Casa dos Contos Eróticos

Meu Padrasto (Parte - 22)

Autor: ∞ Alex ∞
Categoria: Homossexual
Data: 25/05/2015 12:17:28
Última revisão: 25/05/2015 12:35:14
Nota 10.00
Ler comentários (19) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Alguns dias se passaram, ele havia encontrado um AP legal, mas o mais legal que achei foi ser no mesmo prédio onde mora o Fer e o Yago, agora iria me aproximar muito mais do meu amigo.

Porém ainda iria, Rick estava mobilhando e tal, enfim, ainda estava naquela casa e minha querida mãe no meu pé, porém estava evitando ficar a sós com ela, quando Rick ia trabalhar saia para a casa do Fer para conversar com Yago e até mesmo com ele que estava muito mudado e se transformando em um ótimo amigo... E quando Rick estava em casa ficava em sua cola para que ela não tivesse a minima oportunidade de me encher!

Bem, acordei naquele dia e desci, era um final de semana, Rick estava tomando café, cheguei perto dele que me abraçou e nos beijamos.

Sentei e começamos a conversar enquanto passava manteiga em um pão para mim.

Eu: E o AP?

Ele: Essa semana fica pronto!

Eu: Que ótimo, quero me mudar logo, vou prestar vestibular, quero começar a fazer um curso, não aguento mais ficar sem fazer nada!

Ele: Ótimo, faça nas melhores universidades, eu pago!

Eu: Mas de jeito nenhum, vou procurar trabalho e me virar!

Ele: Douglas, para quê? Você tem a oportunidade de se dedicar totalmente ao curso porque eu estou querendo ajudar, já viu como as pessoas que trabalham e estudam tem que se virar para ir bem nos dois? Além do mais se você tivesse ficado na casa dos seus tios eles iriam te ajudar, então me deixe te ajudar também!

Eu: Mas...

Ele: Quero fazer porque te amo e mesmo que não tivéssemos nada, sou seu padrasto, te conheci a pouco tempo e quero fazer algo de importante na sua vida, ao menos agora que já é um homem, já que quando era criança não nos conhecemos.

Fiquei sem argumentos. - Obrigado.

Minha mãe apareceu cortando o clima...

Ela: Nossa, olha só que hilário, você compartilhar a mesa com sua esposa e seu amante!

Revirei os olhos. Na verdade foi assim todos esses dias.

Saí...

Fui para o jardim, sentei na grama e fiquei pensando na vida, como disse estava evitando ficar no mesmo ambiente que ela, sorte que a casa era grande! Deitei, fechei os olhos e procurei relaxar...

Com um tempinho sinto um beijo, era ele...

Eu: Não aguento mais ficar aqui.

Ele: Calma.

Eu: Olha Rick, eu sei que mesmo me mudando ela não vai me deixar em paz, tenho consciência disso!

Ele: Eu sinto muito Douglas toda essa situação, mas não vejo saída para isso!

Eu: Não vou mais tocar no assunto da separação, sei que você não faz!

Ele: Não posso...

Longe dalí...

Yago narrando.

Fer estava estranho, no inicio estava me sentindo a vontade com ele, o beijava, fazia o que quisesse pela casa, mas de uns dias para cá ele vem me repreendendo, principalmente quando faço algo em relação a ele, como sentar no seu colo, deitar agarrado a ele, assistir com a cabeça em seu colo, ele se afasta, até é meio grosseiro as vezes.

Tinha acabado de acordar, ele já havia levantado, fui a sala, ele deitado no sofá, deitei encima dele e o beijei, amava nossos beijos, ele me apertava, explorava minha boca com sua língua e eu ficava todo arrepiado.

Até que me empurrou. - O que está fazendo?

Ficou em pé me olhando.

Eu: Te beijando!

Ele passou a mão nos olhos...

Eu: Porque agiu assim?

Ele: Por nada!

Foi para o quarto.

Eu não estava entendendo mais nada, ele que se declarou, que disse que queria algo entre nós e me beijou. Mas eu entendia, talvez tenha percebido como sou pouca coisa, tenha se arrependido, quer se livrar de mim.

