Casa dos Contos Eróticos

Arrependida por ter Traido

Autor: Mary
Categoria: Heterossexual
Data: 16/04/2015 11:22:10
Nota 9.62
Ler comentários (43) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Preciso desabar, por pra fora uma coisa que está me incomodando demais, pois nunca contaria isso a ninguém nem mesmo a uma amiga com medo da repercussão e do eventual julgamento.

Tenho 26 anos e casei-me recentemente com o homem da minha vida, pra ser precisa faz dois meses. Antes do casamento, no final do ano passado me formei, deixei meu emprego para posteriormente arrumar outro e dediquei-me exclusivamente a organizar a festa e a montar nossa casa.

Estamos juntos a muitos anos e ele foi meu primeiro e único homem, como temos uma vida sexual boa, nunca me queixei ou senti necessidade de outro homem.

Despois de casados, voltamos da lua de mel e eu fiquei incumbida de receber os presentes que havíamos ganhado de casamento, especialmente os eletrodomésticos que escolhemos em nossa lista de casamento que vinham chegando aos poucos, especialmente os grandes que necessitavam de instalação como máquina de lavar, geladeira, fogão e etc...

Como todos eram da mesma loja da lista, sempre vinha o mesmo instalador, um rapaz normal nem bonito nem feio, mulato de aproximadamente 30 anos.

Sempre vinha no horário comercial, hora em que meu marido estava trabalhando e eu estava em casa justamente pra isso.

Por estar em casa procurava ficar com roupas confortáveis, como calça de ginastica tipo leg e camisetão largo que costumo usar para dormir como se fosse camisola, normalmente sem sutiã, nada provocativo ou sexy, apenas roupa de ficar em casa.

Um dia, por volta das 10 hs toca o interfone e o porteiro avisa que era o instalador de sempre, desta vez trazia a máquina de lavar, mal desliguei o interfone já tocou a campainha e ai já cometi meu primeiro erro, automaticamente abri a porta, só que ainda não tinha colocado a calça, ou seja, estava só de camisetão e calcinha, não foi premeditado, não foi maldade eu não tinha interesse no rapaz, foi simplesmente automático e eu nem perceberia meu deslize se ele não tivesse me comido com os olhos fitando minhas coxas quando abri a porta.

Procurei agir normalmente, ele entrou com a máquina em casa, indiquei-lhe a área de serviço e fui acompanha-lo, como o espaço é muito apertado ele teve que tirar do carrinho para levarmos a máquina até o local da instalação, mas pra isso tive que ajuda-lo, com a máquina.

Neste momento enquanto pensávamos na logística ele se posicionou atrás de mim e levei uma encoxada rápida porem com pressão, cometi meu segundo erro, pois achei que o contato era inevitável e sem maldade e não reclamei.

Durante o processo de instalação eu acompanhei de perto e continuei agindo normalmente mostrando interesse nas funções que realmente precisaria aprender, pois sou dona de casa de primeira viagem sempre morei com meus pais e tinha de tudo, como a máquina é daquelas que a abertura é frontal as vezes tinha que me curvar ou agachar para ver alguma funcionalidade e notei que ele me encarava, me secava, me desejava, pois devia ter uma visão privilegiada dos meus seios pela camiseta larga quando eu abaixava, pois como sempre, estava sem sutiã.

Em dado momento estava agachada ouvindo alguma instrução dele que estava ao meu lado em pé na apertada área de serviço, quando notei que ele olhava descaradamente por dentro do decote, disfarcei o olhar e meus olhos foram diretamente para sua calça estufadíssima pelo volume que fazia, a pouco centímetros de meu rosto, não sabia o que fazer, e cometi meu terceiro erro ao não deixar o local.

