Casa dos Contos Eróticos

Feed

Eu + Você = Nós... Bem, pelo menos era assim que eu pensava. 10

Autor: Nando Mota
Categoria: Homossexual
Data: 27/05/2015 22:01:05
Nota 10.00
Ler comentários (22) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Assim que entrei em casa, a mesma já estava no silêncio e segui direto pra cozinha pra comer um pedaço de bolo com suco e claro esperar o momento de vê-lo novamente pelo vidro da janela... Só que ele não veio. Após uns dez minutos de espera fui até o quarto e mais uma vez Giba e Dan estavam enrolados um no outro numa simbiose estranha que só eles saberiam explicar o porquê.

Confesso que achei a demora de Bernardo muito estranha e antes de realmente ir dormir fiz uma última tentativa exatamente às 00:30 h mandando uma mensagem pra ele ... " ESPERO SABER AMANHÃ, JÁ QUE HOJE VOCÊ ESTARÁ DE SERVIÇO, O QUE FEZ COM QUE EU FOSSE ESQUECIDO... NÃO TE VER ME DEIXA PREOCUPADO, AFLITO MESMO... AMO VOCÊ MEU SOLDADO. QUE TENHAS UM BOM DIA... ME LIGA, POR FAVOR ME DÁ NOTÍCIAS... ".

Vinte minutos após deitar e fazer minhas orações, apaguei total pensando muito no meu Soldado.

BERNARDO FALA...

Não tive como me esquivar da ordem que recebi em frente ao prédio em que morava. Minha angústia maior era não poder ver meu Mozão como sempre fazia antes de deitar. Ele com certeza devia estar cheio de perguntas ou mesmo dúvidas naquela cabecinha que enchia muito rápido e explodia por qualquer coisa... Falaria com ele assim que fosse possível, prometi a mim mesmo que falaria.

Dirigimos por quase uma hora e paramos numa praça qualquer de um bairro qualquer completamente deserta e mal iluminada. Pelas placas de sinalização estávamos num outro município da Grande Fortaleza. Finalmente paramos, desci e me encostei no carro, ele também desceu e veio ao meu encontro...

_ Bela maneira essa sua de voltar a me encontrar, né putinho? Você sabe que nunca mais vai falar assim comigo outra vez como fez hoje, não sabe? O que deu em você pra pensar que esta livre de mim? você já esqueceu que posso acabar com você, como já fiz com vários outros bem mais graúdos que você, no momento em que achar adequado? Você me fez gastar muito dinheiro na compra de drogas até repor as que você deu sumiço quando decidiu não mais contribuir com seu rabo nas minhas festinhas... E isso lhe torna um eterno devedor para comigo. O que te dá tanta marra assim? Será que esse garotinho que você levou no motel hoje e que por ironia mora ao lado do seu prédio tem alguma coisa a ver com isso? Há quanto tempo você esta fodendo com esse garoto? Resolveu fazer como eu, seu mestre, e montar uma clientela só com putinhos menores de idade... Isso nos tornará parceiros, podemos até trocar alguns garotos de vez em quando. Caso aconteça é sempre bom tomar cuidado pois corrupção de menores e pedofilia são crimes, sabia?

Ele destilou todo esse veneno sem saber que tudo estava sendo gravado por mim. Eu ouvia tudo isso e senti crescer em mim um ódio que jamais pensei sentir por alguém. Até a voz do cara era nojenta. Enquanto ele falava eu voltei no meu passado...

" Lembro que era sábado de manhã e meu celular tocou por volta das 09:00 h. Eu tinha 18 anos de idade e já estava nas Forças Armadas há cinco meses. Eu sempre soube o que me atraía em termos de sexo e o sargento em questão sacou na hora qual era a minha e começamos a manter um relacionamento.

Pela primeira vez na vida eu pensei ter encontrado um cara que poderia amar com toda a verdade e sem medo nenhum de ser feliz. Só que fui usado por ele e finalmente com o passar dos meses o sexo passou a ser a única coisa que nós dois tínhamos em comum... Foi quando eu tive uma conversa com o Nunes e ele me falou do desejo de um certo Oficial que estava louco pra participar de nossas festinhas...

