Casa dos Contos Eróticos

Amores proibidos VII

Autor: Alone
Categoria: Homossexual
Data: 15/05/2013 22:57:26
Nota 9.92
Ler comentários (12) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Capítulo VII Se Entregando

Depois da noite que dormimos juntos nos encontramos mais algumas vezes e ele sempre me respeitava. A noite mais diferente foi quando ele me chamou pra ir pro cinema. Ele era bem conhecido e normalmente sempre estava acompanhado de belas garotas e naquela noite estava comigo, o que chamou a atenção de todos. Pois depois de algumas semanas as pessoas começaram a desconfiar da gente.

Quando completou um mês que estávamos juntos ele me chamou na casa dele, pra passar a noite como sempre fazíamos. Eu iria pra faculdade e de lá iria pra casa dele. Cheguei era tarde, abri a porta pois já tinha a chave. Estava tudo escuro, andei toda casa e não vi ninguém. Então fui no quarto dele, também não estava. Me sentei na cama dele e comecei a ver uns álbuns quando ele apareceu sem que eu percebesse e acendeu as luzes que até o momento estavam apagadas.

Só nessa hora pude perceber a declaração que ele havia feito. Com pétalas de rosas sobre o chão do quarto havia escrito te amo. Ele chegou como sempre me agarrando por trás e me beijando.

_Gostou?

_E tem como não gostar? Adorei cara.

_Eu nunca te pedi em namoro direito neh??

_Quer ir lá em casa pedir minha mãe?? Rsrs

_Deixa disso. Quero assumir um lance sério contigo.

Na hora fiquei sem palavras porque o máximo que eu esperava dele era sexo e nada mais.

_Acho que você deve saber que sai de um relacionamento conturbado, minha namorada Raquel tinha me traído com meu melhor amigo. Eu fiquei muito mal, não esperava isso dela. Ela era daquele tipo de garota que vive na igreja e tem horário controlado pelos pais, demorei muito pra ser aceito na família dela.

_Deve ter sido muito duro neh? (Passei a mão nos cabelos dele)

_Foi sim. Cara eu nunca imaginei que pudesse haver amor mesmo entre dois homens, sempre achei que fosse só sacanagem. E eu já fiz com outros caras. Eu sempre como o ativo claro. Mas ai naquele dia que tu entrou no restaurante da universidade eu senti algo. E quando tu sentou na minha mesa eu tive certeza que não era por acaso. Você tinha um papo muito legal, gostei mesmo de ti. E nos momentos em que eu estava perto de ti eu me esquecia completamente de tudo cara.

_Nossa cara, não sei nem o que dizer.

_Eu sei, eu te amo cara.

_...

_Eu te amo de verdade...

_Cara...

_Não me importo que tu não me ame... Só te peço uma chance.

_...(nesse momento eu só pensava no Rogério, afinal era dele que eu gostava e não queria enganar o Ricardo). Desculpa...

_Tudo bem( uma lagrima escorria dos olhos dele), mas ao menos me dá uma chance de te fazer feliz?

_É o mínimo que eu poderia fazer...

Ele então sorriu e começou a me beijar. Sentia que pra ele era como se fosse o ultimo diz que estaríamos juntos. Seu fogo era tão grande que nem eu me contive. Começamos a nos beijar num ritmo controlado totalmente por ele. Alguns minutos depois ele desacelerou e passou a saltar pequenas frases nos intervalos dos beijos, quase sem ar: “Cara eu te amo”, “Me dá uma chance”, “Prometo que não vai se arrepender”, “Seja meu, só meu”.

Depois de várias declarações por algum momento já não me importava com Rogério, eu iria dar uma chance a Ricardo que parecia me amar de verdade.

_Ricardo, quero ser só seu.

_Eu também quero.