Levantei e ficamos lado a lado em pé, ele disse que precisaria liga-la na saída de água e como tínhamos que trocar de lado para que ele prosseguisse na instalação naquela apertada área de serviço, ele colocou suas duas mãos em minha cintura e passou esfregando seu pau na minha bunda sem a menor cerimonia, muito vagarosamente deve ter levado uns 5 segundos no máximo que é bastante considerando que era apenas para trocar de lado, mas pra mim durou uma eternidade fazendo surgir uma chama de calor entre as minhas pernas que me consumiu, minha boca secou e me levou a cometer meu quarto erro, pois novamente não esbocei reação alguma.

Finalizada a instalação, ele disse que precisava pegar as ferramentas que estavam ao meu lado em cima do tanque e não esperou eu sair ou reação alguma minha, e já cravou suas mãos em minha cintura novamente para trocar o lado, quando suas mãos apoiaram em meu quadril me arrepiei inteira, minha cabeça pendeu para traz e ele começou a repetir a encoxada, só que ainda mais devagar, seu pau duro percorria cada centímetro da minha bunda numa velocidade incrivelmente devagar que me levou a cometer meu último e fatal erro.

Quando ele, com as mãos cravadas em minha cintura, esfregando seu pau na minha bunda, chegou bem no meio, involuntariamente empinei minha bunda e dei um leve suspiro.

Era o sinal que ele precisava e que eu não queria dar, antes de terminar meu suspiro (“humm” – de respiração mais ofegante) soltei um “aaaaahhhhh” (gemendo) pois uma de suas mãos que estava em minha cintura, subiu em direção aos meus cabelos puxando-os levemente para traz fazendo com que eu arqueasse meu corpo deixando a mostra meu pescoço que recebia um beijo molhado enquanto a outra mão com destreza já tinha invadido minha calcinha por sua lateral por debaixo da camiseta tocando minha buceta completamente molhada.

Sua língua invadiu minha orelha, eu completamente entregue e rebolando em seu pau que ainda me encoxava apoiada com as mãos na máquina gozei em seus dedos que me tocavam com maestria, atingi esse orgasmo muito rapidamente e num lampejo de consciência tentei me afastar, desconectando minha bunda daquele membro rígido que tentava invadi-la, mesmo por dentro da calça e através da calcinha.

Como a área era apertada, não tinha muito pra onde correr e ele me virou de frente e tentou me beijar, eu tentava resistir repetindo que não podia, que era casada e ele insistia.

Pegou minha mão e colocou sobre o volume que formava em sua calça, tentei tirar ele insistia em mante-la, sem desistir de me beijar, pressionando meu corpo que estava encurralado na máquina quando sua língua rompeu o obstáculo dos meus lábios por minha distração com a mão sobre seu pênis, percebi que correspondia o beijo e nada impedia minha mão de sair e mesmo assim estava segurando seu pau, limitando-me a repetir quando dava que não podia e que não era certo.

Novamente ele me vira de costas apoia minhas mãos na maquinha, abaixa-se entre minhas pernas descendo junto minha calcinha encharcada sob meus protestos e reclamos de que não podia, sinto sua língua invadindo meu cuzinho, nossa nunca tinha recebido esse tipo de carinho, sim já fiz sexo anal com meu marido, mas nunca levei uma linguada e logo no primeiro contato senti um choque, vi estrelas e gemi dengosamente passando a rebolar novamente, desta vez em sua cara.

Estava sem controle novamente, apenas gemia e rebolava, seu dedo que tinha me feito gozar antes revezava com sua língua em meu cuzinho que já piscava.

Não aguentando mais apenas pedi.... mete gostoso vai, por favor mete.

Ele se levantou tirou a roupa e começou a esfregar aquele pau que ainda nem tinha visto na portinha de meu cuzinho, dando pinceladas que iam da minha bucetinha pingando até o cuzinho.

Felizmente antes de ser penetrada, em um novo lampejo de juízo disse que teriamos que colocar camisinha.