_ Nunes, por mim tudo bem.

Se eu soubesse que essa resposta me traria não apenas um belo homem para perto de mim e sim um verdadeiro desenrolar de coisas ruins, jamais teria aceitado tal coisa. Os dois me envolveram e usaram em seus fetiches e taras do jeito que quiseram. Se no começo eu me deixava levar por querer testar os meus limites no sexo, lembro que depois pedi para não mais participar de tais encontros que nos meses que se seguiram já envolviam vários homens mais velhos e muitos outros garotos, alguns bem mais novos que eu.

Sempre que me negava a ir a tais encontros que sempre aconteciam as sextas, sábados e domingos era punido no Batalhão com serviços humilhantes e pernoites, espécies de prisão por mal comportamento. Quando rompi de vez com tal coisa por não mais querer fazer parte do que já estava acontecendo, alguns garotos começaram a se envolver com drogas e muito se falava em sexo sem proteção e mesmo havia casos de prostituição, tanto o Sargento Nunes como o Tenente Lucena passaram a me perseguir.

Foi com surpresa que vi meu nome na relação de militares que embarcariam para o exterior em missões de paz da ONU. Pensei ser um alivio, só que meu comandante imediato pelo tempo que durasse a missão seria o Primeiro tenente Lucena. Confesso que vivi durante oito meses um verdadeiro inferno na vida. Era pego a força e me sujeitava sem poder me defender, até que no belo e quente mês de Agosto do ano em questão, O maldito do Lucena voltou por conta de uma grave doença que adquiriu durante a missão em que estávamos na Africa.

Pensei que a partir de sua volta pra casa eu estaria livre dele e de todas as coisas nojentas que era obrigado a fazer temendo ser descoberto e humilhado por toda a tropa. Vivi os meses e os anos seguintes com a ilusão de que realmente ele jamais me incomodaria.

No dia que meu amigo Cabo Souza me avisou lá na Praia do Futuro que esse maldito havia sido promovido e que voltaria para o Batalhão eu confesso que gelei, não de medo e sim de ódio e jurei pra mim mesmo que na primeira oportunidade ele me deixaria em paz de uma vez por todas ".

FINAL DO CURTO PASSADO...

_ Sabia Cabo que eu não tava mais aguentando de ansiedade? Tava louco pra voltar e poder olhar você de frente novamente pra dizer que dessa vez iremos retomar muita coisa que ficou pendente entre nós. Você tá mais forte, másculo e lindo que nunca. O putinho lá deve estar derretido por você e claro, você por ele. Acho até que num futuro bem próximo e pode estar certo de que esse futuro vai chegar, poderemos convidá-lo pras nossas festinhas...

Quando ele falou sobre seus planos para o futuro e que eles envolviam meu Mozão eu explodi...

_ Presta bem atenção no que vou te dizer, Capitão Lucena... Se algum dia, pode ser qualquer um deles, você voltar a falar sobre suas perversões e que elas me envolvam ou envolvam aquele garoto que não é apenas meu vizinho e sim o meu companheiro, o garoto que me escolheu pra viver uma puta história de amor a seu lado e que eu o amor com verdadeira adoração, eu acabo com você.

_ Tem certeza disso putinho safado? Olha só Cabo... Você quer apostar quanto comigo como faço esse seu grande amor me chupar e dar pra todos os meus amigos em menos de uma semana na sua frente??!!

O primeiro murro acertou seu olho esquerdo que fechou automaticamente. Suas palavras me cegaram de uma maneira que não quis saber de mais nada e sim acertar aquele filho da puta enquanto me fosse possível fazer isso... Ele caiu e eu fui atrás... Chutei sua barriga e el curvou-se de dor. Ele tentou levantar a mão para poder me fazer parar e rapidamente montei em cima de seu peito e não poupei nenhuma parte do seu rosto.

