Casa dos Contos Eróticos

Queria ser a Amante do Meu Pai!

Autor: Leilaporn
Categoria: Heterossexual
Data: 07/08/2012 19:48:58
Última revisão: 26/07/2014 04:58:29
Nota 9.79
Ler comentários (56) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Este é o inicio de meus contos. Meu nome é Leila Maria, sou casada, tenho filhos e mais de 36 anos. Nunca imaginei que tudo isso que vou relatar aconteceria um dia de fato. Mas, aconteceu e vou contar para vocês minha história.

Sou uma enorme mulata, desculpe a falta de modéstia. Mas, sou do tipo de parar o transito, gostosa, bonita e muito boazuda, uma MILF BBW muito bem distribuída. Resolvi contar minha versão sobre minhas atitudes devassas e neste caso como me tornei amante da meu pai. Não é novidade, sou uma ninfomaníaca, e que fiquei completamente louca por sexo, neste sentido a palavra que melhor me define é que realmente eu, Leila sou uma verdadeira PUTA, no sentido explicito de seu significado.

Eu posso dizer que faço sexo pelo simples prazer de sentir um pau entrando na minha imensa buceta, ou o latejar inchado de um pau dentro de meu cú, ou puramente me deliciar em porra abundante na minha boca e corpo. Neste ponto devo salientar três peculiaridades as quais me realizo e me deixam louca de tesão:

A primeira é que não é qualquer pau. Gosto e dou preferência a picões grandes e grossos, graúdos mesmo, muito avantajados, pois tenho uma buceta excepcionalmente farta e funda, por isso gosto de senti-la recheada em um pau de verdade e de grandes proporções. Mas apesar disso não dispenso menores, pois quando estou com tesão a coisa pega fogo mesmo.

A segunda é que aprendi durante meus mais de 20 anos transando é que adoro um picão preto. Esses não só são atendem ao primeiro requisito, pois são normalmente enormes e fazem uma mulher tremer na vara. Se for pau então, de negro velho, melhor ainda, pois são grandes, grossos e toscos e eles sabem mesclar sua potencia e experiência dando a mulher horas de sexo animalesco. Eu adoro levar pau de negrão coroa. Talvez isso seja uma tara minha, justamente por desejar meu pai! Que seja. Mas que fique claro, não dispenso e não tenho preconceito. O que vale mesmo é saber transar.

Em último e mais desafiador é o prazer nefasto e proibido, adoro neste sentido duas coisas, chifrar meus companheiros, desde namorados, amantes e especialmente hoje meu marido e a maior devassidão de todas que é praticar cometer incesto.

Ter o prazer de seduzir e levar alguém a libertinagem é ótimo, mas especialmente se esse alguém pertence a minha família, para mim é o máximo. Não há nada melhor que aliciar um familiar para foder. E é nesse sentido que meu pai entrou nesta história, pois ele atende a tudo e todos os requisitos que eu admiro e me da um prazer quase diabólico. Pois meu pai o Dr. Adão tem um pau absurdo e bizarro de grande e grosso, como vim a descobrir, é negro e velho e o principal, é o mais insano, pois cometo um incesto com meu próprio pai, e chifro outros amantes.

É claro, é sempre bom relembrar eu sou uma tesuda e gostosa mulata de 1,85 m de altura, sou alta, vistosa e imponente. Me visto para provocar meu marido e amantes. O coitado do meu marido fica louco quando me vê saindo para academia minhas malhas e suplex de ginástica de tênis brancos de solados altos e com meiões até os joelhos, ou no clube de biquíni ou maiô , ou mesmo vestida com elegante com salto alto quando vou trabalhar, ele não sabe que quando me visto assim é por que vou provocar alguém, sei que me percebem.

