Casa dos Contos Eróticos

INICIANDO O CASAL LEITOR DOS CONTOS ERÓTICOS

Autor: Tchê
Categoria: Grupal
Data: 27/03/2014 11:36:59
Nota 9.33
Assuntos: Grupal, Casal, Motel, dp, dpv, Porra
Ler comentários (21) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Tenho alguns contos publicados neste site e em todos coloco o meu perfil no www.d4swing.com/tchers2011 e, na primeira semana de março, um casal de Porto Alegre, André e Daiane, deixou uma mensagem dizendo que havia lido o conto Presente de Natal – Casal Amigo, solicitando amizade e skype para mantermos contato, aceitei o convite e mantivemos conversação durante alguns dias, quando o André disse que gostaria de me conhecer para depois, se fosse o caso, sair com o casal, disse para ele que podíamos marcar em um barzinho, quando minha mulher estivesse viajando para o interior do Estado, mas só iria se a Daiane o acompanhasse, devido a um episódio anterior onde o marido queria um “teste drive” comigo, para depois apresentar a esposa, como não aceitei, ele me disse que não havia esposa, queria mesmo um cara ativo para ele, terminei ali o encontro. André estava inseguro e pediu um tempo para se decidirem, tinham medo de se expor, continuamos a conversar sem abrir a câmera, até que ele pediu meu fone para nos falarmos, passei o numero e avisei que só poderia ligar pela parte da tarde, quinta feira 13, recebo uma ligação do André dizendo que estavam dispostos a me conhecer e marcamos em um barzinho, por volta das 21 horas, cheguei no barzinho e não encontrei ninguém com as características deles, recebi uma ligação dizendo que eles haviam atrasado e chegariam dentro de 10 a 15 minutos, o garçom me conduziu a uma mesa e pedi uma água com gelo, em seguida entrou no local uma mulher de uns 35 anos, cabelo preto e curto, 1,60 aproximadamente, um pouco acima do peso, não gorda, mas mesmo assim um tesão de mulher, sentou em uma mesa e pediu uma coca-cola, parecia esperar ou procurar alguém, várias vezes cruzamos olhares e quando ela sorriu, convidei-a para sentar em minha mesa, ela não aceitou dizendo que estava esperando o marido e um amigo com quem haviam marcado um encontro, agradeci e quando ia deslocar para minha mesa, recebo nova ligação do André, dizendo para sentar junto com a Daiane, que ele estava entrando, olhei a entrada ele sorriu e desligou, nos cumprimentamos e ela disse que haviam combinado de chegar separados, que a senha deles era pedir uma coca-cola se ela tivesse se interessado por mim.

