Casa dos Contos Eróticos

Paixão e Fraqueza (parte 4)

Autor: Leo Fallem
Categoria: Homossexual
Data: 01/11/2012 00:31:40
Nota 10.00
Ler comentários (10) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

O local que ele avia me levado era realmente lindo, ficava perto de umas pedras. O mar tava bem agitado parecia que ia chover, mesmo assim eu continuei e ao chegar lá já caímos exaustos na areia pois havíamos corrido da festa até lá.

- Leonardo, eu não gostei de te ver com aquelas mulheres querendo te agarrar.

- Eu mal notei, mais quando te vi elas não eram mais nada, você se tornou importante pra mim, mais do que qualquer garota. – enquanto falava passava as minhas mãos em seu rosto.

Eu o puxei para perto de mim e nos beijamos, passei as mãos pelo seu corpo e o sentia arrepiar, passei minhas mãos por dentro de sua calça e ele estava em ponto de bala com seu pau duro já quase molhando a cueca.

Eu parei por alguns segundos tentando ter certeza do que eu estava prestes a fazer:

- Alguns problema Leonardo?

- È, existe um problema sim, a gente e o que eu sinto por você...

- Não estou entendendo, você não quer mais?

- Pelo contrario eu te quero totalmente, sendo somente meu, estando comigo por tempo indeterminado... enfim eu te amo e quero você como meu namorado.

Ouve um silencio da parte dele e em seguida ele me responde:

- Se isso for o que você realmente quer, então me deixa mostrar minha resposta.

Ele se sentou em cima do meu pau enquanto eu estava deitado e veio me beijar.

- Eu estou completamente apaixonado por você Leo.

Começamos a tirar nossas roupas enquanto nos beijávamos, tudo agora era claro e nítido pra mim somente não sabia onde iríamos chegar com aquilo porem nada mais importava a não ser o amor intenso e complexo que eu sentia por aquele garoto.

Já nus deitados sobre nossas roupas ele começou a passar suas mãos pelo meu corpo,me alisando e conhecendo cada curva, ficava olhando fixamente para meu rosto tentando acreditar em tudo aquilo, regado ao barulho do mar, eu tinha um leve cavanhaque ao qual ele adorava que eu passasse em seu pescoço e suas costas, eu o pegava com força pela cintura e chupava seu pescoço e mordia seus mamilos, em seguida o virei de costas e beijei sua nuca passando pela espinha até sua bunda. Seu cuzinho piscava e eu o lambia e chupava até ele não aguentar mais:

- Vai Leo, me come...

Ele gemia e tremia de tanto tezão, então o provoquei mais ainda, passei meu pau pela porta de seu cuzinho várias vezes antes de enfia-lo, comecei de vagar para prepara-lo mais quando a cabeça já estava dentro daquele rabo aconchegante enfiei tudo de uma vez, ele urrou de dor e fechou os punhos com força não pediu para que eu parassei. Dei um tempo pra que a dor diminuísse enquanto passava minha barba pelas costas dele, depois fui enfiando meu pau naquele rabo gostoso cada vez mais forte e mais fundo. O coloquei de quatro, segurei seu quadril e voltei a bombar, minhas mãos passeavam per aquela bunda redondinha e macia até eu segurar firme no pinto dele (17cm) e acaricia-lo. Fui batendo uma punheta pra ele enquanto o fudia com todo vigor possível.

- Vai meu macho não para, me fode gostozo.- estas eram as suas palavras de excitação.

Pouco antas dele gozar quem ficou deitado foi eu enquanto ele cavalgava em mim e eu batia uma pra ele (seu pau era bem roliço e branquinho assim como a sua linda bunda), então ele gozou em cima de mim enquanto urrava de prezer. Vivi cada segundo com extrema intensidade vendo cada reação que eu provocava nele.

Finalmente não aquentei mais segurar minha porra para tentar prolongar aquele momento e gozei novamente naquele rabinho gostozo. Ele saiu de cima de mim e lambeu meu pau limpando meu gozo e depois vindo me beijar.

- Eu te amo Dani.

- Eu também te amo, mais é melhor a gente voltar agora ta tarde e vai chover...

- Nem que viesse um tisunami eu sairia daqui.

Ficamos por lá olhando para as ondas, e finalmente começou a chover e mesmo assim não saímos de lá... corremos pela praia e entramos no mar, levei uns caldos (não sou um bom nadador) e não nos importava mais nada.