Se não for vestida assim, vou de qualquer outra forma perturbadora, ou desde que me pareça bem sexy, o que me faz sentir grande e poderosa do tipo boazuda. Ademais tenho enormes seios voluptuosos e fartos, para não dizer gigantescos, às vezes saltam da parte de cima do biquíni e uma cintura extremamente fina contrastante com um belo quadril e uma bunda desmesurada e fenomenal, redonda e encorpada, coxas e panturrilhas grossas. Sou uma típica mulata gostosa e sedutora e de hábitos sexuais extremos e bizarros.

Como citei várias vezes que me sinto como uma verdadeira devassa, quero antes de contar meu incesto, esclarecer essa questão. Não me confundam com uma prostituta, que são digníssimas senhoras que ganham sua vida, negociando seus corpos para o prazer de seus clientes. Estas dão duro e o fazem pela necessidade de dinheiro. Eu, não. Eu trepo por prazer e de graça, sinto-me as vezes bem puta porque gosto de ver paus entrando e mim, dou pelo simples escárnio ou pelo próprio prazer de gozar. Transo de todo jeito e faço coisas que prostituta nenhuma e por dinheiro nenhum o faria.

Isto me classifica e me qualifica como um legitima puta e vagabunda, pois desde a adolescência levo vara, desde meus colegas, namorados e professores. Ganhei minha vida profissional, antes de ser empresária, oferecendo os serviços e dotes de minha grande bunda e agora sirvo, a meus familiares ou a qualquer bem apessoado que tenha vontade de foder.

Mas, não confundam, sou assim em quatro paredes, em sociedade sou uma muito comportada empresária e mãe de família. Bem...

Tudo começou a acontecer a anos atrás, eu já era uma grande vagabunda. Pensei que casando as coisas iriam esfriar, mas o calor na minha buceta falou mais forte. Mesmo casada dava para meus chefes, vizinhos, até estranhos e principalmente quando descobri o tamanho do pau de nosso advogado e como passei a foder rotineiramente com ele.

Se fosse só isso, mas não foi, pois naquela época também envolvi minha mãe a foder com o Doutor. Tínhamos uma divida com ele e passamos eu e ela a dar para ele para cobrir parte do que devíamos. Passei inclusive a foder com o Dr. Jorge e com minha mãe ao mesmo tempo chegando finalmente às raias do devaneio e insanidade tendo um caso lésbico com minha genitora. Se soubesse que o advogado tinha um pau gostoso daqueles já teria dado minha bunda para ele há muito tempo.

De qualquer forma, aquilo para mim foi o fim ou inicio de todo o deboche e esplendor. Mas também outras coisas aconteceram e foi o fato de ter encontrado nas coisas de meu marido certas fotos.

Encontrei fotos antigas em preto e branco com coisas muito perturbadoras, pois se tratava de fotos de um jovem negro nu, com uma pica duríssima e enorme, era um pau tão grande que ia até seu peito, junto na foto havia um outro rapaz que agarrava aquela verga titânica. Em outra fotografia estava também um homem a chupar esta imensa rola, mas desta vez não se observava o rosto do negro bem dotado.

O que me perturbou foi à cena homossexual que ali estava registrado, das imensas picas pretas e o fato principal de tê-las encontrado nas coisas do meu marido e dentro de um antigo livro de meu pai, com mais de 50 anos. Também quando vi a foto poderia jurar que era uma foto de meu pai quando adolescente. Além de tudo isto me ocorreu de ver as paginas iniciais do livro onde estava uma dedicatória misteriosa dizendo:

Ao “grande” amigo querido ACM, por sua eterna presença na hora certa, ajuda e consolo vigoroso de quem jamais irá esquecer. Com amor Ass J.

Esta frase era por demais suspeita O ACM, ta na cara que se tratava das iniciais de meu pai. E J. seria o homoafetivo das fotos, quem seria o menino bem dotado, seria meu pai? Todas estas perguntas ficaram na minha cabeça, mas o tempo passou e eu nem as lembrei. Jamais poderia imaginar de fato que meu pai além de mulherengo, também na adolescência havia faturado rapazes, não imaginava que pudesse ter sido um homossexual e que tão pouco que aquele pintão imenso era dele.

