Casa dos Contos Eróticos

comi uma casada da minha rua

Autor: transão
Categoria: Heterossexual
Data: 23/09/2013 20:55:09
Nota 10.00
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá, nesse conto irei contar como eu comi uma casada aqui do bairro.

Eu me chamo júnior, nos finais de semana costumo fazer uns bicos de pedreiro aqui mesmo na rua.

Certo dia uma coroa casada que mora aqui perto da minha rua, procura minha esposa e pergunta se eu faço serviço de pedreiro e se eu poderia ir a casa dela da uma olhada pra ver se dava pra fazer um serviço na sua casa, não na casa que ela mora, mais na casa de cima, ela e o marido maram em baixo e queriam ajeitar a casa de cima pra alugar. Minha esposa disse a ela que quando eu chegasse do trabalho falaria comigo pra ir lá. Quando cheguei do trabalho minha esposa me deu o recado e tomei um banho e fui lá à casa de Elba e seu marido se chama Noel, Elba tem uns 40 anos mais e bem gostosa têm uns peitinhos pequeno e uma bunda bem gostosa não e nem grande e nem pequena, e uma bunda que da terão em olhar.

Seu marido noel e mais velho do que ela deve ter seus 50 anos.

Chegando la na casa de elba e de noel, chamei , ai ele veio me atendeu , eu disse: vim olhar o serviço que sua esposa falou que quer fazer ai na casa de cima. Ele disse: entra, vamos lá que te mostro, nisso ele grita,elba tras a chave de la de cima pra eu mostrar o serviço a jr. Ela vem e aparece com um vestido um pouco curto , sem sutiã dando pra ver aqueles bicos dos seios arredondados, dei uma disfarçada e olhei sem que ele percebesse.

Subimos ate a casa e la ele acompanhando de sua esposa me mostraram o que tinha de fazer, olhei tudo e dei o preço a ele, porem disse que so poderia fazer aos sábados e domigo porque durante a semana eu trabalhava e ai não dava. Ele disse tudo bem pra ta bom, porque eu e elba também trabalhamos , eu trabalho de domingo a domingo dia sim outro não, e elba trabalha sábado sim outro não e no sábado que trabalha e so ate meio dia. Eu disse: então estamos combinado, quando comprarem o material e so me avisar que ai eu começo.

Noel disse: eu vou comprar essa semana e sábado você já pode começar, eu disse ok.

Na sexta feira ele ligou pra mim e disse que eu poderia e no sábado pois ele já tinha comprado o material, e disse também que iria trabalhar cedo, mais elba iria sair um pouco mais tarde e que meio dia ela estaria chegando.

Sábado de manha cedo eu peguei as ferramentas e fui ate lá que era pra poder encontrar dona elba ainda em casa , chegando lá chamei no portao, ainda ia da 6 horas, noel já tinha saído, chamei umas duas vezes ai dona elba abre a porta e me diz: madrugou hein, eu disse; e que vim antes que a senhora saísse, pra pegar a chave de la de cima. Ela vem ate meu encontro abrir o portao, e esta ainda de camisola branca bem transparente que dava pra ver seus seios e que seios lindos ,além de transparente a camisola tinha um decote que deixava seus seios quase todo a vista, que deliçia.

Ela abriu o portao eu entrei, ela disse: entra e senta um pouco que eu vou pegar a chave de la de cima ,ela saiu fiquei olhando ela por tras andando rebolando aquela bunda gostosa com uma calcinha pequena que parecia um fio dental, nisso fiquei logo de pau duro.

Ela volta me entrega a chave , nisso o telefone toca ela atende e sua patroa dizendo que não precisava ela ir trabalhar naquele dia, porque eles iriam viajar. Ela adorou e eu mais ainda, sabia que ia ficar vendo aquela deliçia o dia todo,eu subir e comecei a fazer o serviço, mais tarde umas 8 horas dona elba sobe e me leva café com pao e bolo, e me diz: trouxe um café pra você jr. Ela já estava com um vestido um pouco curto com um decote e sem sutiã, eu não tirava os olhosde seus peitos , nisso ela se abaixa um pouco pra colocar a bandeja em cima do banco, foi quando o vestido em cima afastou um pouco e pude ver os peitos com os biquinhos bem durinhos, fiquei louco vendo aquela deliçia, meu pau subiu que dava pra ver o volume que fazia na calça, ela percebeu e disfarçou.ela conversou um pouco comigo enquanto eu tomava o café, e me dizia que quase que não me conhecia pouco me via no bairro, conhecia minha esposa e minhas filhas ,mais eu ela já tinha me visto mais não sabia quem era.

Depois do papo terminei o café, e deixei a bandeja no banco e fiquei ligado e ela se abaixou dinovo e pude ver aqueles seios mais uma vez, que tezao que me deu.

Ela saiu e disse: to la embaixo qualquer coisa que precisar e so me chamar, eu disse: ok.

Eu trabalhava mais fica so pensando naquela mulher e como faria pra ver aqueles seios dinovo.

Teve uma hora que precisei de um balde dágua e onde eu estava não tinha, foi ai que pensei hum agora vou la embaixo e quem sabe não vejo auela delicia dinovo.

