Casa dos Contos Eróticos

Feed

Meu Padrasto (Parte - 21)

Autor: ∞ Alex ∞
Categoria: Homossexual
Data: 23/05/2015 23:13:37
Última revisão: 23/05/2015 23:49:15
Nota 9.96
Ler comentários (21) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Ele: O que foi?

Eu: É que... Eu não consigo, desculpa Fernando mas eu nunca fiz... Bem só quando me forçavam e eu não gostava, não esqueço, era horrível!

Ele passou as mãos no rosto e suspirou como se houvesse um grande problema e estivesse se acalmando. - Não se preocupe, eu cuido de você ok? Não vou te forçar a nada Yago, faremos tudo na hora que você disser que quer!

Longe dalí...

Doug narrando...

Eu não sei quanto tempo passei alí no chão, mas acordei com ele me acudindo, minha mãe, sabe lá Deus onde se enfiou!

Ele: Doug, acorda, vamos...

Fui acordando, minha cabeça estava explodindo...

Ele: O que aconteceu?

Levantei, fui devagar até a cama com ele me ajudando.

Eu: Rick não vou mentir para você, ela pode fazer o que quiser mas não ligo!

Ele: Como assim?

Eu: Ela me agrediu, me empurrou e eu bati a cabeça!

Ele: A Diana?

Eu: Não. A Barbara! - Falei impaciente. - Claro que é a minha mãe!

Ele: Mas...

Eu: Ela anda me ameaçando e sei que ela é capaz de cumprir tudo que fala, você pode não acreditar, olha, vou sair daqui, não vou ficar no mesmo teto que essa louca!

Ele: Você não vai sair daqui, não vou permitir, vou falar com ela!

Saiu...

Eu já estava cansado disso, todas as vezes era a mesma coisa, eu contava algo a ele, ele falava que iria resolver, falava com ela e ela vinha me tirar o juízo, eu só estava esperando a visitinha dela novamente!

O Rick é acostumado a ter tudo do seu jeito, ele quem manda, e tudo tem que ser do jeito que ele quer.

Acabei dormindo, tomei um remédio pois minha cabeça estava doendo...

No dia seguinte acordei, fui abrindo os olhos e quando olho para frente, ela está lá de braços cruzados.

Eu quase morro de susto.

Eu: A quanto tempo você está aí?

Ela: Não interessa!

Levantei...

Ela: Você mais uma vez me fez ter uma briga enorme com o Ricardo.

Eu: Ele me encontrou desacordado e me perguntou o que aconteceu, apenas contei! - Falei irônico.

Ela: Douglas, Douglas você ainda não percebeu com quem está lhe dando, está brincando com algo perigoso, posso matar sem sentir nada, você saiu de mim mas não me conhece, não conviveu comigo e não sabe do que sou capaz! Está avisado, mas só deixo claro: Não vou permitir que você tire o meu homem de mim. E é bom você começar a sentir medo!

Eu: Medo? Por favor, você quer me colocar medo para que eu vá embora, mas sei que não mata nem mosca!

Ela: Será? Você sabe o que aconteceu com o ex amante do Rick? Sabe porque ele foi embora?

Saiu...

O que essa louca quis dizer com isso? Ela o matou? Tinha que descobrir!

Longe dalí...

Fer narrando...

Tinha acordado, ele estava dormindo ainda.

Minha vida não seria nada fácil, um homem como eu não está acostumado sem sexo e Yago agora morando comigo seria pior, ele me excita!

No momento estava dormindo lindamente estirado na cama, passei a mão na cabeça e fui molhar o rosto e escovar os dentes.

Nossa, como a vida é irônica, vivi muito tempo pelo meu prazer, tudo era sexo e dinheiro para mim e agora, no entanto, me apaixonei por alguém com problemas justamente com o mesmo e tinha que ter paciência! Mas e se não aguentar?

Yago apareceu na porta e foi entrando, me abraçou e beijou meu peito, passava sua mão por minha barriga...

Tirei sua mão, cuspi o creme dental e saí.

Ele: Está tudo bem?

Eu: Sim.

