Casa dos Contos Eróticos

Meu irmão e minha irmã

Autor: Isa
Categoria: Heterossexual
Data: 01/05/2015 16:09:31
Última revisão: 17/05/2015 15:39:09
Nota 9.93
Ler comentários (15) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Oi, meu nome é Isabella, tenho 23 anos. No meu conto anterior, contei sobre como meu irmão tirou minha virgindade enquanto estávamos na praia e como nossa irmã nos flagrou durante o sexo. Tudo aconteceu quando eu tinha 17 anos. Transamos na cama ao lado da minha irmã, nós imaginávamos que ela estava completamente bêbada e que não nos veria naquela situação. Mas para nossa surpresa, Iasmin nos observava calada na cama ao lado, quando percebi que ela nos olhava abraçados depois do sexo, ela levantou, correu e bateu a porta do banheiro. Minha vida parecia que tinha acabado ali, ela contaria tudo pros nossos pais e seríamos expulsos de casa ou coisa pior.

Igor entrou em desespero, levantou e ficou batendo na porta pedindo pra ela abrir, que ele explicaria tudo. Passados alguns minutos a gente desistiu, pensamos que seria melhor deixarmos ela sozinha, nos arrumamos e descemos pro restaurante do hotel, jantamos e depois voltamos pro quarto. Iasmin estava arrumada e com as malas prontas.

- Pra onde você vai? - Perguntou Igor desesperado.

- Eu vou pra casa! Não vou ficar aqui atrapalhando a lua de mel de vocês dois.

- Iasmin, para com isso! Eu fiz pela Isabella o que eu fiz por você, lembra? Você não me quis mais, começou a namorar e eu pensei que você não tivesse mais interesse, então por que essa cena toda?

Agora a ficha tinha caído, Iasmin não tava dando píti porque tinha flagrado os dois irmãos juntos e sim porque tava com ciúmes do Igor! Ele começou a explicar toda a situação, que amava muitos nós duas e só queria nosso bem, que não queria deixar a gente sair com qualquer cara que pudesse nos machucar, aos poucos ela foi cedendo e parou com o ciúme. Levantou e veio na minha direção.

- Você tá bem?

- Acho que estou! Só não entendo porque vocês nunca me disseram nada.

- Isa, você não ia aceitar, e aliás, você era muito criança, nunca iria entender. Mas agora você já é quase adulta, uma moça linda, o Igor é um cara de sorte. Eu não me arrependo do que a gente fez, me fez ver a vida de outra forma, eu comecei a namorar porque sabia que nunca daria certo, algum dia alguém nos veria e tudo estaria acabado. - Iasmin pegou minha mão e me deu um beijo no rosto.

Meus irmãos eram pessoas completamente diferentes do que eu tinha imaginado. Igor e Iasmin desceram pro restaurante pra que ela pudesse jantar. Eu fiquei no quarto, tomei banho, vesti meu pijama e me deitei na cama, enquanto procurava um filme pra assistir, os dois voltaram pro quarto. Igor deitou ao meu lado e me beijou na boca, era estranho aquela intimidade com uma pessoa que cresceu junto comigo, na frente da minha irmã que nos olhava não mais com espanto, mas com amor.

Ficamos assistindo filme e conversando, Iasmin nos contou que não gostava do namorado dela, que ele era péssimo de cama e que não gostava de fazer oral nela, mas toda vez que ela tentava terminar ele inventava alguma desculpa, que iria mudar, que era apenas uma fase e ela aceitava porque não queria ficar sozinha. Igor falou que ficava com algumas meninas da faculdade, mas não era nada sério. Eu não tinha nada pra falar, até agora aquela tinha sido minha única experiência sexual, nunca tinha feito nada além de beijar. Iasmin não acreditou em mim, ela disse que quando ela e o Igor transaram os dois já tinham feito muita coisas juntos, desde adolescentes eles ficavam escondidos dos nossos pais, e um dia quando eles foram trabalhar e eu fui pra escola, os dois transaram na cama deles. Os dois já haviam transado várias vezes, até que eles foram pra faculdade e a Iasmin começou a namorar.

