Casa dos Contos Eróticos

Minha vida com meu pai.

Autor: O Tesudo
Categoria: Homossexual
Data: 03/05/2015 15:15:14
Última revisão: 03/05/2015 15:17:36
Nota 10.00
Ler comentários (13) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Oi, meu nome é Marcos, tenho 19 anos, sou do interior de Minas Gerais e moro só com meu pai, Carlos, desde os cinco anos de idade. Eu tenho 1,83 de altura, sou moreno de sol, olhos verdes, corpo bem definido, tanquinho engomado e bíceps largos(frequento academia), tenho uma bunda bem farta e empinada com 22 cm de giromba, pele liza sem pelos. Meu pai tem 40 anos mas corpinho de 30, tem um peitoral farto e bíceps largos, porém, tem aquela famosa 'barriga de chope', pernas peludas e coxa grossa, cabelo militar, olhos castanhos, barba sempre bem feita com mesclas brancas por causa da idade, deve ter por volta de 1,75 de altura, moreno de sol também com uma bundinha empinada e maior que a minha, sua giromba mede 23 cm(eu acho).

Eu e meu pai sempre fomos bem próximos. Quando meu pai descobriu que minha mãe estava o traindo, decidiu ir embora e me levar junto. Desde lá nunca mais tivemos contato com parentes e taus. Moramos numa casa grande e bonita, mas longe das cidades comerciais. Não temos vizinhos e bem perto de casa há um lago onde nos divertimos em dias de calor.

Nós dois sempre fomos muito íntimos e nunca tivemos vergonha um do outro em relação a ficar nu. Acho que isso aconteceu por que quando eu era pequeno, estávamos sempre a sós em casa, então ele tomava banho com a porta aberta e eu o via, mas sem malícia. Como cresci com ele nunca tive vergonha de me mostrar a ele. Quando adolescente, eu chegava da escola e ficava só de cueca andando pela casa assim como ele. Dormíamos juntos numa cama de casal. Em dias de calor, dormíamos nus.

Toda essa processo de crescer nu ao lado de meu pai me ajudou bastante em relação a puberdade. Quando começou a crescer os 'pelinhos' ou quando estávamos assistindo televisão e de repente meu pau endurecia, meu pai sempre esteve presente. Meu pai sempre me deu conselhos em relação a higiene ou até mesmo em relação a barba, e foi aí que nosso vinculo cresceu.

Com 16 anos, eu e meu pai começamos a conversar sobre coisas mais 'quentes'. Ele falava das suas experiências com suas namoradas, de quando fez com duas mulheres, sempre coisas desse tipo. Uma noite ele alugou um filme pornô pra gente assisti. Ele chegou em casa e eu estava na sala deitado nu no sofá assistindo televisão. Como sempre, ele guarda o carro na garagem, vai para o quarto, tira a roupa e vai pra sala comigo assistir televisão.

- Oi filho.

- Oi.

- Fez o café?

- Sim, eu tava só te esperando.

- Hum. Tenho uma surpresa pra ti depois.

- Sério?

- Uhum. 'Vamo' lá tomar café que eu to morrendo de fome.

Fomos tomar café. Para meu pai, horário de comer é hora sagrada, então sempre colocamos uma cueca para comer. Tomamos café. Depois, eu limpei a mesa e lavei a louça.

- Quando terminar as coisas vai lá no quarto. - Meu pai disse

- Tá.

Quando terminei de lavar, secar e guardar a louça, eu fui no banheiro. Lá eu me lembrei que meu pai tinha dito pra eu ir no quarto. Então eu fui. Quando cheguei lá, eu fiquei sem jeito e sem intender no começo. Ele tava de pau duro na cama com a mão na giromba, e a televisão do quarto tava com um filme pornô pra dar play. Ele disse:

- Essa é a surpresa. Eu aluguei um pornô pra nós, seu primeiro pornô(Na verdade não era meu primeiro pornô, até parece que com 16 eu já não teria visto um. Mas nem falei nada pro velho.). O cara da locadora falou que é muito bom, chega aí.

Bem, naquela hora eu fiquei loco, e um pouco envergonhado, loco de curiosidade pra ver o filme e envergonhado porque nunca havia punhetado com meu pai. Em relação a ficar nu com meu pai na mesma cama foi tranquilo. Ele deu o play, se eu não me engano, o filme era uma sequência de sexos em profissões e taus. Primeiro era de uma dona de casa gostosa que chamou um encanador. Ela tava lavando a louça toda molhada e cheia de sabão. A campainha tocou e era um mecânico. Ela levou ele até um quarto com uma cama de casal e subiu de quatro na cama mostrando aquele rabão, o encanador só olhava pra ela. Ela apontava pra uma rachadura molhada na parede e ele só a olhava. Ele tirou o sapato e subiu na cama. Sua giromba ficava de frente ao rosto dela, dava pra perceber que tava duro, ela regalou os olhos de surpresa e depois de um tempo ela começou a mamar ele. Porra, nessa hora eu já tava de pau duro. Mas não punhetava. O vídeo era muito bom, bem prazeroso, mas eu não me punhetava. Meu pai tava batendo uma ele me olhou e viu que tava pulsando já a minha tromba e disse:

- Se você não punheta, eu bato pra você.

- Que isso pai, não sou viado.

- Então bate homem, só não goza em mim.