O que eu como filha não sabia é que o tempo só transformaria algo gigantesco em algo maior e disforme, e que o Dr. Adão com o avançar da idade engrossaria, ainda mais aquela monstruosidade que eu, sua filha, agora inconscientemente desejava.

O que aconteceu depois deve ter sido obra do destino ou culpa de meu marido. Se for culpa dele foi bem feito, pois agora decoro sua cabeça com imensos chifres quando levo o maravilhoso pau de meu pai. Certa manhã nós fomos ao clube, que fica perto da casa de meus pais. Não me lembro porque, mas tive de dar uma passada lá para resolver algo com minha mãe. Devia ser algo em comum, nossa loja ou com nosso amante o Dr. advogado que nos comia.

No que cheguei ouvi uma grande confusão, foi justamente na hora que uma briga de meus pais tinha começado. Ouvia um bate boca daqueles com ofensas e acusações, não conseguia entender bem o que era, mas pelo jeito parecia que meu pai havia descoberto o nosso caso ou de minha mãe com o Dr. Jorge. Comecei a ficar preocupada quando ouvia o estalar de tapas e gritos de minha mãe, na certa ela estava levando umas boas bordoadas de meu pai.

Em determinado momento se fez silêncio no quarto de meus pais, fiquei aflita achando que algo mais sério poderia estar acontecendo e isto fez com eu que passo a passo ruma-se para lá e ao chegar na porta eu tive a visão mais frenética do mundo. Eu que já havia fodido com todo mundo, jamais pensei na vida que testemunharia uma cena anormal como aquela.

Eu pela fresta da porta via minha mãe ajoelhada na frente de meu pai que estava sentado em uma vasta cadeira de descanso. Meu pai estava com as calças arriadas e minha Mãe Dona Rosa com algo indescritível nas mãos.

Eu nem acreditei quando enxerguei-a com um gigantesco picão preto nas mãos, um pau extremamente anormal de grosso, não era mais comprido que o do meu amante, o Dr. Jorge, mas sem duvida era um pau muito graúdo e bruto, muito enervado e com calombos ao ponto de ser disforme como o pau de um legitimo cavalo. Este era o monstruoso pau de meu próprio pai.

O pior naquele momento, foi que fiquei de boca aberta a assistir mamãe sugando o tosco varão que era a pica de meu pai. Olhando o que se passava fiquei excitada e muito molhada de tesão vendo o que acontecia. Presenciava a mamãe chupando aquele picão bruto e meu pai sem piedade fazia com que Dona Rosa afundasse cada vez mais até a goela engasgada aquele gigante.

Fiquei com tanto tesão que me levei a me masturbar, ali, na porta do quarto, vendo minha mãe a chupar aquela maravilha de pau. Eu que já era uma puta assumida se soubesse esses anos todos que tinha um pau desse tamanho ali do meu lado, já teria com certeza apanhado e mamado no pauzão de meu pai. E essa era minha verdadeira vontade.

Que sensação indescritível, meus dedinhos alisavam freneticamente minha buceta, que juro, estava encharcada.

Foi quando vi meu pai tomando Dona Rosa para cima, levantou-a e a virou fazendo sentar em seu colo, apontando aquele mastro ameaçador para bunda de minha mãe. Vi meu pai pegar o pau todo babado e apontar para o cú da velha gostosa e vi também em todo o esplendor as reais dimensões daquele gigante. Naquele momento não acreditei que mamãe iria conseguir abarcar com o cú aquele dilatado pauzão. Que tesão!

