Casa dos Contos Eróticos

Feed

O amigo do papai

Autor: carol
Categoria: Heterossexual
Data: 28/04/2013 23:17:32
Nota 9.60
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá, meu nome é caroline e hoje eu me encontro com 20 anos mas a história que vou contar aconteceu quando eu tinha 15 anos. Meu pai trabalha em uma empresa muito conhecida em minha cidade e costuma sempre fazer jantas aqui em casa com os colegas de trabalho. Ele tinha um amigo que eu ja tinha reparado que ficava me olhando sempre, mas eu nunca dei bola, e esse amigo dele nao morava na cidade, ele tinha 35 anos na época e se chama douglas. Numa noite de sabado meu pai trouxe os amigos dele para jantar aqui em casa e o douglas tambem veio. Quando eu vi que ele ficava me secando eu comecei a da bola pra ele mas só de brincadeira pois eu ainda era muito ingenua e ainda virgem, ja era tarde da noite e ele começou a conversa comigo e com a minha amiga que estava aqui e a gente começou a tomar cerveja com ele, o meu pai também ja tava bebado entao nem deu bola para nós e minha mae tinha ido viaja.

Quando era mais ou menos 1:30 da noite a minha amiga resolveu i embora, ela morava na mesma rua que eu, entao fiquei só eu e o douglas conversando pois os outros amigos do meu pai ja tinham ido embora, mas o douglas ia ficar dormindo aqui em casa no quarto de ospedes porque ja era tarde para ele voltar pra cidade dele, entao a gente continuou bebendo e conversando e ele começou a passar a mao na minha perna, e cada vez foi subindo mais, eu tentei me esquivar mas ele era forte e eu ate tava gostando um pokinho, o meu pai tinha pegado no sono na sala e nao ia acordar tao facil porque tava muito bebado. Quando o douglas começou a passar dos limites eu levantei e disse que ia dormi. Fui pro meu quarto e botei o meu pijaminha que é bem curtinho, minha bundinha fica quase de fora, entao deitei e peguei no sono logo pois tambem ja tava bem bebadinha. mas eu esqueci a porta aberta, entao de madrugada eu escutei um barulho mas ainda tava meio sonolenta entao nem dei bola mas tinha sido o douglas que tinha aberto a porta do meu quarto, eu continuei dormindo e tava de bruço que é como eu durmo, entao senti o douglas vindo ate minha cama e ele começou a passa a mao na minha bundinha, só que eu nao conseguia acordar totalmente parecia que eu tava dopada sabe, eu acho que ele colocou alguma coisa na minha bebida mas mesmo assim eu via tudo que tava acontecendo, entao ele tirou a calça dele e começou a bater uma punheta na minha frente mas eu tava muito sonolenta parecia ate um sonho, entao eu ouvi ele falando

- Ah eu nao vo fica aqui com esse corpinho de ninfetinha só batendo uma punheta.

Entao ele tiro o meu calçaozinho e começou a passar o dedo no meu cuzinho, e depois começou a chupar, eu tentava acordar mas nao conseguia, entao ele meteu a lingua dele na minha buceta e ficou chupando por uns dez minutos eu acho, e mesmo sem sabe direito o que tava acontecendo eu tava começando a gostar. entao ele me virou e meteu a lingua dentro do meu buraquinho e boto o dedo dele no meu cuzinho, e chupo muuuito eu ja tava toda molhadinha e minha bucetinha tava piscando de tanto tesao, o pau dele era muito grande e tava duro demais.

Então ele cansado de brincar meteu o pau duma só vez na minha buceta, doeu um monte e ele nao parava, quando ele meteu, de tanta dor eu acordei e comecei a gritar.

- Para eu vo chama o meu pai, sai daqui seu loco.

- Não vo para sua putinha, me provocou a noite inteira agora vai te que me aguentar, se contar pro seu pai eu falo que voce me seduziu.

Entao ele me segurou forte os braços e começou a socar forte no fundo da minha bucetinha, e socava forte, eu tentava sair mas elee era muito forte e eu nao tinha força, entao eu resolvi me entregar porque eu nao ia ter saida ne.

Ele começou a chupar meus peitos e metia ate o fundao.

- entao ta ja que ta aqui então me come como homem. eu falei

- aaah é assim que eu gosto sua vadiazinha

ele meteu tanto que eu gozei muuito cheguei a ficar sem força. Entao como ele viu que eu tava fraquinha me boto de quatro e soco o pau ate o fundo da minha bucetinha.

- AAA sua cadela vo monta em ti como um cavalo agora tu vai sofre. E ele socava aquele pau gostoso na minha buceta.

Entao ele me sento na cama e meteu o pau na minha boca, eu tentei sair e ele me segurou forte, e eu quase vomitei de tao grande, mas ele metia sem dó até que gozou na minha cara.

depois ele se vestiu e saiu do meu quarto dizendo que agora eu era dele, e ele ia faze muitas visitas ainda pro meu pai.

É isso pessoal, no proximo conto contarei como ele comeu meu cuzinho na piscina. beijos.

Comentários

02/05/2013 23:20:13
Valeu Carol! Conto excitante e com muito erotismo. Aguardo os próximos relatos... Parabéns. Pablo
29/04/2013 21:16:46
Carol,fiquei com muito tesao em vc,me adiciona para conversarmos.carlopirapirou@gmail.com.
29/04/2013 15:48:00
hum! carolzinha adorei me add delicia rogerbaiano22cm@hotmail.com
29/04/2013 09:33:52
Olá... querida, parabéns pelo conto... Uma delicia... só gostaria de te dar uma dica.. use o corretor ortografico.. antes de postar os contos... Beijos
29/04/2013 06:55:26
Que delicia, vou esperar o próximo.
29/04/2013 06:48:48
Muito bom.conta mesmo. Bjos xande

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.