Casa dos Contos Eróticos

Feed

FLAGRANTE SEXUAL

Autor: tete
Categoria: Sadomasoquismo
Data: 06/04/2012 21:44:55
Última revisão: 24/02/2013 21:27:36
Nota 10.00
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

FLAGRANTE SEXUAL...

Meu nome é Jessica, e hoje faz 2 anos que minha vida mudou completamente depois que minha curiosidade me fez levar um flagrante sexual.

Eu tinha 17 anos quando minha mãe conversando com uma mulher em um supermercado perto de casa ficou sabendo que ela precisava de uma moça pra trabalhar de domestica em sua casa.

Dona Bianca era seu nome e quando minha mãe comentou que tinha uma filha que precisava trabalhar ela me mandou ir até seu apartamento para conversarmos a respeito.

Com 17 anos vivia com minha mãe em nossa casa de 4 cômodos em um bairro pobre da periferia.

Ela trabalhava de domestica em uma casa há mais de 10 anos. Meu pai era falecera de uma doença grave quando tinha 5 anos e deixara uma pensão, mas como era apenas de um salário mínimo, não dava pra viver só com aquela mixaria.

Mamãe queria mesmo que começasse a trabalhar pra ganhar meu dinheiro, pois na minha idade sempre queria comprar roupas novas e outras coisas e o dinheiro era sempre curto.

Minha mãe era uma mulher tranqüila porem muito séria, mas não ficava pegando no meu pé querendo me controlar, mas sempre dizia ser responsável e não fazer nada que prejudicasse meu futuro. Drogas e bebidas eram as coisas que não deveriam fazer parte de minha vida. Sobre sexo ela dizia que se por acaso fosse burra de engravidar sem casar quem iria sofrer seria eu...ela tinha que trabalhar e não ia cuidar de criança de jeito nenhum. Ela frisava que camisinha e anticoncepcionais eram distribuídas de graça. Minha mãe era negra e como meu pai era branco, nasci mulata quase negra.

Eu tinha 1.70 m., cabelos bem cacheados e curto, seios grandes, coxas grossas e uma bunda grande e empinada. Meu corpo era um arraso. Os rapazes viviam querendo me pegar. Quando ia a algum baile no bairro e dançava musicas que tinha que rebolar deixava todos babando com meu corpo perfeito. Quando saia com alguma sainha curta ou vestidinho deixava minhas calcinhas bem enfiadas entre minhas nádegas só pra me mostrar mais gostosa.

Não sei como cheguei aos 17 anos ainda virgem. Meu tesão era quase incontrolável vivia me masturbando quase todo dia. Meu grelinho quando durinho de tesão ficava vermelho e se mostrava entre os lábios de minha bucetinha quase pretinha que sempre mantive sem cabelos. Aprendi com uma amiga a depilar com cera quente e então a deixava sempre lisinha. Era muito mais gostoso deslizar os dedos na minha bucetinha virgem sem nenhum pelinho. O tesão era muito maior.

Não perdi o cabaço mais pelo motivo que não queria ficar falada ali naquele bairro. Várias amigas que tinham transado com os rapazes da região logo eram tachadas de putinhas e biscatinhas. Mas em alguns bailes que fui apalpei me apalparam bastante. Por duas vezes deixei os rapazes colocarem os pintos duros no meio das minhas coxas. Era uma delicia sentir aqueles membros quentes esfregando meu grelinho duro mesmo por cima da calcinha.

Mas o que de mais gostoso que aconteceu comigo foi quando do ultimo baile que fui depois de dançar com um rapaz branco de 25 anos em um baile saímos pra fora do salão e como seu carro estava estacionado em um lugar bem escuro me chamou pra ficarmos dentro dele. Acabei indo e depois de vários beijos e passadas de mão fiquei completamente molhada e então o rapaz bem safado foi beijando meu pescoço, meus seios e quando me dei conta minha mini-saia estava na cintura. Ele foi beijando meu umbigo, minhas coxas e logo minha calcinha foi puxada de lado e em seguida sua língua deslizava na minha rachinha virgem e meu grelinho foi sugado com maestria. Não demorou nada pra eu gemer forte e me contorcer toda gozando copiosamente na língua daquele branco safado e delicioso. Foi meu primeiro orgasmo com um homem. Até aquele dia só tinha gozado com meus dedinhos espertos.

Depois de me fazer gozar ele puxou minha cabeça entre suas pernas e então vi que tinha tirado seu pau grosso pra fora da calça e todo safado disse:

-vc gozou gostoso né sua safadinha...quero gozar também...chupa meu pau...putinha gostosa!

Pela primeira vez ao ouvir a palavra putinha não achei ruim...adorei ser chamada de putinha gostosa e então resolvi devolver o “agrado” pra aquele branco delicioso que me fez sentir um prazer maravilhoso e enfiei aquele pau na minha boca e comecei a chupar com volúpia. Ele com certeza logo iria encher minha boca de porra, mas isso não aconteceu. Bateram no vidro do carro e logo escutamos um segurança dizendo todo bravo:

-vamos parar com essa putaria seus safados...aqui não é lugar pra isso...se quiserem trepar vão no motel!

