Casa dos Contos Eróticos

eu avisei, ele não ouviu

Autor: ksadinha
Categoria: Heterossexual
Data: 23/05/2012 11:46:56
Nota 10.00
Ler comentários (20) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

O dia foi longo para mim, sai varias vez no portão para ver se via o Carlos, mas não o vi nem uma vez, aquele dia estava chovendo, eu por minha vez fiquei imaginando aquele pouco tempo que ficamos juntos não tirava este momento da cabeça, ai vi o quanto estava apaixonada por aquele homem que me fez gozar naquele dia. Meu marido Osmar chegou do trabalho e depois que jantamos, ele me perguntou se havia algo errado comigo, eu respondi que não havia nada de errado, então ele falou que eu estava meio quieta e estranha e que parecia que algo havia acontecido. Naquela noite fizemos amor, só que eu não tirava o Carlos do pensamento estava ali com o meu marido, mas na realidade queria que fosse o Carlos. O meu marido adorou a noite, pois no dia seguinte assim que ele foi sair para o trabalho ele me disse que tinha sido uma noite maravilhosa e que eu estava muito fogosa, mas o que ele não sabia é que eu tinha ficado daquele jeito porque o tempo todo fantasiei o Carlos ali comigo.

Passaram dois dias sem eu ver o Carlos, estava ansiosa para vê-lo, queria sentir o cheiro daquele homem novamente, queria estar perto dele era uma coisa estranha que eu estava sentindo nunca havia passado por isso só sentia que deveria estar com ele tocá-lo sentir o seu cheiro seu gosto queria aquele homem dentro de mim. Na sexta-feira mais ou menos umas 9hs da manha eu estava em frente de casa quando o vir chegar, ele me olhou com uma cara de quem queria me devorar, só não fui ao encontro dele porque havia algumas pessoas que estavam ali na rua, tive que me segurar, dei um sinal para que ele me ligasse e ele me acenou que ligaria. Passou o final de semana e não recebi nenhuma ligação dele, quando foi na segunda-feira o meu celular tocou era umas 8hs da manha quando atendi era o Carlos, ele me disse que queria me ver e que tinha que ser naquele dia, respondi que só poderia sair depois do almoço, então marcamos de nos ver às 13h. Assim que o meu marido foi para o serviço depois do almoço tomei um banho coloquei um vestido me produzir toda e fui ao encontro do Carlos, se encontramos numa praça já na saída da cidade, quando entrei em sua caminhonete Carlos partiu para uma cidade que fica próxima a nossa e na rodovia a vários motéis então Carlos entrou em deles, ao chegarmos ele me beijou enfiando sua língua dentro da minha boca e eu correspondi, nos beijamos loucamente ele foi tirando o meu vestido me deixando só com a calcinha, beijou o meu pescoço desceu para os meus seios passando a ponta da sua língua e sugando um bico de cada vez, eu estava completamente entregue para aquele homem que a cada caricia sua me arrancava suspiro de desejo, Carlos me deitou na cama e retirou a minha calcinha delicadamente e com sua boca veio se aproximado da minha buceta, quando seu lábios tocou nela quase tive um orgasmo, sua língua passeava pela minha buceta em toda sua extensão me deixando louca era uma sensação que jamais havia experimentado sua boca sugava o meu clitóris fazendo que minha buceta ficasse com espasmo eu estava delirando com sua boca ali me chupando Carlos enfiou sua língua para dentro da minha gruta não agüentei agarrei em sua cabeça e forcei para que aquela língua fosse mais fundo dentro de mim e gozei alucinadamente em sua boca um gozo forte um gozo que estava guardado dentro de mim, Carlos continuou a me lamber sugando todo o suco que eu havia soltado. Assim que terminou de me chupar ele subiu em cima de mim e me beijou fazendo que eu também sentisse o gosto do meu gozo, Carlos me disse quanto tempo estou esperando