Fui até a mesa tomar café da manhã.

Longe dalí...

Doug narrando.

Estávamos nos beijamos quando ouvimos um grito, me assustei e olhei para trás, Lívia estava pálida e negando com a cabeça.

Eu imediatamente saí dos braços de Rick e fiquei em pé.

Ela: Pai, pode me explicar o que está acontecendo aqui?

Ele suspirou, coçou a cabeça, parecia impaciente e sem nenhum medo. - Lívia, é isso que você viu, não tenho mais o que dizer!

Edu apareceu rindo, mas quando viu Livia com cara de espanto e chorando logo mudou de cara. - O que houve?

Ela: Peguei nosso pai aos beijos com esse viado!

Edu olhou para o pai com nojo e ódio, depois olhou para mim. - Nossa como você é perspicaz, logo arrumou o meio mais rápido de tirar tudo do meu pai! Só não pensei que fosse tão baixo a ponto de roubar o marido da própria mãe.

Eu a essa hora já estava chorando de vergonha, Rick não parecia alterado, apenas ouvia os filhos com as mãos na cintura e sua cara dura. Lívia só chorava.

Edu: Você me surpreendeu pai, sempre soube que era infiel desde criança, inclusive com minha mãe, mas sempre achei que ficasse só com mulheres e não que comesse bichinhas também, principalmente tão baixas como essa, deveria ao menos procurar no nosso meio, da nossa classe, é o mesmo que deixar de comer caviar para comer picanha, carne de quinta!

Só ouvi o estalar do tapa que o Rick deu no rosto do filho.

Edu levantou do chão com a mão no rosto sem derramar uma lágrima. - Quando ví esse aí, assim que entrei percebi o que queria, ele é baixo, um qualquer, me admira você ter caído no jogo dele. Você é mais burro do que eu pensei, tenho amigos, sempre trouxe aqui, mas você nunca olhou para nenhum, amigas a mesma coisa, tudo de bem, da nossa classe, se vai trocar sua mulher novamente, que troque por coisa melhor, até a mãe desse daí fala mal dele, o abandonou. Tenho vergonha de vocês.

Ele pegou no braço de Lívia e saíram.

Eu estava em choque, o filho dele se importou mais em ser eu, se importou mais com classe social que em o pai estar com um homem! Pelo visto ele também era bissexual, ou tinha amigos assim e aceitava, o fato é que estava me sentindo um lixo!

Ele veio até mim e me abraçou. - Desculpa pelo meu filho...

Eu: Não Ricardo, eles estão no direito de me ofender, achei até que seria pior... Por isso não falei nada, afinal estou com o pai deles que é casado.

Ele: Vamos, agora será minha vez de falar ok?

Fomos até a sala onde eles estavam, Edu estava abraçando a irmã que chorava em seu ombro.

Rick: Quero que me escutem sem dar uma só palavra! Os criei como rei e rainha, dei a melhor educação aqui e fora do Brasil, melhores roupas, tudo que queriam e querem, dei também amor mesmo me separando da mãe de vocês. Mas vejo que todo o mimo que dei foi errado pois se tornaram mesquinhos, esnobes, ridículos. Para vocês o mais importante em uma pessoa é se ela tem dinheiro ou não, se tem status ou não! Vou logo dizendo que comigo isso vai ser bem diferente, comigo isso não funciona, este jeito arrogante de vocês não funciona, achei que já sabiam disso! Se são o que são hoje foi por mim, meu dinheiro, minha criação, tudo que são devem a mim, e não aceito quererem ser mais que ninguém por a classe social e principalmente não aceito quererem ser mais que eu, me pôr regras pois sou o pai de vocês, tenho minha vida, sou adulto suficiente, tenho meu dinheiro, me sustento e faço da minha vida o que eu quiser, achei que já sabiam disso! A mãe de vocês não falava super mal de mim?

Lívia falou baixinho. - A gente achou ser intriga!

