Casa dos Contos Eróticos

Sexo gostoso com mulher mais velha

Autor: LEZIN
Categoria: Heterossexual
Data: 26/07/2012 20:06:52
Nota 10.00
Ler comentários (9) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Oi galera. Tô aqui novamente pra dividir com vocês mais uma experiência minha...a primeira depois do meu recente divórcio. Vou me apresentar novamente, podem me chamar de Alê. Tenho 24 anos. Sou negro...não tão escuro porque minha mãe é branca e meu pai é negão, sou tipo pretinho chocolate kkk. Tenho 1,80alt e sou bem magrinho. Tenho 18cm de cacete. Não acho que é grande não mais eu faço muito sucesso quando tô na cama. Agora chega de bla bla bla e vamos ao que interessa.

Logo após minha separação às minhas colegas de trabalho quiseram ser solidárias comigo. Dizendo que eu fiz bem e que agora eu devia aproveitar essa nova fase da minha vida. Aproveitei então essa oportunidade pra fazer novas amizades e até mesmo melhorar às que eu já tinha. Entre essas minhas colegas de trabalho a que mais me encantou foi a Sandra, uma mulher já madura com os seus 45 anos mas muito bonita. Na verdade quem ve ela ñ diz que ela tem mais que 35. Ela tem uma filha tbm muito bonita da minha idade. Quem vê às duas juntas, pensam que elas são irmãs de tão parecidas. A Sandra sempre usa roupas de mocinhas mesmo. Blusinhas decotadas e calças jeans daquelas que deixam a bunda redondinha e empinada. Apesar de ela já ter algumas das marcas que a idade trás ela é muito vaidosa. Está sempre usando jóias, passa vários cremes que deixam a sua pele bem macia e perfumada, e está sempre usando perfumes que deixam qualquer homem atraído. Ela é uma morena clara de mais ou menos 1,70alt e uns 58kg. Tem lindos cabelos castanhos escuros (pintados é claro) até o meio das costas. Mais com certeza o que mais chama atenção na Sandrinha são aqueles lindos e enormes seios que ela tem. Resumindo, toda cara que sonha em tranzar com uma mulher mais velha se apaixonaria por ela com certeza.

O casamento dela não é o casamento dos sonhos de ninguém. O marido dela é daqueles brutão que sai do serviço todo dia e vai direto pra um bar e logo depois pro primeiro puteiro que eleva encontrasse. Eu que tenho mais liberdade com ela sempre incentivo ela a viver uma vida menos dependente do traste do marido dela. Ela sempre desabafa bastante comigo, até mesmo numa certa vez ela me confessou que tem inúmeras fantasias sexuais não realizadas e que nunca TEVE UM ORGASMO. Aquilo pra mim foi o cúmulo. Me deu um tesão louco quando ela me disse. Apesar das minhas poucas experiências sexuais, sei dar prazer pra uma mulher como ninguém.

Passei então a me aproveitar disso pra fazer ela sentir tesão por. Meu objetivo agora era fazer essa mulher sentir tanto desejo por mim que ñ resistisse e traísse o marido dela cmg. Comecei a fazer elogios sobre como eu achava ela bonita e que era um desperdício de mulher sem um homem carinhoso pra dar carinho pra ela. O melhor dia foi quando ela me disse que se eu não tivesse idade pra ser filho dela ela me chamaria pra dar carinho pra ela. Tava no papo. E numa bela sexta feira de tempo chuvoso eu tive a minha chance de fazer a Sandrinha feliz. No fim do dia de serviço eu já estava montando na minha moto quando eu vejo ela indo embora pra casa a pé. O tempo tava muito fechado e até já se ensaiavam alguns pingos de chuva. Mais que depressa eu perguntei se o filho dela não ia buscar ela, e ela disse que não. Não pensei duas vezes em oferecer carona pra ela. Ela até pensou em recusar mais ela ia molhar muito até chegar em casa. Ela ñ teve muita opção.

