Casa dos Contos Eróticos

Feed

TESÃO PROIBIDO ( papai tirou meu cabaço )

Autor: TETE
Categoria: Heterossexual
Data: 24/08/2012 08:55:05
Última revisão: 12/09/2013 22:55:07
Nota 9.46
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Chamo-me Paola e hoje completando 21 anos resolvi contar como aconteceu meu incesto.

Lembro-me perfeitamente que faltava uma semana por meu aniversário de 17 anos e até aquela data por incrível que possa parecer ainda era uma garota quase totalmente inocente em matéria de sexo. Lógico que na escola tinha as brincadeirinhas das amigas dizendo que fulano ou beltrano me achava linda e queria namorar comigo. Havia até algumas trocas de olhares, mas nada que tivesse despertado nenhuma emoção especial que me arrebatasse. Também tinha acontecido um dia na casa de minha melhor amiga uma brincadeira diferente entre nós. Depois de assistirmos um filme de romance na TV quase que inocentemente comentamos como seria beijar alguém e então propus a essa amiga que nos beijássemos para experimentar. Ela adorou fazer isso, mas não gostei muito, alias na verdade até achei um pouco nojento.

Eu tinha uma vida tranquila sem nenhum tipo de preocupação. Mamãe era divulgadora de uma grande empresa de cosméticos e vivia viajando constantemente na região. Ela tinha 35 anos, loira de 1.70 m. olhos azuis e tinha um corpo muito bonito. Apesar de não ter tempo pra frequentar academias ela sempre dava um jeito de fazer suas caminhadas e fazer uns exercícios principalmente pela obsessão de ter um bumbum durinho. Ela comentava que não queria ficar com o bumbum caído de jeito nenhum.

Papai trabalhava com vendas pela internet e praticamente ficava o dia inteiro em casa. Tinha 36 anos, moreno com 1.80 m. corpo perfeito, pois vivia malhando nos aparelhos que mantinha em uma edícula nos fundos de casa. Ele também era vaidoso quanto ao corpo sempre se olhando nos espelhos.

Eu com 17 anos apesar de não me sentir...era toda gostosinha. Tinha 1.57 m., mas com certeza iria crescer mais, os seios eram do tamanho de uma pera, as coxas grossas e um bumbum todo empinado e bem saliente. Era o que vivia chamando a atenção dos garotos.

Minhas roupas eram praticamente iguais das minhas amigas, muitas mini-saias, shortinhos curtos e blusinhas agarradinhas. Minhas calcinhas eram grandes, mas por diversas vezes eu já tinha “assaltado” a gaveta de lingeries da mamãe e pego algumas calcinhas fio dental...gostava de me olhar no espelho e vê-las enfiadinhas no rego do meu bumbum.

Como papai passava quase o dia inteiro no computador atendendo seus clientes sempre quando eu acordava de manhã ou quando chegava a casa depois da escola ou da casa de alguma amiga tinha o costume de ir até seu escritório e fazer a maior festinha...sentava no seu colo, beijava seu rosto e ele todo carinhoso retribuía todo feliz. Sempre fui cheia de chamegos com ele de uma forma bem tranquila! Nunca houve nem de minha parte ou da parte dele nenhum tipo de carinho que pudesse ter uma conotação sexual!

Mas, sempre tem a primeira vez pra tudo na vida e foi então que quando ao chegar à tardezinha em casa depois de ter ido ao shopping ao entrar em casa escutei uns barulhos estranhos que me pareciam gemidos e até pensei que papai podia estar fazendo amor com mamãe, algumas vezes já tinha escutado eles no quarto. Quando decidi ir pro meu quarto pra não atrapalhar a “festinha” percebi que o barulho parou e então resolvi entrar no escritório dele e então vi que o papai estava sozinho e então fiz o que sempre fazia, pulei no colo dele e o enchi de beijos. Só que eu estava com uma mini-saia toda rodada e apenas com uma calcinha fio-dental bem pequena da mamãe, senti um volume duro e quente que se encaixou bem em cima da minha xoxotinha virgem. Nunca sentira isso antes no colo do papai. Eu até ia comentar que tinha alguma coisa me cutucando no meio das minhas coxas, mas instintivamente resolvi deixar pra lá...e deixei rolar e resolvi mexer no teclado do computador e foi então que ele disse todo carinhoso:

-filhinha querida...levanta do colo do papai...preciso dar uma saída rápida...tenho que buscar uma caixa no correio antes que feche...depois...a gente se fala meu anjo!

