Casa dos Contos Eróticos

toquei uma sirirca para minha tia desquitada

Autor: casalbronze
Categoria: Heterossexual
Data: 21/01/2013 02:53:17
Nota 8.60
Ler comentários (5) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

olá como todos que já leram meus contos anteriores sabem é que sou um exixibicionista nato, adoro andar pelado ou ficar pelado em situações diferentes.

bom aqui em casa como o terreno é herança de família tem várias casas no mesmo terreno, e eu quero moro em cima da casa principal minha área de serviço tem vista para a cozinha da casa da minha tia, minha tia já é uma senhora de uns 45 anos, mas não ta muito acabada diriamos que até está enxutinha rs, meus pais eatão viajando então eu estou sozinho alguns dias, então eu durmo e acordo pelado como de costume, hj eu acordei e fui na cozinha preparar alguma coisa pra mim comer, só que pra chegar na cozinha tenho que passar pela área de serviço de onde da pra ver da cozinha da casa da minha tia, como minha tia trabalha não me preocupei em me cobrir, normalmente eu pra praticar meu exibicionismo eu sempre passo na área sabendo que ela ta na cozinha só de cueca box fazendo questão de estar de pau duro só pra sacanear minha tia que é desquitada a muitos anos, eu sei que ela tem seus casinhos por aí mas tenho certeza que não transa sempre.

então fui na cozinha arrumei um pão uma chicara de café e estava voltando pro quarto quando dei de cara com minha tia na sua cozinha, tomei um susto mas não sai correndo andei ainda mais devagar e também não me cobri pois estava com as mãos ocupadas.

- que isso menino não usa mais roupa. minha tia reclamou.

- me desculpa tia pensei que a sr já tinha ido trabalhar. respondi meio que me escondendo atrás da parede só escondendo meu pau que nessa altura já tava quase todo duro, deixando toda minha perna e um pedaço da minha bunda aparecendo pra ela ter um pouco da visão de meu corpo nu.

- não fui, estou de férias. respondeu ela

- o tia me desculpe vou vestir uma cueca. respondi assim já que ela estava acostumada a me ver assim e fui saindo quando ela me chamou.

- mas aqui.

- oi tia. voltei já me mostrando por inteiro peladão na frente dela, já que ela sabia que eu estava pelado e me chamou queria ver mais né. ela parou olhou pro meu pau meio duro apontando pra ela respirou fundo desviou o olhar, na hora senti que ela estava gostando do que tava vendo e perguntou.

- é vc num tem um filme pra me emprestar não, poxa to de férias e num tem nada pra fazer e num ta passando nada na tv.

- tia ter eu até tenho só que tem que procurar, os meu dvds estão maior bagunça se a sr quiser procurar pode ficar a vontade. respondi, ela parou olhou pro meu pau discretamente respirou fundo pensou mais um pouco e respondeu.

- então abre aí.

fui abrir e é lógico que fui pelado mesmo se ela reclamar eu me vestia, então esperei escutar o barulho da porta dela abrindo e abri minha porta e dei de cara com minha tia com um babydol bem curtinho que mal cobria sua bundinha pra uma mulher daquela idade era bem gostosinha e com um decote bem grande sem soutien com o bico dos peitos bem salientes, na verdade acho que aquilo era só a blusa do babydol.

-nossa menino vc num tem roupa mais não, vou comprar uma cueca pra vc de presente, o dificil vai ser achar uma cueca pra esconder um piru desse tamanho. falou minha tia me zuando que eu estava de pau duro, não tenho um piru enorme mais deve ter uns 18 cm e é bem grossinho.

- o tia me desculpe é que a sr já viu mesmo não achei que fosse se importar, poxa ta maior calorzão.

- não me importo pode ficar do jeito que quiser, afinal de contas eu sou sua tia e já cansei de lavar esse piru quando vc era criança, só que não desse tamanho. falou minha tia rindo olhando pro meu piru.

então sentei no computador e mostrei pra ela onde estava os dvds, estavam embaixo da tv do lado do computador, ela se abaixou e começou a procurar naquela bagunça, de onde eu estava ela estava com o rosto na altura do meu piru e bem perto e eu como estava mais alto estava com uma visão completa dos seus seios.

