Casa dos Contos Eróticos

Minha adoravel priminha!!!

Autor: P-Yugus
Categoria: Heterossexual
Data: 10/04/2015 12:19:16
Última revisão: 11/04/2015 02:13:00
Nota 10.00
Ler comentários (12) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá pessoal, essa é minha primeira publicação no site, que aproposito, eu descobri recentemente... Sem delongas, vamos ao que interessa.

Acabou ficando meio longo o conto, eu gosto de tentar detalhar o máximo possível, acho que irá passa mais tesão pra quem for ler, só digo uma coisa, leiam, vocês não vão se arrepender!!!

Tenho 22 anos, sempre tive um desejo incontrolável por uma de minhas primas, que tem 27 anos, ela é casada há quase um ano, e eu sempre frequentei sua casa, pois ela tem um irmão, meu primo também (obvio né??) que tem a minha idade. Desde pequeno eu sentia uma atração, mas era meio que coisa de criança, e pra aumentar, ela sempre foi meio descuidada, ficava de calcinha no quarto, usava blusa de alcinha sem sutiã, dava pra ver os peitinhos dela, um tesão só. Eu nunca tive coragem de chegar nela, afinal o irmão dela é um de meus melhores amigos, e sou muito querido na casa (bom, era...), minha Tia me tem como o terceiro filho e meus primos como um irmão, acho que até isso foi o que tornou ela tão descuidada.

Bem, eu cresci, ela cresceu e se casou, mas o meu tesão por ela só aumentou, ela continua uma delicia, e vou descreve-la para vocês: Ela mede aproximadamente 1,65cm, pela branquinha, cabelos longos e preto, olhos grandes, uma boquinha pequena com os lábios rosadinhos, bundinha empinadinha, e os peitinhos... hmnn a melhor parte, mesmo com 27 anos, parece uma garota de 10, os peitinhos são metade de uma maçã com os mamilos rosadinhos... puts, que tesão!

Como eu disse, era difícil eu chegar nela, ainda mais hoje que ela está casada (ela se casou, mas não mudou ainda, ela e o marido continuam morando junto com minha Tia e meu primo). Mas de uns meses pra cá, eu não estava conseguindo me controlar, as vezes quando fica só eu e meu primo e ele vai tomar banho, geralmente só nessa hora pra eu ficar sozinho mesmo, eu entro no quarto dela e mecho nas calcinhas dela (kkk muito coisa de tarado isso! mas ela me tira o bom senso e-e').

Foi então que, há três semanas (sábado, dia vinte e um de março), eu fui pra casa dela, que aos sábados eu me encontro com o meu primo, é bem habitual, ele sai do trabalho as 13:30 e as 14:00 eu já estou indo pra lá, e geralmente eu dou ligada pra ele, mas nesse sábado eu não liguei... Cheguei e o portão estava destrancado, então abri e coloquei o carro pra dentro, entrei e ele não estava na cozinha nem na sala, então fui ao quarto dele, indo, passo pelo banheiro e oque eu vejo??? Minha prima tomando banho com a porta aberta, cara... que T E S Ã O, eu peguei fogo, foi ai que eu percebi que não tinha ninguém em casa ela estava sozinha, meu primo ainda não tinha chegado, minha tia provavelmente saído, e o marido dela trabalha aos sábados o dia todo. Entrei no banheiro e ela me viu, ficou assustada e meio sem saber oque fazer e dizer pegou a tolha e se cobriu e disse:

- Aii, que susto!!!

Eu não respondi nada, puxei ela pelo braço pra fora do box, a expressão de surpresa no rostinho era tão grande que ela ficou sem palavras, virei ela de costas pra mim, fui com uma mão nos peitinhos e outra na bucetinha, ela se encolheu e soltou a toalha pra tentar me tirar de cima dela, tentando tirar principalmente a minha mão da sua xaninha. Eu segurei as mãos dela com uma mão enquanto continuava a deslizar minha outra mão na buceta dela. Ela estava mais linda que nunca, já tinha visto ela pelada algumas vezes, mas de relance, ela trocando de roupa no quarto, essas coisas, mas ali, eu segurando ela, puxando o corpo dela contra o meu, esfregando meu pau na bundinha dela, caraca... Ela estava com o cabelo preso, feito um coque, pra não molhar, estava divina... Ela começou a reclamar e apelar, com muita surpresa:

- "Primo" ??? Que isso??? Me solta!!! O que você está fazendo??? (ela me chamava pelo nome, mas eu prefiro não dizer).