Aquela conversa toda me dava muito tesão, imaginar os dois se pegando na cama dos meus pais quando eles não estavam lá, eu queria muito fazer isso. Pedi que eles se beijassem pra ver se ainda tinham química e sem a menor cerimônia os dois começaram a se pegar na minha frente, levantei da cama e fiquei observando os dois. Igor beijava a Iasmin com força, sua língua fudendo a boca dela, enquanto suas mãos apertavam os seios dela. Igor tirou a blusa dela e os seios quase pularam pra fora do sutiã, eram realmente muito grandes, quando ele tirou o sutiã dela sem fazer esforço, pude ver seus mamilos rosados na sua pele branca cheia de sardas. Iasmin colocou a mão por dentro da bermuda dele e começou a massagear o seu pau, depois abaixou a bermuda e a cueca de Igor até o joelho, o pau dele pulou pra fora, latejando de tanto tesão. Me sentei na cadeira, tirei a calcinha e comecei a me tocar vendo os dois ali na maior pegação. Minha bucetinha estava toda molhada e ainda ardendo do sexo.

Iasmin levantou da cama, tirou o short e veio caminhando em minha direção, se ajoelhou na minha frente e começou a chupar minha buceta, ela chupava muito gostoso, muito melhor do que o Igor, sua língua pequena massageava meus clitóris enquanto eu puxava seu cabelo, ela começou a sugar meu clitóris em movimentos bem suaves, eu estava tão molhada e gemia bem baixinho. Igor veio se aproximando por trás de Iasmin que estava de quatro no chão e afastou a calcinha dela e começou a enfiar a língua naquele cuzinho, ela rebolava na cara de Igor enquanto me chupava. Depois que o cuzinho dela ficou bem molhado, Igor encostou a cabecinha do pau dele na entrada e foi forçando bem devargazinho, enquanto ele enfiava o pau aos poucos no cuzinho dela, ela mal conseguia conter os gemidos, parando de me chupar as vezes pra chamar ele de maninho e pedir mais.

Vendo aquele situação, mal conseguia segurar o orgasmo, levantei da cadeira e fiquei de quatro no chão ao lado dela, e pedi pra ele enfiar em mim também, como meu cuzinho ainda era virgem, Igor achou melhor fazer isso em outro dia, e enfiou devagarzinho na minha buceta molhada, enquanto ele enfiava Iasmin beijava minha boca. Igor alternava entre o cuzinho dela e a minha buceta, até quando estava quase pra gozar, então Iasmin levantou e deitou na cadeira que eu estava, me pedindo pra chupar a buceta dela, enquanto eu chupava a buceta dela e enfiava um dedinho dentro dela, Igor me estocava por trás, com força, dando tapas na minha bunda, Iasmin gozou gostoso na minha boca e eu gozei com ele enfiando com força em mim, ele segurou na minha barriga e me levantou do chão e pediu que nós duas ficássemos de joelho na frente dele que ele ia dar leitinho pra gente, fizemos no jeito que ele pediu e ele gozou na nossa cara, o gosto era diferente de tudo que eu já havia provado, mas era bom.

Comentários

09/06/2016 15:30:36
Nossa....que delicia
17/02/2016 15:36:29
Delícia...
03/06/2015 09:07:18
Amo incestos,sou novo no site,seu conto ta ótimo,tesão,nunk escrevi um conto mas pretendo,experiências vividas em realidade nua e crua!bjs mil
18/05/2015 12:11:43
Rubbersoul, da uma olhada nos meus contos...rs.. bjos
18/05/2015 10:13:47
Oi Jaky! Você também tem essa fantasia de incesto? Conta pra gente! Tem tesão por alguém da sua família?
17/05/2015 23:28:36
Nossa... Gata q família a sua em...kkkkk belo conto
17/05/2015 21:36:28
Isa só de imaginar vc e sua irmã transando juntas fiquei louco de tesão... Que cara de sorte é seu irmão....realizou o feitiche de muitos homens inclusive eu.....
04/05/2015 08:53:58
belo conto, parabens , nota 10
04/05/2015 05:46:00
Q tezaooooo
03/05/2015 18:25:14
Deliciosa continuação! Espero realmente que tenha sido real. Se sim, que sorte você tem. Só faltavam os pais entrarem na festa! Aguardo novas histórias, e se quiser entrar em contato, me manda um email! Beijos
02/05/2015 15:02:05
Parabéns pelo relato, espero ler a continuação dessas histórias deliciosa entre irmãos.....
02/05/2015 10:29:26
Delicia estava a espera da continuação
02/05/2015 05:10:13
otimo conto gata,muito bom mesmo continue .
01/05/2015 23:44:10
Muito excitante!! Espero a continuidade!!
01/05/2015 17:22:12
Vai ter continuação? Muito bom!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.