Casa dos Contos Eróticos

Perfume (Fazendo-a puta)

Autor: Jhon
Categoria: Heterossexual
Data: 01/07/2012 00:00:52
Nota 9.95
Ler comentários (25) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Para entender melhor sugiro que leiam a primeira parte...

http://www.casadoscontos.com.br/texto/

(desculpe a demora para postar a segunda parte)

...Naquela noite fui dormir pensando no que havia acontecido, apesar do tezão e da deliacia q foi a nossa tranza, eu havia me controlado um pouco por que não tinha certeza de como ela gostava, mas agora eu sabia, ela queria ser tratada como puta, e, eu a iria tratar assim...

No meio dos meus devaneios ouço passos e sinto aquele perfume arrebatador, sabia que era ela, e, sabia q voltaria. A aguardei na porta do meu quarto com a porta entreaberta e assim q ela passou sem me notar a agarrei pelos cabelos, firmemente e a puxei para dentro, tranquei a porta, e a prensei contra a parede num delicioso beijo, puxei seu cabelo, e, enquanto deslizava meu dedo para dentro de sua calcinha a perguntei se ela queria ser mesmo q eu a fizesse minha puta:

-Quero, me faça, ah.. sua puta.. por.. favor...

-Então -falei, ja colocando um de meus dedos na entrada de seu cuzinho arrancando dela gemidos- vc vai ser minha puta, mas em tempo integral! Vai obedecer a tudo q eu mandar, ok?

-Sim -ela confirmou ficando cada vez mais mole em meus braços- vou te obedecer...

- Amanha vc vai usar uma saia muito justa e muio curta, e, quero vc com uma blusa bem decotada, sem calcinha - ja dedilhava seu grelinho-, ok?

Tu

- Uhnnn, ok... ahh...

Senti ela gozando, Era isso mesmo q a safada queria...

-Agora vá para seu quarto, alguem vai sentir falta de vc!

No dia seguinte já levantei de pau duro curioso para saber como minha nova puta se vestira, a satisfação foi grande quando a vi na cozinha do jeito que eu lhe ordenei, e enquanto tomávamos café ela massageava meu pau com os pés por baixo da mesa, e, quando todos terminaram me ofereci para a ajudar na cozinha...

Após tudo feito na cozinha, ela fez menção de sair, mas eu a agarrei pelo braço e, puxando seu cabelo disse:

-onde vc vai sem minha permissão?

-Ah! Pro meu quarto...

-Primeiro quero gozar em sua boca, aqui na cozinha...

-John, alguém pode entrar...

A safada falou isso enquanto já estava me masturbando por dentro do short, então eu a puxei , pelos cabelos, para baixo em direção do meu pau, que já doía de tão duro. Ela o tirou para fora,e, com aquela boquinha desenhada para chupar um pau, colocou a glande em sua boca enquanto me masturbava e se masturbava com a saia levantada, esfregando freneticamente seu grelinho...

Ela já fazia meu pau entrar e sair de sua garganta num ritmo gostoso, chupando com vontade, me dando muito prazer, e a visao daquela deusa ajoelhada me chupando enquanto se masturbava, o seu perfume e seus gemidos apressavam meu gozo, que veio quando ouvi ela dar um gemido mais forte e ficar ofegante, ela gozou ajoelhada aos meus pés... Contínuou chupando por uns instantes até que meu llíquido encheu completamente sua garganta. Ajudo-a a se levantar, segurando seu queixo e digo para ela beber tudo, o que ela fez sorrindo.

-Pode ir minha putinha, mas não demora que temos que arrumar as coisas para o piquenique.

-Pode deixar, meu macho...

Depois de meia hora do ao seu quarto para ver uq ela estava fazendo, a encontrei saindo do banho e fique excitado automaticamente... Não resisti, e, tranquei a porta, a agarrei com vontade nos beijamos um beijo apaixonado e ficamos nesse agarra-agarra um bom tempo, quando comecei passar a mão por sua xaninha ela segurou minha mão:

-Quer comer seu lanche antes da hora? Vamos arrumar as coisas para irmos...

Na cozinha enquanto arrumávamos as coisas, eu passava a mão por todo aquele corpo, coberto por uma micro-saia branca e uma blusa decotada branca... Pensei como a calcinha não deixava marca, a resposta veio quando percebi que ela estava sem calcinha e sem sutiã...