- Shhh, fica quieta, nós estamos sozinhos "prima", sempre morri de vontade de fazer isso com você! (mesma situação, não quero citar o nome dela).

E fui beijando a nuca, o pescoço, a orelha dela. Ela estava toda molhada, e estava me molhando também. Ela era forte, tentou se soltar de qualquer forma, tive que colocar força pra segurar ela, além de abri mão de ficar me esfregando naquela bundinha maravilhosa pra colocar uma perna entre as pernas dela, ela não parava de se encolher para evitar que eu a masturbasse, e ainda continuou com os apelos:

- Por favor, me solta, o "meu irmão" vai chegar, ele só foi cortar o cabelo e já vai voltar!!! (não vou citar o nome de ninguém, peço desculpas por isso, vai que né...)

- Se você não parar de se debater, ele vai chegar e nós pegar mesmo! Fica quieta, só quero brincar um pouco com você... Você não ta gostando?

Enfiei um dedo na buceta dela, e levei na boca dela, ela a abriu a boca igual uma cadelinha e eu esfreguei um pouco os dedos na língua dela, e voltei a masturbar ela, e perguntei de novo:

- Hein? Você não está gostando?

- Nããão.

Um "não" meloso, meio suspirando, já desistindo de relutar e se entregando ao tesão, começou a afrouxar suas mãos que tentava se livrar de mim, e parando de se encolher. Tirei minha perna de entre as pernas dela, e voltei a me esfregar contra aquela bunda linda. Soltei as mãos dela e ela ficou mais calma, meio entorpecida eu diria, ela não queria fazer aquilo se não tivesse ficado tão excitada, acho que a situação em si, a forma como eu peguei ela de surpresa, contribuíram pra ela ficar excitada daquele jeito. Ela jogou a cabeça pra trás, eu lambendo e beijando o pescoço dela, e ela veio uma mão no meu cabelo e a outra no meu pau, e eu disse:

- "não" né safada? Viu só como é bem melhor assim?

Ela começou a soltar uns gemidinhos e se entregou de vez! Eu virei ela de frente pra mim, e aquele rostinho lindo, caralho que tesão, aquele sonho se realizando, estou tocando punheta e pensando nela até hoje, enfim... Dei o meu primeiro beijo naquela boca, que beijo gostoso, tirei minha bermuda e cueca, o pau batendo no peito de tão duro, parecia que ia explodir, também coitadinho, reprimido por uns 10 anos de vontade com aquela vadiazinha kkkk, enfim (eu perco foco, perdão)... Ela segurou o meu pau e começar a me masturbar, eu comecei mamar nos peitinhos dela, que delicia, não fiquei chupando por muito tempo, o meu primo iria chegar em breve mesmo, e disse:

- Quero chupar sua buceta "prima"

Ela não disse nada, soltou meu pau, eu virei ela contra a parede do banheiro, ela apoiou as mãos, abriu as pernas e empinou o rabo, e puta merda cara, eu aquele cuzinho, pequeninho e fechadinho, cara que coisa linda, abri a bundinha dela e comecei a lamber a buceta dela, chupei um pouco e fui experimentar o cuzinho, e quando eu coloquei a língua, ela gemeu mais "forte", mais forte mesmo, ela foi discreta, não ficou gritando, mas deu pra perceber o quanto ela gostou de levar uma lambida no rabo, e colocou uma mão na minha cabeça, segurando ela e esfregando a bundinha na minha cara, eu adorei aquilo, fui com a boca de encontro na bunda dela, e que delicia, ela controlando onde queria ser chupada, mas ela queria é ser chupada em todos os lugares pra falar a verdade, não parava de deslizar da buceta pro cu e do cu pra buceta, uma coisa absurdamente gostosa, então eu segurei na bunda dela e puxei pra cima, empinando mais, e enfia a língua dentro da buceta dela, ela ficou gemendo e parou de se mover. A buceta dela estava melada pra caramba, minha língua dentro da buceta, meu nariz esfregando contra o cuzinho dela, ela gemia demais, estava doidinha já, tirei a língua de dentro dela e subi pra dar um beijo na boca dela:

