Casa dos Contos Eróticos

Me Apaixonei Pelo Hétero Proibido - Parte 17

Categoria: Homossexual
Data: 16/05/2013 21:08:02
Nota 9.94
Ler comentários (13) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Passou-se um mês, e nesse mês que se passou Isaac e eu estávamos mais próximos do que nunca , sempre que possível a gente se encontrava para namorar, a gente se beijava muito, e transavamos quase todos os dias em sua casa ou em lugares reservados, sempre na maior descrição. Eu estava feliz e satisfeito, e ele também. Eu já conhecia cada parte de seu corpo, sabias das coisas que ele gostava e do que ele não gostava. Às vezes ficavamos com algumas garotas desconhecidas, mas nada sério, aquilo era apenas um disfarce, para calar as más línguas, pois estávamos andando muito juntos.

Nesse mês que se passou Arthur se desapegou de mim, já quase não saíamos juntos, eu sabia que de qualquer forma ele iria sofrer, mas estando junto à ele como antes fosse mais doloroso para ele, me amando sem eu pode correspondê-lo. Também era doloroso para mim, o fato é que eu gostava muito da amizade dele, e tinha medo de perdê-la, afinal ele era o meu melhor amigo, mas era a escolha certa, eu só estava pensando no bem dele. O que era triste porém ideal era que ele estava se distanciando de mim cada vez mais, por causa do futebol, ele estava bastante envolvido, e já negociava com um grande clube da cidade. Ao menos eu estava feliz pela oportunidade que ele estava tendo de crescer.

Meu pai com o tempo começou a pegar mais leve comigo, eu o ajudava sempre quando ele pedia para o ajudar no mercado, e se ao menos não me desse liberdade seria difícil não é? ele deixava eu sair sempre, contando que não fosse na hora do trabalho. E o ajudar tanto fez com ele esquecesse dos meus estudos, mas eu não tinha esquecido, só estava descansando, mas logo voltaria a estudar. Isaac e Arthur já estavam estudando, porém em um colégio normal, eu logo pensava em me matricular lá.

Acordei bem cedo naquela manhã de sábado, e depois de um lanche corri para o mercado, não estava tão atrasado, apenas em cima da hora.

Logo meu pai se aproveitou da minha chegada e precisou sair para resolver algumas coisas, caralho! era foda, ficar sozinho na loja era terrível, eu diria que é uma droga!! por sorte logo Padma chegou para me ajudar, mas a coitada ficou trabalhando praticamente sozinha, Isaac chegou na loja e partimos para o mundo da lua juntos. Ficavamos conversando sobre assustos diversos e eu acabava esquecendo das minhas obrigações.

- vai Tonzinho me dê só um beijo!

- (risos) ta louco Isaac aqui não! mas não se preocupe que vamos resolver isso! Padma cuide da loja por uns minutos, vou dar uma volta com o Isaac.

Então fomos para os fundos do mercado, o lugar onde fiquei com a Sabrina, lá praticamente não passava ninguém, então era um ótimo lugar para ficar com Isaac.

Rapidamente joguei Isaac na em uma mesa que tinha uma pilha de tecidos, ele não estava deitado, somente curvado, eu fui direto e parti para um beijo, enquanto às minhas mãos percorriam por todo o seu corpo, ele rendeu ao meu beijo, e logo sentia sua língua suave em minha boca, seu beijo era tão doce e quente ao mesmo tempo, a verdade era que quando começava a beijar Isaac eu sentia um tesão da porra, eu quase moria de tesão, e só de sentir a sua pele tocando à minha eu já ficava excitado, a minha vontade era de fode-lô ali mesmo, como eu amava aquele cara.

- Eu te amo Isaac - dizia entre os beijos e as pegadas

- Eu também te amo Tom, você é a minha vida

Nossos beijos eram longos e envolventes, mas logo Isaac parou de me beijar, ele deveria ter visto algo, foi ai que ouvi uma voz muito familiar atrás de mim.