No meio do caminho a chuva não perdoou e caiu sobre nós. Chegamos na casa dela praticamente ensopados. Gentilmente ela retribuiu a carona me convidado a entrar em casa. Felizmente pra mim a chuva não ia parar tão cedo, o que nos daria a oportunidade de conversar muito, já que na sexta feira a filha dela vai pra casa do namorado e só volta no domingo, o filho só chegava em casa de madrugada e o marido vocês já sabem. Ela pegou uma toalha pra eu poder me secar e foi pro seu quarto fazer o mesmo e trocar de roupa. Só retornar uma grata surpresa, ela vestiu um shortinho bem colado e uma blusinha branca quase transparente. Dava até pra ver os biquinhos apontando pra mim, que eu imaginei que fosse devido ao frio mais que depois eu constatei que era de tesão mesmo. Eu já estava a umas duas semanas sem sexo e isso me fez ficar de pau duro na hora. Com toda a malícia do mundo eu pedi licença pra ela e disse que estava com muito frio e tirei minha camisa molhada da chuva. Ao me levantar para tirar a camisa o volume nítido do meu pau ficou exposto pra ela. Não sei bem qual foi a intenção verdadeira dela, mais ela me chamou pro quarto do filho dela pra que eu pudesse trocar de roupa. Chegando no quarto ela abriu o guarda roupas e escolheu uma roupa pra mim. Quando foi me entregar, ela parou de frente pra mim e ficou me olhando dos pés a cabeça. Deu um leve sorriso sacana e disse que não sabia como a minha esposa teve coragem de me deixar. Começou a passar a mão pelo meu peito e nisso eu já reparava que ela estava com a respiração mais ofegante. Meu pau já tava louco pra sair da cueca. Nessa hora eu pensei...putz se eu roubar um beijo dela, o máximo que pode acontecer é ela fica brava e me da um tapa, então por que não tentar? Não deu outra, puxei ela contra o meu corpo e sem dar tempo dela reagir dei logo um beijão de língua nela. No início deu pra perceber que ela se assustou e não me correspondeu, mais como ela não me empurrou continuei beijando e aos poucos ela foi se entregando. Me abraçou bem delicadamente e correspondeu meu beijo. Foi muito gostoso. O melhor beijo da minha vida até agora. Com o corpo dela colado ao meu pude sentir os bicos dos seus enormes seios encostados em mim o que me deu ainda mais tesão. Comecei a passar a mão nos seu corpo todo até chegar na bunda dela. Apesar de não ser das bundas mais gostosas que existem eu apertei com gosto mesmo. Ela também não ficou com às mãos paradas, foi passando a mão pelo meu corpo até chegar no meu pau que estava cutucando ela desde o começo do beijo. Começou a acariciar ele por cima da calça mesmo e aquilo foi me deixando louco. Coloquei minha mão dentro do short dela e fui logo enfiando um dedo naquela bucetinha gostosa lisinha. Ela estremeceu toda na minha mão, deitei ela sobre a cama do filho dela e acabei de tirar o seu short. Não perdi tempo e fui logo metendo a boca na buceta dela. Chupei o grelinho dela com muita vontade, labi, modisquei, e ela só gemia recebendo meus carinhos na buceta. Quando ela apertou a minha cabeça contra a buceta dela imaginei que ela já estava pra ter um orgasmo daqueles. Olhei pra ele e perguntei se ela estava pronta pra sentir o primeiro orgasmo da vida dela. Com o rosto todo vermelho a Sandrinha me implorou praticamente pra que eu não parasse porque estava muito gostoso. Voltei no que estava fazendo e dessa vez meti um dedo junto na buceta dela. Enquanto chupava o grelinho dela comecei a fuder ela com o meu dedo. Aumentei o ritimo e novamente ela começou a empurrar a minha cabeça contra ela. Aos berros ela gozou muito na minha boca. Suguei todo o melzinho dela sem perder nadinha.

Deixei ela respirar um pouco enquanto eu tirava o resto da minha roupa e fui subindo em cima dela e dando outro beijo nela, fazendo-a sentir o seu próprio gostinho. Sem que ela percebesse fui conduzindo meu membro sedento por uma buceta dentro dela. Entrou fácil fácil por conta de seu recente gozo. Só não imaginava que a buceta dela fosse tão apertada. Fui aumentando o ritimo das metidas enquanto chupava e beijava seu pescocinho cheiroso. Na minha mente a única coisa que se passava era que eu tinha que fazer aquela mulher sentir tesão como nunca sentiu na vida até então. E ela só me chamava de moleque safado e que eu era o filhinho gostoso dela. Me pedia pra fuder ela com força. Nisso botei ela de quatro e mandei rola na buceta dela de novo. Segurei com força na cintura dela e metia cada vez mais rápido. Não sei se era o tesão que estava me deixando surdo e cego, mais nem o barulho da chuva eu não ouvia mais.