Disse que ira até meu quarto pegar ele me seguiu, no corredor levantou minha camiseta jogou-a no chão e me deixou completamente nua, me arrancando um novo beijo, continuei em direção ao quarto.

Enquanto eu pegava, ele deitou-se em minha cama com o pau em riste e disse, coloca com a boca.

Concordei e pela primeira vez encarei aquela ferramenta, era muito maior que a do meu marido, muito dura, cheio de veias, grande, grossa e quase negra, apesar do rapaz ser mulato, a cabeça era enorme, parecia um cogumelão e já estava babando.

Antes de colocar, fiquei de quatro na cama de frente pra ele, encarei-o nos olhos encostei a pontinha da língua naquele melzinho que saia e fui me afastado devagar pra formar aquele fiozinho, quando rompeu, tentei abocanhá-lo mal coube a cabeça, chupei um pouco, pus a camisinha e ele me puxou pelo cabelo em sua direção, nos beijamos e ele me disse senta na minha rola e cavalga puta.

Ajeite seu membro na entrada da minha buceta e deixei meu corpo cair levemente, engolindo cada centímetro daquele pau, cavalguei e gemi como puta de filme pornô e assim era tratado por ele que ora torturava o biquinho dos meus seios, ora cravava sua mão em minha bunda me sentia completamente preenchida.

Logo após ele mandou que eu ficasse de quatro, agora metia com força, estocada após estocada bombou forte e começou a me tratar de forma mais ríspida ainda e passou a enfiar o dedinho no meu cuzinho eu mal ouvia o que ele dizia, vadia, puta, cadela casada tem que da o cuzinho, eu apenas gemia descontrolada.

Quando ele parou abruptamente achei que tivesse gozado, mas não, começou a forçar a entrada do meu cuzinho me torturando, estava tomada pelo tesão e ele pedia para eu implorar pra levar rola, eu implorava, falava pra eu fazer meu maridinho corno e eu obedecia e repetia, faz ele corninho faz, come sua putinha casada, não reconheci meu comportamento tomado pelo tesão, jogava meu corpo pra traz ansiando para ser penetrada, sofri a maior tortura da minha vida.

Minha buceta pingava enquanto ele entrava centímetro por centímetro em meu cuzinho, me alargando, não sentia dor, só prazer. Quando chegou a final permaneceu imóvel, intalado e começou a mexer no clitóris me levando ao segundo orgasmo, enquanto meu cuzinho mordia seu pau, depois de algumas estocadas, xingamentos e tapas na bunda ele desengatou e eu cai molinha na cama.

Ele me virou de barriga pra cima, sentou-se sobre meus peitos tirou a camisinha e começou a se masturbar e a esfregar o pau na minha cara, eu estava completamente imóvel e não dava reação alguma, ele direcionou seu pau na minha boca e começou a gozar, nunca tinha engolido porra, mas do jeito que tava com ele em cima e eu sem força não tinha como levantar e acabei engolindo os primeiros jatos, os outros foram na minha cara e finalizou no peito.

Permaneci imóvel e gozada na cama, ele se trocou e voltou para despedir dizendo, quando for beijar o corninho hoje aposto que ele sentirá o gosto do seu macho, aquilo martelou em minha mente e ficou na minha cabeça, permaneci um tempo na cama até levantar e ir tomar banho, quando passada a excitação cai em prantos.

O fato é que acabei traindo meu marido, em nossa cama com menos de um mês de casada, estou profundamente arrependia e não tenho pra quem contar essa história nem para minhas amigas por medo de me julgarem.

Naquele dia quando meu marido chegou tive nojo de mim por ter beijado ele após ter chupado outro pau, tive tanto nojo que até vomitei, não durmi e não tenho dormido desde então, toda vez que o beijo me lembro do boquete que fiz, sinceramente estou pensando em contar mas não sei o que fazer, só sei que o amo e que não desejo outros homens, o que vc faria no meu lugar??