Saí dalí e fui para a sala!

Tinha que ser forte, não podia assusta-lo, Yago havia sofrido muito com abusos e se ele se assustasse comigo por algo que fizesse, apenas um deslize, então poderia perdê-lo.

Longe dalí...

Doug narrando.

Rick estava em seu quarto, entrei...

Ele: Oi?

Me beijou...

Eu: Rick, como seu antigo amante saiu da sua vida?

Ele: Como você sabe da existência dele?

Eu: Não importa, só me fala, mas fala a verdade pois posso descobrir a verdade por outros meios!

Ele sentou na cama. - Bem, a Diana passou a inferniza-lo, você sabe como é mulher traída!

Eu: E ele desistiu tão fácil assim? Só por alguns barracos?

Ele: Não. Ele sempre me pedia para separar dela, mas nunca fiz, o fato é que um dia ele foi atropelado, fui visitá-lo no hospital e não sei porque mas ele nem se quer me aceitou vê-lo, simplesmente não queria mais me ver e se mudou para longe.

Eu fiquei abismado!

Ele: Tenho certeza que ele foi por não aguentar mais essa vida, sempre falava que me amava, mas eu não! Desculpa Doug mas essa é a verdade, não estou falando que com você é igual...

Ele falava e falava e eu não ouvia nada, só pensava nela! Tenho certeza que ela o atropelou e ameaçou para que ele fosse embora!

Eu: Rick, não dá mais para ficar aqui nessa casa, tenho que sair.

Não iria ficar debaixo do mesmo teto que uma psicopata, preso por minha vida, claro!

Ele: Você não vai sair daqui!

Eu: Ricardo, eu sinto muito mas não vou ficar no mesmo teto que ela!

Ele: O que ela fez dessa vez? Vou falar com ela de novo.

Saiu, mas dessa vez iria ser diferente, estava cansado das coisas sempre serem do jeito dele, dessa vez eu participaria da conversa.

Fui atrás...

Ele: Diana quantas vezes já falei para deixar o Douglas em paz?

Ela: Eu não fiz nada!

Apareci. - Claro que fez!

Ela me olhou fuminando.

Ele: Já disse que não tenho nada com ele!

Ela: Faça-me o favor Ricardo, não sou cega!

Ele: Gosto dele como um filho!

Ela: Você sempre foi bissexual e o Douglas é lindo, vejo o jeito que olha para ele! O muleque é seu tipo.

Ele: Faça-me o favor! Como meu tipo? Deixa o garoto em paz!

Eu: Já chega! - Os dois olharam para mim. - Vou colocar um ponto final aqui. Mãe eu tenho sim um relacionamento com o Ricardo, achava que me amava mas vejo ser só mais um como os outros amantes que ele já teve e não aguento mais esta situação! Não sou um qualquer que aceita ser amante enquanto o homem continua casado.

Ele: Doug...

Eu: Ricardo hoje mesmo saio dessa casa pois não suporto minha mãe, não aguento mais morar no mesmo teto que ela, você não faz ideia da cobra com quem está casado, você deve pensar que ela age apenas como uma esposa ferida normal, mas é bem mais que isso e quero manter distância.

Ela sorria triunfante!

Eu a olhei: Você venceu.

Saí...

Fui para o meu quarto e comecei a fazer minha mala...

Ele entra. - Você vai para onde?

Eu: Voltar a morar com os meus tios.

Ele: Seus tios moram em outro estado Douglas!

Eu: Eu sei, ainda não entendeu que está tudo acabado?

Ele me puxou e me abraçou. - Com você é diferente do que sempre foi com os outros. Não aceito te perder.

Eu: Você está falando isso apenas para eu não ir.

Ele: Eu alugo um AP e você mora lá, não vá!

Eu: Seu último amante morava em um AP bancado por você! Ricardo quando você vai entender que não sou um qualquer? Que não nasci para ser amante e principalmente da minha mãe? Eu tenho princípios, se me entreguei a você foi porque tive esperança de ainda haver algo sério entre nós, mas tenho certeza que não, então adeus, sei que vou te superar com um tempo, te amo mas a vida segue!