- Nossa Isaac, foi por isso ai que você me trocou? - disse Laila irritada

- Laila? - disse surpreso

- olha Laila, se acalma... - disse Isaac que foi interrompido pela garota em fúria

- se acalmar? não tenho nada que me acalmar, olha eu te amei, confiei em você, me entreguei a você, para depois você vir terminar comigo, e me trocar por um macho? - Ela disse gritando

- é melhor você se acalmar Laila - eu disse

- cala boca eu não falei com você veado! - ela gritou chorando

- é melhor você respeitar o Tom, ou não tem conversa - disse Isaac irritado

- e quem disse que vai ter conversa, se manca Isaac, eu nunca vou te perdoar! e hoje todos vão saber que vocês são dois veados!

- Isaac, vou te esperar do outro lado da rua, conversa com ela cara e por favor convença ela a ficar calada - eu disse para Isaac

- tudo bem Tom, eu te amo - ele disse baixinho em um tom que só eu escutei

- eu não quero conversar - ela disse resistente

- você precisa me ouvir Laila, não vou te enrrolar, vou te contar apenas a verdade - ele disse à ela

Caminhei até o outro lado da rua, e só via por longe Laila e Isaac conversando, eu só conseguia ver Laila chorando e Isaac mechendo os braços como alguém que está explicando algo à alguém.

Algum tempo depois Laila saiu e eu fui até Isaac, ele estava triste.

- então Isaac, o que ela decidiu? - perguntei curioso

- ela disse que não vai dizer nada a ninguém, eu não sei se posso confiar, mulher traída é perigosa, eu não sei se ela vai contar, mas disse que nunca vai me perdoar, eu não a amava, mas eu sei que é barra ela flagar a gente, deve ter sido um choque pra ela saber de tudo assim, eu disse a ela o que sentia por você, disse que nada iria mudar isso, nem se ela contasse a todos, ela não me perdoou, mas tudo bem, seja o que for para vir, eu estarei preparado. - disse Isaac olhando em meus olhos

- tudo bem Isaac, nossa cara que barra foi essa? eu tô com medo, mas precisamos estar fortes.

- com certeza, olha eu sei que tá tudo tenso, mas a gente precisa relaxar não é, hoje à noite tem mais uma daquelas festinhas, você topa ir?

- tudo bem, a gente precisa relaxar mesmo hehe, bom que eu durmo na sua casa hoje

- opa a noite vai ser boa

- claro que vai, então Isaac eu preciso voltar para à loja

- ah tudo bem meu amor, mas me da um beijo antes? não posso esperar até à noite

- Isaac acho melhor a gente evitar se beijar em lugares onde podem nos ver, pelo menos por enquanto, você viu o que acabou de acontecer, além de algum familiar poder nos ver, corremos o risco de ser atacados pelos grupos de religiosos extremistas

- a, mas só um?

- tudo bem.

então nos beijamos rapidamente, ele saiu primeiro e foi em direção à sua casa, eu esperei algum tempo, e sai voltando à loja.

Nossa aquilo que aconteceu com Laila, foi um dos maiores sustos da minha vida, mas ela disse que não contaria nada à ninguém, então era confiar na palavra dela ou nada, era uma aposta no escuro, eu estava com medo e muito inseguro.

Contei a Padma o ocorrido e pedi para que ela ficasse atenta a tudo que ouvisse em casa, em relação ao meu nome.

Meu pai demorou para voltar, chegou já na hora de fechar à loja.

Fui para casa, tomar banho e em seguida me arrumei, e como de costume Isaac não demorou para passar e me pegar para ir à festa, eu nem preciso dizer que ele estava lindo né?

Então chegamos à festa, estava incrível, de todas às festas que fomos aquela era a qual eu mais estava me divertindo. Sempre que podíamos, Isaac e eu nós trancavamos no banheiro e trocavamos beijos, e depois saíamos disfarçadamente. Eu bebi bastante, bebidas desconhecidas porém me deixavam contente. Já se passava das 23 horas e eu estava pra lá de Bagdá, estava bastante bêbado, mas eu tinha decidido para de beber e tomar um banho de água fria que me deixou mais normal, depois de sair da bebedera fui dançar junto com Isaac e a galera. Até que um colega meu veio correndo até a mim e disse:

- Tom, o seu pai está vindo aí, eu vi ele entrando na casa como um touro.