Quando me levantei do seu colo me inclinei por inteira e como a mini-saia era bem curtinha com certeza minha bunda se mostrou por inteira e ele brincou dizendo:

-Paola...minha filha...vc anda roubando as calcinhas da mamãe é? Sua safadinha...essa que vc tá usando foi eu que dei de presente pra ela o mês passado...acho que ela não tá sabendo desses pequenos empréstimos das calcinhas dela...né?

Sorrindo respondi:

-é verdade...esqueci de contar pra ela. RSS. Mas papai...ela compra umas calcinhas pra mim grandes demais...assim não dá...eu gosto assim...mas... já que o Sr. compra pra dar de presente pra mamãe...compra pra mim também...papai...eu gosto dessas...acho que meu bumbum fica mais bonito!

Ele sorrindo disse que depois a gente conversava mais, tinha que sair rápido senão não dava tempo.

Quando ele saiu fiquei ali sentada na poltrona mexendo no computador dele só que uma das gavetas da escrivaninha estava um pouco aberta e quando fui fechá-la sem querer abri um pouco mais e vi a caixa de um filme com varias mulheres nuas na capa. Toda curiosa dei uma olhada na caixinha e na parte traseira tinha varias fotos pequenas com cenas do filme. Abri a caixinha e não tinha filme dentro, mas em instantes me liguei que no escritório tinha uma TV e um aparelho de DVD e sai procurando os controles.

Achei-os no fundo da gaveta e quando liguei a TV e o DVD o filme começou a rodar. Logo percebi que papai estava assistindo quando cheguei...os gemidos vinham dali. Na hora fiquei interessada em assistir tudo que rolava sem perder uma cena. Gostei de ver os homens com aqueles paus enormes enfiando nas xoxotas das mulheres...incrível sentir que pela primeira vez minha xoxotinha virgem ficou completamente úmida.

Depois que assisti uma meia de hora de filme, o telefone tocou e me vez voltar à realidade. Era um cliente procurando por papai. Anotei o nome e disse que daria o recado quando ele voltasse.

Fiquei ali pensando no que tinha acontecido e foi então que liguei as coisas. Aquele volume que senti encostado em minha xoxotinha virgem era o pau duro do papai. Ele estava assistindo o filme e ficou excitado. A curiosidade tomou conta de minha mente. Será que o pau do papai era tão grande quando o dos atores do filme que assisti? RSS. Quente eu já tinha sentido que era, e sem duvidas nenhuma havia gostado da sensação daquilo entre minhas coxas e certamente imaginei um jeito de repetir aquilo novamente.

Durante uns dois dias mamãe não viajou e deu pra perceber que os dois fizeram amor várias vezes. Bem esperta e curiosa quando eles entravam no quarto eu ficava escutando atrás da porta os gemidos deles e eram bem escandalosos. RSS. Teve um lance que aconteceu que achei interessante. Papai estava no escritório e mamãe foi lá falar com ele e fui atrás e então escutei a conversa:

-para...seu tarado...só vim ver uma coisa no computador... hoje eu não quero...to até com a bucetinha ardendo...de tanto que vc meteu...parece que só pensa em buceta...deus me livre. Acho que vou deixar vc arrumar uma amante...nem parece que estamos casados há mais de 17 anos...toda hora vc tá com essa pica enorme dura! E ainda vive se masturbando com os filmes pornôs! Que marido mais tarado!

-que esposa mais cheia de frescura...enquanto umas reclamam que o marido nem olham pra elas...a minha fica regulando...o que posso fazer...se olho pra esse rabo gostoso...e fico com tesão? Depois quando a gente arruma uma amante de verdade...ai vai reclamar!

Adorei saber que papai era um tarado incorrigível.

Descobri em umas das gavetas vários filmes pornôs de papai, ele tinha uma coleção enorme. E sempre que ele saia pra resolver alguma coisa na rua eu pegava um e assistia inteirinho. Era um curso intensivo de sacanagem erótica que eu absorvia em minha mente com uma facilidade incrível.