Comentários

17/02/2017 18:43:52
Uma das minhas maiores fantasias é uma aventura no ônibus\metro sem compromisso mas não tenho coragem. Fico melada em pensar nesse roça, roça. paola.rexona@gmail.com
26/05/2016 22:36:20
Hummnnn tenho quase certeza que conheci essa casadinha. Se for do RJ é certo que sei quem é!
j.a
04/03/2016 16:48:36
vc é uma putinha deliciosa, conto nota mil
06/11/2015 09:40:13
16/09/2015 15:12:37
Gata não encuque vc não DVDs conta mas no futuro esse lado de fêmea no cio vai salvar seu casamento na pior que rotina para acabar com a relação fica tranquila que logo vc esquece se homem não gostarem de mulher safada não existiria zona a maioria que frequenta são casados obs sou casado a trinta anos será que nunca aconteceu comigo fica tranquila daqui alguns anos vc vai lembra desse papo e vai me dá ração só não neguinho sexo p seu marido se estiver menstruada faz uma chupeta ou da a bandinha nos adoramos se quiser troca ideia entre em contato ou passa o wtsap donemagrao@Gmail.com
14/09/2015 20:17:52
Amiga, boa noite!Acho que todas nos nulheres afloramos esse desejo e apenas por receio de como os nossos companheiros reagiriam ao saber terminamos realizando com outros, não fique mal e se precisar de uma amiga para conversar meu email é marcinha_hot@hotmail.com tá beijos
03/09/2015 15:07:26
meu anjo esquece, melhor assim
12/06/2015 17:21:11
Nossa que conto maravilhoso , nota máxima , sobre vc contar ou não , minha opinião e que não conte , pois poderá ser pior , vc corre um grande risco de levar seu casamento ao fim, então relaxa , qdo o tesão e de mais a gte perde totalmente o controle ...parabéns pelo conto mtoo bom
19/05/2015 14:36:37
Essa foi uma das melhores histórias aqui que já pude ler, o arrependimento só a deixa mais excitante. Conte tudo a ele pois não será sua primeira. Ou então pare de se torturar e arquitete uma forma dele de trair também.
08/05/2015 09:06:23
gostoso de se ler
05/05/2015 11:52:30
Bom eh uma situação difícil..mas vc contar aqui já dá um certo alívio pra vc...antes de contar pro marido caso queira contar mesmo deixe passar um tempo...por mais que alguém ame eh mt difícil perdoar "Traição"se contar conte como fantasia vc não estará admitindo nem omitindo e um dia dependendo da situação vc confessa...mas acho que vem mais aventuras aí.... Roneicardoso@Hotmail.com
04/05/2015 19:08:50
adorei o conto. e gostaria de conversar Beijos o meu emsi e Carlos-otaviof@bol.com.br
18/04/2015 15:11:15
Posso ajudar vc. Já passei por uma situação destas: homemconfidente69@gmail.com
17/04/2015 19:12:38
Espero que vc traia mais vezes para nos trazer mais contos tão deliciosos quanto esse
17/04/2015 13:58:08
Meu caralho, quanta gente pra ajudar??? Kkkkkkkkk vou ser mais prático na minha ajuda, vc é uma putinha safada enrustida, só tem que se acostumar com isso, a sua descrição do que vc sente e do que te dá prazer é de uma mulher que adora ser explorada na cama!! Acho que vc deveria ensinar o seu marido a te foder do jeito que vc gosta, porque é questão de tempo pra vc dar pra outro macho que saiba foder!! Em todo caso, se vc quiser me mandar os agradecimentos ou os xingamentos depois, vou deixar meu email banjos394@gmail.com e dou nota máxima para a sua história!!
17/04/2015 10:29:45
Minha querida amiga não se torture desta forma, o prazer deve ser tratado como um momento especial de êxtase, gostaria de pode conversar mas com você. don.juan.teixeira@gmail.com
17/04/2015 08:02:33
