Casa dos Contos Eróticos

Feed

Tirei a virgindade de minha irmãzinha - Incesto Lésbico:

Autor: Sabrina
Categoria: Homossexual
Data: 16/11/2012 16:42:17
Nota 7.38
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Oi pessoal!

Meu nome é Sabrina, tenho 19 anos, e quero compartilhar com vocês uma experiência maravilhosa que aconteceu comigo a mais ou menos seis meses.

Moro com meu pai e minha irmã Iris de 16 anos em Santa Inês, interior do estado do Maranhão.

Desde cedo eu sempre fui safadinha e aos 13 anos perdi a virgindade com uma colega da escola que me ensinou o prazer da sedução.

Já minha irmã, era totalmente o meu oposto!

Desde que começou a frequentar um grupo religioso, ela se tornara cada vez mais alienada,

Dizendo que tudo era errado, e que Deus ia me castigar por eu gostar de meninas.

Porém, numa bela e maravilhosa noite, Iris saiu do quarto em que dormíamos e disse que iria tomar banho...

Logo pensei:

Bom, como ela sempre demora no banho posso ficar a vontade...

Tirei o shorts que usava pra dormir, pois já estava deitada, peguei meu tablet e coloquei um vídeo de duas garotas fazendo um 69 bem gostoso, e comecei a tocar uma siririca...

O vídeo estava tão delicioso que esqueci da minha irmã...

Foi quando ela chegou e sem que eu percebesse estava em pé, de frente pra minha cama e olhava pra mim com aquela cara de reprovação...

Quando me dei conta de que minha irmã estava no quarto eu parei de me masturbar e perguntei:

O que foi? Nunca viu ninguem se masturbar?

Ah... Iris vai me dizer que você nunca tocou uma siririca na vida ein?

Iris me respondeu:

- Mana, eu não quero saber desse negocio de tocar uma siririca, pois ainda sou virgem e só quero sentir prazer com alguém que eu sei que realmente me ama...

Jamais ia ficar me masturbando... Que graça tem gozar sozinha?

Ah... Fala sério!

E vê se para com esses gemidinhos viu, pois vou dormir logo...

Depois de me dar aquele sermãozinho, Iris tirou a toalha que estava em seu corpinho lindo, uma ninfetinha maravilhosa, e pude admirar por alguns segundos os seus peitinhos durinhos e ainda molhados...

Porem o que mais me chamou a atenção foi a sua bucetinha que tava lizinha...

Logo após tirar a toalha, Iris vestiu a calcinha, veio ate minha cama,

Pediu desculpa caso tivesse me deixado chateada, me deu um beijo no rosto como todas as noites fazia, e me desejou boa noite, pedindo pra acorda-la caso eu acordasse antes dela.

Eu disse pra ela que tudo bem, que não tava chateada com ela, mas que um dia ela ia saber o quanto era maravilhoso sentir o prazer e o gozo que eu estava sentindo quando ela entrou no nosso quarto.

Logo em seguida, Iris apagou a luz do nosso quarto e dormiu...

Porém, eu cada segundo que passava eu não tirava da minha cabeça a imagem nos peitinhos e da bucetinha de minha irmã...

Logo que percebi que ela já estava em um sono profundo,

Decidi dar uma liçãozinha nessa minha maninha folgada...

Como sei que ela tem um sono pesado, não pensei duas vezes:

Iria me aproveitar da situação pra mostrar a ela o quanto é gostoso a experiência do prazer... Do prazer que ela tanto reprovara... Do prazer entre duas garotas!

Eu que já estava completamente nua, me aproximei de minha irmãzinha que dormia como um anjinho vi que ela estava de bruços e com a bundinha meio empinada,

Tirei sua calcinha cor de rosa bem devagarzinho e ai o melhor aconteceu:

Com minha mãos segurei suavemente cada lado de sua bundinha e comecei a chupar o cuzinho de minha irmãzinha...