- Sente o seu sabor, vagabunda!

Eu mal pude beijar ela, ela chupava minha língua como louca, segurando meu rosto, soltando aquelas suspiradas quentes na minha cara, aquele cheiro de buceta, ela disse:

- Eu quero gozar "primo"... Me faz gozar???

Cara, ai eu quem ficou louco, mais do que já estava, meu sonho de consumo ali, com uma carinha de vadia, me pedindo pra fazer ela gozar com um vozinha de gatinha manhosa??? aaah não, não existe ninguém que resista a isso (não como se eu quisesse resistir né kkk)

Virei ela pra parede de novo, ela já foi se abrindo e empinando toda, eu ia colocando a cabecinha dentro dela, ela se encolheu pra frente, e disse:

- Você ta louco "primo"???

- Eu quero comer sua buceta!!!

Se eu tava louco??? Cada pergunta kkk É claro que eu estava louco!...

- A gente não pode passar disso aqui, você vai ter que se contentar com isso!

Não fiquei insistindo, eu vi que ela não ia me deixar comer ela mesmo. Então virei ela de frente de novo, encostei ela na parede, ela abriu as pernas, enfiei dois dedos dentro dela e com a outra mão fiquei passando o dedo do meio do rabinho dela, e chupando os peitinhos dela, ela segurava no meu cabelo, gemendo demais. Comecei a enfiar só a ponta do dedo no cuzinho dela, acho q ela nunca colocou nada no rabo, era muito apertado, mas não reclamou em momento algum, e intensifiquei a masturbação, e os gemidos começaram a ficar contínuos, e eu perguntei:

- Vai gozar?

Ela só balançou a cabeça, dizendo que sim. Ficou quieta, fechou as pernas prendendo minha mão, trancou o cuzinho, prendeu minha cabeça com força contra os peitinhos dela, gozou e gozou gostoso! Segundos depois, ela voltou a suspirar puxou minha cabeça pra me beijar, nos beijamos um pouco e ela disse:

- Minha vez agora, quero chupar seu pau!!!

Se ajoelhou e começou a mamar, que boquinha quente, ficou chupando a cabeça, e eu pedi pra ela ir mais fundo, e ela começou a ir até onde aguentava, e ela babava muito, que delicia, puxei ela pra cima pra eu beijar ela, e ela me masturbando com as mãos. A boca dela estava muito encharcada de saliva, puxei tudo que pude pra minha boca enquanto beijava ela e pedi pra ela abrir a boca, ela entendeu e abriu a boquinha colocando a língua pra fora, caraca, que visão, não me canso de relembrar, aquele rostinho de santa tinha transformado na maior puta depravada que eu já conheci, cuspi tudo dentro da boca dela, e ela foi terminar o serviço. Eu ia gozar, não aguentava, aquele era o melhor boquete que eu já tive, acho que o fato de "quem" estava fazendo contribuiu imensamente, e eu perguntei:

- Você gosta de porra?

- Goza no meu rosto!

Só isso ela me respondeu, percebi que ela não gostava do sabor de sêmen. Segurando meu pau, ela direcionou no rosto, e eu gozei, foi a melhor ejaculação que eu já tive! Ficar vendo aquele rostinho perfeito se encher de porra, caralho! Foi sensacional. Ela se levantou, tirou a porra que estava perto da boca e dos olhos com os dedos, e perguntou:

- Terminou?

- Uhum...