Notei que com certeza eu também seria uma tarada incorrigível.

Cada vez mais eu era mais abusada nas minhas manifestações de carinhos com papai...era só ter uma chance que sentava no seu colo e me mexia toda de preferência de mini-saia. Notava que de vez em quando sentia que seu pau ficava um pouco duro...mas ele rapidamente dava um jeito de me fazer levantar...mas...dava pra sentir que sua resistência ia ficando cada vez menor.

Já fazia dois dias que mamãe estava viajando e percebi que a noitinha quando papai voltou pra casa tinha uma sacola na mão e percebi que dentro tinha alguns filmes que certamente eram pornôs.

Papai naquela noite iria ficar assistindo filmes no escritório...mas logo comecei a pensar em um jeito de fazer acontecer alguma coisa bem gostosa.

Quando era umas 9.00 h. da noite começou a trovejar e dava pra ver que ia chover e então tive uma ideia e disse para o papai que ia me deitar antes da chuva. Ele sabia que eu tinha um pouco de medo dos raios. Fui para meu quarto e fiquei lá...e realmente a chuva veio forte. Eu até tinha medo de tempestades, mas o bichinho da safadeza já tinha se instalado em minha mente e era muito mais forte.

Coloquei uma camisetinha curtinha e uma calcinha velha bem fininha...quando andava ela acabava entrando no reguinho da bunda e esperei um tempinho e então fui procurar papai e logicamente quando cheguei à porta do escritório apesar de fechada dava pra ouvir os gemidos do filme pornô que ele estava assistindo e então bati na porta dizendo:

-papai...abre...deixa-me ficar aqui com vc...to com medo...dos raios...por favor!

Ele desligou a TV e veio abrir a porta, apesar de contrariado me beijou no rosto e todo carinhoso disse:

-que menina mais medrosa... já é uma moça...e ainda tem medo de chuva...deixa de ser boba!

Ele estava com um short de brim um pouco grosso, mas deu pra ver que na frente tinha uma barraca armada e ele logo que abriu a porta voltou pra poltrona em frente à escrivaninha se sentou e fingiu que mexia no computador e então toda cheia de dengo disse:

-por favor...papai...juro que não vou atrapalhar...deixa-me ficar no seu colo...até a chuva passar...vc sabe que eu tenho medo...por favor!

Ele sorrindo me pegou pelo quadril e me sentou em seu colo.

Minha xoxotinha encaixou direitinho naquele volume duro e enorme e toda dengosa disse:

-ainda bem que tenho um pai...lindo e maravilhoso...adoro sentar no seu colo...é tão quentinho...sinto-me tão protegida...eu te amo muito...papai!

Ele me encheu de beijos tanto no rosto quanto no pescoço e eu retribui sem economizar...e logicamente estava adorando esfregar minha xoxotinha naquele pau. Dava pra sentir o calor que emanava dali. Em instantes tive a certeza que ele também passou a se aproveitar daquela situação pois ele ligou a TV, logicamente que não com o filme pornô e disse:

-vamos ver o que tem na TV pra gente assistir enquanto esperamos a chuva passar...né minha querida!

-isso...papai...vou adorar assistir aqui com o Sr...no seu colinho gostoso!

Quando ele começou a mudar os canais vi que tinha um filme de terror e disse:

-deixa ai papai...eu adoro filmes assim...acho que esse é de vampiro...gosto mais ainda.

-que garota mais tonta...medo de chuva e gosta de filme de vampiros...filhinha maluca que tenho.

O filme rolava e a todo instante eu dava gritinhos por causa das cenas do filme e me mexia no colo dele sem me preocupar com nada...já estava toda molhada...ele também estava adorando aquela safadeza...dava pra sentir seu pau enorme pulsar encostado na minha xoxotinha e minha calcinha fininha já estava ensopada. Ele timidamente deslizava suas mãos pelas minhas pernas e pela minha barriga me arrepiando por inteira e toda safada disse:

-ai...papai...acho que to toda arrepiada de medo...do filme...mas to adorando assistir...o Sr. tá gostando?

-claro...filhinha...estou adorando também...tá gostoso demais!