- tia tem uns filmes pornos aí também se a sr quiser. falei pra minha tia com maior naturalidade já que uma vez ela já tinha me pedido um emprestado, mal terminei a frase ela perguntou.

- onde?

- aí mesmo tem que procurar tem alguns escritos.

então ela continuou procurando e eu terminei de tomar me café me levantei pra levar a chícara na cozinha e fiquei com o piru bem perto do rosto dela, ela riu e falou.

- nossa esse negócio desse tamanho achei que ia vir na minha boca. entei fui na cozinha pensando minha tia ta querendo é rola vou quebrar o galho dela, então voltei e novamente pra sentar no computador fiquei em pé na frente dela com meu piru bem perto do rosto dela, ela olhava dicretamente e chegava até a lamber os lábios então sentei novamante e perguntei.

- aqui tia se a sr quiser estão carregando alguns videos pornos aqui no pc se a sr quiser pega aquela cadeira ali e senta aqui pra ver. ela parou de procurar olhou pra mim olhou pro meu pau se levantou lentamente, eu ainda não tinha conseguido ver sua calcinha se era grande ou pequena, pegou a cadeira e colocou meio afastada, então eu puxei e colei na minha.

-não tia senta aqui mais perto pra senhora ouvir no fone de ouvido que as minhas caixinhas de som estão estragadas.

então ela sentou reparei que ela estava com as pernas bem abertas parecia que estava esperando eu tocá-la.

começamos a assistir os videos já tinha quase uns dez vídeos de uns cinco minutos carregando.

então no meio do segundo vídeo agente discutindo sobre os vídeos, que na maioria era de exibicionismo, mulheres atendendo entregadores de pizzas nuas e etc, pra quem gosta de exibicionismo sabe o que eu to falando, então pousei minha mão no meio das coxas delas rindo.

na hora ela chegou a suspirar e riu.

- cuidado aí meu filho, do jeito que to vai acabar molhando sua mão. falou minha tia rindo.

- deixa eu ver. coloquei minha mão na sua buceta e descobri o tamanho de sua calcinha, tamanho nenhum, ela não usava calcinhas.

na hora que eu toquei se grelo ela chegou a dar um pulo, acho que de alegria, mas não reclamou, só falou:

- devagarzinho vai. e pegou no meu pau com muita suavidade, então começamos a nos masturbar bem devagar, e ela ficava resmungando:

- nossa assim é gostoso ver filme porno né, vc é bom nisso heim meu sobrinho querido.

depois de quase vinte minutos de um masturbar o outro vi que já tava quase gozando então acelerei a siririca e ela percebendo o que eu queria também acelerou a punheta e gozamos quase juntos, ela foi embora toda sorridente e muito pelo contrário achei que ela fosse ficar me dando sermão que aquilo era errado e que eu não deveria contar pra ninguém ela foi sem falar nada, e depois nos outros dias de fériasdela sempre fazia questão de passar pelado em frente ela e ela sempre puxava papo comigo só pra ficar apreciando a minha piroca mas nunca tocou no assunto.

Comentários

05/03/2013 11:00:50
muito bom : negao.pau.grande@hotmail.com
21/01/2013 08:17:45
E não comeu a Tia? Era isso que ela queria.
21/01/2013 06:46:21
MUITO BOM... MAS PODERIA SER MELHOR... TENHO CERTEZA... NOTA 8... PRA INCENTIVAR... RSRSRSRSRSRS,...
21/01/2013 06:29:06
Tá bom. Aí, ela vem, provoca, e fica só nisso? Não comeu a tia oferecida? E o rabinho dela? Vai deixar para outro comer, com um mês inteiro das férias dela pela frente?
21/01/2013 03:32:50
Excitante, bom conto, tente dar mais detalhes da proxima vez.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.