Logo que passei a ponta da minha língua em seu cuzinho, Iris já se mexia toda...

No inicio pensei que ela iria acordar e logo me xingar todinha...

Porem o que eu deseja aconteceu:

Meio sonolenta porem sentindo bem a minha língua em seu cuzinho, Iris começou a se dar uns gemidinhos e a se contorcer...

Parecia inacreditável porem minha irmãzinha estava se entregando todinha pra mim!

Logo ela acordou e eu perguntei:

E ai mana, gostou? É bom ou não é?

E para a minha surpresa ela me disse:

Ah... Adorei essa sensação mana! Eu quero mais! Faz mais faz! Faz comigo como você faz com suas namoradas!

Ao ouvir essas palavras senti tanto desejo de te-la pra valer que lhe dei um beijo gostoso nos lábios, e estando em cima de minha irmãzinha comecei a possuí-la!

Chupei o seu pescoço, suas orelhas, e logo estava mamando os seus peitinhos...

Eles eram tão durinhos, tão maravilhosos!

Enquanto eu os chupava ela gemia alto e dizia:

Vai pra minha xoxota, chupa ela vai, chupa, chupa...

Então eu disse pra ela esperar um pouquinho que eu ia realizar um sonho que eu tinha...

Fui até o meu armário peguei o strap-on dildo (a cinta caralha), coloquei em mim meu corpo, e disse pra minha maninha:

Agora você vai sentir muito, mais muito prazer mesmo,

Por que você deixar de ser uma menininha e se tornará uma mulher!

Ela olhou pra mim e só me disse uma coisa:

Vai com carinho tah... Você promete?

Eu disse que sim, e que era pra ela ficar a vontade, e se entregar por que ela ia adorar essa experiência!

Comecei beijando novamente seus lábios, seus peitinhos, e quando já estava com o "meu caralho" bem encostadinho na entrada de sua bucetinha, eu encostei minha boca em sua ouvido segurei firme as suas mãos e disse:

Vai ser agora maninha! Vou te fazer virar mulher de verdade!

Só deu tempo pra ela fechar os olhos, e eu comecei a enfiar o strap on em sua bucetinha...

Enfiei devagarzinho pra que ela sentisse e aproveitasse cada momento dessa nova experiência em sua vida!

Vi que ela deu um gritinho de dor e começou a morder os lábios, e pra minha surpresa ela me disse:

Vai mana, enfia tudo, ai ai, vai vai, enfia...

Foi quando percebi que seu cabacinho havia rompido por completo e eu estava ali, possuindo minha irmãzinha de apenas 14 anos.

Ela gostou tanto que segurou as próprias pernas e as arreganhou para que eu pudesse me deliciar com aquele momento vendo a minha maninha sendo minha putinha, minha mulher!

Logo então eu aumentei a velocidade de nossa transa e vi minha maninha gozando, sentindo seu primeiro orgasmo...

Terminamos nossa deliciosa transa com eu em cima dela, olhando fundo nos olhos dela e dizendo:

A partir de agora você será a minha putinha tah!

E ela me deu aquele beijo gostoso e respondeu:

Eu sou todinha sua... Sua... Só sua mana!

A partir de então nos deliciamos no prazer quase que diariamente!

(Espero que tenham gostado já que este é meu primeiro conto... Eu também publico diariamente poesias e haikais em outro site de escritores... Para contato me add gatosafadinho.84@hotmail.com )

Comentários

02/02/2013 20:17:15
Faltou mais criatividade..razoavel
02/02/2013 20:15:56
Pouca imaginacao....
24/01/2013 22:36:54
faltou continuaçao
21/11/2012 15:21:05
Adorei esse conto,,, eu qro te conhecer Sabrina!!!!!!!!!!!!
17/11/2012 18:31:49
Parabens, http://drmenage.blogspot.com.br/
16/11/2012 20:49:14
foi.bom so faltou o cu.
16/11/2012 19:43:05
fsltou alguma coisa... mas não está ruim

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.