este momento e agora que esta acontecendo quero aproveitar cada segundo ao teu lado e nunca mais deixar você escapar de mim deste momento para frente você será minha para sempre sentir o seu gosto e adorei e você será minha mulher de agora em diante. Carlos tirou sua camisa e sua calca ficando apenas de cueca olhei para o seu volume e vi que era muito grande mesmo por debaixo da cueca, quando ele tirou ai vi o quanto era maior e mais grosso que o do meu marido, levei minha Mao e segurei fazendo um movimento de vai e vem, Carlos deu uma gemida e empurrou a minha cabeça de encontro ao seu pinto fazendo com que eu o chupasse coloquei minha boca em sua cabeça e passando a língua em volta dela arrancando gemidos de prazer dele ele forçou para que o seu pinto entrasse mais na minha boca fazendo com que eu quase engasgasse, pois ele era enorme continuei ali chupando ele inteiro desci minha boca ate as suas bolas e suguei uma a uma e depois voltei para a cabeça aquele pinto havia ficado mais duro e grosso com os meus carinhos, enquanto Carlos enfiava seu dedo em minha buceta que estava completamente encharcada, continuamos naquelas caricias quando ele tirou o seu pinto da minha boca e disse agora vou te fazer sentir uma verdadeira fêmea, ele pegou o seu pinto e colocou na entrada da minha gruta deu algumas pinceladas e começou a introduzir aquele enorme pinto dentro de mim ele foi entrando aos poucos foi me rasgando ao meio sentia cada centímetro daquele pinto me rasgando, eu nunca havia sentido antes algo assim aquele homem bem mais velho do que eu tinha a potencia de um homem bem mais novo, eu estava ali deitada na cama com as pernas totalmente aberta indefesa sentido aquele longo e grosso pinto atingido lugares nunca antes explorado do meu corpo, quando senti estava completamente preenchida por aquele enorme cacete estava me sentindo toda arrombada, Carlos continuou com suas enfiadas cada vez mais fortes, aquele homem me segurava como se eu fosse uma boneca em seu frenesi sexual, Carlos falava obscenidades para mim, que ao invés de me ofenderem, me fazia ter orgasmos incríveis. Carlos me dizia eu esperei muito por isso! Eu vou arrombar a sua bucetinha toma essa rola sua vadia, aquilo me deixava mais excitada nunca um homem havia falado estes tipo de coisa para mim mais estava adorando de ouvir aquelas obscenidades. Os fluidos da minha buceta continuavam escorrendo pelo caralho imenso do Carlos, o que fazia aumentar o ritmo, potencia e a profundidade de suas metidas, meu corpo estava entregue aos múltiplos orgasmos que aquele homem estava me forçando a ter, Carlos continuava a me dizer coisas que me excitava cada vez mais ele dizia, isso mesmo, continue gozado neste cacetão logo eu vou te encher com a minha porra putinha, Carlos continuou-me fodendo com força, eu comecei a sentir o enorme caralho dele pulsar dentro de mim, após algum tempo Carlos estava ameaçando gozar dentro de mim, mas eu estava aturdida para compreender o que o que isso significava, quando eu finalmente dei por conta, eu sentir o seu liquido quente sendo esguichado direto no meu útero, Carlos começou a dizer que estava gozando, eu vou gozar minha puta gostosa, toma toda essa porra quente dentro de você vadia, eu por minha vez estava tendo um gozo que jamais havia sentido era orgasmo que mexia com o meu corpo todo, uma sensação incrível. Carlos não parava de esguichar sua porra dentro de mim, seu pinto explodiu uma quantidade impressionante de porra dentro de mim. Sentir aquela enorme quantidade de porra dentro de mim, me fez ter mais um grande orgasmo. Carlos não parava de gozar enchendo todo o meu útero e buceta com sua porra, eu me contorcia tendo orgasmos múltiplos e sentia a porra dele escorrendo pelas minhas coxas.