Ele no começo tentou me enfrentar sem muito sucesso. A cada murro que eu lhe dava na cara, uma cuspida saia de minha boca de puro ódio...

_ Agora é minha vez de falar uma coisa pra você, Capitão.

Puxei seus cabelos fazendo o maldito gemer feito porco antes do abate e fiz com que seu rosto ficasse na mesma altura do meu, antes de dizer...

_ Nunca mais se aproxime de mim e não ouse ouviu bem, e voltei a puxar seu cabelo com vontade de arrancar cada tufo que puxava, não ouse se aproximar daquele garoto. Gente como você não merece viver.

Ele voltou a me surpreender e levei um soco na cara me fazendo sangrar pelo nariz. Caí sentado devido o susto, mas rapidamente me recuperei e castiguei seu corpo mais uma vez e quando ele ficou largado no chão eu cuspi novamente em seu rosto e disse:

_ Amanhã eu não estarei de serviço, ouviu bem? Terei minha folga como já estava previsto. Não sei como você vai fazer pra que isso seja revertido, mas será melhor pra você que isso seja revertido. Nunca mais volte a me dirigir a palavras e caso isso seja feito, que seja apenas pra falar assunto de trabalho. Toda essa conversa que tivemos hoje, foi gravada. Se algo me acontecer ou a alguém que eu ame, vou ter o prazer de não apenas foder você de tudo que é jeito e maneira, eu cabo com você seu maldito.

Para provar o que estava dizendo, voltei a gravação num determinado ponto e o deixei ouvir parte da mesma.

Ele apenas cuspiu o sangue que provavelmente estava em sua boca e disse cheio de ódio:

_ Não terminou aqui, filho da puta.

Virei e saí andando com passos firmes e com minha cabeça com um único pensamento... Contar tudo ao meu Mozão na primeira oportunidade que eu estivesse.

Dirigi de volta, peguei meus pertences e fui dormir no quartel afinal de contas já passava das duas horas da madrugada e uma vez lá eu não corria o risco de perder a hora da alvorada.

Houve a solenidade de transmissão de Comando no Batalhão sem a presença do Capitão Lucena e como eu já aguardava, saí da escala de serviço como que num passe de mágica... " O FILHO DA PUTA TA COM MEDO", foi tudo o que pensei enquanto entrava em meu carro e voava pra casa. Meu Mozão não saia da minha cabeça e assim que cheguei no prédio tratei de ligar pra ele que me atendeu de imediato...

_ Soldado, como você esta? O que aconteceu ontem pra você sumir da minha vida?

_ Calma meu Mozão lindo. Em meia hora passo aí e vamos malhar lá na nossa academia...

_ Tarado... Ouvir seu riso era um verdadeiro bálsamo.

_ Não tenho culpa se você sempre me deixa com vontade... Beijo. Não esquece, meia hora.

Desliguei e fui rapidamente tomar banho pra poder encontrar com ele.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Meninos e Meninas, querido Povo do Lado Esquerdo...

Chegou a hora de colocar pingos em iii. Vou fazer a coisa certa ao deixar Bernardo contar tudo para seu Mozão. Não esqueçam que o Capitão não foi vencido. O que será que ele vai fazer? Nem mesmo eu sei, ainda...

Um grande abraço em vocês meus amigos. Nando Mota.