Cheguei la embaixo chamei ela: dona elba, ela demorou pra ouvir porque o som tava ligado e ela estva la no fundo, ela aparece e eu digo: dona elba estou precisando de um balde dágua, ela disse: entra ai jr e vem pegar aqui no fundo, entrei e la na área de serviço ela vem com um balde cheio de agua e abaixa pra colocar no meu, e mais uma vez eu vejo aquela delicia de seios , eu não resisto e com o pau em tempo de estourar de tao duro, eu falo: poxa dona elba com todo respeito a senhora tem uns seios lindos, nem toda novinha tem uns seios como o da senhora. Nisso ela me olha e fala: mais como e que você sabe que meus seios são lindos você nunca viu. Eu disse eu vi alguns lançes e mesmo ate coberto da pra perceber.

Pensei que ela ia me da uma dura, mais pra minha surpresa ela me pergunta: você so acha meus seios lindos é jr? Eu disse: a senhora e toda linda inclusive seu bum bum também e lindo, ainda disse: seu noel e um homem sortudo. Ela disse: pois é ele não da tanto valor assim.

Eu me ousei mais ainda e disse: olha como a senhora me deixa dona elba, mostrando o volume do meu pau na minha calça.

Ela olha e diz: poxa quanto tempo não vejo noel assim, e olha que ele me ver sem roupa nem uma, iamagina se você me ver sem roupa, como não vai ficar.

Eu disse: deixa eu ver a senhora sem roupa pra ver como fica, pensei que ela ia brigar, mais pelo contrario, ela disse: tira seu pau pra fora pra eu ver primeiro, nisso eu fui logo tirando aquela pica grande e grossa tesa , ela olhou e sentir que ficou com tezao. Eu disse: i ai que acha? Ela disse: nossa que pica bonita, eu disse: então agora me mostra seu corpo sem roupa, ela disse: espera ai que vou ver se o portao ta fechado e vou fechar a porta também, eu fiquei cheio de tesao e pensei que deliçia vou me da bem, ela fechou a porta e ficou na sala, e me chamou, quando chego encontro ela toda nua sentada no sofá, e me diz : e ai que achou? Eu mostrei minha pica duríssima e disse isso responde?

Não aguentei mais e fui ficando nu e fui ate aquela deliçia e fui dando um beijo de língua bem demorado e cheio de tezao, e beijava e passava minhas mãos por todo seu corpo, ate que fui descendo com minha língua pela suas orelhas seu pescoço e nos seios , chupei muito gostoso aqueles seios com os bicos durinhos que deliçia ela disse que sentia tezao quando chupavam seus seios, chupei muito e depois fui descendo pelo umbigo ate chegar na sua buceta, e que buceta gostosa toda raspadinha que deliçia metir a língua dentro e tirava e lambia e chupa seu grelo, ela gemia se torçia e tremia de tanto tezao, depois de ter chupando muito, ela vira pra e diz: agora e a minha vez, e pega meu pau e começa a passar a língua na cabeça depois desce e lambe meu saco em seguida sobe com língua sobre meu pau e abocanha todo de uma so vez e começa a chupar bem gostoso, a safada sabe chupar uma rola como profissional, depois ela senta no sofá abre as pernas e eu começo a meter minha pica bem devagarinho ate entrar todinha ela geme mim agarra mem beija e rebola de tanto orgasmo que mulher deliciosa, depois viro ela de 4 e antes de meter a rola dou mais uma chupadinha na sua xana e dou umas linguadas no seu cuzinho, ela vai a loucura , disse que nunca recebeu uma língua no cu, depois de chupa-la todinha torno a meter minha rola dinovo nauela buceta , ela grita geme e diz ai que deliçia ai gostoso me fode me fode vai , nisso eu metendo minha rola toda naquela buceta e alisando seu cuzinho e enfiando o dedo, depois tiro a rola da buceta e encosto no cu, ela não reage, ai vou enfiando a cabeça e ela diz, devagar devagar mete devagarinho, eu enfio a cabeça depois meto a rola toda ate encostar o saco, ela geme grita e chega a chorar de tanto gozo, quanto mais eu meto ela grita chora e diz vai mais vai mete mais to gozando. Eu não aguentei mais e enchir se cu de porra, deixei meu pau todo dentro do cu ate ele amolecer e sair. Fomos tomar banho e no banheiro fudemos mais depois no seu quarto trepamos o dia todo, nem conseguir terminar o serviço, no outro dia fui la e o marido dela não estava , ai transamos muito, a coroa tava cheia de tezao sentindo muita falta de pica, fiquei comendo ela direto mesmo depois de ter acabado o serviço. Sempre ia la fuder com ela, ate hoje transamos quando o marido sai eu vou la fuder aquela tesuda. Espero que tenham gostado obrigado e ate o próximo.

Comentários

21/03/2016 20:50:43
Ja sai com umas coroas casadas e carentes.
01/12/2015 10:15:39
Adorei as maiorias das mulheres casadas são carentes são mas fáceis levar umas Cadafaz pra cama do que uma solteira e só ter paciência
24/09/2013 02:09:55
Que delicia! Estou esperando suas outras aventuras!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.