Gil era o nome do rapaz e ele rapidamente guardou o pau duro dentro da calça e então abri a porta do carro e fui saindo de fininho voltando para o baile.

Logo depois o rapaz veio atrás de mim e me chamou pra irmos para um motel e então disse a ele que além de ser virgem só tinha 16 anos...ia completar 17 no próximo mês. Acho que Gil não acreditou muito no que eu estava dizendo pois há poucos minutos atrás havia deixado que ele chupasse minha bucetinha com muita facilidade e bastou ele colocar o pau pra fora que já fui fazendo uma gulosa nervosa.

Ele ficou um pouco mais no baile mas logo foi embora chateado comigo.

Também fiquei com um gostinho de quero mais...principalmente queria ter sentido o gosto da porra em minha boca que ia sair daquele pau delicioso.

Acordei mais cedo pra ir até o AP de Dona Bianca falar com ela sobre o emprego.

Fui um pouco receosa pois além de nunca ter trabalhado pra ninguém mamãe havia comentado que Dona Bianca era delegada de policia.

Quanto a cuidar de uma casa mamãe sempre me ensinou a fazer de tudo e então quanto ao serviço certamente poderia dar conta desde que não fosse nada muito diferente.

Como o AP de Dona Bianca não era longe da minha casa fui a pé mesmo.

Ela morava no ultimo andar de um prédio de 10 andares e quando falei com o porteiro ele disse que podia subir que já tinha sido avisado que viria uma moça de manhã.

No elevador tinha um espelho enorme e enquanto subia fiquei me olhando e toda metidinha achei que estava linda. Tinha colocado uma calça jeans bem justa como todas que eu tinha, minha bunda empinada parecia que havia sido embalada a vácuo. Uma camisa xadrez discreta cobria meus seios sem soutien, alias dificilmente usava, gostava de senti-los livres balançando suavemente.

Quando toquei a campainha demorou um pouquinho pra abrir a porta e quando isso aconteceu Dona Bianca com uma cara de quem tinha acabado de acordar sorriu dizendo:

-oi...vc é a Jessica né?

-sim...minha mãe disse pra vir...conversar com a Sra. E era pra vir de manhã...será que vim muito cedo?

-não...não...entra garota...é que fui a uma festa ontem...e voltei bem tarde...hj eu não ia trabalhar! Mas entra logo...garota...vamos conversar!

Quando entrei vi que Dona Bianca era uma mulher impressionante.

Tinha 33 anos, loira com cabelos longos, 1.80 m., seios enormes com silicone, coxas longas e grossas e ela me recebeu praticamente nua, só de calcinha fio-dental enterrada no meio de suas nádegas enormes.

Senti-me pequena perto daquele mulherão mas toda sorridente ela disse:

-Jessica...tua mãe disse que vc era uma mulatinha bonita...mas ela mentiu...vc é uma mulata muito linda!

-obrigada...a Sra. também...é...muito bonita!

-Rss...vejo que começamos bem...mas...vamos até a cozinha querida...ja vou começar a te explorar...vou mostrar onde estão as coisas...vc poderia fazer um café pra nós...enquanto passo uma água no corpo pra acordar de verdade.

-claro que sim...café acho que sei fazer. RSS.

Gostei da mulher que seria minha patroa se ela me contratasse. Adorei o jeito descolado dela, apesar de que dava pra perceber um tom autoritário em sua voz um pouco grave. Ela saiu rebolando com a calcinha fio-dental que desaparecia entre suas nádegas enormes em direção ao seu quarto e fui fazer o café.

Rapidamente fiz o café e deixei a mesa arrumada com bolachas, geléias e outras coisas que encontrei na geladeira.

Quando D. Bianca voltou ao ver a mesa já sorriu dizendo:

-humm...to vendo que minha mulata linda sabe como fazer uma mesa de café...adorei assim!

D. Bianca tinha vindo do quarto com um hobby de seda preto bem curtinho com um cinto. Realmente era uma mulher linda e sensual e logo percebi que por baixo daquele hobby ela não colocara nada. Sua buceta depilada se mostrava por inteira quando cruzava suas pernas displicentemente.

Logo começamos a conversar e não demorou nada pra acertarmos salários e horários. Iria começar naquele dia mesmo. Não seria um trabalho difícil. O que D. Bianca queria era que eu mantivesse a casa sempre limpa e impecável, pois sempre recebia visitas. Dificilmente ela almoçava em casa. E então comentou que não trabalhava em delegacia normal e sim na corregedoria de policia e também era sócia com uma amiga em uma loja de lingeries no shopping.

Toda curiosa quis saber se ela era casada então me disse que tinha se divorciado há 3 anos e depois disso só queria homem pra namorar gostoso...não queria nada sério por enquanto...só se divertir!