Ele: Por favor Douglas, eu te amo!

Eu: Se me amasse mesmo me provaria!

Ele: Como?

Eu: Ainda pregunta? Largando a esposa e me assumindo!

Ele: Não posso será que não entende? Sou dono de uma das maiores empresas do País, seria um escândalo, tenho filhos...

Eu: Já sei disso tudo! Pois você já tem sua vida, eu não pertenço a ela, não há espaço para mim.

Ele: Você já invadiu, não minha vida, mas meu coração! Quando os outros chegavam ao extremo e faziam isso que você está fazendo agora, eu não sentia nada, não os procurava, nem pedia para ficar. Só pensava que iria novamente a caça... Mas com você é diferente, eu estou realmente apaixonado, estou me humilhando, nunca fiz isso por ninguém, mas por você eu faço, te imploro para ficar...

Eu: Não Ricardo.

Ele estava desesperado, chorando.

Ele: Eu ajoelho.

Ia se ajoelhando na minha frente mas eu não deixei, o abracei. Aquele homem forte, rico e poderoso desesperado alí por mim, a ponto de se ajoelhar... Me deixou comovido!

Eu: Não precisa se ajoelhar por mim, nem se humilhar, você sabe que tem meu coração.

Ele: Jamais fiz isso por ninguém, você me conhece, sabe como sou!

E como sei, todos faziam o que ele queria, e era mais fácil ele fazer muitos se ajoelharem. - Sei sim Ricardo.

Me afastei e olhei em seus olhos escuros. - O que eu faço? Não quero mais ficar aqui! Está insuportável minha convivência com ela e assumi nosso caso.

Ele: Aceita minha proposta! Posso procurar um AP para a gente!

Eu: Tá Ricardo, eu aceito!

Ele me abraçou forte e me deu muitos beijinhos... - Obrigado amor! Vou procurar a partir de hoje.

E enquanto isso eu ficaria alí com a cobra! Que Deus me ajude.

Longe dalí...

Fer narrando.

Estava sentado tomando meu café da manhã quando Yago aparece, corre, pula no meu colo e me dá um beijo gostoso, minha língua explorava sua boca pequena, ele parou com um selinho...

Depois pegou um morango e melou no leite condensado. - Eu amo isso!

Sua boca sexy mordeu o morando e eu não parava de olhar, ao mesmo tempo ele não parava de se mexer no meu colo...

Passei a mão nos meus olhos... - Yago senta na cadeira, é melhor!

Ele: Tá!

Sentou.

Para mim ter me declarado e começado algo entre nós estava pior do que quando não havia nada! Para mim funciona no tudo ou nada, mas no quase eu não aguento.

Acho que não vou aguentar e o Yago pode não me perdoar!

Continuei assistindo ele devorando frutas, da maneira mais sexy sem nem perceber.

Longe dalí...

Doug narrando.

Desci quando tocam a campainha, Barbara vai atender e já faz uma careta para mim...

Quando entram os filhos dele, que droga!

Minha mãe da maneira mais falsa, corre para abraçá-los, ele estava no sofá e ambos vão cumprimentá-lo.

Ele: Que tal irmos para a piscina?

Todos se animaram.

Ele: Você também Doug!

Fez uma carinha de pidão e não pude recusar!

Fui ao meu quarto, vesti uma sunga e desci, quando cheguei a piscina estavam todos lá, minha querida mãe me olhou com ódio e seus filhos com indiferença.

Entrei na água, ele me acompanhava com os olhos e mordendo o lábio. Na verdade ele também estava de tirar o fôlego pois seu corpo é dos deuses mas nada podíamos fazer...

Eu nadei um pouco e saí da piscina, ele me olhava e não escondia, a baba escorria no queixo, eu me sentia lisonjeado com isso, me sentia a pessoa mais sortuda por um homem daqueles está babando por mim!

Ele ficou o tempo todo na espreguiçadeira... Eu me enxugava, ele não tirava os olhos, os filhos dele estavam brincando e nem percebiam, minha mãe entrou, percebi que com raiva, mas nem liguei, não iria acabar com meu dia por causa dela!