Eu estava louca e atordoada. Masturbava-me com força na porta vendo aquela cena insana, e comecei a me imaginar ali naquela situação sedutora e louca de estar sentada no pau enorme do meu pai. Foi quando aconteceu senti que iria gozar e ao chegar ao orgasmo de súbito bati na porta fazendo chamar a atenção de meu pai que me viu, enquanto enfiava de forma animalesca seu picão na velha gostosa. Minha mãe gozava pelo rabo com as mãos socadas na buceta, e papai com vigor enfiava arrombando a bunda dilatada de minha mãe. Fiquei em delírio vendo meus pais trepando.

Não suportei. Gozei em jatos de escorrer pernas abaixo e gozei muito. Fiquei e deixei tudo melado. Tive que sair dali, mas não sem antes ver o jorro de esperma que meu pai deu. Vi aquele picão na mão esguichando um mundo de porra pra cima, o tamanhão soberbo da grossa pica de meu pai a balançar e espalhar esperma para todo lado, eram jatos que iam quase a 30 cm de altura e que taparam as costas e a bunda de minha mãe de porra grossa e quente. Que maravilha! O pauzão do meu pai era um chafariz, uma fonte de esperma! Minha Mãe delirava depois que o velho tirou aquele imenso pauzão do seu rabo. Via os olhos de Dona Rosa rodando de prazer e com a bunda e as costas agora banhadas em porra.. Que tesão! Sai dali com minha buceta encharcada e cheia de tesão pelo pau de meu pai e com inveja do banho de porra e que minha mamãe levara.

Nessa parte quando me esgueirei para ir embora tinha certeza que meu pai tinha me visto e também ao passar pela sala tive certeza do que acontecera, pois vi as fotos sobre a mesa e na mesma hora deduzi que minha mãe e havia trepado justamente com meu amado Dr. Jorge.

Na hora eu reconheci aquele pau enorme de meu amante no fundo do rabo de mamãe. Agora sabia o motivo da discussão de meus pais e do corno que papai levara na cabeça. Eu como filha sai encantada com as descobertas, e percebi que minha mãe era realmente uma puta. Diz o ditado que quem sai aos seus não degenera, éramos duas putas, tal mãe e tal filha.

Percebi também conforme tinha dito uma coisa, que meu marido estava por trás disso, ele nem desconfiou o favor que me fez e da vontade que eu tinha agora, naquele momento de me entregar a meu pai e de foder com ele desesperadamente. Fiquei apaixonada pelo picão tosco de meu pai.

Outra coisa também delatou minha presença além do esbarrão na porta, é que gozei feito uma louca, na verdade ejaculei, pois estava com meu maio molhado até os pés, meiões e tênis, tenho certeza de que deva ter ficado uma poça de gozo na lateral da porta.

Sai dali de fininho e voltei ao clube, mas voltei com as pernas bambas de tesão e com a cabeça mexida e virada, pois estava atônita e louca para foder. Estava num tesão infernal. Antes de chegar ao clube telefonei para meu amante, o Dr. Jorge para ver se poderíamos dar uma trepada antes que eu voltasse ao clube, mas meu amante estava viajando.

Fiquei mais puta ainda, o jeito era chegar lá e pegar o coitado de meu marido e dar uma para me saciar ou pelo menos matar minha sede em sua porra. Cheguei e meu esposo nem reparou as manchas de gozo que estavam marcadas nas minhas coxas. Fiquei só de maiô e convidei-o para ir comigo na sauna. Lembro que no que cheguei me grudei de boca no pau dele, fiz meu marido gozar pelo menos duas vezes na minha boca. Ele sentiu-se realizado e eu louca por um pau de verdade, um picão muito maior.

Naquela época eu também tinha minhas aventuras no clube e tive que apelar a um velho funcionário, o seu Zé que de vez em quando eu dava uma colher de chá. Eu mamava seu pau desde que era menina e ele mais jovem. A questão é que o seu Zé era um mulato de 70 anos, mas tinha um pau bem gostoso e razoável ou ao menos bem maior que o do meu marido, e como esse velho trepava muito de vez em quando, tinha no seu pau aquele típico cheiro de pica e quando gozava era um monte de porra grossa e branca. Não deu outra, na primeira chance que tive e no que sai da sauna chamei seu Zé.

