Casa dos Contos Eróticos

um final de semana de exibição

Autor: casalbronze
Categoria: Heterossexual
Data: 21/01/2013 16:08:13
Nota -
Ler comentários (1) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

bom eu minha noiva já estamos juntos a quase cinco anos, e nesses cinco anos temos um casal de amigos que nos acompanha desde o primeiro dia que ficamos, só que com as mudanças que a vida nos trazem,nosso casal de amigos se casou e meu amigo foi trabalhar em uma cidade bem longe, só que não perdemos o contato, esse final de semana ele me ligou falando que estava de férias e que iria passar um final de semana aqui e deixaria a filha dele com os pais dele pois precisava dar uma curtida a vontade, então dei a idéia de alugarmos uma casa na praia e ele topou.

bem vamos lá vou chamá-lo de thales, thales é um moreno, vamos dizer negro, magro mas com o corpo bem definido, a sua esposa vou chamá-la de suelen, suelen é branca igual leite, com uns peitos grandes, agora maior ainda depois que ela foi mãe, uma bunda também bem grandinha um lindo lábio carnudo ainda mais quando usa aquele batom vermelho, minha noiva vou chamar de luisa, bom luisa é moreninha clara baixinha com uma bundinha empinadinha e belo par de pernas bem torneados e com um par de seios maravilhosos com bicos grandes, eu vou me chamar de rodrigo (todos os nomes não são reais) eu sou branco loiro de cabelo raspado, não sou malhado mas também não sou gordo, porém tenho um par de pernas que as mulheres adoram e uma bunda linda que também não sabia até pouco tempo mas as mulheres adoram.

eles chegaram aqui na cidade e fomos pra cidade na qual alugamos a casa, chegamos lá bem cedo, ao chegarmos na casa que não conhecíamos, ficamos boquiabertos a casa tinha piscina, sauna e um lindo quintal, deixamos as mulheres arrumando a casa e fomos ao supermercado comprar algo para comermos e muita cerveja é claro,quando chegamos na casa demos de cara com as mulheres já de bikininho tomando sol, que visão maravilhosa, a suelen tinha uma bunda linda, nós os casais já erámos muito intimos, ficavamos sempre fazendo brincadeiras de um ficar cantando a mulher do outro, na hora que eu chegueijá fui logo elogiando a suelen:

- nossa suelen vc ta gostosa com esse bikini hein, vamos trocar hj thales, o que acha, eu fico com a branca e vc com preta.

- eu ia adorar já que a luisa também tá um tesão, mas vamos discutir isso depois e vamos colocar a cerveja pra gelar que eu estou doido pra tomar uma gelada. falou o thales.

mas é claro que também compramos algumas já geladas e voltamos com a cerveja, então as meninas falaram com agente que nossas sungas já estavam ali do lado e com aquela piscina não queríamos ir na praia ficar na água salgada, então eu falei:

- vou no banheiro me trocar. minha noiva resmungou.

- que banheiro que nada meu amor troca aí mesmo, só tem nós aqui só amigos. então virei de costas pras meninas e abaixei minha bermuda e minha cueca o thales não acreditou que eu estava fazendo isso.

- que isso cara a minha mulher aí. falou o thales.

- que isso cara bunda todo mundo tem. falei com ele rindo.

- e que bundinha linda hein rodrigo. falou a suelen aos risos

- vai thales troca vc também, vai, tira tira tira. falou luisa. na hora ele não pestanejou e tirou a roupa e colocou a sunga e com os comentários femininos de nossa que delícia e muita gargalhada.

então começamos a beber e conversar, teve uma hora que eu me levantei pra pegar uma cerveja olhei pra bunda da suelen e dei um tapa.

- nossa que delícia hein suelen. falei rindo e ela me chingando.

nisso o thales levantou e passou a mão na bunda da luisa com carinho, e mergulhou na piscina e a luisa exclamou:

- nossa thales que mão gostosa. falou luisa com um sorriso no rosto, pensei isso não vai dar certo, ou melhor to achando que vai dar muito certo rs. na hora eu vi aquilo e falei pro thales:

- meu irmão sai da piscina agora se vc estiver de pau duro por ter passado mão na bunda da minha noiva vc vai ter que mostrar essa porra agora. falei aos risos é claro que ele não tava de pau duro, por enquanto.

então estávamos assim eu fazendo elogios pra mulher dele e vice versa. teve uma hora que eu estava sentado encaixado na luisa quando chamei o thales e puxei a parte de cima do bikini da luisa pro lado mostrando um de seus seios pra ele, na hora pensei que ela fosse me chingar ou me bater mas ela nem se importou, então pensei hum que delícia hj vai ser legal, e todos nos rimos muitos. foi quando luisa falou pra suelen:

- e aí amiga num to afim de ficar com marca de bikini no peito vamos fazer um topless? na hora eu gritei:

- idíea genial meninas. e fui desmarrando o soutien dela deixando expostos aquele belo par de seios.

