Casa dos Contos Eróticos

Feed

O irmão da minha melhor amiga

Autor: Caio
Categoria: Homossexual
Data: 22/07/2013 03:26:37
Nota 10.00
Assuntos: Homossexual, Gay
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá leitores, como havia dito eu estava viajando, viajei com minha melhor amiga e seus 2 irmãos, fomos para a casa da avó dela, oue vou lhes contar, foi uma grande surpresa para mim, pois eu não esperava, mas sem enrolações.

Fomos para a casa da avó de Larissa (fictícios) , bom quando chegamos lá, já havia programação, iriamos passar um fim de semana em um retiro de jovens, acampamento, pra ser direto, fomos no sábado de manha e voltamos no domingo a tarde, eu Larissa, Breno e Kayque (ps: todos os nomes fictícios), la podíamos fazer oque quisessemos, Larissa já conhecia umas meninas, e foi se enturmar com as novas, eu Kayque e Breno, ficamos juntos, os dois ficaram jogando futebol, enquanto eu lia um livro, o dia passou, ao cair da noite, chamei os dois e disse que eu ia tomar banho, eles concordaram e fomos, Kayque ficou enrolando, acabou sendo o ultimo de nós três, lá, haviam apenas 2 chuveiros para os meninos, Breno foi o primeiro, tomou banho de short,logo fui eu, fiquei só de cueca mesmo, por fim veio Ka, e oque ressalto é que quando ele terminou, fiz questão de ver ele só de cueca, mas em fim, ele se secou, colocou uma cueca box branca, eu fiquei olhando pro corpo perfeito dele, mas em fim, por volta das 23hs teve festa, baladinha, foi super divertido, eu e Larissa dançamos muito, já Breno e Kayque ficaram jogando pingue-pongue com um menino que eles conheceram, bom as horas passaram, e quando foi 1:30 eu fui atrás deles, eles estavam lá, com esse menino, e jogando, eu me sentei em uma cadeira, fiquei apenas observando, quando reparei o menino, na testa dele parecia que dizia, SOU GAY, e não sei por que fiquei com um ódio imenso desse garoto, sabe quando o santo não bate, pois bem, chamei Ka para ir na cabana comigo, (meninos eram separados de meninas, na hora de dormir), fomos até nossa cabana e no caminho eu disse:

- Esse garoto é Gay, e eu não gostei dele.

- Porque?

- Porque eu não gostei, meu santo não bateu com o dele.

Chegamos na cabana, peguei oque tinha de pegar e voltamos, chamei Breno para dar uma volta, e la fomos, os 4, aquela bixa podre foi junto, logo Breno e a bixa desceram eu e Ka fomos mais atrás, eis que eu fiz Kayque desviar o caminho, logo, Breno corre atrás de mim rápido e diz:

- Ca, preciso falar com você!

- Sobre oque?

- É particular, Kayque sai daqui, deixa eu fala com ele!

- Affs, ta bom.(Kayque resmungou e saiu)

Na minha cabeça eu já sabia oque ele iria falar, e logo ele soltou.

- O fulano quer ficar com você!

Gente não sei oque me deu na hora, juro, eu cai na gargalhada, mais eu ri tanto, tanto, que cheguei a chorar de rir, logo eu disse:

- Obvio que não, sem chances, primeiro que eu não gostei dele, segundo que ele não faz meu tipo.

- Ele disse que é bv e pergunto e pediu pra mim falar com você.

- Sem chances, jamais, ele não faz meu tipo,e eu não gostei dele, trate agora de dispensar esse garoto, não quero você andando com ele.

- Ta bem.

(Ps:Breno tem 13 anos, Kayque 15 e Larissa 17), bom confesso que eu estava com ciume de ver os dois dando atenção pra bixa podre, e não pra mim, eu particularmente acho os dois muito fofos, eles me enchem o saco, mas mesmo assim.

Eu e Kayque estávamos andando e logo Breno nos alcança, para andar conosco, ele disse que o garoto ficou meio de boa, pois ja tinha em mente a resposta, e logo caçou a turma dele.

Eu sugeri que fossemos dormir, a final eu estava um caco, acordar cedo e não descansar nada é foda, fomos para cabana e apagamos os três, no dia seguinte, Larissa nôs acorda, pois iria ter esportes radicais, escalada, tirolesa, iria ter também trilha, em fim, levantamos, fizemos nossa higiene, fomos tomar café, e logo ficamos lá nôs divertindo, mais a tardinha, Kayque estava andando, e logo uma menina foi falar com ele, ela perguntou a ele se ele queria ficar com o garoto, aquela bixa nojenta, ele obvio que recusou, disse que era homem, e logo a bixa chegou do lado da amiga e disse:

- É vamos insistir no Ca...

Que ódio que me deu, sorte que ele não veio falar comigo, pois iria ouvir muito, afinal, ele me falou de mim, pra umas pessoas, sem nem me conhecer, mas em fim, passado isso, voltamos para a casa da avó deles, a semana correu normalmente, porém, como Ka dormia cedo, e na sala, eu sentava no colchão dele, pegava os pés dele, e ficava acariciando, em uma certa noite ele deitou, e logo eu fui atrás, comecei a fazer carinho em seus pés e suas pernas, logo ele diz:

- Carinho não vai, para.

- A ta tão gostoso, deixa eu continuar.

- Não, serio para, quero dormir.

Parei de passar a mão naqueles pés lindos, e naquela perna torneada, (ps: eu tenho uma tara muito grande por pés, e os pés do Ka, são muito lindos...)

E fui usar o computador...

Bom gente, depois continuo, se gostaram dessa primeira parte, por favor, comentem, logo posto a segunda parte...Bjs

Comentários

24/07/2013 02:07:04
De novo 10. não têm outra nota quendo se trata de vc.
22/07/2013 19:34:43
continua
22/07/2013 17:17:48
Estou gostando continue logo!
Yld
22/07/2013 08:43:36
Interessante.... detalhe.... Se for possivel especifique mais quando os personagens falarem..... Enfim.... continue ta indo bem.....
22/07/2013 05:33:01
Você é mal hem! quero que continue logo mocinho!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.