Casa dos Contos Eróticos

Feed

GangBang inesperado no ponto de ônibus

Autor: Mary
Categoria: Grupal
Data: 22/07/2012 02:37:40
Última revisão: 22/07/2012 03:47:23
Nota 9.33
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Me chamo Mary,

Tenho 28 anos, sou morena clara, cabelos negros até o ombro,olhos verdes 1,60 cm, 58 kg bem distribuídos, tenho seios bonitos e um bumbum bem redondinho, tenho uma tatoo na perna que chama atenção...

O fato que vou contar se passou a 2 semanas,exatamente no dia

Um dia voltando da faculdade fui para o ponto de ônibus pois perdi a carona não costumo voltar de ônibus, pois o ponto é deserto e demora a vir condução.

Chegando ao ponto sentei-me e fiquei a esperar o ônibus, foi quando um senhor de mais ou menos uns 60 anos se aproximou e se sentou ao meu lado, me perguntou se havia passado algum ônibus eu disse que até o momento não...

Eu estava de vestido não muito curto mais era colado e mostrava as curvas do meu corpo, estava frio pois estamos no inverno, e os bico dos meus seios estavam duros do frio pois não havia levado casaco...

Então vi o senhor olhando pros meus seios tentei fingir não perceber,mais fiquei excitada, logo ele se chegou pra mais perto e perguntou esta com frio? meia sem graça respondi: sim um pouco.

Ele sorriu e disse: percebi seus seios estão com os bicos durinhos, fiquei vermelha de vergonha mais na hora minha calcinha molhou de excitação, e ele com muita cara de pau continuou e perguntou posso passar os dedos no biquinho dos seus seios?

Eu disse o senhor esta louco? o senhor é muito abusado, ele pediu novamente: por favor a muito tempo não toco em um seio durinho como o seu prometo que vai ser rapidinho ninguém vai ver nem saber, assustada mais com muito tesão eu não sabia o que fazer pois minha calcinha estava encharcada, por mais absurdo que fosse eu sentia muita vontade de deixar ele passar os dedos nos meus seios... Então eu disse tudo, bem rapidinho alguém pode chegar e assim ele o fez se aproximou e colocou sua mão em um dos meus seios e ficou passando o dedo no biquinho nesse momento fiquei louca não me contive fechei os olhos e mordi a boca de tesão, então ele puxou meu seio pra fora do vestido ai eu disse não para já deixei passar a mão, ai ele falou deixa eu ver , deixa eu passar a língua no biquinho do seu seio por favor nisso vinha o ônibus, pensei em me levantar mais estava com tanto tesão que nem dei sinal e deixei passar direto, ele também não fez sinal...