Carlos começou a tirar lentamente o seu pinto de dentro da minha buceta sensível, eu pude sentir cada veia daquele pinto saindo de dentro de mim, foi uma sensação incrível, quando ele retirou o seu pinto eu fiquei deitada ali na cama imóvel sentindo aquela sensação gostosa. Carlos me deu um beijo e disse agora você é a minha mulher, minha putinha de hoje em diante você será sempre minha agora você é uma fêmea de verdade e eu serei o teu homem entendeu, acenei com a cabeça que sim Carlos me beijou novamente e deitou ao meu lado eu me levantei e fui para o chuveiro me lavar, estava me sentindo um pouco cansada, com restos de porra e fluidos vaginais escorrendo pelo meu corpo, eu estava precisando de um bom banho quente, apesar da minha buceta esta dolorida eu tinha adorado ter me entregado a aquele homem.

Já havia algum tempo que eu estava no banho quando Carlos entrou para tomar banho junto comigo, quando fui sair ele me segurou pelo meu braço e me puxou me dando um beijo, suas mãos percorriam o meu corpo parando em minha buceta e seus dedos a penetraram, eu estava um pouco tímida, mas cada vez que o Carlos tocava em mim, ou me olhava com seus olhos cheios de desejos, meu corpo reagia diferente. Meus mamilos estavam duros, e uma deliciosa sensação percorria o meu corpo e deixava a minha buceta toda molhada, Carlos me dava ordens, e eu, como uma puta safada submissa, obedecia. Eu comecei a sentir o cacete grande e duro do Carlos roncando na minha buceta, eu estava adorando tudo aquilo estava preste a cometer o meu segundo adultério naquele dia, Carlos penetrou o seu cacete grande e grosso dentro de mim, eu pude sentir ele atingindo os meus órgãos por dentro, eu sentir um orgasmo bambear minhas pernas, só dele ter me penetrado, neste momento Carlos sabia que havia me dominado mentalmente e fisicamente, ele começou a meter forte como um animal me dizendo Carla sua buceta esta apertada e tão molhada, acho que ela estava querendo mais do meu cacete. No calor daquele momento, eu me senti possuída, e comecei a falar besteiras como eu adoro isso, adoro esse cacete me rasgando, me fode com força. Eu perdi o controle enquanto Carlos me fodia intensamente, ele atingia lugares nunca antes explorados do meu corpo, com seu caralho enorme, me fazendo gritar loucamente enquanto eu gozava. Carlos aumentou a velocidade de suas metidas, eu disse a ele que estava indo muito fundo e que eu estava gozando de novo, senti as esguichadas de porra dentro da minha buceta Carlos estava gozando enchendo-me com sua porra, Carlos começou a falar que estava gozando e me chamar de putinha e vadia e que a minha buceta era muito gostosa. Carlos outra vez havia enchido a minha buceta com sua porra eu estava satisfeita por ter recebido o seu leite quente dentro de mim novamente.

Depois tomamos um banho e voltamos para a cama aonde tivemos mais uma relação sexual, Carlos me levou embora me deixando aonde havia me pegado, combinamos de nos ver novamente. Em casa preparei a janta para o meu marido, estava com a minha buceta toda dolorida, meu marido me procurou a noite, mas dei uma desculpa que estava me sentindo mal, pois fiquei com medo de que ele notasse alguma diferença em mim. Eu e o Carlos nos falávamos todos os dias pelo celular e marcamos de nos encontrar de novo, mas este encontro eu conto depois.

Comentários

14/11/2017 12:02:23
Procuro casadas add meu wats
20/11/2014 02:47:27
Maravilhoso!!!
24/08/2012 14:37:59
Muito bom! Parabéns muito bem escrito. To precisando de uma vizinha assim. Bjos Mastro
22/08/2012 13:38:25
Que delícia de contro! Eu sonho com uma mulher assim, sabia? Tem namorado? Adoraria bancar uma mulher como vc, bem safada e gulosa por paus... Faz contato, vai? Você ou qualquer outra mulher desse nível. Sonho todos os dias em ter uma esposa puta! umhomem45@hotmail.com
28/07/2012 22:46:19
nota 10. Gostei muito, e gozei muito mais rsrs. Foi bom mesmo
21/06/2012 21:49:43
Delicia de conto
21/06/2012 15:25:07
A minha mulher também me traiu e eu adorei.
21/06/2012 13:53:24
Maravilhoso, uma delicia de conto.
20/06/2012 19:04:43
muito bom mesmo nota 10.
15/06/2012 14:18:43
Adorei seu conto, queria ver minha esposa sendo enrabada por vários homens.
14/06/2012 07:32:24
Sensacional. 10!
01/06/2012 21:28:10
Parabens, tanto pelo conto como pelo encontro, maravilha um dos mais excitantes que ja li aqui, por favor nao pare de relatar suas aventuras. Bjos
29/05/2012 18:31:00
Li os dois contos, sao muito otimos, adorei, voce e uma mulher que sabe seduzir quanto quer ne, parabens .
27/05/2012 13:32:31
Parabens, http://drmenage.blogspot.com.br/
23/05/2012 22:41:01
amoproibidomais@live.com me add
23/05/2012 22:40:30
Queirda eu tambem gostei ,, ! amoproibidomais@live.com
23/05/2012 20:23:06
casadinha !!! teu conto e muito excitante e deve ser real, eu vejo que em quase todos os comentarios, os leitores tentam te chamar pra te comer...da minha parte, eu li teus 2 contos e so tenho que te falar, que voce pode e vai curtir mais e mais teu homem teu MACHO e nao deve ta pensando em outro...ele soube te seduzir, te comer gostoso e te fazer gozar muiiito bem...vc disse no teu conto que ja te se sentindo com ele a mulher obediente submisssa....e isso que vc quer...so vc insinuar pra ele esse teu desejo de ser a submissa obediente putinha dele com certeza asssim vc comeca a viver essa delicia de ser dominada por um MACHO de verdade que te domina e te faz viver os melhores moemntos daa tua vida... sem duvida nota 10 pelo relato... sr.socrates@hotmail.com
23/05/2012 12:36:42
bom, me add no msn casadointerior@hotmail.com.br
23/05/2012 12:33:02
delicia quero vc tbm me add no msn silvio.neri1970@hotmail.com ou me mande um e-mail no msm endereço bjs
23/05/2012 11:48:20
Muito bom! Maravilhoso seu conto!!! Merece um 10! Publique seus relatos no www.clube-de-casais.blogspot.com.br e ganhe renda mensal - Acesse o site e conheça mais detalhes!! Sucessos!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.