ela, olhando pra Ruan e Renato.

Entramos numa salinha da casa dela. Era coisa de filme mesmo. Toda recorda com penduricalhos e coisas relacionadas e feitiçaria. Bem estilo vidente.

- Esmeralda, por que você disse que a ligação minha com Renato e mais forte que a minha com Ruan? - perguntei.

- Fecha os olhos, criança. - Disse ela.

Assim que Fechei os olhos ela começou a falar umas coisas sem sentido e eu comecei a ficar casado de repente. Acabei dormindo.

Estava num lugar, uma casa antiga. Pelas roupas que todos vestiam me sentia em algum filme que se passava na época das cruzadas. Eu estava em um castelo e de repente eu vi... A mim mesmo. Eu também me vestia igual a maioria. Estava com uma roupa branca que não sei explicar como era. Comecei a "me seguir" até um quarto, de onde saíram Renato e Ruan. Renato se vestia como um rei e Ruan como um soldado.

- Geremias, se me der licença, preciso conversar com esse meu empregado. - Disse Renato a Ruan.

- Sim senhor, majestade. - Respondeu Ruan. Ele passou por mim e não disse nada. Entramos no quarto onde Renato havia saido. Assim que fechamos as portas, Renato começou a me beijar com fúria e dizer que me amava.

- Príncipe Jean, eu também te amo. - Dizia aos gemidos com ele me beijando.

De repente ouvi outro barulho. Ruan havia entrado no quarto e nos pegado no flagra. Subornando a Renato, fez com que começasse ali um caso de amor entre os três. Sentia que meu amor por eles adivinha daquela época, mas minha alma gêmea era Renato. Acordei do sono profundo e vi Esmeralda.

- Entendeu por que você e Renato estão mais ligados? - Perguntou-me ela

- Sim, Esmeralda. Obrigado.

- Vocês estão no caminho certo. Só serão felizes juntos. - Disse ela.

Fomos pra casa e Renato fez o jantar. Contei a eles o que havia visto e o que Esmeralda havia dito. Renato me abraçou e perguntou a Ruan:

- Se eu aceitar o que você me propôs hoje, eu poderei beijar o Rafa?

- Sim. - Disse Ruan.

- Fazer amor com ele? - Perguntou Renato.

- Também. - Respondeu Ruan, com cara de ciúmes.

- Tudo bem. Eu aceito. - Respondeu Renato, beijando-me o pescoço. Ruan chegou perto e começou a beijar-me também, dizendo, com cara de safado:

- Que tal comemorarmos essa aliança??

Liiindoooos, esse eh o cp de hoje. Desculpem pela demora e pelo tamanho. Espero que gostem e comentem e votem... Beijo o pólipos das 😍😍😍😘😘😘❤❤❤👏👏✌👏😍😘😍❤

Comentários

23/05/2015 17:05:54
10
16/05/2015 19:26:10
Volta logo por favor!!! To ansiosa esperando o resto da história... Ainda não acredito q os três vão ficar juntos. Ainda prefiro o Rafa com o Ruan, só os dois, de preferencia juntos e longe do Renato, pra não atrapalhar o casal. Não gostei do Rafa ter essa ligação maior com o Renato... To triste :( Bjinhos ^^
13/05/2015 00:57:32
3 jamais ai e suruba kk
L.P
10/05/2015 21:14:57
Saiu Ryan por causa do corretor do celular rsrs. Quis dizer Ruan rsrs
L.P
10/05/2015 21:13:56
Bom,terminei de ler os capítulos hoje. Você tem muito talento, consegue nos prender a história, a escrita é excelente, e a história não se contradiz em momento algum,o que mostra que foi cuidadosamente bem feita. Em relação a esse triângulo amoroso,é excitante, é claro,porém, não gosto do Ryan,acho ele meio "aéreo" muitas vezes,prefiro que Rafa fique com o Renato. E em relação ao Gustavo,ele já pode ter o corpo esquartejado rsrsrs. Sua nota será 10 é claro!
06/05/2015 19:39:03
Vey denovo um relacionamento a três????? Sinto muito eu não gostei e acho que muitos aki tbm não gostaram, infelizmente hoje não vou te dar 10... Acho que de uma maneira você está com o mesmo roteiro do conto anterior (ESSA É A MINHA OPINIÃO) sendo que como você disse, você não matará os personagens principais (eu acho), mas eu acho que agora o titulo:"O cara da casa ao lado" vai ficar sem logica pois teria logica se você ficasse SÓ com o Ruan pois ele é O cara que mora ao lado, o Renato morava em outra cidade ESSA É A MINHA OPINIÃO, maaaas como você é o autor e a história é sua você faz o que quiser... Porém a minha nota pra você hoje é 8... Desculpa eu ainda gosto dos seus contos mas esse simplismente caiu um pouco na listas dos meu contos favoritos... S2
04/05/2015 08:53:49
belo conto, parabens , nota 10
02/05/2015 14:00:02
O conto tava bom mlas cabou :(
02/05/2015 13:16:05
AFF -.- pra mim o conto acabou aqui
02/05/2015 03:57:32
triste
01/05/2015 20:14:06
Morto q o safado vai agarrar 2 gostosos ao mesmo tmp isso q é poder hahahaha
01/05/2015 18:01:51
ual,amei...amei...agoraficouperfeito
01/05/2015 17:54:58
Calma Rafa, não precisa ficar todo nervoso só por quê eu achei que você fazer o mesmo que fez no outro conto. 😕
01/05/2015 17:49:12
*-*

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.