Casa dos Contos Eróticos

Admitindo a esposa que sou corno, e que ela pode continuar trepando fora.

Categoria: Heterossexual
Data: 17/08/2014 21:07:20
Última revisão: 27/07/2015 00:17:05
Nota 9.60
Ler comentários (18) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Eu e minha esposa fomos pro um churrasco de confraternização dos funcionários da empresa que ela trabalha, o churrasco aconteceu na chácara do patrão dela.

Horas depois do churrasco, já no quarto em nosso apartamento.

Minha esposa ficou muito pálida quando falei que tinha visto ela transando com Joel na beira do rio da fazenda. Ela tremula começou a chorar e vi que estava morrendo de medo de mim. Acho que temia alguma violência de minha parte. Olhei serio para ela e ordenei que sentasse, ela obedeceu e sentou-se na cama e ficou de cabeça baixa, sentei-me ao seu lado e perguntei: Há quanto tempo você está tendo um caso com ele?

Ela chorando muito falou: É a primeira vez querido, juro para você, foi um impulso momentâneo, prometo que nunca mais acontecerá, desculpas amor.

Tentou me abraçar, fugi do seu abraço e falei: Você está mentindo pra mim, há muito tempo desconfio de você com o Joel. Todas as vezes que vou te buscar no serviço, vocês estão juntos, já tinha desconfiado de vocês dois a muito tempo.

Ela ainda chorando, falou que há uns dois meses ele a paquerava, e que eles só tinham trocado alguns beijos e apalpadas, mas, nunca tinha acontecido nada, além disso, (chorando de soluçar), disse que me amava muito e que não queria me perder por um deslise de sua parte.

Confesso que fiquei com pena, e lembrei-me, que apesar da raiva que tinha sentido dela, ao vê-la com o cara, meu pau insistiu em subir, não resisti e abracei-a com carinho, eu também não queria perde-lá.

Nunca em minha vida, tinha amado tanto uma mulher, como amava a minha esposa. Depois de alguns longos segundos abraçados, peguei em seu queixo e dei-lhe um beijo suave nos lábios, depois dei mais um, e outro, e outro, e quando vi, já estávamos tirando a roupa e trepando com força na nossa cama, meu pênis estava muito mais duro que de costume e a vagina dela muito mais lubrificada, as estocadas eram tão violentas que em poucos minutos eu gozei e ela gozou junto comigo. Depois ficamos nos beijando sem falar uma única palavra, adormeci e quando acordei ela estava dormindo ao meu lado e já era mais de meia-noite, fui à cozinha, comi um resto de salada que estava no refrigerador, bebi água e voltei pra cama com o pênis estranhamente duro, muito duro, estava fazendo um pouquinho de frio, mas, não pra deixar meu pau tão duro daquele jeito, vi que era tesão mesmo, e quando cheguei no quarto e minha esposa estava deitada sem calcinha e com aquela bunda linda empinada não resisti, queria comer ela de novo e tinha que ser naquela hora, mas não precisava ser violento como a transa a tarde, podia ser devagar, com carinho, papai com mamãe, olhando nos olhos dela e beijando aquela boca linda que ela tem, tirei a única peça de roupa que cobria meu corpo, a cueca, e beijei as costas dela, depois fui descendo até a bunda, e enfiando a cara entre as nádegas comecei a lamber e chupar seu ânus e xoxota, que estava cheirando a sabonete liquido, foi quando ela acordou e não falando uma só palavra virou-se de barriga pra cima e arreganhou as pernas, achei lindo aquela vagina lisinha toda aberta e o clitóris exposto a minha disposição, claro que cai de boca e lambi muito aquele clitóris vermelhinho, ela levantava os quadris como quem quer ser devorada por mim, lambia e chupava muito aquela vagina cheirosa e gostosa, mas vendo que ela a qualquer momento poderia ter um orgasmo, tirei a boca da vagina e coloquei a ponta do meu pênis na entrada da xoxota e fui penetrando sem dificuldades, até que senti o fundo do canal vaginal, ela gemeu e a voz dela saiu da boca muito roca, o que me deu mais tesão ainda, comecei a entrar e sair de dentro dela ritmadamente, devagar e sempre, ela gemia baixinho e vi na expressão do seu rosto que ela estava adorando.