Nem sei de onde surgia tanta safadeza, talvez dos filmes pornôs que eu tinha assistido e então quando entrou os comercias na TV toda dengosa disse:

-ai...papai...vou ao banheiro...fazer xixi...nem senti...mas acho que até já fiz um pouquinho...to molhadinha ...passa a mão...pro Sr. ver...nunca fiquei assim...

Peguei a mão dele e coloquei em cima da minha xoxotinha virgem...por segundos ele ficou sem saber o que fazer mas logo ele deslizou os dedos e disse:

-é...realmente tá bem molhadinha...mas...acho que isso é normal...querida...se quiser...troca a calcinha...

aquela daquele dia...da tua mãe...ficou melhor...pega outra la...fio-dental fica muito mais bonita...no teu bumbum...o que vc acha?

-mamãe tem uma coleção enorme...tem umas que são bem sexy... já que o Sr. deu a ideia...vou pegar uma bem diferente...e bem bonita...pra vc ver!

-então Paola...põe uma bem linda...tua mãe nem vai saber...vai lá meu anjo...também vou trocar meu short...esse é muito quente...vou aproveitar e tomar alguma coisa gelada...to com sede!

-que legal...vou rápido...pra não perder o filme... já volto papai!

Sai toda rebolando enquanto ele foi pra cozinha pegar uma latinha de cerveja peguei a calcinha no quarto da mamãe e voltei...e ele entrou no quarto pra trocar o short...logicamente ele iria trocar aquele short comportado por alguma coisa bem mais sexy.

Voltei ao escritório e tirei a calcinha velha e coloquei a outra. Era escandalosamente linda...de seda e sem elástico dos lados, enfiei inteirinha no reguinho e até entrou entre os lábios de minha xoxotinha virgem que continuava ensopada. Eu estava praticamente nua mas estava adorando viver aquela situação. Papai voltou e também estava pronto pra brincar bem mais gostoso que antes. Ele tinha colocado uma cueca de seda bem curtinha e dava pra ver que tinha dois botões na frente e estavam estrategicamente abertos e ele todo safado disse:

-passei uma água no corpo bem gelada...pra refrescar um pouco...tava sentindo muito calor! Melhorou por enquanto...mas vc ficou linda garota...vira...nossa...como minha filhinha... já é quase uma mulher!

O filme já tinha recomeçado e ele se sentou e toda sensual sentei de novo no colo do papai...meu bumbum todo de fora...fazia-me sentir mais tesão ainda...a calcinha de seda no meio do reguinho e entre os lábios de minha xoxotinha virgem me deixavam excitavam ao extremo e toda sensual disse:

-nossa...papai...essa calcinha da mamãe...da choquinhos...na minha xoxotinha...nossa...nunca senti isso...é tão gostoso.? ahhh...é tão bom!

O pau do papai estava duro como aço e dava pra sentir que ele latejava na portinha da minha xoxotinha e então ele todo cheio de tesão disse:

-não se preocupe...filhinha...se vc tá gostando...aproveita...esses choquinhos vão ficar mais fortes... daqui a pouco...vai ficar mais gostoso ainda...continua assistindo o filme...assim...eu to adorando também!

Eu nem me importava mais com nada e sem pudor eu esfregava minha xoxotinha naquele pau imenso e quente coberto apenas por um pedacinho de seda da calcinha e da cueca. Ele deslizava suas mãos fortes pelo meu corpo e quando apertou de leve os bicos dos meus seios eu gemi dizendo:

-hummm...papai...que delicia...to adorando...assistir filmes assim...acho que vou querer sempre... ahhh...

Ele apertava meus seios e seus dedos deslizavam até minha bucetinha tocando-a de leve...fazendo-me gemer e rebolar devagar e então ele disse todo sensual:

-levanta só um pouquinho...filhinha...papai...vai fazer tudo ficar mais gostoso...ainda...levanta... pronto...

agora...pode sentar...vc vai gostar...muito mais...

Quando sentei...ele puxara a calcinha pro lado e seu pau estava pra fora, grosso e duro. Aquilo deslizou por toda extensão da minha xoxotinha completamente molhada e gemi sem pudor dizendo:

-ahhh...que delicia...papai...nossa que coisa deliciosa...tão quente...humm...nunca senti isso...nossa!

