Casa dos Contos Eróticos

A Primeira TPM

Autor: Lena Lopez
Categoria: Heterossexual
Data: 05/01/2013 21:46:17
Última revisão: 05/01/2013 21:51:03
Nota 10.00
Ler comentários (1) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Estava Afrodite, junto a uma fonte do Olimpo a fazer os seus pentelhos, com todo o cuidado e jeito, para que não ferisse a sua crica com a lâmina que roubara de Zeus, na verdade, ela quer deixar carequinha, por um ponto final, no tal monte de Vênus, o qual àquela altura, já estava mais para montanha de Vênus e ela já não aguentava mais o cheiro e a coceira.

A sensual deusa, precisava embelezar-se e ficar lisinha, pois iria dar o cu, naquela noite para Hefesto e já tinham fama de safados, todo o Olimpo sabia das putarias dos dois e as vezes chamavam Anquises para uma bela suruba.

Ela rapou bem o seu cuzinho, pois aquela noite seria especial, ela geraria um grande filha da puta, que se chamaria Enéias. A lâmina que roubara, do deus mais cornudo do Olimpo, estava mal afiada e a cada passada, mais arrancava do que cortava os pentelhos e entre as suas idéias de orgia e putarias, cada vez que a lâmina fazia o seu serviço mal-feito, ela se virava em mil caretas e soltava efusivos peidos sonoros.

Entretanto, Galatéia, uma ninfa muito puta, passava por alí, ao acaso e vendo a deusa peidorreira de cócoras, julgou que ela estva cagando. A ninfeta, além de puta, era travessa e petulante, era até conhecida por geniazinha do mal, resolveu pregar um susto na mais famosa putinha do Olimpo.

A deusa, pega de surpresa, levou tamanho susto, ficou tão alvoroçada e sem perceber, movimentando a mão por impulso, deu uma navalhada na buceta. A coisa foi feia, a deusa ficou branca e no espelho da agua, dava pra ver o sangue da xereca escorrendo!

O sangue divino mancho a fonte de vermelho, quanto mais ela lavava, mais ele escorria. A fonte ficou famosa e dizia-se que quem bebesse daquela água, jamais perderia o tesão e seria capaz de foder sem cansar, até o cu fazer bico.

- Oh porra! - gritou irada, a puta divina, voltando-se para a ninfa safada, que não era capaz de se conter, de tanto dar risadas, chegando a se finar de tantas gargalhadas.

A filha da putinha, mal sabia o que a sua brincadeira iria ocasionar e estava satisfeita por ferir a parte mais perseguida da deusa regateira. Porém, ao se conter das risadas, caiu em si, vendo finalmente o que havia feito:

- Estou fudida, Zeus vai me comer viva!

Sim, comer viva, por que Zeus nunca foi necrófilo, tinha ele algumas taras, mas nada tão repugnante.

Já era tarde, a navalha já havia feito o estrago. Afrodite a encara e puta da cara lhe fala com severidade:

- Olha o que você fez, sua putinha desastrada. Que crime horrendo! Eu mesma vou pedir a Zeus que lhe puna, vou pedir que ele te esfole viva!

Assim, por mais de um mês a perseguida divina ficou inutilizada e a deusa não podia dar umazinha, durante as horas propícias e sempre que se lembrava do acontecido lamentava-se:

- Ai! Ó ceus, um mês sem foder, que suplício, sinto-me abandonada por todos os deuses do Olimpo, o que posso fazer e essa buceta faminta não para de ficar melada! Como eu farei para trepar com os deuses do Alto Olimpo! Por Júpiter, eu estou fodida e mal-paga!

E assim, tomada por enorme cólera, maldizendo e amaldiçoando a desastrada ninfa, enviou-lhe pesadas mandingas:

- Ó prostitutinha safada, que a tua buceta viva sempre inchada e não ache jamais quem a queira, nem mesmo língua e dedos lhe darão prazer, que os vermes roam a tua crica e perto dela amoleçam todas as picas e de complemento ela seja tomada por coceiras e viva sempre pingando.

Foi desta forma que se ouviu falar pela primeira vez em gonorreia.

A deusa estava possuída e berrava alucinada, tão alto que o Olimpo todo ouviu.

Como não poderia deixar de ser, o Cornudo-Mor, chamado Zeus a ouvia. Ficou tão curioso, que parou de comer o veadinho chamado Cupido, mas ao se inteirar dos fatos, ficou comovido e mandou o veadinho voador ir ver o que estava acontecendo realmente.

Em vôo desabalado o Cupido, vai ao encontro da deusa desvairada, pede-lhe que vá ter com o Cornudo e do mesmo jeito desabalado que voou ao encontro da Divina, volta ao Panteon, a fim de terminar a foda celeste interrompida.

Zeus se satisfaz com o putinho alado, enche e mela a bundinha divina de porra, mas não o dispensa, antes que ele lhe faça um belo boquete, finalizando com uma gozada divinal.

Ao chegar no Sagrado Lar, Afrodite é atendida por Mercúrio que lhe faz um curativo na sua buceta repartida.

Vulcano, amante consorte da deusa, vomitou mil pragas.

Marte suspira fundo e jura vingar a buceta da sua putinha preferida.

Hera finge não se importar, mas tapa a boca para não rir alto e se sente vingada.

Palas, orgulhosa, enche o peito e fala bem alto:

- Bem feito!

Juno a ciumenta, lembrando os antigos pleitos, não consegue para de gargalhar e rir da buceta anavalhada.

Coube a Apolo, consolar a puta divinal e conter-se, pois o tesão corria-lhe pela veias.

Jove, a mãe da filha da puta Deusa do Amor, digo, da sacanagem, acalenta a filha enquanto lhe são feitos os curativos.

Por fim, Zeus sobe ao trono e decreta:

- Esse ultraje feroz será vingado e fulminante será os seus efeitos. Mas ainda é pouco, pois fui atrapalhado quando quase estava a gozar na bunda do Alado e teus gritos me fizeram broxar, e aquela que te cortou é demais a culpada, estenda-se a todas as mulheres horroroso castigo, que hão de expiar, para punir tanta barbárie e desatinos, de hoje em diante, de tempo em tempo, toda buceta irá sangrar e como memória do desatino, toda mulher antes desse tempo se verá abalada pelo nervosismo, impaciência e intolerância

Foi assim, que se soube notícia da primeira TPM e da primeira menstruação!

Publicado originalmente no Blog da Helena

http://www.lenalopezblog.com

Todos os Direitos Reservados

Comentários

12/01/2014 12:28:46
Lena, você é mesmo "Mil por Cento". Adorei suas comparações e o drama que você teceu em volta do assunto principal ficou fabuloso, sua narração com todas essas riquezas de detalhes, também é magnífica, meus parabém. É um conto totalmente diferente, que leva o leitor a um interesse muito grande em descobrir o desfecho final. Lena amiga, dar-lhe nota 10 por este conto seria uma injustiça muito grande, pois, ele vale muito mais. Como 10 já é a nota máxima dou-lhe então 10 parabéns.Fico também muito contente por inaugurar estes comentários.oraciov6@gmail.com

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.