Não sei por que a imagem dela de quatro sendo possuída pelo Joel vinha a minha cabeça, e meu pau ficava ainda mais duro, eu devia está maluco, como aquelas imagens podiam me excitar, aquilo era uma coisa insana, uma coisa muito maluca, mas estava acontecendo, era a realidade, e tinha que lidar com aquilo, com a minha excitação em ver minha tão querida esposa sendo possuída por outro homem.

Olhando pra aquele rostinho lindo, e não resistindo mais perguntei:

Como você aguentou aquela rola enorme que o Joel tem?

Ela ficou calada com cara de vergonha e não respondeu nada, pra incentivar ela falar, dei um beijo na boquinha dela e falei:

Pode falar amor, foi bom você ter tido essa experiência, você teve poucos namorados antes de nos casarmos e acho que nunca tinha dado pra um cara tão pauzudo como o Joel.

Ela me olhando nos olhos falou: eu também pensei que não aguentaria, mas minha vagina se adaptou bem a grossura e tamanho do pênis dele, e confesso que pênis grosso é muito gostoso.

E o tamanho, você gostou?

Grossura é melhor que tamanho! Os homens pensam que mulher gosta de pauzão, na verdade mulher gosta é de grossura, pênis grosso é tudo de bom.

Seu pênis é grossinho e adoro seu pênis!

Meu pênis estava doendo de tão duro, e ela sentia que eu estava gostando da conversa, que aquela confessa me excitava. Mulher sabe quando o homem está excitado, e quando ele está dentro dela, como eu estava, é ainda mais fácil pra ela analisa-lo.

De caçador passei a ser caçado, agora minha mulher é que fazia aquele joguinho comigo, e sorrindo ela me perguntou:

Você gostou de ver sua mulherzinha sendo fudida por outro?

Ainda bombando devagar dentro dela, pois, queria que aquela trepada não acabasse nunca, respondi:

Que pergunta amor, claro que não gostei, quem iria gostar de ver a esposa dando pra outro?

A maioria dos homens gosta, só não é homem o bastante pra admitir!

Fiquei sem saber o que falar, eu descobri que tinha adorado ver minha mulher ser possuída por outro homem, mas tinha vergonha de ter gostado, tinha vergonha de admitir.

Ela me deu um beijo bem gostoso na boca e falou: Sei que lhe disse que não iria mais te trair com quem quer que seja, mas, tenho que admitir que adorei trepar com o Joel, seu pau é muito gostoso, mas o pau dele é fantástico, é delicioso!

Fiquei sem saber o que falar, mas estava com o pau muito duro, chegava a doer de tão duro, e morria de vontade de gozar logo, porém, não queria gozar ainda, não queria sair daquela xoxota tão quentinha, sem olhar pra ela falei: Você quer continuar a trepar com ele?

Ela parou por alguns segundos de mexer os quadris e falou: Você me deixaria trepar com ele de vez em quando?

Respondi meio envergonhado pelos meus sentimentos de corno, tenho medo de te perder, te amo muito, mas sei que você quer muito isso, e se eu não deixar você vai terminar dando pra ele escondido, por isso, se for só tesão eu deixo.

Ela rebolou mais forte na minha rola e a xoxota dela começou a se contrair fechando-se e espremendo meu pau, a sensação era maravilhosa, era uma delicia, já tinha ouvido falar que as mulheres tinham esse poder de contrair a xoxota pra dá mais prazer ao companheiro, mas nunca uma mulher tinha feito isso comigo, parecia que a xoxota dela estava mamando meu pau, era muito delicia, uma coisa de louco, não demorou muito e gozei abundantemente, nunca saiu tanta porra do meu pau, ela vendo o que tinha causado em mim, ficou sorrindo como se fosse à mulher mais poderosa do mundo.

