Casa dos Contos Eróticos

Feed

Perdi o cabaço com meu patrão e gostei

Autor: jea.flor
Categoria: Heterossexual
Data: 23/01/2013 22:07:50
Nota 10.00
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá!Vou me apresenta com Mary, para manter o sigilo.O que vou contar aconteceu comigo a muito tempo, quando era uma menina.Meu s pais eram pobres e moravam no interior.Desde muito pequena trabalhei como babá das crianças de minha rua e apesar da pouca idade,sempre fui muito honesta e responsável.

Mas a vida financeira de meus pais ia de mal a pior.Foi então que minha tia em visita a nossa casa nos conta que uma família vizinha sua estava a procura de uma babá pra ficar com a filha Fui com minha tia na casa desses vizinhos.No início a mulher que se chamava Ivone me achou muito nova para o serviço mas depois de escutar minha tia resolveu me contratar um mês como experiência,mas eu teria que dormir lá ,porque trabalhava durante o dia e estudava a noite e seu marido fábio não tinha jeito com a criança.

Meus pais não queriam, mas eu tanto pedi, que me deixaram ir.Mas me falaram que eu teria que ter cuidado com o trabalho pois se acontecesse algo eu seria responsável.

No outro dia fui até a casa da Ivone que me mostrou a casa e Julia ( sua filha ).

Já de inicio simpatizei com o bebe.O seu fabio chegou mais tarde e ficou muito contente comigo.

Depois de uns três meses já estava íntima da família a ponto de até viajar com eles.

Numa dessas viagens fomos ao litoral ( nunca tinha ido ).O fabio já tinha saído pra tomar banho de mar e eu fui colocar o biquini que dona Ivone me comprou Achei muito pequeno mas não disse nada.

Sentei na areia e fiquei brincando com Juliana.Dona Ivone me diz que ia até a casa pra buscar um livro pra ler enquanto se bronzeava.

Seu fabio chega e eu me assusto quando vejo o volume que ele tinha na sunga.Nunca tinha visto nem meu pai de cueca , muito mesmo um homem naquele traje.Ele pergunta por dona ivone e quando eu digo que ela foi até em casa ele pede pra mim passar o bronzeador nas costas dele.Meio sem jeito comecei a passar e ele de olhos fechados me diz:que mão macias .Depois ele se deita do meu lado de barriga pra cima e fecha os olhos.Eu não conseguia desviar daquele volume que ele tinha na sunga.Percebi que Fabio me viu olhando e deu sorriso.Fiquei vermelha de vergonha.Ele só me diz:-nunca viu um homem de sunga?Respondi que não.Então ele me diz:pode olhar a vontade.

A noite na casa,escutei dona Ivone gemendo e pedindo pra ele parar de por atrás.Nunca tinha escutado os dois no quarto,mas é que na casa deles eu dormia no ultimo quarto(tinha cinco ) e ali na praia só tinha dois.Tentei dormir,mas não consegui.Fui até a cozinha tomar água ( na ponta dos pés para não me escutarem) e ao passar pelo quarto deles vi dona Ivone de quatro e o fabio montado nela.Fiquei espiando e só sai de lá por que Juliana começou a resmungar no nosso quarto.Mas vi que fabio percebeu que eu estava olhando. No outro dia ele não comentou nada e o dia foi muito divertido.Depois de uns dias ,eu estava na cozinha ,a noite,lavando a louça quando seu fabio aparece só de toalha e me pergunta se Juliana já estava dormindo.Disse que sim e virei pra pia tentando me concentrar.Seu fabio passa por trás de mim pra pegar um copo e sinto que ele encosta seu pênis duro(de propósito) nas minhas costas.Me arrepiei toda mas fiz de conta que não percebi nada.

Fabio então se encosta na mesa e de braços cruzados me pergunta.- você tem um namoradinho?Fiz sinal com a cabeça que não.Ele continuou-mas vc já deve ter beijado algum moleque.Voltei a dizer que não e continuei a lavar a louça.Como não dei muita confiança seu fabio saiu da cozinha e foi em direção a sala da TV.Eu tratei de acabar o serviço e fui tomar um banho.Quando acabei te tomar o banho fui para o meu quarto e coloquei meu pijama.Fui dar uma olhada na Juliana e como seu fabio não estava mais na sala aproveitei pra ver a novela das sete.

Nisso ele volta só de cueca e senta no meu lado.Comecei a ficar nervosa.Como na sala estava escuro eu aproveitava pra olhar disfarçadamente pro volume na cueca.Nisso ele me fala.Quer ver fora da cueca?Fiz sinal de afirmativo com a cabeça.Ele tirou seu cacete pra fora e perguntou?Olha como ele ta duro.Pega um pouquinho.Eu muito desajeitada segurei.O pau dele era enorme.Eu segurei com as duas mão e ainda sobrava espaço.Era liso,macio e quente.A cabeça enorme ,parecia um cogumelo.Seu fabio pediu pra mim se eu não queria dar umas lambidas e fazer um carinho no seu pau.Eu concordei .Passei a língua na cabeça e senti que o pau dele latejava de tão duro.Ele mandou eu colocar na boca.Fiz o que ele mandou.Mal cabia na minha boca.Derepente ele levanta do sofá e me pega no colo me levando pra minha cama.Hoje você vai sentir um homem dentro da sua xaninha.Meu coração parecia que ia sair pela boca.

Ele me deitou na cama e começo a chupar minha racha que parecia que estava pegando fogo.Eu só gemia de prazer.Ele tentava colocar a língua dentro mas não conseguia.Eu nunca tinha feito sexo.Meu cabaço estava intacto.

Seu fabio levantou foi até seu quarto e voltou com um líquido.Passou no cacete dele e na minha xaninha, e começou a mete nela.Dei um grito.Ele parou,sentou na cama com seu cacetão pra cima ,mandou eu separar meus lábios vaginais e sentar com cuidado.

Fiz o que ele mandou.Por mais que ele tentava não conseguia.De repente ele tampou minha boca pegou na minha cintura com a outra mão e num puxão pra baixo fez entrar seu cacete imenso em mim.Eu chorava de dor mas ao mesmo tempo meu corpo queimava de tesão.Ficamos um bom tempo nessa posição até eu me acostumar .Depois de um tempo me colocou de quatro e eu lembrei da dona Ivone.Seu fabio metia em mim e dizia que minha xana era muito apertada e gostosa.O vaivém do cacete dele entrando e saindo de minha xoxotinha me fez ter meu primeiro orgasmo.Gritei de tesão e logo depois seu fabio gozou dentro de mim.O esperma escorria por minhas pernas.Voltamos tomar outro banho e fui dormir.

A partir daquele noite passei trepar noite sim e noite não,pois seu fabio as vezes tinha que transar com sua mulher ( que estava sempre cansada e quase nunca queria transar)

Seu fabio me dava um dinheiro por fora do pagamento para que eu pudesse dar aos meus pais sem levantar suspeitas de dona Ivone.Virei uma expert na cama e até o cuzinho já estava dando.Depois de uns dois anos de trepação seu Fabio veio com a proposta de fazer um gang bang com alguns amigos.Mas essa é outra história.

Hoje sou muito bem casada e parei com essa vida de sexo.

Se alguém tiver contos parecidos e quiser me mandar ( jeanny.flor@hotmail.com ) responderei a todos.Mas não uso cam e nem posto fotos.Como já disse sou muito feliz no meu casamento com meu negão.Beijos a todos.

Comentários

29/01/2013 20:38:39
hum! quero meter tambem rogerbaiano22cm@hotmail.com

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.