Feitas as apresentações pedimos um chope e ficamos conversando por mais de uma hora Daiane falou que faz mais de um ano que fantasiam ter uma experiência com um parceiro, quando leram o conto e decidiram fazer contato para ver se rolava algo, em virtude de ser da mesma cidade, maduro, casado, discreto e como ela disse, respeitador. Agradeci e disse que também havia gostado do casal e que se eles estivem a fim de experimentar, eu estava disposto a acompanhá-los, rindo ela disse só se for agora, chamei o garçom fechei a conta e saímos, deixei o carro no estacionamento e embarquei no carro deles e deslocamos ao motel, no caminho a Daiane estava bem desinibida falando bastante, adentramos a suíte e ficou um tenso silencio ambos parados se olhando sem saber onde colocar as mãos, sem falar nada, para mudar a situação servi uma cerveja e alcancei a eles, liguei a TV e perguntei se conheciam aquele motel, como disseram que não, convidei-os para conhecerem o banheiro e a hidro, Daiane disse que queria um banho de espuma e dois homens a devorando ali, foi a senha para iniciarmos a festa. Abracei-a pelas costas e colei meu corpo no dela, senti que ela ainda estava tensa, fiz um sinal para o André abraçar e beijá-la, logo depois ela começou a rebolar de vagarinho sentindo meu pau duro na bundinha, ainda vestidos, passei as mãos em todo o corpo e lambia a nuca e o lóbulo da orelha e ela gemia gostoso, levou a mão e apalpou meu pau por cima da bermuda e pediu quase sussurrando –Vamos para a cama- atendemos o seu pedido, o André foi na frente já deixando a roupa pelo chão e eu levei-a a minha frente, massageando os seios e dizendo o que ia fazer com ela. O André já estava nu e de pau duro pegou Daiane pela mão e ajudou ela a tirar o vestido, deixando-a só com o conjunto de lingerie vermelho e sentou na cama e ficou massageando o pau e disse para ela que aproveitasse o momento, que era só dela, o sutiã meia taça mostrava a parte superior dos seios de tamanho médio e durinhos que depois de liberá-los chupei os biquinhos deixando ela arrepiada, fui descendo e beijando a barriguinha e o umbigo, adoro meter a língua ali, ela gemia e guiava a minha cabeça, passei os dedos na xaninha por cima da calcinha que estava espumando de tesão, dei uns beijinhos nela e fui descendo pela parte interna das coxas, até chegar nos pés, que são lindos e bem cuidados, beijei-os e coloquei na boca os dedos juntos e depois lambi eles, Daiane tremia e estava toda arrepiada, iniciei a volta pela parte interna das coxas, ela sentou na cama para não cair, e abriu as pernas, a lubrificação dela era tanta que escorreu pelas coxas como se ela tivesse feito xixi, afastei a calcinha e meti a língua dentro daquela cachoeira, o melzinho dela era espesso e muito gostoso quando cheguei no grelinho ela gozou mais uma vez, aproveitando o tempo para ela se recuperar, tirei minha roupa de deixei jogada ao chão, o André aproveitou, arrancou a calcinha e meteu o pau na bucetinha e disse o quanto estava molhadinha e quente, me aproximei e ela estendeu a mão acariciou meu pau que estava soltando o liquido pré gozo e foi conduzindo até chegar em sua boca, lambeu e engoliu a cabeça envolvendo-a com a língua, depois bem lentamente foi engolindo todo ele até tocar em sua garganta, parava uns segundos e deslizava os lábios até a cabeça, fez isso várias vezes, eu estava quase gozando quando ela deslizou os lábios por toda a extensão do meu pau, lambeu as bolas e depois engolia uma de cada vez, me levando a loucura, para evitar de gozar dei um jeito de beijar ela enquanto o André metia forte quando foi gozar, deu para ela chupar, me afastei e ele encheu a boca dela de porra, um pouco ela engoliu o resto ela limpava com os dedos e lambia, quando já tinha limpado quase tudo o André, lambia ela e se beijavam, lindo de ver a cumplicidade. O André foi ao banheiro tomar uma ducha e Daiane voltou a me chupar, fizemos um 69 delicioso, eu enfiava a língua dentro da bucetinha levando o melzinho dela até o cuzinho que piscava a cada toque de língua, até que ela pediu para eu que penetrasse nela, coloquei a camisinha e ficamos na posição papai-mamãe e ela pegou meu pau e mostrou o caminho, aproveitei cada momento em que ia entrando, embora o André já tivesse entrado ali e a lubrificação, dava para perceber que era apertadinha, depois ela ficou de ladinho e metemos mais um pouco, foi quando o André disse para ela ficar de quatro para que ele pudesse realizar a fantasia de chupá-la com um pau dentro, assim fizemos e foi maravilhoso sentir varias vezes a língua dele em minhas bolas, teve uma hora em que ela foi para frente e meu pau saiu da bucetinha dela, ele pegou colocou de novo, quando estava quase gozando perguntei a ela onde queria o leitinho, ela pediu que tirasse a camisinha e gozasse dentro que o André queria chupar ela cheia de porra, disse que por questão de segurança não faria isso, então meti mais uns minutos e quando estava gozando tirei a camisinha e dei vários jatos de porra bem na entrada do cuzinho deixando escorrer pela bucetinha e o André deixou tudo limpinho.

Descansamos um pouco na hidro, a Daiane no meio e com as mãos massageando nossos paus, comecei beijando ela e o André beijando os seios, sentamos ela na borda da hidro, onde fui novamente chupar a bucetinha dela, e ela chupando o André, depois trocamos ela me chupando e o André chupando ela, voltamos para a cama e ela perguntou se o André podia dividir meu pau com ela, disse que não haveria problemas que eu estava ali para nos divertirmos e dar prazer a ela, que era nossa rainha, ela iniciou um boquete delicioso e depois passou para o André que chupava desajeitado mas com bastante força e vontade, ficaram uns 15 minutos naquela “tortura” ai ela disse que queria o seu presente, uma DP e quem iria foder o cuzinho seria eu, ela cavalgou o André levantando bem a bundinha e eu meti a língua no cuzinho, depois lubrifiquei bem com KY e fui metendo bem devagar até entrar todo e ela iniciou os movimentos, em seguida ela gozou e ficou tremendo e sensível, pediu um tempinho, em que ficamos parados dentro dela, quando se recuperou reiniciamos e eu disse para eles que poderíamos fazer uma DPV e ela disse que não agüentava os dois na bucetinha, mas que queria tentar, troquei a camisinha e iniciamos a penetração, demorou mas entrou perguntei se estava doendo e ela respondeu que estava preenchida e muito boa a sensação, metemos um bom tempo ela gozou mais umas duas vezes e quando eu e o André estávamos quase gozando, levamos nossos paus até a boca dela que chupava um e massageava o outro, aceleramos e gozamos na boca e no rosto dela, misturando nossa porra, ai fomos lambendo e beijando ela, deixamos bem limpinha e descansamos um pouco antes de irmos embora. Quando nos despedimos eles falaram que foi melhor do que esperavam, agradeceram e ficaram de marcar outra festinha, estou aguardando. Obrigado Amigos.