Depois nos abraçamos e dormimos de conchinha, um sono muito gostoso. Só acordei às 10 horas da manhã, com ela me beijando e dizendo que tinha um cafezinho delicioso na mesa pra mim.

Os dias se passaram e já tinha vinte dias que tudo tinha acontecido, nossa relação estava maravilhosa, existia muito mais cumplicidade entre nós que antes da traição dela comigo.

Conversávamos todo tipo de sacanagem na cama, ela adorava falar da vontade dela viajar sozinha e dá pra um monte de caras gostosos, dizia que adorava chupar uma pica bem grossa e que havia chupado a pica do Joel no deposito do banheiro do serviço de manhã quando chegou pra trabalhar.

Um dia cheguei em casa do trabalho e ela estava tomando banho, entrei no banheiro e perguntei se ela tinha chegado a muito do serviço, ela me olhou e sorriu, saiu de baixo do chuveiro toda molhada, e veio até eu tascando um beijão na minha boca. Reclamei dizendo que ela estava me molhando, ela ainda sorrindo perguntou: Você lembra que hoje eu vou sair com o Joel?

Eu: Eu não lembrava que era hoje!

Ela: Estou ansiosa, faz mais de dez dias que não transo com ele, quero muito aquela rolona dentro de mim.

Eu: Do jeito que você está falando, parece que transar comigo não te dar tesão.

Ela: Para com isso amor, você sabe que adoro transar com você, mas, sou taradinha e adoro variar, já havíamos conversado sobre isso, mas, se você quiser eu falo com o Joel e marco pra outro dia, deixo você pensar no assunto.

Eu: Não é necessário amor, temos um acordo e não vou estragar sua noite.

Ela: obrigado amor, estou mesmo ansiosa pra sair com o Joel e meter a noite toda com ele, mas, isso não quer dizer que não gosto de da uma bela trepada com você. Tira essas besteiras da cabeça amor, amanhã estarei em casa toda arrombadinha, mas, com um largo sorriso no rosto.

No dia seguinte ela voltou às 10 horas da manhã e ficamos na cama conversando sobre a trepada dela com o Joel. Fiquei de pau duro e terminamos transando gostoso.

Tudo isso aconteceu há uns 10 anos atrás, ela ficou com o Joel como amante por mais de cinco anos, só deixando de ser amante dele por que ele que era português de nascença, voltou pra Portugal com a família, deixando minha esposa por um bom tempo triste, só voltando à alegria na nossa casa quando ela conheceu o Nilson, o atual amante dela, um cara muito legal, que me trata com respeito.

Ele frequenta nossa casa e nossos filhos sabem que ele é amante dela e se dão muito bem com ele.

Nossa vida de casado é maravilhosa, ela nunca me nega sexo, e tenho certeza que gosta muito de trepar comigo, e ela sai com ele a hora que quer, eu não faço restrição, mas ela tem consciência que deve ser esposa, mãe e dona de casa, e faz muito bem o seu papel, eu e nossos filhos não podemos nos queixar em nada das atitudes dela.

E assim levamos uma vidinha calma, feliz e gostosa.

se gostarem votem no conto, suas opiniões são muito importantes pra mim, obrigado da Geralda.