Amada! Conte comigo,quero ajudá-la. Aguardo contatos e-mail: jfmf1000@hotmail.com
17/04/2015 01:47:13
Nossa que história excitante. Não conte nada, foi você apenas vítima do tesão e não se sinta culpada, aproveite e inove com seu marido e continue escrevendo aqui. Me escreva para conversarmos Loucoporbuceta27@hotmail.com
17/04/2015 01:46:19
Nossa que história excitante. Não conte nada, foi você apenas vítima do tesão e não se sinta culpada, aproveite e inove com seu marido e continue escrevendo aqui. Me escreva para conversarmos Loucoporbuceta27@hotmail.com
17/04/2015 01:45:04
Nossa que história excitante. Não conte nada, foi você apenas vítima do tesão e não se sinta culpada, aproveite e inove com seu marido e continue escrevendo aqui. Me escreva para conversarmos Loucoporbuceta27@hotmail.com
uem
16/04/2015 22:05:58
vc deve levar esta aventura como aprendisado como no relato que vc disse que nuca tinha levado uma lanbida no cuzinho vc deve leva todo aprendizado para a cama e seu marido vai gosta muito ele nao presiza sabe de nada . se vc quizer outra foda desta eu estou disposto a te fude bem gosto beijos no seu corpo todo delicia
16/04/2015 22:03:24
Na verdade vc foi vítima de nunca ter conhecido outro homem antes de se casar , no subconsciente sempre há a curiosidade de saber como é outra pessoa . Infelizmente vc tirou essa curiosidade depois de casada e se sente culpada . Não conte nada ao seu marido , pois ai ele poderia se separar de vc e ficar pior a situação, afinal vc teve sexo e com seu marido vc têm sexo e amor .Viva a vida , mas não se crucifique por um momento de tesão .Aconteceu e pronto .
16/04/2015 21:12:44
Teu relato é uma delícia, muito excitante e bem escrito. Passa credibilidade de que é real. Se fosse você não contava nada. se contar e o corno, ops... digo teu marido for careta, ele vai te largar. E... se quiser repetir a dose, pode contar comigo tá? gostarei muito de enrabar uma gostosinha como você
16/04/2015 20:09:56
Se VC sentiu prazer, aproveita.
16/04/2015 19:35:01
Boa pra frente. Guarde isso pra você e viva sua vida de maneira intensa.
16/04/2015 19:20:16
NUNCA, JAMAIS CONTE ele não precisa saber. Toque sua vida e não deixe se colocar em situação de tentação
16/04/2015 18:44:08
Ótimo Conto! agora sobre falar para se marido, não falaria... Continue sendo uma boa esposa, muito gostosa... Dê bastante para seu marido. Com certeza ele vai te amar cada vez mais! Só não conte, isso pode melar tudo.
16/04/2015 17:51:38
Muito gostoso de ler o conto! E se for verídico mesmo e se vc estiver mesmo se culpando, um conselho: não conte jamais, engula o arrependimento, assuma apenas pra si mesma que foi uma gostosa aventura, e decida se vai deixar isso atrapalhar a sua vida ou não. Faça tudo pra agradar seu marido, inove, faça coisas diferentes pra agrada-lo, isso vai diminuir sua culpa, vai meio que compensar sua "falha" com ele, mas nunca conte. Apenas decida se quer continuar casada com ele e decida ser fiel, pois sou contra traição. Já que aconteceu, esqueça e viva normalmente, vc consegue! bjs
16/04/2015 17:13:52
Conto excelente, agora eu ñ diria. A sua reflexão será o seu juiz, analise os pós e contra e daí sim, aplique sua sentença. DEUS te abençoe !
16/04/2015 16:23:38
Vc não para de pensar pois com certeza gostou de como foi pega, de surpresa e na sua cabeça não cabe esse tipo de atitude com a traição, mas ainda assim vc gostou e não conforma com isso... relaxa e não conte nada. Conte nos novamente a hora que o montador voltar a sua casa
