Casa dos Contos Eróticos

Feed

Tirando o cabaço do filinho

Categoria: Homossexual
Data: 08/01/2014 11:00:20
Nota 8.12
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá , hoje eu vou contar mais uma de minhas histórias com alguém da minha família , meu próprio pai.

Meu pai sempre foi daquele homem rustico , bruto , nunca levava desaforo pra casa , sempre forte , musculoso .

Sempre tive minhas dúvidas sobre mim , eu sempre tive curiosidade de tudo , há um tempo atrás eu estava muito interessado em saber como era dar para outro homem , como era essa sensação , foi assim o começo para uma perfeita história de sexo e prazer.

A partir dai , desse interesse em querer dar , eu comecei a olhar todos os homens por outros olhos , apesar deu ter uma namorada , a curiosidade era tanta que eu não resistia em ficar olhando para a comissão de frente dos homens , se era grande ou pequeno kkk.

Um dia minha mãe me chamou para ir ajudar ela no fundo de casa , meu pai estava na sala , rapidamente sai do pc , mas infelizmente tinha esquecido de fechar as janelas e deixei abertas em sites de porno gay , acredito eu , que meu pai chegou a ver no momento em que eu estava indo para o fundo de casa um volume em minhas calças . Depois de terminar de ajudar a minha mãe fui para meu quarto , passando pela sala não encontrei meu pai sentado mas no sofá , rapidamente meu coração acelerou , comecei a entrar em desespero , a porta do meu quarto estava fechada , o desespero era tão grande , que eu abri a porta do meu quarto com tanta força que a maçaneta chegou a cair no chão . Foi um choque , meu pai na frente do meu computador vendo na tela aqueles homens todos pelados , um fudendo com o outro , ele pegou , me vendo no quarto , se levantou da cadeira e começou a bater no pênis dele por cima da calça dizendo :'' depois a gente conversa'' .

Eu não sabia o que fazer , fechei a porta do meu quarto e comecei a surtar , pensando no que ele poderia fazer , me bater , ou algo assim .

Para o meu azar , minha mãe foi para o centro da cidade , dizendo a meu pai e eu que iria voltar só a noite , pois ela tinha várias coisas a fazer . Eu não sabia o que fazer , no momento que ela dizia isso , meu pai já olhava para mim com um sorrisinho sarcástico , foi neste momento que eu fui para meu quarto .

Tinha restado apenas na casa meu pai e eu , depois de um tempo após minha mãe ter saído de casa , levei um susto olhando para a porta do meu quarto , era meu pai , parado em pé me olhando , eu tremia , mesmo assim criei coragem e perguntei a ele '' o que você pai ?'' , ele vindo em minha direção dizendo '' o que eu quero é , o que eu quero , o que você que ?'' , eu disse '' nada '' , ele : '' bom já que você não que nada , eu quero então .'' Ele pegou e me deu um tapa na bunda , começando a tirar minha roupa , eu em desespero perguntando o que ele queria , e ele não me respondia , eu só não gritei socorro porque estava gostando de tudo aquilo . E começou assim , ele tirando aquela piroca para mim começar a chupar como uma cadela no sio , nunca tinha visto um pinto tão grande e cabeludo , deveria ter uns 22 cm , ele batendo na minha cara , me mandando chupar da forma que ele queria , ele me comandava .

Após terminar de fazer um boquetão para ele , ele pegou e me virou com tudo na cama , deixando minha bunda para cima , assim , ele começou a dar vários tapas na minha bunda , e começando a arreganhar meu cuzinho , foi com apenas duas cuspidas dentro do meu cu , ele pegou e enfiou com tudo a piroca dele , eu peguei e dei um grito , mas ele pegou e me virou um tapa na cara , mandando eu calar minha boca , enfiando os dedos sa mão dele na minha boca para ir chupando enquanto ele me fudia com muita força . Foram mais de 20 minutos transando com meu próprio pai , nos momentos em que ele pegava e lambia , enfiava de 2 a 4 dedos no meu cu de uma só vez , era nos momentos que eu relaxava , pedindo mais .

Depois de tudo ter acabado , ele mandou eu ir tomar banho , dizendo para mim não contar nada a ninguém , e que aquilo era só o começo , assim , ele pegou e saiu do meu quarto , apesar de tudo , eu fiquei tão feliz , me sentindo uma putinha , mas ai ele pegou e voltou no meu quarto e disse : '' agora daqui pra frente vai ser rodizio , meus amigos vão querer te conhecer .'' Pode parecer muito estranho , mas eu peguei e fiquei muito contente .

Meu cuzinho ficou não dolorido que eu malemá conseguia sentar .

Comentários

14/01/2014 02:17:27
espero que nao demore p´ra voltar com novos contos tesao.. delicia
09/01/2014 15:27:57
muito bom tomara que seu pai ñ demore para trazer os amigos dele para te fazer de pu tinha....
08/01/2014 13:47:10
kkkkkkkkk ui preciso de um amigo desses sqn
08/01/2014 11:39:24
gostoso... curti!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.