Comentários

03/06/2015 10:09:33
Conto bom com adrenalina como todos os seus contos. Acho graça na situação, "ela ficou com o Joel como amante por mais de cinco anos, só deixando de ser amante dele por que ele que era português de nascença, voltou pra Portugal com a família, deixando minha esposa por um bom tempo triste, só voltando à alegria na nossa casa quando ela conheceu o Nilson, o atual amante dela", resumindo o marido não conta pra nada, talvez para o sustento e para ostentar o nome de casada.
18/03/2015 12:20:18
TODA SEXTA NO HABIB DA AUGUSTA A NOITEOUADÃO E EVA uma pequena chacara em sorocaba, meio a natureza onde vc, e seu amigos poderão ficar a vontade como Adão e Eva. NATURISMO MESMO todos os sabados e domingos, com churrasco, comidinha tipica e o mlehor nao paga nada so tragam o que vc gosta de consumir. unica regra é se cadastrar com CPF.. e tel. cel. no e-mail PAIDOSCORNOS@OUTLOOK.COM bjs a todos fernando e japinha.
18/03/2015 11:09:24
adorei o conto, sei bem o que passou e sentiu, ser corno é bom demais
30/12/2014 12:48:56
estamos indo pro rio de janeiro amanha cedinho, sairemos de sao paulo umas 5 da manha, ja pensou a japinha ja provando sua pika no meio do caminho logo cedinho, me liga pode me chamr de corno da japa eu gostobjs nossos
30/12/2014 08:36:13
Como dizem, que foi para Portugal, perdeu lugar. É o que aconteceu com o Joel. Rss. Que delicia de conto, com a descoberta da infidelidade e depois a aceitação por amor. Nota dez merecida. Bjs.
21/12/2014 17:07:45
Parabéns pelo conto! Gostoso e excitante!
13/12/2014 14:37:46
meu sonho eh fazer isso com a minha mulher amadasonho em ter uma mulher assimveja? http://www.tube8.com/fetish/cuckold-sperm-cleaner/
13/12/2014 00:40:36
muito bom..somente nao tinha q falar de filhos
12/12/2014 11:14:33
Primeiro eu queria agradecer aos seus comentários nos meus contos que sempre me deixam lisonjeado. Segundo queria lhe dizer que seus contos são tão xcitantes que os estou lendo aos poucos, pois não quero ler tudo de uma vez para não ficar sem, rsrsrs. E agradeço vc ter me avisado dos meus contos terem ido parar em outro site. Muito obrigado e por favor, não pare de escrever
29/09/2014 11:38:44
Delicia de conto, predador. Sempre tive grande tesão de imaginar minha esposa com outro, porém, faltava coragem para levar adiante. Neste caso, o Joel trouxe à tona esse desejo oculto. Só acho que um amante fixo, apesar de mais seguro, pode colocar o casamento em risco. Leia como aconteceu comigo. Abs.
10/09/2014 19:14:43
Japinha vai a Oktoberfest com o corno do lado Autor: Pai dos Cornos/japa no outro dia ,Fritz nos levou numa casa de amigos dele com piscina,ai a farra foi ainda melhor. no domingo a tarde como lanao tem japas, os rapazes todos queria provar,eu tive que organizar a fila. na piscina ela chegou a chupar 4 pikas ao mesmo tempo e dar para dois ao mesmo tempo, depois fomos para o quarto, e eu tive que chupar a pikas dos caras para ajuda-la, os caras eram jovem,safados e tarados pela japa. Nessa viagem ela deu para um total 06 machos. Ela voltou de Blumenau arrombadinha como eu ''pai dos cornos gosto ''bemarrombada'' nosso e-mail é paidoscornos@outlook.com.br marcos e japa / SP Contos animados Fechar http://www.casadoscontos.com.br/texto/
10/09/2014 18:39:50
muito gostoso o conto parabéns
25/08/2014 13:22:32
sou o pai dos cornos
21/08/2014 07:52:25
Que delicia hein, estou inciando minha esposa no mundo da libertinagem e está dando tudo certo e ela dando gostoso. Adorei seu conto. Estou com um grupo no whats para casais liberais se alguem se interessar whats
21/08/2014 00:16:28
Cara muito bom conto, minha esposa tbm tem um namorado, mas nossas filhas não sabem acho que desconfiam, parabens pela esposa.
19/08/2014 10:25:58
minha esposa japa adora pika grande e adoro negros cararulhdos, interessdos escrevem para paidoscornos@outlook.com.br. marcos e gueixa
18/08/2014 01:36:07
boa leitura!
17/08/2014 21:50:03
Muito bom.Parabéns pelo conto. Um bom corno, um corno de verdade, com honra de ser é bem deste tipo. Oito

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.