Sabe quando você vê a sua vida toda passando por alguns segundos como um filme de curta duração, como se você soubesse que era o fim? era isso que vi! assim que me sentia, e eu não tinha nada à fazer, afinal eu não estava fazendo nada de errado, só estava vivendo os meus sentimentos, afinal amar não é pecado.

- Co.. co.. como? - eu disse nervoso de medo

- Tom! - aquela era a voz do meu pai

- Pai o que hou... - antes que pudesse terminar meu pai estava ne puxando pelo braço.

A galera tinha parado de dançar, o som foi desligado, Isaac me olhava assustado, ele não sabia o que fazer, e o silêncio ficou ali por alguns segundos, mas foi quebrado pelos gritos de meu pai

- Eu esperava de tudo, menos ter um filho viado! - ele gritava

Eu estava morto de vergonha, meu pai estava fazendo um escândalo, e todos da festa estavam em volta da gente.

Isaac correu até ao meu pai, me puxou pelo braço e disse

- solta o Tom - disse tentando me levar com ele

- não se meta, você é o namoradinho dele não é? veado desgraçado! - ele gritou empurrando Isaac, fazendo com que em caísse no meio do povo que olhava tudo chocado!

- Não empurra o Isaac, seu velho idiota - eu disse, empurrando meu pai

- olha o respeito seu moleque - ele continuou me puxando até ao carro. Nada veio até à minha mente, apenas gritei:

- cuidem do Isaac, e não permitam que ele venha atrás, meu pai está descontrolado, e eu não sei do que ele é capaz de fazer, Eu te amo muito Isaac - gritei para a multidão ouvir, Isaac estava sentado no chão chorando bastante, enquanto algumas pessoas o amparavam.

Meu pai me colocou dentro do carro, eu não conseguia dizer nada, apenas chorava enquanto ele dizia.

- agora teremos uma conversa séria diante de toda à família.

CONTINUA (...)

________________________________

OBRIGADO PELAS LEITURAS.

CRÍTICAS SÃO BEM ACEITAS, DESDE QUE FAÇAM SENTIDO E QUE SEJAM CONSTRUTIVAS ;)

NÃO DEIXEM DE COMENTAR E VOTAR !!

OBRIGADO MESMO POR CADA COMENTÁRIO, SAIBA QUE SEM O APOIO E A OPINIÃO DE VOCÊS É IMPOSSÍVEL CONTINUAR (:

Comentários

17/05/2013 11:28:33
Odeio a Laila, ta incrível seu conto
17/05/2013 10:22:39
Mto bom. Acesse: http://luanapri.blogspot.com.br/
17/05/2013 10:14:47
O Pai do Tom, e a Laila são dois idiotas, espero q tudo melhore para o Tom e o Isaac
17/05/2013 09:31:01
Meu lindo que doidera esse capitulo e coitado do issac eo seu pai ate fiquei com medo dele rsrsrs ea laila e uma recalcada ela não podia ter feito isso.
17/05/2013 09:03:55
Adorei essa parte, essa Laila é uma vaca brasileira, pq na índia vaca é sagrada
17/05/2013 04:17:17
Cncd com o Leoaraujo pegue gornoréia,virus,e q MORRAAAAAAAAAAA e agora Vc e Isaaq?
17/05/2013 01:33:07
Torcendo por vcs
16/05/2013 23:06:07
apenas uma palavra Melhor Impossível, tá foram duas! rs
16/05/2013 23:02:25
que vadia essa Laila, espero que ela se exploda
16/05/2013 22:51:33
agora o Tom e Isaac vão comer o pão que o diabo amassou...
16/05/2013 21:57:24
Tomara que a Laila pegue gonorréia... Vadia do quinto dos inferno. Esse capitulo foi perfeito =) achei lindo o Isaac defender o Tom *-* infelizmente a vida deles vai virar um inferno. Continua logo!
16/05/2013 21:46:35
Imagino o que o Tom e o Isaac vão passar com esse pai do Tom que é louco.
16/05/2013 21:16:52
Vaca imunda

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.