Casa dos Contos Eróticos

Feed

estupro na cadeia

Autor: flor de lins
Categoria: Sadomasoquismo
Data: 17/10/2012 01:50:12
Nota 9.62
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

bom irei relatar uma historia que aconteceu no sistema penitenciário de sp, encarem como um desabafo , já que meus chefes nem podem sonhar ou serei exonerada.Eu sou uma mulher de 25 anos recentemente separada, sou enfermeira e no meu setor temos 4 funcionários e um detento que trabalha no mesmo setor, sou uma mulher de 1:50 peso 45 kilos meu cabelo são longos e loiros tenho um corpo bem definido seios fartos e segundo os homens um corpo que pede sexo, mas continuando, fui trabalhar em um sabado e neste dia a enfermagem fica apenas com um funcionário e o detento, Julio era um homem forte de 1:80 era lindo, mas seu comportamento era despresivel,arrogante, por ser um chefe de organização criminosa, se sentia o cara mais importante e era todos o respeitava até os funcionários e claro com sua beleza seus lindos pares de olhos verdes e seus musculos seduziam qualquer mulher, mas eu me mantia afastada aquele homem me assutava,acostumada com um casamento morno,não tinha a noção oque realmente era ter um homem até o dia que julio veio falar comigo.

_ oi dona patricia, ,

respondi secamente afinal era detento e eu não tinha que ser agradavel, meu engando, antes deveria ter feito de conta que eu gostava do jeito dele como todas.

ele olhou fundo em meus olhos e segurou o pau por cima da calça, falou que meu jeito de trata-lo dava um tesão enorme e que ele queria era me dominar, me colocar na maca e me foder intensamente,rasgar minha roupa e fuder meu cu sem dó, eu fiquei assutada, não sabia oque falar, estava sozinha com aquele homem, entrei na sala da minha chefe para acionar o telefone e chamar a segurança, quando JULIO me puxou pelo cabelo e falou em meu ouvido, pensa bem em quem vão acreditar em mim ou em vc? melhor ceder e quem sabe voce pode gostar um poquinho até deixo vc gozar, aposto que o corno do seu ex marido nunca conseguiu isto.

enquanto ele falava, suas mãos já estavam abrindo minha blusa, e apertando o bico do meus seios, um misto de dor e tesão percorreu meu corpo, realmente nenhum homem me tratou daquele jeito, JULIO tentou me puxar para um beijo e mordi sua boca, levei um tapa da cara suas mãos ainda puxava meu cabelo, me chamou de vadia, e falou que eu tinha perdido a chance de curtir a trepada, julio terminou de rasgar meu sutian e começou a chupar e morder meus seios , a dor foi mais intensa , mas meu corpo começou a me trair , o tesão começou a florar senti minha buceta a molhar inchar e desejar julio. eu sentia raiva e ao mesmo tempo desejo de ser estuprada por aquele homem forte , julio me colocou de joelho, me deu outro tapa, e falou que se eu o mordesse ou não fizesse como ele queria ele faria pior do que o ultimo tapa e no seu ultimo tapa seus dedos ficaram marcados, começei a chupa-lo julio enfiava seu pau inteirinho na minha boca e era tão grande que mesmo forçando eu não conseguia engoli-lo como ele queria.senti em minha garganta quando esporrou e fez beber cada gota, minhas lagrimas corriam, eu queria sumir ,mas ao mesmo tempo fciar a merce daquele homem.

julio me puxou para ele, levantou a minha saia e rasgou minha calcinha, quando tocou minha boceta sentiu o quanto eu estava molhada, riu da situação e falou - sabia sua cadelinha que vc gostava de ser tratada como uma vadia, ele me colocou encostada a mesa e senti seu pau invadindo minha buceta de uma vez, doeu , mas conforme ele ia bombando me deixei levar, ele sentiu que eu ia gozar e parou , abriu minha bunda e encaixou seu pau no meu cu, ainda virgem, quando começou a empurrar pedi para parar , pois eu nunca tinha feito aquilo antes, o que o deixou mais impolgado, julio só parou de empurrar quando sentiu suas bolas baterem em minha bunda, uma de suas mãos passou a tampar minha boca e outra prendia meu braço atras das minhas costas , ele ficou uns 20 minutos comendo meu cu, até que percebeu que eu estava sangrando, quando ele resolveu que iria gozar,se sentiu o gostosão tirando a virgindade de um cu tão gostoso senti seu pau pulsando no meu rabo, fez eu sentir uma cadela, uma vadia usada, julio se arrumou , me puxou pra ele enxugou minhas lagrimas e me deu um beijo quente e gostoso tão intenso e correspondi , ele me abraçou e falou que como eu me comportei da proxima ele me deixaria gozar em seu pau, e enquanto ele falava seus dedos me masturbavam eu apenas olhava com vergonha de estar sentindo prazer mesmo sendo penetrada da quele jeito, não sabia se chorava, se corria, no fim ele mandou um dos seus capangas me esperar na frente da cadeia e me levar pra casa, é obvio que eu nem precisei dar meu endereço a ele, hoje julio me tem como um objeto, com seu dinheiro e sua influencia comanda mais a cadeia que o proprio diretor, sempre que deseja ele apenas me puxa e tem...com ele aprendi a ser uma cadela gentil e obediente, falta pouco para julio sair em liberdade, e sei que quando ele sair eu não terei mas nem minha liberdade, pois é extremamente possessivo, sempre coloca alguem para me vigiar e diz que se eu não for dele não serei mais de homem nenhum...quero me libertar, mas tenho medo de sua agressividade, que me domina até no sexo.

Comentários

02/08/2013 16:24:22
Gostei. Queria ser o Julio
06/11/2012 00:42:41
Vc atingiu extremos entre a dor e o prazer...Infeliz ou felizmente uma hora ele ira se cansar quando isso acontecer tera sua liberdade,até lá tente não sofrer e enxergue nele apenas o amante sera menos doloroso pra você
20/10/2012 15:17:16
gostaria de conhecer uma novinha na regiao do abc sp sou moreno sarado 1m74 78 kg faço academia corpo totalmente em forma e 14 cm de pau meu tel011991975763 email artur0375@hotmail.com
19/10/2012 22:16:51
gostei do conto...
17/10/2012 11:28:43
Muito bom, excitante e dosa de forma magistral violência e erotismo, muito bem redigido, conseguiu me convencer, se quiser ler alguns dos meus contos, a maioria deles tem o mesmo tema do seu, nota 10.
17/10/2012 06:23:17
17/10/2012 06:23:15
Adorei seu relato, muito excitante. Parabéns!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.