Meu maridinho contente, pois já havia dado duas nem se apercebeu quando fui com seu Zé para o almoxarifado do clube para dar uma chupada no seu belo e fedorento pau e levar uma cota de pica preta no meu rabo, que estava doido para foder.

Mas isso é uma outra história e contarei como fui me envolver com esse negro velho em uma outra oportunidade.

leiam os demais, beijos e comentem queridos (as)!

PS I: Este conto figurou em seu tema Incesto no ranking durante meses, graças ao Fake Andre2013 que atacou propositalmente este e muitos outros contistas, reduzindo sua nota neste período saindo de sua posição. Deve-se isto há uma ação ordenada de alguns autores invejosos e sem capacidade. Estamos monitorando os IP destes contos via Site- O Webmaster foi notificado, e aguarda-se atitudes - Ajude pelo menos denunciando estas atitudes propositais e de má fé. - em fale conosco no final da pagina.

PSII: Associa-se a esta atitude o Fake cínico de DPM-Boy que tem feito uma campanha incansável contra meus contos e me confundindo com outros leitores e inclusive autores. Lamentável, denunciado ao webmaster para conhecimento.

Comentários

06/04/2016 14:16:09
Puta, vagabunda em toda sua essência...Foder vc deve ser uma maravilha...Adoro cornear quem não sabe comer quem tem nas mãos...e na pica...gmsr1967@outlook.com
28/03/2016 22:47:27
Ola, quero criar um grupo da CDC no WhatsApp quem tiver afim de participar do msm fala comigo no e-mail danilo_musico19@hotmail.com e deixa o número
16/02/2016 11:42:58
Excelente conto Leila, nós 3 lemos juntas e tivemos que trepar depois tamanha excitação que ficamos. Tb somos Putas vadias viciadas em sexo. Passa lá no nosso perfil e leia os nossos contos. Bjo
23/12/2015 23:43:46
Sou particularmente fã do tema incesto, mesmo que eu não goste de escrever sobre. Ótimo conto, desse assunto vi poucos de qualidade igual. Nota 10.
01/08/2015 22:53:18
OTIMO CONTO!.. TENHO CONTOS TB. MEU NOME AQUI É THOR.. GOSTARIA DE TE TROCAR E-MAIL. ;) LUIZFELIPERA@HOTMAIL.COM
17/06/2015 12:39:30
guardadetransitograndevitoria@gmail.com
10/01/2015 00:13:02
Conto de mulher dominante, muito bom de ver. Gostaria que vossa graça mandasse-me fotos suas para o email: everevertonluluis@outlook.com E convido-a para ler meus contos.
29/09/2014 09:55:54
Se algum dia eu praticar incesto, quero que minha filha seja uma puta safada e gostosa, como você!
22/08/2014 16:42:50
Adorei seu conto minha flor. Vou tentar ler todos eles nesse final de semana. Beijos
17/07/2014 09:40:38
Ja havia lido seu conto!! exitante, leia os meus contos de incesto!! joaosilas2013@yahoo.com.br
26/06/2014 00:03:38
Muito bom.
02/05/2014 18:51:14
sou louca por essas coisas e tambem tenho uma relação de sexo e putaria com meu pai é maravilhosooooo parabéns pelo seu conto muito bom.....
23/03/2014 14:39:23
Irado demais, teu conto, baby! Sou tarado em gatas maduras e vc com 35 anos, está na minha favoritas. Pena q ñ tenho um picão preto, mas, o meu ficou durão por vc. Brigadão por ler meu conto com a sessentona e vc tbem, anda com o seu Zé de 70. Beijo, beijo e beijo!
15/03/2014 10:41:06