Comentários

09/12/2017 13:14:14
Meu lindo, gostei do seu conto. Ele é muito bom, com vários detalhes nos permitindo viajar através dos fatos. Em especial na parte da dupla penetração, além da DPV que um dia quero experimentar. Nota máxima pra ti... Te convido a me conhecer lendo os meus. Beijinhos adocicados.
02/08/2017 14:34:41
Tche, queriam te passar gato por lebre, porem nao deixou passar a boa oportunidade, parabens pela deliciosa narrativa dez.
06/02/2016 03:43:14
Essas experiências com leitores sempre são bem excitantes, ainda espero viver uma dessas e relatar aqui na CDC
05/02/2015 22:36:29
Tchê, seu conto é maravilhoso: ótima narrativa e uma historia muito interessante e excitante. Você narra com riqueza de detalhes colocando o leitor praticamente dentro das cenas da sua história. Meus parabéns pelo conto merece mais que a nota máxima então dou-lhe nota 10 com louvor. oraciov6@gmail.com
04/12/2014 11:21:23
Excelente conto...nota 10
30/11/2014 08:37:18
Delicia, Tchê. Adorei a parte em que Daiane faz o DP. Muito excitante. Ah, já teve quem me perguntou se eu era aquela, a amiga da síndica. Rss. Beijos.
06/11/2014 14:29:13
retribuindo... conto muito ruim!
20/10/2014 18:03:55
continua com esa.porcaria nao, e um favor que voce fas
28/09/2014 14:43:24
Ótimo conto, cara, bem escrito e com detalhes que ensinam muito um marido liberal de primeira viagem. Aquela da senha com a coca-cola, é algo que eu vou usar, quando minha esposa estiver afim. Abs.
27/09/2014 16:11:08
Aiiii que estou toda molhadinha aquimeu anjo .
29/08/2014 09:09:41
adorei também. nota dez.
03/08/2014 14:16:07
Como dizem, ¨no escuro, todos os gatos são pardos¨. Eu parei com contatos pela net, por ter acontecido algo assim. O que parecia uma coisa, na verdade era outra. Sorte a tua, de ter encontrado esse casal. E sorte a nossa de podermos ler um relato excitante. Parabéns!
26/07/2014 15:23:51
VOCE SABE QUE GOSTO MUITO DOS SEUS CONTOS, JÁ DEI NOTA DEZ E QUERIA LHE PEDIR PRA LER MEU NOVO CONTO (Separei da esposa por que era corno e me casei com outra corneadora, mas, hoje sou feliz como corninho dela). AGRADEÇO DESDE JÁ UM BEIJO DA GERALDA.
18/06/2014 23:08:59
Olá querido , quero dizer que ler esse conto foi um delirio para mim , me deu uma vontade de fazer também ..Hum que dlççç :3 Sou do Rs tbm quem sabe um dia nesses orgamos da vida não nos pexamos ? rsrsrsrs... deixo meu email aqui... caso queira contato , sempre é bom trocar experiencias não é mesmo? princeoftheworldcatalist@hotmail.com beijocas dlç
30/05/2014 03:24:56
Parabéns Tchê, conto muito bom, bem escrito, detalhado, com credibilidade em todos os procedimentos, e com um alta dose de erotismo que nos deixou malucos para estar naquela cama com ela e o marido. Mostra experiência e maturidade. Valeu. Esse tipo de conto valoriza o site.
01/04/2014 18:57:41
delicioso
29/03/2014 16:40:03
você escreve super bem, bem detalhado, tem um estilo muito legal, gostei muito, nota dez. leia meus contos e de sua opinião.
28/03/2014 15:02:22
Situação muito erótica... será que esse não é o sonho de muitas mulheres que não o realizam por preconceito?
27/03/2014 22:08:09
Gostoso de ler .... (http://contosdahora.zip.net)
27/03/2014 15:26:44
Gostei é bem o meu estilo. Aguardo outros contos.
27/03/2014 14:44:32
Bem contado, porém "soft" demais para meu gosto.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.