_Só seu entende? (Coloquei a mão sobre o calção dele e apertei)

Ele deu um uivo e me deu um beijo de tirar o fôlego. Depois de alguns beijos ele começou a tirar minha roupa toda, tirou minha blusa e quase rasgou que eu ouvi. Depois ele mesmo foi desabotoando minha calça e puxando rapidamente. Seguidos de alguns beijos. Ele me virou de costas, e jogou seu corpo contra o meu. Ele já estava sem roupa também. Ele pegou o seu pau e jogou contra minha bunda forçando um pouco, vendo a dificuldade, ele começou a acariciar com as mãos.

_Relaxa cara, se não, não vai rolar.

_Tá legal (falei baxinho e gemendo)

_Olha prometo que faço de tudo pra não te machucar e se quiser eu paro.

Sem mais palavras ele enfiou um dedo no meu cu. Aquilo lógico não era nada, eu mesmo já tinha enfiado algumas vezes. Em seguida enfiou outro e começou a fazer pequenos movimentos com os dedos na tentativa de alargar. E quando viu que tava folgado enfiou o terceiro e a ponta do quarto.

Ele parou por um momento e pegou algo de baixo da cama, era um lubrificante. Passou nos dedos e tornou a enfiar no meu cu. Depois de alguns segundos ele parou respirou fundo e colocou a cabeça do pau no meu cu e começou a forçar. Foi devagar a até entrar todo. Quando terminou de enfiar ambos simultaneamente demos um gemido, eu de dor e ele de prazer.

_Relaxa agora, logo, logo ele vai se acostumar com meu pau.

Depois de uns minutos quieto apenas falando algumas insanidades no meu ouvido, ele começou a fazer movimentos leves de vai e vem com seu pau dentro do meu cu. Aos poucos ele foi acelerando e soltando uns uivos que me deixavam louco, não senti muita dor, senti, mas ver a felicidade como ele me pegava me dava um prazer enorme. Passamos alguns minutos naquela posição e ele parou, respirou fundo e sentou-se na cama e disse:

_Vem cá, senta aqui.

Fui rapidamente e sentei, dessa vez o pau dele entrou sem resistência. Ele me levantou mostrando os movimentos que queria que eu fizesse, subindo e descendo. Ficamos assim naquela posição por alguns minutos, o melhor de tudo era as trocas de carinho, os beijos e poder ver a cara dele de prazer.

_Cara, vou gozar.

Sem mais eu senti aquele jato dentro de mim com toda força, aos poucos começou a escorrer. E logo em seguida foi minha vez. Jogando porra na barriga dele toda. Ele olhou, sorriu e disse:

_É assim que se faz.... Eu te amo cara.

Bem pessoal foi isso, no inicio quando comecei o conto não iria focar no sexo, mas como as regras aqui são claras que contos romanticos devem ser postados eu outro local resolvi entrar no clima. Quero a opinião de vocês. Vocês que mandam. E a pessoal eu só considero leitura pelos comentários então quem tá gostando mesmo comenta só pra mim ter ideia. Vou passar um email cecil_cavaleiro@hotmail.com quem quiser procura no face que acha o meu perfil fake podemos conversa.... Obrigado pessoal adoro vcs.....

Abraços.

Comentários

16/05/2013 17:42:04
Mto bom. Acesse: http://luanapri.blogspot.com.br
16/05/2013 15:11:41
muito bom. adoreiii
16/05/2013 09:28:56
Cara, como eu disse anteriormente, seu conto é bom por demais. Estou gostando muito e você só peca no quesito tamanho. Mas enfim, parabéns e saiba que o seu conto é um dos raros nesse site atualmente que valem a pena ser lidos.
16/05/2013 08:38:07
Muito bom.
16/05/2013 08:27:38
muito bom parabens
16/05/2013 07:12:29
Ae muito bom, continua logo! :)
16/05/2013 05:52:47
Lindos
16/05/2013 05:52:11
Oloco q massa
16/05/2013 05:40:16
legal..
16/05/2013 02:20:36
continua...que ta ficando bom, =)
16/05/2013 00:59:27
Adorei... temos q amar quem ama agente!
16/05/2013 00:05:11
\o/ onwww que lindo o Ricardo... Torço para que vocês fiquem juntos

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.