Leila, antes de mais nada quero lhe agradecer pelo comentário deixado em meu relato.Eu ainda não a conhecia, mas vi que temos algo em comum, somos ninfomaníaca por sexo, hoje em dia em seguimentos diferentes, me tornei lésbica, porém no passado também tive meus momentos hétero, como vc pode ler no clássico conto “Poderoso Sogrão", entre outros.Fiquei maravilhada com sua narração, e com a riqueza em detalhes.Tentarei estar sempre acompanhando seus relatos, como vc bem sabe tenho uma esposa ciumenta.... rsrsrsrs.Parabéns e nota máxima para esse relato.Beijos adocicados para ti.....
13/01/2014 09:14:48
>>> fudedor.de.esposas.df@hotmail.com >>> Operadora OI. >> A melhor posição que curto comer mulher de CORNO é a seguinte: O corno por baixo de sua mulher num 69, o CORNO chupando a bucetinha dela e eu metendo a pica pra dentro da bucetinha dela. >> Quero ser fixo de algum casal, pois quero gozar bastante dentro da sua esposa para você meu amigo degustar do sabor da minha porra de dentro da buceta da sua esposinha. >>> Eu sou de Ceilândia, Brasília-DF sou comedor de esposinhas, procuro casais liberais, casadas, noivas,namoradas e solteiras. Adoro comer as esposinhas dos meus amigos na frente deles. Adoro gozar dentro da boca das casadas e mandar o CORNO limpar tudinho. Tenho 35 anos, qualquer casal que curta entre em contato comigo. >> OBS.: Favor não fiquem mandando mensagens para o meu celular, se quiserem me liguem pois sou comedor de esposinhas e não mensageiro. Curto real sou comedor nato. >>> FAVOR ME LIGUEM EM DIAS ÚTEIS POIS NÃO LEVO ESSE CELULAR PARA CASA. >>> Casais que procuram homem (macho) para sua mulher (esposinha) que sejam daqui do Distrito Federal ou que possam vir prá cá.
30/12/2013 16:38:27
Eita mulher tarada e assumida. Gosto de pessoas assim, que não se importam com julgamentos dos outros. E quem não gostar que não leia. Eu gostei bastante, sua narrativa e bem forte, mas excitante demais. parabéns, esta merecidamente no top.
21/12/2013 22:28:59
Que conto delicioso!!! Suas histórias são ótimas!
29/11/2013 15:16:18
Queridos leitores! Obrigada pelo incentivo. A Leitora Fiel tem razão. escrevemos nosso contos, cada um com seu estilo e tema para agradar a todos. Não gosto de preconceitos e hipocrisia. Creio que se a pessoa não goste do assunto não se manifeste. Há no inicio de cada conto bem explicito do que se trata nos assuntos, aliás é para isto que serve. Ou mesmo não gostando o que é um direito diga o porque. falar que é nojento e da vontade de não sei o que, não é motivo! Alias este andre2013, zerou outros diversos contos de forma intencional, na época todos os contos que estavam no ranking para privilegiar outros ou ele mesmo com outro nick. Escreva um bom conto para nós Sr. leremos com prazer e daremos a devido nota pelo o que ele vale. Desculpem-me todos demais. Mas, por estas coisas sem sentido, eu e diversos outros autores deste site já pensamos em nos retirar. Beijo babado a todos.
25/11/2013 11:11:23
Leila, minha querida, o ritmo frenético do seu conto quase que me tira o fôlego! A julgar pelas proporções, você deve ser de Itu...rs Muito bom! Assim que recuperar o fôlego vou terminar de ler todos os seus contos... Bjs!
23/11/2013 14:53:55
Querida Leila, adorei seu conto,muito bem escrito e excitante. O jeito como é desinibida, de sair fazendo o que tem vontade. quero um dia ser assim como você. Beijos de Mel.
04/11/2013 11:00:26