- nossa que delícia. falou o thales boquiaberto já vindo com a mão fingindo que ia pegar, então a luisa falou:

- pode pegar thales, são naturais. então o thales já deu uma boa apaupada nos seios de luisa, eu fui correndo tirar o soutien da suelen, e é claro que aproveitei pra apaupar o seios dela também.

- nossa rodrigo desse jeito eu gostei, bem melhor que aquele tapa. falou suelen com um sorriso no rosto.

então ficamos o resto da tarde assim as meninas com o seios de fora e nós rindo e conversando só putaria, é claro que agente sempre aproveitava pra um dar uma bulinada na mulher do outro sempre com muito respeito é claro, e as meninas estavam adorando á claro, e nós já não aguentavámos mais e ficamos com o pau duro e as meninas comentavam o tamanho e sempre rindo com o efeito da cerveja, teve uma hora que eu fui passar perto da suelen ela fingiu que deixou cair algo e abaixou no exato momento que eu passava atrás dela dando uma bundada no meu pau que estava não completamente mas um pouco duro.

- nossa rodrigo vc ta com o celular na sunga, senti um negócio duro na minha bunda. e todos caíram na gargalhada, eu não estava acreditando que isso estava acontecendo, aquilo pra mim era um sonho, então luisa levantou amarrou uma toalha na cintura ficou de costas pra onde estávamos levantou a toalha até a bunda e tirou a parte de baixo do bikini fazendo questão de mostrar a bunda pro thales, e a suelen fez melhor ficou de costas pragente desceu a calcinha e eu quase vi aquela bucetinha que eu imaginava ser totalmente depilada, nossa ela tava totalmente peladinha na nossa frente porém de costas, pegoua toalha e amarrou na cintura assim como a luisa e fomos almoçar.

depois do almoço na hora que as meninas arrumavam a cozinha o thales foi passar atras da luiza pra chegar na geladeira pra guardar o refrigerante a luisa deixou a toalha cair e se abaixou pra pegar dando uma bundada no pau do thales porém peladinha, ele não viu também sua bucetinha, mas gostou do acontecido e começou a rir.

- nossa thales ta grande ainda hein. falou a luisa com um dedinho na boca com uma cara de putinha, e todos nós rimos muito. então fomos descançar pois se não aguentaríamos a noite, como um quarto era do lado do outro, foi uma competição de quem gemia mais a suelen ou a luisa, no ínicio da noite na hora que eu acordei a luisa não estava na cama então fui na cozinha beber uma água com um principio de ressaca quando olhei pra cozinha vejo a luisa com uma calcinha daquelas fio dental de sexshop só com um fiozinho na bunda lavando um copo que parecia que ela tinha acabado de usar, foi quando apareceu o thales que já estava na cozinha chegou atras dela com uma sunga box de pau duro chegou atrás dela deu uma encoxada nela fingindo que ia pegar um copo na pia falou alguma coisa no ouvido dela e deu uma pequena pegada no peito dela e ela estava gostando, eu fiquei só na porta olhando, ele saiu de trás dela ela, ela fez quetão de abaixar na frente dele pra mostrar parte de sua bucetinha toda depilada, nisso a suelen me deu uma apaupada na minha bunda eu tomei um susto mas pedi pra ela fazer silêncio, suelen também continuava com os seios de fora e com uma calcinha linda não era tão pequena como a da luisa mas também era fio dntal e ficamos olhando os dois na surdina, eu na hora já coloquei minha mão na bunda da suelen acariciando bem devagar, nossa que bunda deliciosa, e a suelen fazendo a mesma coisa acariciando minha bunda bem devagar foi quando a luisa passou perto do thales e passou a mão espalmada no pau do thales com um sorriso imenso nos lábios, foi quando eu anunciei a minha chegada já com o pau quase estourando de tão duro.

- poxa vcs começaram a festa sozinhos nem nos chamaram. falei em tom de brincadeira, mas estava com um mixto de tesão e ciúmes de ver a luisa pegando no pau do thales.

- poxa eu sei que tá gostoso ficar aqui em casa desse jeito mas vamos dar uma volta na rua pra beber um pouquinho depois agente volta e continuamos a nossa farra. falei rindo e fomos nos arrumar

depois continua, espero que tenham gostado, pois tem muito mais exibição pra quem gosta.

Comentários

21/01/2013 20:30:05
Adoro exibição! Me add para a gente programar alguma entre casais... DANA_DINHO_2013@HOTMAIL.COM

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.