Papai a partir daquele momento sem conseguir mais disfarçar o tesão passou a me tratar como mulher e disse todo sensual:

-minha filhinha...tá cheia de tesão né...fala pro papai...vc nunca brincou assim com nenhum garoto?

Toda safada e tesuda sussurrei:

-claro que não...papai...sou virgem de tudo...eu queria brincar...era com vc...faz dias que queria estar assim desse jeito...com meu papai lindo e gostoso...continua...por favor...to adorando...muito!

Ele passava a mão por todo meu corpo, dedilhava meu grelinho durinho me fazendo gemer alto, a cabeça toda babada daquele pauzão ficava indo e vindo no meu cuzinho e na portinha da minha xoxotinha virgem e ele todo sensual me beijava a nuca e o pescoço me arrepiando inteirinha e sussurrava tesudo:

-nem acredito...que minha filhinha...resolveu se tornar uma putinha tão safada...se esfregando na pica do papai desse jeito...mas estou adorando...vc é uma garota muito gostosa...e taradinha...toda molhadinha...assim...rebola na pica do papai...putinha deliciosa...ahhhh!

-ahhh...que tesão...papai...é uma delicia...seu pau...é grande...e grosso...igual dos filmes...quero...ele dentro de mim...enfia papai...vou adorar...sentir ele inteirinho...enfia papai...na tua filhinha...mete...tudo!

-sua maluquinha tarada...calma...sua putinha tesuda...não pode ser assim...vamos continuar a brincar!

Ele então fez com que me levantasse me deitou de costas na escrivaninha e colou sua boca na minha xoxotinha e começou a me chupar com volúpia. Gemi alto rebolando em sua língua e em instantes gozava intensamente me contorcendo sem controle. Meu primeiro orgasmo oral com papai tinha sido maravilhoso e senti um prazer que nunca achei que pudesse existir. Era bom demais.

Ele então se sentou de volta na poltrona e disse todo tesudo:

-agora...faz papai gozar bem gostoso...putinha deliciosa...ajoelha e chupa o papai...quero dar leitinho pra vc...quero gozar nessa boquinha virgem...mama na rola do papai...

Rapidamente me ajoelhei entre suas coxas e então pude admirar bem de pertinho aquele pau enorme que estava me deixando louca de desejo e tesão em todos os poros de meu corpo. Era grosso e imponente e mesmo sem nunca ter feito sexo oral, ter assistido vários filmes pornôs me fez saber com certeza como fazer e apesar de ser difícil enfiar aquela cabeça enorme em minha boca eu lambia e chupava com prazer e tentando satisfazer os desejos de papai e ele dizia todo tarado:

-isso...assim...chupa...putinha do papai...assim...lambe tudo...minha putinha safada... ahhh...que delicia... vou gozar...que delicia...engole...tudo...putinha...engole a porra do papai... ahhh..

Quase me engasguei de tanta porra que saia daquele pau enorme, mas engolia tudo como se o néctar dos deuses...adorei o sabor daquela liquido quente. Da minha bucetinha escorria muito liquido de tanto tesão em saber que tinha feito papai gemer de prazer. Lambi toda porra que tinha escorrido pelo seu ventre deixando-o limpinho e ele então me pegou e me fez sentar novamente no seu colo...e me abraçando forte disse todo carinhoso:

-que filhinha mais louca...que eu tenho...nossa que delicia...isso não poderia ter acontecido...mas foi impossível resistir...ainda mais do jeito que vc fez...quase nem da pra acreditar que vc ainda é virgem...vc foi putinha demais...qualquer homem ficaria louco de tesão...sua safada!

-papai...eu quero ser a tua safadinha...quero ser tua putinha...eu só tive coragem de fazer essa loucura por que era com vc... não teria coragem de fazer isso com nenhum outro homem...só com vc!

-que filhinha mais deliciosa eu tenho...e tarada demais...mas é um perigo isso que estamos fazendo!

-papai...não se preocupe...juro que ninguém vai saber de nada...mas...queria pedir uma coisa...não quero esperar muito...quero que me faça mulher...logo...por favor...

Papai me apertou forte contra seu corpo...e toda safada passei a mão no seu pau que já dava sinais de ficar duro novamente e esfreguei minha xoxotinha nele dizendo:

-humm...papai...teu pintão tá ficando duro de novo...ele ta querendo brincar de novo...eu também quero!