Ela passou e rebolar na minha rola e isso me matou. Nem deu tempo de avisar e estava gozando a jatos. Ela me disse que ainda queria mais. Queria que realizasse uma fantasia dela, que era alguém gozando nos seios dela. Meu pau nem caiu e eu já estava prontinho para o segundo round. Na posição de frango assado começamos a fuder bem gostoso novamente. Passava a mão e apertava muito aqueles lindos seios enormes que ela tem. Nesse momento eu descobri o ponto fraco dela. Ela estremeceu toda, sua respiração ficou muito mais ofegante e começou a gozar mais uma vez. Quando tirei meu pau de dentro dela seu gozo até espirrou melecando minhas pernas. Eu só olhava pro rosto dela enquanto ela se contorcia sobre a cama. Aproveitei esse momento pra matar a vontade que eu estava de mamar naquela delícia de peituda. Acho que isso só fez o orgasmo dela se intensificar. Nada nada ela deve ter tido uns 3 minutos de orgasmo.

Ela tomada por um desejo selvagem me colocou deitado e montou em cima d mim. Conduziu com a mão meu pau pra dentro da sua buceta. Ela também descobriu meu ponto fraco e começou a rebolar feito louca na minha rola. Eu tive que me segurar e pensar em outras coisas pra tentar retardar o meu gozo, o que foi sem efeito. Durei no mínimo uns cinco minutos nessa posição e anunciei meu gozo. Rapidamente ela saiu de cima de mim e me pediu pra gozar nos peitos dela. Coloquei ela sentada sobre a cama e de pé em frente dela coloquei meu pau no meio dos seios dela fazendo uma espanhola divina e meti até gozar muito tanto nos seios como no rosto dela. Ela passou a mão na minha porra e lambeu tudinho. Me disse que era outra fantasia dela, sentir gosto de porra.

Não precisa nem dizer que depois disso nos tornamos amigos íntimos e cúmplices. Me disse que adorou meter chifres na otário do marido cachaceiro dela. Me disse que se ele trai ela, com certeza ela saiu ganhando porque ela teve um novinho pra realizar algumas das fantasias dela. Galera por hoje é só isso. Espero que o conto não tenha ficado muito grande e cansativo. Eu só tentei ser preciso nos fatos que ocorreram.

Email e endereço de Msn pra contato. Quem quiser pode me add lezin.ak47@hotmail.com

Comentários

05/02/2017 12:18:07
Que delícia de relato, LEZIN! Fiquei muito excitada imaginando essa sua "fúria", essa sua vontade toda de fazer uma mulher gozar! Machos assim são inesquecíveis! Continue nos brindando com essas narrativas tesudas! Beijos! Nota 10!
16/12/2016 06:12:24
Excelente relato! Um garotão que não sabe o quanto uma bela coroa é bom, não sabe o que é o lado bom da vida. Parabéns por compartilhar!
04/12/2016 07:39:15
Delicia de conto, Alezinho. Como tu sabes, sou garota de programa de trabalho através de um site de acompanhantes maduras. A maioria dos clientes são jovens que gostam de mulher mais velha. Tu também descobristes esse sabor com a Sandra. Rs. Nota dez e beijocas.
04/10/2016 09:56:32
Narrativa deliciosa, menino. Para reler e ficar molhadinha me imaginando no lugar da Sandra, com alguém mais novo, dando todo seu ardor com os 18 cm. duro e firme. Deu inveja dela. Beijos da Vanessa.
28/09/2016 15:53:51
Cara, bom demais teu conto. Você pelo jeito gosta de uma quarentona e soube comer ela com muita vontade. Igual o mulato que meteu na minha mulher até ela pedir água. Narrei isso no nosso ultimo relato. Se puder, dê uma lida nele. Abs.
05/06/2015 15:56:28
ESPETACULAR, AMIGO, EXCITANTE PRA DEDÉU. AS COROAS PELO JEITO ESTÃO ADORANDO. NOTA DEZ. ABS.
15/11/2013 18:27:21
Muito bom, adoro um mulher mais velha tambem tenho 20 anos, 17 Cm... Louco para chupar uma mulher madura.
21/06/2013 09:54:42
Belo conto. 10 pela experiencia
26/07/2012 23:26:48
Belo conto!. isso é algo que muitos homens sonham em viver. ter uma colega casada que seja mal comida, e assim ser o amigo comedor. que´delícia ser o comedor de uma casada carente. adoraria ter uma amiga assim: membrudo.18@gmail.com

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.