Deitei na espreguiçadeira que ficava na frente da dele, ele dava sorrisos safados para mim e eu morria de rir.

Certo momento seus filhos saíram, eu estava de olhos fechados, quando sinto suas mãos em minhas cochas.

Eu: Está maluco? Seus filhos podem ver!

Ele: Entraram!

Eu: Mesmo assim!

Ele: Como você pode ser tão mau? Sabe que sou louco e vem assim...

Eu: Não foi proposital, nem pensei...

Ele me calou com um beijo, um beijo esfomeado, descia para o meu queixo, meu pescoço e voltava para minha boca.

Eu o afastei, estávamos cansados.

Eu: Volta para lá!

Ele: Não!

Eu: Deixa de ser louco!

Ele apertava minhas cochas, ouvimos vozes, ele estava excitado, se jogou na piscina de repente...

Eu: Seu louco!

Continuei lá, curtindo um pouco o sol.

Mal sabia eu que muita coisa estava para mudar em minha vida!

••••••••••••••••••••••••••••••••

Gente desculpa a demora, mas já estou bem melhor.

Obrigado pelos comment's.

Comentários

11/04/2016 08:48:29
...
01/01/2016 23:38:21
Gostando cada vez mais!!
25/05/2015 08:34:17
Doug burro odeio submisos era pra ele ter ido em hora faz tempo só praia fazer o rick ficar loucO.
25/05/2015 07:38:47
Bem gente, é o seguinte, faz horas que eu enviei a parte 22 e fala enviado para publicação mas não envia... acho q é algo com a casa, não sei, vou continuar esperando, uma hora vai enviar mesmo. Beijos.
24/05/2015 12:42:36
Já to vendo tudo Yago vai começar a se sentir rejeitado, se eu fosse o Doug já tinha saído dessa casa, é perigoso até respirar o mesmo ar que essas serpentes, espero que Ricardo tome uma postura mais firme, oras ele não é o todo poderoso então faz essa mulher nojenta e morar na correia do Sul.... Bjs mais um cap perfeito!!
24/05/2015 11:13:28
Que bom que melhorou Alex, adorei o cap de hj, mas acho que o doug deva sair de cena por uns tempos e deixar o Ricardo mal!
24/05/2015 08:09:59
Que bom que vc está melhor Alex. Seu cinto e muito bom!!!!!
24/05/2015 08:09:44
Meu Deus, como esse Doug é burro e submisso 😒😒 Só ameaça, ameaça, ameaça, e no final não faz porra nenhuma '-' Merece ser amante mesmo.
24/05/2015 06:56:19
seu demoradooooooooo malvadooo ! continua logo querido !
24/05/2015 05:42:47
Bem legal
24/05/2015 04:12:42
nossa como é bom entra aqui na CDC e ver um conto tão bom assim! Parabéns
24/05/2015 03:04:01
Que bom que você está ok! Beijinhos e bom domingo!
24/05/2015 01:39:56
O capítulo de hoje foi bem legal , pensei que o Doug ia mesmo embora !! Acho que eu nessa situação iria embora na primeira semana !! Bom aproveitando a deixa quem poder ler o que eu escrever eu agradeço , pois vai me ajudar muito bjaum
24/05/2015 01:19:27
Já prevejo o perigo...
24/05/2015 01:04:59
Ótimo!!
24/05/2015 00:11:09
Muito bom
23/05/2015 23:41:17
Bom demais.
23/05/2015 23:39:05
...
23/05/2015 23:37:03
Ameii.
23/05/2015 23:33:39
Amei, posta logo o outro não sei se aguento kkk, e ah nesse tempo eu conseguir absolutamente todos os contos de vcs, desde Luc e Tony até esse, e simplesmente amei todos, não teve nenhum que eu gostei mais ou menos todos eu amei, Continuem assim, parabéns. E POSTA OUTRO SE POSSIVEL HJ PF, EU IMPLORO.
23/05/2015 23:28:19
Mais um capítulo maravilhoso, e que ótimo que você já tá bem, ansioso pro próximo :)

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.