Comentários

15/06/2015 00:57:36
10
28/05/2015 19:34:55
Que bom que Bernardo tomou essa decisão e agiu inteligentemente com relação ao Lucena. Espero que ele não faça nada contra JB, mas é quase certo que o fará, visto que ele é o ponto fraco de Bernardo... Bj Nando!
28/05/2015 12:56:25
É provável que ele faça algo contra o JB, ele é o ponto fraco do Bernardo...
28/05/2015 12:55:21
É provável que ele faça algo contra o JB, ele é o ponto fraco do Bernardo...
28/05/2015 08:39:02
Amei!!!
28/05/2015 07:05:26
que bom que o bh usou de inteligencia e gravou toda. conversa com a mamba preta do lucena ,cara mas nojento arg. e tbm resolveu contar tudo pro jb . vou dar uma do meu querido ruanito. rs lucena deve morrer e ir direto pra geena rsrs beijo meu querido gatoso .bem na pontinha do nariz .
28/05/2015 06:57:48
Bom dia meu querido.. Espero que o Bernardo consiga conta tudo para o JB,porque a verdade sempre é a melhor opção...o conto está muito bom,isso só reafirma o escritor maravilhoso que você é. Bjos seu lindo.
28/05/2015 05:19:59
Show
28/05/2015 02:42:43
Sr. Nando Mota cadê o meu NANDÃO?
28/05/2015 01:58:33
Amigo mais um capítulo excelente, que bom que o Bernardo decidiu contar a verdade, talvez o JB fique um pouco chocado, mas com certeza vai entender, pois o erro ficou no passado. Beijos lindão!!
28/05/2015 01:03:15
Bernardo fará a melhor coisa ao contar a verdade ao JB, que poderá no início ficar chocado e até desiludido com o seu Soldado, mas sendo racional poderá ajudar o Bernardo a achar uma saída desse impasse, pois pelo visto virá chumbo grosso por parte do Cap Lucena, que não perdoará a surra que levou. Nando, sabemos que na vida podemos fazer algo que futuramente podemos nos arrepender se não finalizarmos com toda a dignidade e caso ele se apresente enfrentemos sem medo, pois nos tornamos mais fortes aprendendo com os nossos erros. Um cheiro e um beijo da sua sempre Vital.
28/05/2015 00:58:30
Oi Nando amei esse cap. Amei a reaçao do bernardo foi perfeita bjos Pri :)
28/05/2015 00:35:14
Tenso mas mesmo assim bastante ansiosa. Bjus Nando
28/05/2015 00:16:43
Cara, que saudades de vc e de sues contos. Pensei que não viesse nos privilegiar com seus contos incriveis, inclusive li esse todinho e está perfeito como todos que vc escreve. Abracos man
27/05/2015 23:04:03
O que ele vai fazer eu não sei, mas eu vou continuar acompanhando, quero ver todos os detalhes dessa trama linda.
27/05/2015 22:58:50
Eu de inicio amei essa reviravolta porém me dá um frio na espinha só de pensar no que o capitão vai fazer, espero sinceramente que os dois "Saldado e Mozão" kkkk consigam sair dessa enrascada, e fiquei com uma PULGA atrás da orelha: é impressão minha ou o que tem entre os irmãos do JB é mais do que o amor fraternal?... tipo não sei se foi só impressão minha mais por um minuto pensei nos dois como um casal (ou você Nando me levou a pensar nisso assim... kkkk) já estou mega ansioso Bjs até o próximo!!
27/05/2015 22:50:30
Espero que Bernardo não demore a contar tu para seu Mozão.
27/05/2015 22:42:06
Bom demais. Sei que o Lucena vai acabar com a relação dos dois. Abraços Nandão.
M/A
27/05/2015 22:28:06
Tem q contar mesmo.pois acima de tudo tende ter confiança.
27/05/2015 22:19:35
Ai ai quase tive um infarto de tanta ansiedade...confesso que nesse horario ja estou dormindo. Mas hoje tive que esperar o desfecho desse conto. Nao acredito que o capitao vai desistir tao facil assim...tenho ate medo de imaginar o que vai aprontar Soldado conta logo esse passado...antes que a coisa piore....ai q ansiedade...bjs
27/05/2015 22:15:34
Legal. Ancioso pelo próximo.
27/05/2015 22:13:21
Muito bom, agora ser submetido a muitas coisas humilhantes, usando o proprio corpo é nojento e horrivel, senti certo nojo do Bernardo, ele poderia ter buscado ajuda logo no inicio, ter se afastado do regime militar, ter gravado tais atos e nao deixar ser abusado como foi, na verdade ele foi fraco, e agora pode ater estar com uma doenca terminal, é nojento isso

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.