Rick: Pois é verdade, tudo que ela disse, sempre fui de farrar, sempre tive amantes, vocês já estão adultos suficientes para saber!

Edu: E você quer que a gente aceite numa boa?

Rick: Se a discussão fosse por minha sexualidade, por trair a mãe de vocês ou minha atual mulher, conversaria numa boa, daria razão por estarem confusos e magoados. Mas essa discussão inapropriada e sem sentido é porque estou com uma pessoa de nível social diferente e não vou permitir isso, que meus filhos sejam tão desprezíveis!

Continuou: Lembro de quando eram crianças que fui chamado várias vezes na escola de vocês por humilharem colegas mais pobres... Achei que crescendo isso mudaria mas vejo que só piorou!

Edu: Pai...

Rick: Não. Não quero ouvir, ninguém mais humilde pode se aproximar que vocês logo falam que quer nos roubar, se aproveitar, meu Deus, não quero mais vê-los hoje! Vão embora.

Edu: Você vai continuar com ele? Pai ele é filho da sua esposa!

Ele: Essa é minha vida. Não quero que se metam nela.

Saíram...

Eu: Rick, é melhor acabarmos com isso!

Ele: Acabar? Estava pensando o oposto!

Eu: Como assim?

Minha mãe: É Rick, como assim? Isso também me interessa!

Ele: Diana, quero o divórcio!

Longe dalí...

Yago narrando.

Estava assistindo quando ele me aparece com um sorriso de orelha a orelha...

Eu: O que foi?

Ele: Tudo certo, agora eu sou o responsável por você. O advogado acabou de me ligar!

Eu: Sério?

Ele: Claro que sim!

Pulei em seus braços, ele me girou e beijava suas bochechas, sua boca, seus olhos... Estava tão feliz, agora era dele, só dele e de mais ninguém.

••••••••••••••••••••••••••••••

Obrigado pelos comment's.

Comentários

11/04/2016 09:11:11
Muitas coisas acontecendo...
01/01/2016 23:57:28
Achei maravilhoso o que O rick falou para os filhos dele!!!
26/05/2015 03:48:23
Eita porra kkkk tomaram no rabo kkkk
26/05/2015 01:42:34
A puta ops pura* (sqn) da mãe dele levou no meio do cu 😂😂😂😂
25/05/2015 22:08:34
Perfeito como sempre preciso mais desse viciante conto!!
25/05/2015 21:30:40
Nossa to bege viado, ele botou moral nos mesquinhos, só digo uma coisa, bem feito pro rick, ele criou os filhos com muito mimo agora aguenta. Creio que a diana não gosta muito dessa palavra divorcio kkkkk fudeu neguinho!
25/05/2015 21:16:24
Lindos amei.
25/05/2015 20:00:57
Nossa cada dia melhor, e ate que enfim o Rick tomou vergonha na cara... kkkk ansioso para o proximo cap bjos.
25/05/2015 17:10:32
Muito bom cada vez melhor
25/05/2015 17:01:31
Diana não vai deixar isso barato...
25/05/2015 17:01:13
Diana não vai deixar isso barato...
25/05/2015 14:33:23
Engraçado, a gente elege determinado capítulo como o melhor de todos... Ai vem um desses e derruba todos os forninhos huahuahua.
25/05/2015 14:06:05
Juro que não entendo o que passa na cabeça desses homens hahahaha Ansioso pro próximo será que o Doug morre ou o Rick espero que realmente não :)
25/05/2015 14:04:47
Deliciosamente perfeito .. nota 10 . Amei . Apaixonado pelo Ricardo , que homem demais .
25/05/2015 13:59:38
Legal!
25/05/2015 13:00:36
Bom demais.
25/05/2015 13:00:04
Bom demais.
25/05/2015 12:57:09
Nossa ! ate ja tava na hora do Rick tomar atitude...agora sim....bjs
25/05/2015 12:56:36
Oi beulfort, bem, eu li, infelizmente não conheço nenhum dos contos que vc perguntou... Gente ajudem-no, entrem no painel dele, talvez vcs possam ajudá-lo. Beijos.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.