Eu respondi ainda meio nos suspiros, ela disse:

- Preciso terminar o meu banho... Você pode tomar banho no outro banheiro, tem toalha lá, só seja rápido por que "meu irmão" vai chegar a qualquer momento.

- Não se preocupa, vou me lavar aqui na pia mesmo.

Não ia dar tempo nem fudendo de eu tomar banho, não sei até hoje como o primo não chegou lá e pegou a gente na maior putaria, e ela disse:

- Ok! Fecha a porta quando sair...

Só isso, ela não disse mais nada, eu me lavei, sai e fiquei sentando na sala esperando, em uns 5 minutos mais ou menos, meu primo chegou, ela se comportou normalmente, como se nada tivesse acontecido. Eu estou tendo provas na faculdade e não voltei mais lá, desde então, acho que ela não abriu o bico pra ninguém, se não um barraco já estava feito na minha família.

Eu definitivamente adoro aquela garota, depois dessa então, quero muito ter outra oportunidade como essa, afinal, a putaria foi boa, mas eu ainda quero sentir aquela bucetinha no meu pau.

Do mais, é isso, é claro que se eu pegar ela de novo eu vou publicar aqui né!!! Aguardem, essa princesinha ainda vai ser minha mais vezes!!!

Abraços galera!

Comentários

14/10/2016 12:19:01
Dizem que o Criador fez as primas para que não se comessem as irmãs. E vc, safadinho seguiu a risca o ditado. Aliás, quase seguiu. Se fosse comigo, não dispensaria tê-lo dentro de mim. Rs. Muito obrigada pelo comentário em meu conto. Bjs.
14/10/2016 09:18:37
Show de conto. Adoro relatos que envolvem primos, talvez porque eu mesma já brinquei muito com eles quando criança e depois de casada, fiz até anal com um deles. Narrou muito bem até aqui e fiquei curiosa em saber como ficou o depois. Escreva logo e me avise. Grata pela visita. Bjs, Val.
14/10/2016 07:31:15
Delicia, Yugus. Às vezes tem mesmo que ser meio ousado para conseguir as coisas. Fez o certo ao cair de boca na xaninha dela. Na próxima vez, dê um banho de lingua caprichado e não tem erro. Ela vai te dar tudo. Notei que já passou ano e meio. E daí, aconteceu? Conte para nós. Agradeço seu comentário em meu conto. Tem outros que talvez você goste. Beijos.
12/04/2015 11:47:29
@tonzão, pois é, ainda bem (uma pena, por um lado) que eu não tenha uma irmã... @catarinense.safada @malluquinha, que bom que gostaram meninas! Tenho outros episódios de algumas safadezas, não com minha prima (por enquanto hehe), mas vou postar aqui quando tiver com um tempinho pra escrever!!! Beijos e abraços!
11/04/2015 10:31:49
Uma delicia seu relato, parabéns...
11/04/2015 10:15:42
Nossa mto bom, 10 ♥
11/04/2015 08:50:27
E quem nao gosta ou sente vontade de comer as primas.
11/04/2015 01:55:07
@Lockley, que bom que gostou! Eu também não sou a favor de sexo forçado pra ser sincero, mas foi mais forte que eu... E também ela acabou sedendo (y) Abraços!
10/04/2015 20:39:42
Cara eu detesto contos onde o sexo é forçado mas esse seu ficou 10. Parabéns!!!
10/04/2015 16:10:17
hum adoro ninfetas, novas, escrevam pra mim que passo meu wats zaap anakin1939@gmail.com espero vc menina lindawats 1_4_9_9_7_3_5_1_3_4_9
10/04/2015 14:20:57
@Anjo Discreto @Aventureiro-prado, Obrigado pelos comentários, espero que tenham gostado! Abraços!
10/04/2015 13:22:12
Ainda bem que primo não é parende rsrsrsrs Sou de BH e procuro mulheres daki para conversar e se conhecer. Se quiserem favor me mandar email. aventureiro-prado@bol.com.br bjs

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.