Muito excitante, Leila. Além dos seus 1,85m. de tesão, gosto de vir aqui e me inspirar (e ficar com o secretario duro) em sexo com muita ação. Apesar de não ter um picão gigante e nem negro, me entusiasmei pela ressalva de que não dispensa os menores também. Rsrs. Aliás, gostei do teu conselho em não se deixar levar muito pelo ¨sexo refinado¨. Acontece que estou meio bloqueado, sem saber o que escrever. Quem sabe, com uma foto da mulatona e seu apetitoso bundão me faça a redigir bufando, subindo nas paredes? Beijão! yuzo.yuri@hotmail.com
J26
28/10/2013 16:37:27
Muito Bom!
06/10/2013 11:08:14
Este seu primeiro conto e sensacional. A vejo na porta se masturbando e apreciando a foda dos pais. mais tentador ainda é seu desejo de estar no lugar da mãe. Erótico e pornográfico, fiquei muito excitado. seus contos incestuosos estão entre os melhores deste site atualmente, apesar de ter outros autores isolados com história muito boas. Parabéns pela saga, vou continuar a ler e comentar.
02/10/2013 20:51:13
Caraca que conto de tira o folego, pura tesão com adrenalina, te dou 10 dona Leila.
20/09/2013 06:51:19
Dona Leila, gostaria de lhe apresentar meu companheiro de 22 cm grosso e enervado como gostas. Ele ficou bem gordo e inchado lendo seu conto e imaginando estar dentro dessa buceta larga e funda, como vc descreveu. Maravilha de conto, aliás todos são.
13/09/2013 01:07:20
Caríssima Devassimensa, este como os teus outros contos, são surpreendentes. Delicio-me quando te auto-denominas, uma puta de grandes proporções vaignais e peitorais, quanto no porto físico de negrona tesuda. Eu adoraria ver de perto este bocetão que dizes ter e da sede que ele tem de paus enormes. Vou ler agora a continuação deste conto bizarrro. Parabéns e muitos beijos em teus mamilos e nesse mega vaginão. Abraços do Spártacus/Anderógino.
11/09/2013 14:22:06
Leila, querida, você é ótima. Uma verdadeira putinha! Você, eu e minha amiga Carla, faríamos um trio fantástico, regado a muito sexo e prazer. Se puder, lei o meu conto. Beijos, Dandara!
28/08/2013 19:22:59
MTO BOM! NOTA 10.. SUCESSO..
18/08/2013 19:10:29
Muito louca! Realmente uma ninfo com louvor!!
18/08/2013 07:21:10
Maravilha de conto. Bem narrado e explicito. É dez.
16/08/2013 20:04:57
Nao se deiche desanimar por 1 q nao escreve mas ta com tanta inveja q so sai criticando contos bons e de bons autores!!! Eu estou seguindo os contos q esse 1 tentou atrapalhar e estou dando nota 10 para amenizar o “estrago“ q esse 1 esta tentando causar a bons escritores e seu otimos contos, mas diferente desse 1 eu nao me escondo atraz de faks e nem ligo se a minha nota cair para -10 des q os meus leitores continuem lendo e comentando q gostam. bjs e abraços anjinho. e-mail: anjinhocapetinha69@gmail.com
16/08/2013 19:45:58
Adorei! Ninfomaniaca Devassa! Belo elogio fiquei lisonjeada! Espero ler em breve um conto ou um caso desse Letrado Marques! !
03/08/2013 11:30:14
Sem duvida, diferente sua estória! Gostei da transa da coroa, é normal uma briguinha terminar desse jeito. Estranho foi seu desejo, diferente, pecaminoso, mas excitante, sem duvida. Vou ler outros, gostei!
15/07/2013 20:50:30
Tudo que eu queria era ralar minha benga no seur rabinho putinha gostosa seu conto me deixou fascinado estou tesudo gatinha assanhada!!!
