Casa dos Contos Eróticos

minha cacçulinha

Autor: romanninni
Categoria: Heterossexual
Data: 19/04/2015 00:23:07
Nota 9.75
Ler comentários (11) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

pra entender melhor esse conto, leia o primeiro conto: minha filha. bom um mês após comer minha filha mais velha, ela ja tinha ido morrar com o namorado, ficou so eu minha esposa e minha filha caçula em casa, falei dela no inicio do outro conto, comecei a reparar ela, e vi que tava super gostosinha, um corpinho lindo, um dia a noite entrei tarde em seu quarto e fiquei olhando ela só de babydol, uma tezaozinha, pensei em como come-la ou pelo menos tentar, tinha que ser fora de casa. apesar de ser muito apegada a mim podia ser arriscado tentar tirar seu cabacinho ali mesmo.

foi então que bolei uma viagem, sabia que ela era doida pra conhecer a capital. falei com ela no outro dia que se quisesse ir comigo numa viagem de três dias a capital, eu ia comprar as passagens. podia ir de carro mas tinha meus motivos pra ir de ônibus, uma viagem de 12 hs. ela topou na hora. falamos com a mãe dela e na quinta a noite embarcamos

sete da noite saiu o ônibus, fomos conversando por umas duas hs ate que ela deu ar de cansaço, encostou no meu ombro meia sonolenta, esperei um pouco e deixei minha mão cair em cima da das coxas dela, aos poucos eu pressionava a testa da xana por cima do moletom, ela se mexia eu parava, ate que umas 2 da manha segurei a buceta dela por cima da roupa, fiquei segurando um pouco apertando levemente e soltei, sabia que ela tava acordada. dormi um pouco, umas 4 da manha passei a mao nos peitinho dela, e desci na xana, levemente por baixo do moletom, pressionei sobre a calcinha, ela sempre quietinha mas acordada, massageei a testinha e enfiei por baixo da calcinha, segurei firme a buceta dela em pelo apertei um pouquinho e tirei a mão.

chegamos umas 7,30hs da manha na cidade, e fui direto para o hotel peguei um quarto com uma cama de casal e uma de solteiro, como era minha filha não teve problemas, andamos o dia todo, vendo negócios e comprando algumas coisa pra ela. a noite no hotel fomos dormir ja tarde, não tentei nada na primeira noite, mas era extrategica pra deixar ela com vontade, sempre que abraçava ela dentro do quarto eu falava, ta gostosinha vc.

no segundo dia andamos bastante, tambem, a noite chegou e resolvi tentar. depois da janta assistimos tv ate umas dez, ela foi deitar na cama dela, quando criei coragem e deitei do lado comecei a fazer massagem nas costas dela, senti que ela tava gostando, um pouco mais ousado, massageei seu ombros enquanto encostava na bunda dela, fazendo-a sentir que tava de pau duro. enfiei a mão por baixo da camiseta dela e massageava suas costa em pelo, vim umas quatro vezes perto do reguinho do cu e voltava, ja sentia sua respiração diferente quando então resolvi fazer ela esperar, falei com ela como se tivesse terminado a massagem - papai vai lá embaixo tomar uma cerveja e já volto ok. ela não respondeu só um hum.

fui e demorei bastante, era de propósito pra deixar ela com mais vontade, voltei já era umas 15 pra uma da manha, acho que fiquei uma hora e meia la fora, entrei fui até sua cama e percebi que ela havia trocado a camiseta por uma blusinha de alça e o também tinha tirado o short jeans e colocado um shortinho de pano, podia ser pra dormir mas a vontade, mas pensei, pode ser também pra facilitar pra mim, só vou saber tentando. passava um pouco das duas quando chamei minha caçulinha no pau, e que chamada. mas vou nos detalhes.