Ele sorrindo disse todo sensual:

-é...também...com uma garota tão linda...e tão safadinha...como minha filhinha querida...é impossível ele ficar mole muito tempo...vamos tomar banho...depois nós continuamos a brincar...vamos putinha!

Durante o banho a safadeza voltou com intensidade e logo fomos pra cama e ai a coisa ficou melhor.

Papai me levava à loucura com sua língua safada na minha xoxotinha virgem. Eu gozava sem parar e gemia alto...foi então que papai se recostou na cabeceira da cama com aquele pauzão enorme e duro como aço e me sentei em seu colo mas dessa vez de frente e fiquei me esfregando nele toda tesuda.

Minha xoxotinha toda molhada sentia aquele pau grosso deslizando entre os lábios inchados de tesão e papai tomado de tesão me segurava pela bunda e me fazia rebolar na cabeça da sua pica e então fiz o que ia selar de vez nosso tesão proibido. Colei minha boca na dele e nos beijamos ardentemente. Papai enfiava sua língua na minha boca e em instantes imaginei seu pau enorme inteiro dentro de mim...e então quando por instantes paramos de nos beijar disse toda sensual:

-papai...me come...de uma vez...tira meu cabaço...por favor...mete na tua filhinha...de uma vez...quero ser sua putinha...de verdade...mete...quero dar...pra vc...enfia...tudo...na tua filhinha...

Eu segurei aquele pau enorme bem na entradinha da minha xoxotinha virgem e colei minha boca na dele e beijei-o. Ele nem se importou com mais nada...e soltei meu corpo naquele pau duro e grosso. Papai me segurava pelos quadris e tomado de tesão me puxou forte contra seu ventre. Quando meu cabacinho se rompeu...dei um gritinho mas em segundos já rebolava como uma louca naquela pica maravilhosa. Eu desejava ter aquele pau grosso dentro de mim...e gemendo como uma louca gozei convulsivamente praticamente sem controle. Papai me comia deliciosamente...aquela pica grossa entrava e saia da minha xoxotinha com força. Nem dor senti...só prazer intenso.

Durante uns vinte minutos papai me comeu como desejei e como eu queria...só faltou uns tapinhas no bumbum que já tinha visto no filmes e gostaria de “experimentar” mas isso iria acontecer durante outras transas. E com certeza iria pedir. RSS.

Nem saiu muito sangue ao ter perdido minha virgindade. Tudo tinha sido muito tranqüilo e sem drama.

Naquela noite dormi com papai...peladinha e de conchinha.

Ter perdido meu cabaço foi o presente antecipado de aniversário de meus 18 anos que completei dali a duas semanas. Acho que até demorei muito pra me tornar mulher.

Depois disso, passei a dividir com mamãe o pauzão grosso do papai e ela deixou de reclamar que ele era muito tarado. . Realmente eu era tão tarada quando ele e se bobeasse queria dar a xoxotinha todo dia e a toda hora.

Hoje com 21 anos e indo estudar durante um ano na Inglaterra estou me sentindo muito triste de ter que deixar papai. E o pior é que durante os 3 anos que passamos juntos dificilmente ficamos muitos dias sem transar e agora não sabia o que ia fazer com o meu tesão intenso.

Contos recomendados pelo CLUBEDOPRAZER1: sintam tesão sem moderação!!!