14/07/2013 12:06:39
Realmente, concorda com todas as opiniões abaixo. Voyeurismo incestuoso, materializando-se no lugar da mãe e desejando o falo do pai. É 10, sem dúvida!
14/07/2013 11:13:30
Mto excitante
08/06/2013 08:02:47
Absurdamente erótica. Se meu pai tivesse um pau desses conforme o conto faria a mesma coisa. Meu Deus, ainda assistir uma varada dessas. Fiquei doidinha.
06/06/2013 19:12:14
Queridos (as)! Agradeço a todos os comentários e elogios. Obrigada! Vejam meus demais contos tb. Beijos super babados!
02/06/2013 19:28:03
Demais! Bela condução pelo enredo
02/06/2013 17:25:15
Conto muito excitante! Visitem meu blog! Experiencias sexuais minhas! http://mulherestambemgostam.blogspot.com.br/
15/05/2013 20:06:12
Dona Leila vc é muita mais do que eu esperava! Ficar vouyer da trepada dos papais! Foi mágica! Gozando na beira da porta imaginado a pica do papai? Foi extrema!! 10,100,Grande tarada... metiademar@gmail.com... Vem que te meto tb. ,
10/05/2013 14:56:33
Leila mulata gostosona, tive a mesma curiosidade da queridíssima e talentosa escritora MALLU: ler desde o primeiro de seus contos... Menina você é "safadinha". Gostei muito deste e tenho certeza que gostarei dos demais. Nota 10! Lambidinhas atetuosas. Pablo.
20/03/2013 15:11:26
Faz tanto tempo que escrevi este...deixem um comentario aqui queridos...pode ser que anime e conte mais...
01/02/2013 12:33:43
Acabei de postar uma nova aventura " As Libertinagens de uma Mulher Obscena - Dona Leila no Interior" beijos babados
26/01/2013 16:51:49
Amo ver uma mulata gostosa e sorridente, pronta para viver amores e safadezas...e dos contos que já li, é assim que te imagino e é assim que vc é, Leila arteira! Você e sua maravilhosa família de gente tarada merecem toda a porra do mundo em homenagem, um chafariz de orgias, como são as seus aventuras! Beijos!
25/01/2013 08:12:15
Reli este texto e todos demais, linda Leila. Não tem como não ficar de pau! Ai é descontar na patroa ou enfrentar uma punheta em homenagem a essa gostosa coroa mulata. Se for real, teu marido tem um diamante de luxuria em casa, fora o papai..o Dr,....beijo minha negra, sou tb. Teu fã! E pior, minha esposa te adora...
24/01/2013 03:28:16
Muito bom, safada! Muito bom!
20/12/2012 04:29:45
Nao eee Não é só a Dona Leila que queria ser amante de seu pai! Eu também quero!!! Bjssss, querida, parabéns.
08/12/2012 10:47:45
Querido e queridas! A todos obrigada pelos comentários e votos. Vou postar em breve, enquanto não faço minha orgia familiar, mais uma aventura descabida da deliciosa lucy comigo. Beijos muito babados! Aguardem.
08/12/2012 05:33:13
10...Qualquer outra nota seria injusta.
05/11/2012 14:49:17
Sensacional, Leila. Sabe mesmo como narrar as coisas de forma excitante. Gostei.
26/10/2012 09:51:50
muito excitante!Leila,se quiser ver uma pica grande pela a webcam é só me add.jonny.gallo@hotmail.com.
12/10/2012 15:49:16
biscate safada!!!! adorei
10/08/2012 18:43:33
Vou ler todos essas estorias dessa dona leila. Eta arretada de gostosa é puta. E se não for quer ser uma mesmo. Muito bem descrito tudo!,,,,
10/08/2012 13:34:30
Uma puta mesno. Add jefferson.mflara@hotmail.com
07/08/2012 22:33:36
leila, vc sabe o que é erotismo. gostei do seu conto.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.