Não resisti e a apoiei na mesa, fiz com que arrebitasse o rabo e abrisse as pernas para expor aquela xaninha deliciosa... Me ajoelhei e caí de boca! chupei com vontade lambia desde a bucetinha até seu cuzinho, voltava para a bucetinha e dedilhava seu grelinho enquanto chupava( literalmente chupava, não eram lambidas, linha fome era tanta que eu chupava fortemente a bucetinha daquela puta) ela tremia se segurando para não fazer barulho... Ela rebolava na minha cara e senti seu gozo novamente. Nos recompomos e saímos para o pique-nique...

Andamos a pé mesmo até uma cachoeira no meio de uma pequena mata... Sabia que ninguém ia lá nessa época do ano e, além disso, haviam umas pedras que seriam perfeitas para uma tranza escondido... Dissemos a meus tios e país que iríamos com um casal de amigos que conheciam a região, vcs entendem que mesas festinhas nunca é bom um pai ou mãe preocupado, né?

Já na cachoeira ela tirou a roupa para um mergulho e revelou um biquíni minúsculo vermelho sangue que contrastava com sua pele de ébano e se enterrava no seu rabo, antes que ela caísse na água a seguro pelos cabelos, e, logo minas mãos percorriam seu corpo, eu sentia seu perfume maravilhoso e eu a beijava e mordia seu pescoço... entramos juntos na água, a levei a um lugar mais protegido por segurança, e, desamarrei a parte de cima de seu biquíni.

Caí de boca em seus depois gostosos, só ali, onde ficamos mais à vontade, percebi o quanto ela gostava de sentir minha boca mandando naquelas maravilhas, peguei firme em sua bunda, apertava aquela maravilha e percebi que ela realmente gostava de fazer sexo anal, pois gemeu como se estivesse perto de ter um orgasmo quando brinquei com um dedinho no seu rabinho. Ela ser soltou de mim e fez algo que me surpreendeu, mergulhou, e, dentro d' água começou a me chupar não demorou muito mas eu, que já estava de pau duro fiquei ainda mais excitado.

Peguei-a no colo e tirei da água, coloquei-a (numa área bem protegia da vista de curiosos) a coloquei deitada e deitada com as pernas abertas , ela não começou a se masturbar e eu me ajoelhei para chupar novamente sua bucetinha gostosa. A deixava louca com minha língua entrando, saindo acariciando, chupando e mordendo... ela enfiava seus dedos na boca e experimentava seu próprio mel...

Me levantei e foi na mochila pegar um lubrificante para finalmente comer aquele lindo rabinho, quando retornei ele já estava de quatro mexendo os quadris enquanto abria seu rabinho me exibindo aquele cuzinho mega desejado...

Ela me olhou com aquela cara de puta e falou:

- Estou louca para dar meu cuzinho para vc... Vem foder ele, vem...

Posicionei-me atrás dela de joelhos e forcei um pouco a entrada do seu cuzinho, mas, decidi torturá-la mais um pouco e enfiei rapidamente na sua bucetinha já ensopada ela começou a gemer loucamente e eu puxei seu cabelo não muito forte mas bem firme... ela pedia para ser enrabada e eu já sem agüentar de tezão, lubrifiquei muito bem seu rabinho, e, novamente coloquei na portinha de seu cuzinho forcei um pouco, fiquei muito feliz meu pau foi entrando aos poucos apertado mas ela ñ sentia dor, percebi que a vadia gostava mesmo de dar o cuzinho, fui aumentando os puxões no seu cabelo e a força nas metidas, ela gemia e rebolava com minha vara enterrada no cuzinho, sai de dentro dela e me sentei numa pedra ali do lado, ela veio até mim se sentando no meu colo, coloquei novamente no seu cuzinho e ela subia e descia ferozmente, seu corpo já estava seco e novamente sentia aquele perfume, acho que estava impregnado em sua pele, fiquei mais exitado do que Já estava, senti meu pau pulsando no seu cú gostoso e comecei a masturbar enquanto ela subia e descia, ela gemia mais forte e virou de frente para mim, ainda com meu pau no seu cuzinho...

- que pau gostoso,me faz gozar pelo cuzinho, sempre cheguei perto mas nunca me fizeram gozar pelo cuzinho... por favor, me faz gozar...

Ela subia e descia freneticamente, segurou firme em meus ombros... Ela gritava tanto que até hoje duvido que ninguém tenha ouvido.

De repente ela começou a ficar muito ofegante, percebi que ela já deveria estar quase gozando, eu também já estava quase lá, e comecei a chupar seus seios... ela gemia e esfregava o grelo, então ficou mole a gemia em sinal de gozo, já não agüentava e gozei no seu rabinho, enchendo seu cuzinho de porra. Deitamos-nos no chão e ficamos agarradinhos, nos beijamos bastante... Aproveitamos cada momento do resto da tarde apenas nos acariciando a conversando, e comendo para repor as energias... Foi uma tarde bem romântica...