Quando começou a amanhecer finalmente percebemos o quanto aviamos nos divertido a noite. Com extremo silencio e fortividade entramos no nosso quarto sujos e molhados da cabeça aos pés, e fomos para o banho juntos e por lá ele acabou me fazendo outro oral que me deixou maluco de vez por aquele cara. Saímos do chuveiro e enrolados na toalha fomos nos vestir porem puxei a toalha dele e o empurrei na cama e começamos a nos beijar. Mais o idiota aqui esqueceu de trancar a porta...

- Que merda é essa! Como você pode fazer isso, você!!!

- Espera eu posso explicar mais me deixa falar entes de você pensar o que não deve. – falei isso dando um pulo da cama mais ainda segurando a mão do Dani que permanecia imóvel, diante do Mayk que entrou pela porta com brutalidade já gritando.

- Como assim explicar! Eu vi muito bem o que tava rolando e eu jamais poderia esperar que você Leo, poderia se entregar assim! E até onde meu lembro você e esse ai não se davam bem!

Fui até a porta e a fechei para poder falar com o Mayk melhor, vesti minhas roupas e o Dani também.

Expliquei muito a respeito do que eu sentia e do que havia acontecido entre mim e o Dani, e do pedido de namoro. O Mayk ouviu tudo sem questionar de pois foi direto com as palavras.

- De todo mundo da turma você é o meu melhor amigo e só me conta isso agora, eu fiquei muito preocupado com tigo ontem a noite pois você havia sumido, eu quase passo a noite em claro. E o resto da galera? E seus pais o que vão dizer disto? To puto com tigo, vai demorar pra mim entender o que ta acontecendo, mais se você ama ele de verdade. Então o que eu posso fazer se não aceitar e tentar te proteger...

- Bem, pelo menos agora meus pais não vão saber de nada, nem a galera, mais você é meu irmão e se você ta do meu lado então eu te agradeço de verdade por isso e te peso desculpas por não ter confiado em ti antes e por te deixar preocupado. Valeu cara.

Ele saiu do quarto depois de um abraço forte, porem eu podia ver que ele parecia não acreditar no que tava rolando e pior ainda ele tava com aquela expressão sinistra que ele tem quando tem algo de errado (ele franze a testa, torce a sobrancelha e coça a barba olhando para o nada, é bem bizarro), e depois eu olho pra cara do Dani ele da um sorriso e cai morto de cansaço na cama, bem alguém poderia aparecer então ficamos em camas separadas, por enquanto já que era dia, porem ele tava na minha cama!

- Tudo bem que eu te amo mais essa cama é minha!

- Então vem me tirar!

Fui até ele e o segurei em meus braços e o joguei na outra cama. De imediato ele me empurrou e pulou na cama de novo. Isso não ia ficar barato puxei o lençol dele e o cobertor e joguei no canto do quarto, ele se contorceu um pouco na cama e saiu para pegar e eu de imediato pulei na cama. Ele ia me tirar de lá arrastado quando eu falei:

- O macho alfa aqui sou eu e eu quero a cama maior e se você continuar insistindo em me tirar daqui nem queira saber do que eu sou capaz!

- Eu pago pra ver! – ele pulou na cama e eu o agarrei por traz e comecei a cheirar seu pescoço, ele estremeceu completamente na base e ficou imóvel, me levantei e fui trancar a pota, voltei pra cama e me deitei atraz dele o abrasando.

- Mais Leo e o resto da galera e se eles resolverem passar pra chamar a gente, não vai ficar bem essa porta trancada!

- Foda-se eles eu quero você...

CONTINUA...

Bem galera da casa valeu pelos comentários e pelas notas e vejo que meu conto está gerando algumas questões e duvidas a respeito de seu desfecho bem o que eu posso adiantar é que todas estas questões serão resolvidas com o decorrer da história, ainda não cheguei na parte mais critica do conto pois a partir dela boa parte das questões estarão resolvidas. Eu sou como o sol vou me revelando aos poucos até clarear o dia, isso é o que o Dani disse pra mim uma vez.

Valeu galera!!!!!!!!!!

Comentários

04/11/2012 08:26:25
perfeito
04/11/2012 00:52:47
Muito bom. Só tome cuidado com alguns erros de português... 10
02/11/2012 12:08:00
02/11/2012 12:07:58
To adorando... Ta d+
01/11/2012 16:32:58
01/11/2012 16:32:55
Um ta optimo vcex tem que esquecer do mundo e viver o vosso momento
01/11/2012 15:43:21
Nota
01/11/2012 15:43:06
Bom
01/11/2012 15:42:19
Quero que vocês fiquem juntos, e amei o conto.BJSSSSS
01/11/2012 00:53:00
Acho que esse seu amigo vai te causar problemas, e achei lindo vocês , são um belo casal, adorei a parte de fazer amor na praia, e tenho certeza que vocês estão juntos.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.