Coloquei meu seio pra dentro do vestido por causa do ônibus, mais logo que passou ele colocou a mão novamente e eu deixei, fiquei olhando ele puxou os dois seios e ficou passando os dedos e eu me contorcendo no banco quando senti sua língua no bico dos meus seios que tesão senti olhei para baixo vi o volume de sua calça o que me deixou mais exitada ainda ai passei a mão pra sentir seu pau que estava latejando dentro da calça,sabia que o ônibus iria demorar muito, então deixei ele ir se aproveitando, foi quando ele começou a sugar meu seios com força e soltei um gemido, ai ele me perguntou novamente: deixa eu ver sua xoxotinha? deve estar toda molhada deixa? não me contive e fui abrindo as pernas me encostei na parede do ponto e fui abrindo... Ele pegou minha perna e pos em cima do banco e a abriu mais puxou minha calcinha e falou, que buceta gostosa, deixa eu ver mais abre mais a perna deixa bem abertinha... Ai abri a perna a deixando escancarada em cima do banco fui quando ele passou o dedo no meu grelinho, depois enfiou na minha bucetinha mexendo la dentro puxou e lambeu depois se abaixou abriu minha bucetinha com os dedos a deixando bem aberta e enfiou a lingua toda dentro da minha bucetinha que estava encharcada estava com tanto tesão que deixei ele fazer o que queria e nem me liguei que estava em um ponto de ônibus, foi quando abri os olhos e vi 3 homens vestidos com roupas de firmas parados passando a mão no pau por cima da calça olhando aquele homem me chupar fiquei assustada tentei fechar a perna mais ele abria cada vez mais e disse deixa eles verem sua bucetinha também é uma delicia deixa,abre a xota pra eles olharem,e abriu minha buceta com os dedos pros homens olharem, meu coração quase saiu pela boca ai os homens tiraram o pau pra fora da calça e disseram: queremos também safada deixa a gente enfiar a língua e o pau na sua xota... Fiquei muda mais confesso que o tesão aumentou, eu ali parada com as pernas abertas sendo chupada por um velho e outros homens vendo minha bucetinha, um logo veio e colocou o pau na minha boca e disse mama minha piroca safada, nem pude fazer nada a não ser abocanhar aquela rola grande e grossa o outro caiu de boca nos meus seios e o outro ficou chupando minha bucetinha junto ao velho ficavam brincando de enfiar os dedos e lamber meu grelinho, logo me deitaram no banco e começaram a enfiar os dedos na minha bucetinha e no meu cuzinho falando gosta de levar dedada safada quero enfiar a mão dentro sua xota, em quanto isso eu gemia, logo o velho veio e pôs o pau na minha boca,e dizia mama gostosa chupa meu cacete, e eu chupava com gana como se fosse um belo sorvete, ele urrava de tesão, suguei tão forte que logo não aguentou e gozou na minha boca, um deles veio e me levantou deitou por baixo de min no banco e enfiou o pau no meu cuzinho o outro veio por cima e enfiou na minha bucetinha e assim me fodiam com força,e falavam voçê gosta de pau vadia então toma vamos arrombar você toda, eu louca ali em um ponto de ônibus já eram 11:30 da noite essa hora só passa de uma em uma hora o que os deixou bem a vontade pôs ali é bem deserto, e assim foram revesando enfiando na buceta no cuzinho e foram metendo sem parar até que um resolveu enfiar seu pau junto ao do seu amigo no meu cuzinho eu falei não por favor, ele disse fica quieta você vai gostar vou arrombar seu cu e sua xota e assim enfiaram dois paus no meu cuzinho eu gritei o que estava em baixo calou minha boca com as mãos nisso o velho veio e abocanhou meu seios novamente e começou a sugar e o outro começou a enfiar os dedos na minha bucetinha e dizia vou arrobar sua xota safada, nossa eu gozava como uma cachorra no sio e ele foi enfiando os dedos queria enfiar a mão toda lambia minha bucetinha e enfiava os dedos até que um não aguentou e gozou no meu cuzinho logo que saiu o que enfiava os dedos colocou o seu pau que era bem grandinho e começou a bombar com força e socava os dedos na minha minha bucetinha e falava toma vadia vou gozar no seu cu e assim o fez gozou muito na minha bundinha e saiu logo o que estava em baixou me levantou me pôs de quatro e bombou até gozar ai o velho já estava de pau duro e disse quero gozar no seu cuzinho também, nossa estava escorrendo muita porra mesmo assim ele veio e enfiou o pau debruçou sobre min e enfiou seus dedos na minha bucetinha e disse deixa eu enfiar minha mão na sua xota deixa eu gemia como louca e dizia vai vovô enfia tudo os outros ficavam olhando e falando isso vovô fode essa cadela, e assim ele fez enfiou sua mão na minha bucetinha quando ele conseguiu não aguentou e gozou, quando pensei q tinha acabado um deles estava se punhetando e disse vira e abre as pernas que vou goza na sua buceta, eu bamba sem forçar me virei tremendo e ele levantou minhas pernas no banco abrindo minha buceta e enfiou o pau logo em seguida soltou um gemido e gozou... eu fiquei ali sentada por uns 10 mn sem forças, sem sabe o que fazer mais extasiada de tanto tesão e de tanto que gozei com aqueles homens que eu nunca havia visto na vida... um deles disse adorei meter em você gostosa se quiser podemos marcar uma festinha e sorriu, fiquei quieta não respondi.

Assim um abriu a mochila me deu uma camisa suada e disse vai se limpa pra pegar o ônibus se não vão te fuder de novo e soltou um sorriso... eu peguei a camisa e me limpei mole, bamba e suada, eles fecharam as calças e ficaram quietos me olhando passado uns 15 mn veio outro ônibus e eu o peguei eles também mais sentei bem longe deles estava zonza de vez em quando eu ouvia os risos até chegar no ponto final, aonde teriam vários ônibus cada um pra um destino, foi quando eles sumiram... peguei o outro ônibus mais ali já não os via mais.

Ao mesmo tempo que estava me sentindo violada me sentia realizada por que foi a melhor foda da minha vida , desde então fico pensando em repetir a dose um dia quem sabe rs.

Se acontecer volto e conto pra vocês!

BEIJOS

Mary

Comentários

20/09/2012 12:13:11
Meio mentiroso , mais gostei !!
18/08/2012 23:59:39
Adoramos seu conto. Meu nome é Rubia e meu marido se chama Beto. Nós também publicamos um conto aqui que se chama "A procura de um amante". É um conto verídico. Fizemos também um blog com nossas aventuras e muitas fotos e assuntos de sexo... Visitem... O endereço é www.rubiaebeto.comunidades.net
22/07/2012 12:59:27
oi quer ser minha amiga me add no msn silvio.neri1970@hotmail.com

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.