Voltamos para o sitio e no dia seguinte ela retornou a Bahia, meus tios me fizeram um convite para que eu fosse os visitar, eu aceitei e contarei como foi a visita no próximo conto...

Comentários

29/06/2016 19:56:49
silvakisila@gmail.com
29/06/2016 19:56:09
Entra em contato cmg vou ficar esperando ansiosa. ...
29/06/2016 19:52:39
Nossa quero conversar c vc o q acha??? Amei seu conto
10/08/2015 23:24:13
Exuberante! Excitantemente detalhado! Perdi o folego! Nota mil! Beijinhos!
15/03/2014 07:20:09
Delicioso e excitante esta segunda parte, Jhon. Se fosse comigo, nem precisava mandar ficar sem calcinha por baixo da saia. Eu adoro andar assim. A sensação da xaninha livre, recebendo o ventinho, me faz sentir como se estivesse totalmente nua em publico, deixando ali molhadinha direto. Bjs.
20/02/2014 01:41:29
fernandasouzasantos12@gmail.com seu conto é nota 10
06/02/2014 12:34:06
Oooooooo assim você me mata kkkkknota 10
29/01/2014 11:37:38
Hummmm Jhon, me comee assim tbm ? Quero muitoooo !
18/01/2014 14:54:26
DELICIOSO, se o primeiro foi bom, este foi ainda melhor. Excitante e bem narrado, mexe com a imaginação...adorei.
28/12/2013 22:07:38
jhon, quando eu te conhecer, quero que você faça um anal gostoso desse comigo viu hahaha beijos :*
08/05/2013 21:42:26
Uma bela chupada na xaninha! E uma enrabadinha gostosa e bem dada, não tem mulher fogosa que não goste! Beijo amor! Obrigada pelos comentários em meus contos.
01/01/2013 21:19:01
Olá.Foi prazer ter sua companhia em minha humilde página.Estou deixando o link de um dos meus blogs.Parabéns e Feliz 2013. http://sensacoescomemocoes.blogspot.com.br/
11/12/2012 09:05:07
O seu e-mail é o mesmo do msn? Mandei nesse endereço. Me passe seu e-mail ou mande um para onroc.junior@hotmail.com .
10/12/2012 22:57:26
Não chegou nada até agora Ricão...
10/12/2012 19:14:12
E aí Jhon, blz? Recebeu as fotos da Cibele?
09/12/2012 05:08:30
qualquer coisa add o meu... Jhon_underground@hotmail.com
09/12/2012 05:07:43
te adicionei no msm amigo... espero que agora seja só alegria
09/12/2012 00:11:35
Eu sou suspeito em falar Jhon, mas ela vale mesmo a pena. Mas essa sua prima é uma delícia também. Mas você não me disse se quer ver as fotos da Cibele.
08/12/2012 22:58:57
obrigado Ricão. Quando ela vier aqui conversarei com ela, essa sua mulher me deixou mega exitado
08/12/2012 13:36:56
Cara, que vontade de conhecer sua prima! Adoro um cuzinho gostoso como o dela. Minha Cibele também é morena. Adoro essa cor. Se sua prima topar podemos fazer uma troca. Eu e a Cibele adoramos troca de casais.
23/07/2012 21:38:12
Meu nome é Rubia. Adoramos seu conto, nos deu muito prazer. Veja o nosso também "A Procura de um amante" e se quizer visite nosso blog, o endereço é www.rubiaebeto.comunidades.net
03/07/2012 06:26:07
Acho desnecessário deixar sugestões, uma vez que o conto foi delicioso. Nada como uma enrabada bem feita. Principalmente quando a parceira quer e colabora para que o sucesso seja alcançado. A gente até pode comer, forçando a barra, mas pode machucar e o desconforto fará com que não haja novas trepadas desse tipo. Portanto, a foda que você e ela deram serve de modelo e de exemplo para que todos possam se deliciar com um rabinho igual a esse, sem traumas, com gosto de "eu quero bis"... Parabéns.
01/07/2012 09:22:21
Comentários e dicas são sempre bem-vindos... Obrigado mymizinha
01/07/2012 09:20:22
Se quiserem deixar dicas, todas serão bem-vindas....
01/07/2012 00:22:46
Uau gozei gostoso lendo seu conto gato! Adoro primos, leia meus contos depois. Bjus molhadinhos

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.