http://www.casadoscontos.com.br/texto/

http://www.casadoscontos.com.br/texto/

http://www.casadoscontos.com.br/texto/

http://www.casadoscontos.com.br/texto/

http://www.casadoscontos.com.br/texto/

TETE clubedoprazer1@hotmail.com ======================>/

Comentários

05/12/2014 19:35:16
QUE DELÍCIA DE SAFADINHA
25/06/2014 07:47:28
queria ser o teu paizinhooo...adorei.... bedejoane@yahoo.com
16/10/2013 21:56:11
SE QSER TROCAR UMA IDEIAS.. joaosilas2013@yahoo.com.br
16/10/2013 21:54:49
MTO GOSTOSO!! FIQUEI COM MTA TEZÃO! LEMBREI MTO DAS PRIMEIRAS VEZES QUE FIQUEI COM M INHA FILHA! NOTA 10 SE QSER LEIA O MEU CONTO..SUCESSO..
20/08/2013 03:49:53
MT bom
20/08/2013 03:49:16
MT bom
09/08/2013 12:23:19
tesão de conto me masturbei duas vezes esse é meu sonho
09/08/2013 12:22:26
adorei esse conto fiquei com muito tesão e me masturbei duas vezes adorei esse é meu sonho
26/07/2013 23:37:53
Conto maravilhoso! Tens talento para escrever.
07/07/2013 10:50:17
Nao me canso de ler e reler...tive que voltar e tocar mais uma! Meu pau esta estourando de tesao muito melado! Ahhh se eu pudesse te ter em meus bracos sua tesudinha safadinha! Me responde, meu e-amil...fernantech@r7.com
17/06/2013 22:56:03
gatinhos me add no face http://www.facebook.com/annakarolline.marquesoliveira?refid=7 e no msn karol.love2@hotmail.com
17/06/2013 01:06:40
Muito bom
16/06/2013 02:01:44
Poxa ! Nota 10. Deluxe teen.
16/06/2013 01:22:19
msqputinha sem vergonha! ms o q importaé o tesão,né? gostei. susy.msa@hotmail.com
15/06/2013 06:16:34
Não tem continuação? E o rabinho? Tem que dar tudo para ele, de acordo com os filmes que você assistiu e disse que tinha aprendido tudo, né?
02/06/2013 01:13:58
Isso não foi um incesto pois foi consentido. Belo conto e levou um 10 (fiquei com um tesão enorme)
09/05/2013 12:55:54
http://x-tudotudotudo.blogspot.com.br/
17/09/2012 20:31:18
Olá... Meu nome é Rubia e meu marido se chama Beto. Adoramos seu conto, nos deixou com muito tesão. Também publicamos um conto aqui. Se chama "A procura de um amante". Temos um blog com muitos assuntos e fotos relacionados a sexo e também com nossas aventuras sexuais. Visite... Com certeza irá gostar e ficar com muito tesão. O endereço é: www.rubiaebeto.comunidades.net
28/08/2012 12:00:49
Você escreve bem apesar de parecer não dar muita atenção a pontuações e ortografia, tambem esses chatos "RSS" que mais atrapalham que tipificam seu escrito (lembre-se que seu leitor não quer saber se você ri enquanto escreve e que seu xsorriso, ao escrever, não compõe sua obra), mas deixemos de lado essas observações e voltemos ao seu escrito. Você merece parabéns, consegue colar a ateção do leitor mesmo quando a narrativa desgringola e você rateia sem rumo. Não lí os outros, prometo que lerei e, se não for pedir demais, leia os meus: http://www.casadoscontos.com.br/texto/
24/08/2012 18:42:28
Adorei o conto, vc tem talento pra escrever, parabéns!
24/08/2012 14:50:46
Muito bom você tem talento para escrever contos. Parabéns.
24/08/2012 14:34:45
Adorei o conto, fiquei com o pau feito rocha, bem safada vocÊ, se quiser eu posso ser seu 'papai' também. Hehe.
24/08/2012 14:04:34
Que conto... Teu pai eh um cara de sorte por ter uma putinha como filha. tô durao aqui, valeu.
24/08/2012 13:58:29
Conto maravilhoso...se quiser me add meu msn é gugabala20@hotmail.com, moro em SP, leia meus contos, Comi a pastora da minha igreja 1 e 2.
24/08/2012 13:11:18
tete, a tua historia e quase igual a minha, vim de lambuja para os braços do homem que se tornou a figura paterna para mim, pois meu irmão era gyazinho e ele a transformou numa linda traveca de apenas 14 anos, com direiro inclusive a baide de 15 anos e ate mesmo a principe encantado, e como eramos gemeos, claro que ele passou a ser meu paizinho tesudo e gostoso, mais ai eu ja era sua putinha... mais adorei voce fuder gostoso assim, sem cobranças, sem medos, apenas gozando muito e gostoso, por inteirinha, como uma verdadeira putinhabeijos e volte logo... seu pai te quer como bem putinha
24/08/2012 12:58:00
Caraca menina , adoraria ser teu papaisinho , pois teu relato me deicho de pau tremendo de tesão por vc . nota 10 gaucho.fmello@gmail.com

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.