Depois de uma hora e meia quase, tava no finalzinho do filme e meu pai disse que já era pra gente gozar porque tava acabando. Talvez vocês pensem que uma hora e meia punhetando é muito, mas só quando não se 'curte'. Na cena final eram um patrão e uma secretária. O cara já tava fudendo a secretária bem rápido como se fosse gozar, então meu pai começou a bater mais rápido, eu segui ele e comecei a bater rápido também. Depois de uns segundos eu e meu pai gozamos. Porra, nunca vi tanto leito em uma pessoa só na minha vida. Meu pai gozou em cima dele, foram muitos jatos de porra. O saco dele deveria estar cheio. A barriga, o peito dele e acho que o queixo também estavam cheio de porra. Eu gozei também, mas acho que nem tanto, tinha porra só na minha barriga, umbigo e perto da linha das tetas. Ele olhou pra mim e começou a rir, então eu retribui uma risada pra ele. Nós continuamos a nos punhetar até que o filme acabasse. Quando acabou ele desligou o filme e foi pro banheiro pra tomar banho, naquela altura do campeonato eu já não tinha mais nenhuma vergonha né, então fui tomar banho com ele. De paus duros, dividimos mesmo boxe, tão natural quanto respirar. Terminamos de tomar banho e nos secamos. Fomos a sala para assistir televisão. Já estava escuro. Depois dessa noite, ele me mostrou a senha que bloqueia programações inapropriadas e me mostrol o canal Sexy Hot, que 24h pornografia. É claro que minhas tardes resumiram a Sexy Hot. Toda noite, depois dessa noite, eu e meu pai nos punhetamos, seja com filme alugado ou Sexy Hot.

Galera, eu fiz essa conta para que vocês me conheçam melhor. Eu gostaria que vocês comentassem coisas aí em baixo do que vocês querem saber da minha vida, por exemplo: Primeira vez com meu pai, primeira vez, histórias com meu pai, etc... Espero que tenham gostado. Por favor, não esqueçam de votar. <3

Comentários

15/05/2015 20:45:23
Arrasou gostei bastante maos cade a continuacao estou anssioso
05/05/2015 23:20:51
Mandou bem, continue logo
05/05/2015 16:58:13
perfeito. conte mais de suas aventuras com seu pai. to cheio de tesão aqui só de pensar em vc fudendo com ele
04/05/2015 15:51:40
Nossa que conto legal! Continua cara! Conta sua primeira vez com seu pai.. Se você comeu ele.. Puxa com um pau desses você tem que comer ele né kkkk. Esperando continuações.
04/05/2015 15:46:49
dlc, vcs 2
04/05/2015 13:18:13
Conte sobre a primeira vez com seu pai! E se já rolou com mais alguém junto.
03/05/2015 21:54:07
continue, me deixou excitado
03/05/2015 17:34:15
excelente! o proximo poderia ser como foi a primeira vez entre vc e seu pai
03/05/2015 16:42:45
Faça esta oração se tiver certeza do que está querendo, porque depois não tem volta e ele será seu para sempre, queira ou não. É sério mesmo Santa Rita de Cássia faz ele ser só seu. Oração para ela sumir da vida dele e te deixar em paz com o amor de sua vida. Minha Rainha Santa Rita de Cássia, Rainha das moças solteiras, peço assim: vá aonde (nome mulher) Estiver e faça com que ela não descanse enquanto não for embora da vida de (nome homem), pelos poderes da terra, pela presença do fogo, pela inspiração do ar, pelas virtudes das águas, invoco as 13 almas Benditas e os poderes de Santa Rita . Pela força dos corações sagrados e das lágrimas derramadas por amor, para que se dirija até onde (nome mulher) estiver nesse momento, e liberte-a das maldades humana do seu espírito até ela sumir da vida de (nome homem) e aceite de uma vez por todas que ele não a ama,e nunca mais vai voltar. Que (nome homem) não queira mais ver (nome mulher)e se ficar perto dela que passe mal. Que (nome homem) jamais deseje a (nome mulher) e que ela tenha olhos para outros homens que não seja(nome homem). Salve Santa Rita de Cássia Rainha das moças solteiras Te peço assim:Ajude-me Santa Rita,ajude-me por amor deixe-me conquistar esse sonho de me casar com (nome homem) por favor , Santa Rita de Cássia tira (nome mulher) da vida e dos negócios de (nome homem) que (nome mulher) tome um novo rumo na vida dela e não sinta mais vontade de ir na casa de(nome homem) que desapareça de lá para sempre,e esqueça dele completamente,liberte Santa Rita o (nome homem) da vida e das armações e prisões maldosa de (nome mulher) eu lhe peço assim: oh Santa Rita de Cássia me conceda essa graça, de me casar com (nome homem) e ser feliz ao seu lado de coração limpo e apaixonado e que (nome mulher) encontre outra pessoa para lhe fazer companhia e viver ao seu lado para que ela esqueça de uma vez por todas de (nome homem) e perdoai a (nome mulher) todos os seu pecados e que ela não passe a fazer mais maldade com homem nenhum. Amém Assim que conseguir essa graça,prometo divulgar 22 cópias dessa oração E deixar em uma das suas igrejas para propagação, para que outras moças possa viver sua paixão com paz e amor impossível igual a minha
03/05/2015 16:02:00
Continua dando sequencia aos fatos... Tá interessante. Descreva suas experiências, antes dele, com ele, rolou ciúmes, como aconteceu, mas continue focado nos detalhes.
03/05/2015 15:53:41
Comentem oque vocês gostariam de saber.
03/05/2015 15:48:25
Gostei, continue relatando
03/05/2015 15:40:50
Achei bom , vo acompanhar

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.