comecei a fazer a massagem nas costa dela que tava quase de brusco, puxei a blusinha e deixei ela só de shortinho, continuei massageando sua costas do ombro ate a cintura seguindo a coluna, na segunda vez percebi que ela acordou, eu descia ate próximo o reguinho do cu e voltava, depois de algumas idas e vinda, desci na bundinha dela e massageei em pelo por cima do shortinho umas três ou quatro vezes, abaixei ele então um pouco e massageie em pelo arrancando seu primeiro gemidozinho, naquele gemidozinho pensei comigo minha gatinha vai chorar agorinha. arranquei de vez seu shortinho e massageie sua nádegas agora com mais forca, ja apalpando as coxas por dentro, cheguei na bucetinha em pouco tempo. massageava apertando-a enquanto minha boca mamava em seus peitinhos pequenos, ela já se contorcia toda, desci com a boca embaixo e chupei sua buceta, arreganhei ao máximo suas coxas e vasculhei toda sua xaninha, ela gozou muito rapidamente, depois da gozada ela criou mas coragem e começou a falar, gostos pai, muito gostoso, puxei ela na quina da cama, coloquei um travesseiro embaixo da bunda, a bucetinha ficou estufada pra fora fui com o pau lentamente forçando devagarzinho, de repente um chorinho sentido denunciou seu cabacinho se rompendo, ela me abraçou forte, e perguntei cinicamente, ta doendo meu amor, quer que eu tire, mas é claro que não ia tirar, muito pelo contrario ia enterrar tudo, ela diz tir naaaao, deeexa, deeeeixa paizinho. fui então enfiando devagar mas continuamente ate penetra-la completamente.

fui então em sua boca beijei-a e comecei e cutucar um vai vem lento depois mais forte, ela gemia baixinho, gostoso, prazerosas, quando senti que ela ia gozar, abracei-a fortemente, menina nova na primeira vez goza muito rápido, como eu não tinha gozado ainda levei o pau em sua boca, ficou um pouco sem jeito, mas foi acostumando, deixei ela chupar ate eu gozar, puxei sua cabeça pra trás, e empurrei la no fundo da garganta e soltei, fiquei segurando sua cabeça pra trás ate que ela engoliu tudo e começou a lamber. fomos então tomar um banho pra dormir, mas eu ainda queria pegar ela mas uma vez.

depois do banho levei ela a uma parede fiz ela se encostar na parede em pé e comecei a xupala, mas agora como uma putinha, quando ela começava a gemer na minha língua eu subia a boca pra testinha e ela subia nas pontas dos pés tentando encaixar a rachinha na minha boca, segura na parede com as duas maos nas pontas dos pés, deixei ela cansar bem, ate que abocanhei sua buceta com vontade e a fiz gozar, antes dei uma chupada tão forte na testa da buceta que ficou a marca.

depois levei pra cama, pus ela de q

joelho na beirada da cama, curvada sobre o colchão, massageie sua bunda com vontade, dei vários tapas, ai fui com a língua no cuzinho dela, ela arrepiou toda de tezao, levei ela no sofá, pus ela de quatro e penetrei a por traz, encostei a cabeça, dei um tapão na bunda, bem estalado e disse, ai cadelinha do pai, toma safadinha, e outro tapão. subi nela e dei umas escutadas fortes, segurei seu cabelos puxando sua cabeça pra trás, outro tapão agora mais forte, toma cadela, toma putinha do pai, aiiiii papai mete, mete, bate mais, dei então um tapão pra valer que estalou, toma vadiazinha gostosa, rebola gostoso cadela, rebola, vai safada e toma cadela, toma , toma pau safada, ela gemia gostoso, e gozou pedindo pau.

acordei umas 9hs da manha, meti nela com todo carinho pra compensar a noite onde eu a peguei como uma putinha, agora ela ja mais a vontade metia falando e pedindo.

fomos embora a tarde e uma semana depois tirei suas preguinhas, seu cuzinho apertadinho que vou contar em outro conto se gostarem desse.

Comentários

28/05/2015 14:17:38
mto msm adorei tdo incesto tm um q d ts....
27/05/2015 20:45:16
meus parabens belissimo conto posso foder sua caçuçinha tambem meu skype é dotadocvel nota dez
04/05/2015 08:35:42
Nossa com um pai desse ate eu.. Leia os meus tambem .. Adorei Parabens delicioso!
28/04/2015 20:35:36
Parabéns! Seu conto me fez gozar gostoso. Queria ter um pai pra me tratar como putinha também...
28/04/2015 20:34:43
Parabéns! Seu conto me fez gozar gostoso. Queria ter um pai pra me tratar como putinha também...
22/04/2015 21:18:52
humm cm me sentir bm d+ c/ esse bom msm ..?
20/04/2015 21:12:03
muito bom seu conto,cheguei a me excitar lembrando o que me ocorreu há algum tempo atrás mas tenho receio!
20/04/2015 21:10:26
adorei seu conto cheguei a me excitar lembrando do que me aconteceu,gostaria de publicar aqui mas tenho receio!
19/04/2015 11:19:17
Delicioso assim como o primeiro
19/04/2015 08:22:23
dlc. quero um pai desses para mim
19/04/2015 01:05:25
votem ai

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.