16/04/2015 16:04:53
otimo conto, mas nao conte vai acabar seu casamento leia eu conto e2 me adicione coroa casado 51 roger_caynan@igr.com.br bjus
16/04/2015 15:32:30
Não conte nada isso é só seu
16/04/2015 14:22:18
Todos tem sua parcela de razão nos comentários, se você decidir contar espere um pouco analise bem como contar e quando, sinta qual seria a reação dele, invente uma história que uma conhecida sua (que ele não conhece) traiu o marido e veja a reação. Quanto a trair de novo, se daqui a algum tempo isto não te incomodar mais e você estiver disposta a assumir o risco, como diz o ditado neste mundo "ninguém é de ninguém" em contra partida ninguém é obrigado a aceitar a traição do outro.
16/04/2015 14:00:07
oi linda, eu entendo vc, escreva pra mim no meu email anakin1939@gmail.com e conversaremos melhorvc vai ter um amigo confidente com respeito e eu passo meu watsaap
16/04/2015 13:55:57
O que os olhos não vê o coração não sente, não diga nada você já desabafou aqui faça disso uma fantasia sua, quem sabe um dia você conta e ele gosta. Bjs
dmm
16/04/2015 13:49:37
Casadinha putinha, já que começou e gostou siga em frente e aproveite ao máximo e se puder nos conte.
16/04/2015 13:42:56
seu conto e uma delicia,penso que voce não deve contar pois seu marido pode não entender.acho que voce deve e sair mais vezes para que se acustume e não tenha mais esse sentimento de culpa,pois voce gostou,e tem e que se sintir realizada isto e porque voi a primeira vez masd da segunda indite voce não vai mais sentir esse remosso,continui desabafando nos contos que voce vai superar esta fase cascimiro 1@hotmail.com
16/04/2015 13:13:21
Tem coisas em nossa vida nao podemos falar, se vc fizer isso falar pra ele, não sabemos qual a reaçao ele pode aceitar como tambem pode destruir seu casamento entao amiga e preferivel vc ficar calada me add joluneto@hotmail.com
16/04/2015 13:10:38
Olá.Acho que não vale apena esconder que você o traiu. Você estará o nganando e vai carregar o peso na consciência por toda vida. Além do mais, ele vai ser enganado, achando que você jámais o traiu. Se você contar, pode ser que ele compreenda a situação e tolere a situação, ou até lhe proponha aceitar que ele coma outra para se sentir recompensado. Acho que é melhor ser sincera com ele, mesmo correndo o risco dele não aceitar. Não gosto de carregar peso na consciência, é melhor sermos honestos com nossos relacionamentos. Assim ele aceita a traição, e se não aceitar, segue a vida dele e você a tua. Se quiser conversar comigo em privado, meu e-mail é: carareservado@gmail.com. OBS: se outras pessoas passarem pelo mesmo dilema e quiserem, podem me enviar e-mail.
16/04/2015 13:10:21
gostei deixe seu email ou skype q falo com vc, joluneto@ig.com.br
16/04/2015 12:31:06
olhá você errou e que bom que você tem conciência, acho que você deve contar ja que foi uma traição casual. e espero que seu marido entenda.
16/04/2015 12:20:35
Olá. .. Bom. .nunca em hipótese alguma conte a seu marido... ele não vai te perdoar nunca...Já passei por isso... e fiquei em estado de choque como vc... porem depois de alguns dias me pegava cheia de tesão ao lembrar...pois foi uma ótima foda...bjos...
16/04/2015 11:53:04
VOCÊ É A ESPOSA QUE EU SONHO ENCONTRAR UM DIA MULHER MARAVILHOS, SE SEU MARIDO SEPARAR DE VC ME PROCURA QUE TE ASSUMO LINDA...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.