E então ela também foi bem direta e perguntou:

-e vc...ja tá dando gostoso a bucetinha pros garotos?

Fiquei por instantes sem saber o que falar mas logo me descontrai e disse:

-ainda não...mas...ja brinquei um pouquinho...na verdade...nem eu acredito que sou virgem até hj...tenho muito tesão...vivo me masturbando...quase todo dia!

Sem me importar com que D. Bianca poderia pensar de mim acabei contando todas minhas experiências e ela sorrindo então disse:

-é...também não dá pra acreditar que vc é mesmo cabaço...do jeito que vc é linda, com essa bunda gostosa, esses seios durinhos, os gatinhos devem ficar loucos querendo te comer. E ainda do jeito que vc é taradinha...vive brincando com os dedos...na bucetinha.

-bem...é verdade...mas...eu gosto de rebolar nos bailes...só pra deixar os rapazes com tesão...e deixar as garotas com inveja. Adoro meu corpo...hj eu vim assim de calça e essa camisa...mas normalmente só ando de mini-saia e camisetinhas curtinhas com a barriga toda de fora.

-é...Jessica, só que mesmo quando vc tenta colocar uma roupa mais séria...igual hj...vc não consegue esconder nada...essa calça justa tá mostrando mais do que escondendo e essa camisa sem soutien mostra seus seios durinhos querendo pular pra fora. Vc é uma garota bem safadinha! RSS

-a patroa tem razão...vou confessar...não tem como mentir pra delegada...gosto de ser safadinha!

-cuidado hein...posso mandar prender garotas safadas...principalmente as putinhas gostosas...que ficam deixando todo mundo com tesão!

Caímos no riso e logo depois a conversa continuou:

-bem Jessica...gostaria que vc trabalhasse aqui em casa...mas de uniforme...tem problemas pra vc?

-bem...claro que não...a patroa é quem manda...só espero que não seja feio. RSS.

-acho que vc vai gostar...daqui a pouco vou pegar pra vc vestir...a outra moça que trabalhava aqui era mais baixinha...com certeza vai ficar um pouco curto...se vc não gostar...depois a gente resolve!

-bem...curto não tem problema...não gosto de roupas compridas.

Ela então me mostrou todo o apartamento explicando o que teria que fazer. Tinha 02 quartos grandes com banheiros, uma sala grande uma cozinha ampla com dispensa e tinha outra porta que estava fechada e então ela disse que era uma sala de diversão mas que ficava sempre fechada e toda séria disse:

-Jessica...a chave dessa sala fica guardada na gaveta do criado mudo do meu quarto...não é pra entrar lá sem minha autorização...a não ser que o prédio esteja pegando fogo! Estamos entendidas?

D. Bianca me levou até o quarto e pegou 3 uniformes iguais que deveria usar e disse:

-experimente e veja se gosta do uniforme...quero ver como vai ficar...na linda mulatinha safada!

Como D. Bianca continuava com seu hobby preto de seda e o laço do cinto havia se soltado e sua buceta branca se mostrava por inteira tranquilamente tirei minha calça a camisa e fiquei só de calcinha e então coloquei o uniforme.

Era um vestidinho branco bem justo com um zíper na frente que ia de cima até em baixo. Realmente ficou bem curtinho e como meus seios e a bunda eram grandes ficou completamente colado ao corpo e então D. Bianca sorriu dizendo:

-Jessica...realmente a outra garota era bem menor que vc...acho que vc não vai gostar de trabalhar assim...vc ficou parecendo uma putinha...se vc fosse uma garota de programa...ia arrumar um monte de clientes...com certeza! RSS.

Olhei-me no espelho e gostei do que vi...e então brinquei dizendo:

-D. Bianca...de verdade...adorei...se pudesse eu trabalhava assim aqui...não teria nenhum problema!

-bem Jessica...se vc quiser...experimentar trabalhar assim uns dias...por mim tudo bem...só que quando algum de meus convidados vierem em casa...sempre tem uns meio tarados...vc vai levar muitas passadas de mão...e algumas coisas a mais. Depois não adianta vir reclamar comigo! Vc que sabe!

-Posso mesmo D. Bianca...vou adorar...trabalhar assim...gostei demais! E eu já estava meio triste achando que a Sra. ia me dar àqueles uniformes xadrez feiosos que a gente vê nas empregadas de novelas.

-que empregadinha mais safada que arrumei...hein! Mas Jessica...essa calcinha preta que vc está usando ficou marcando demais no uniforme branco...amanhã...vem com calcinha branca...pra ficar tudo igual ou então...nem coloca...!

Toda empolgada com aquele momento nem me preocupei e então abri o zíper e comecei a tirar minha calcinha e então parei por instantes e disse sorrindo:

-vou seguir o conselho da patroa...acho que é melhor tirar então...pra acostumar...posso mesmo?

-pode...sua putinha safada...vc tá doida pra ficar com essa bucetinha preta a mostra.

-ahh patroa...tava olhando a Sra. andando pra lá e pra cá...sem calcinha...fiquei com inveja...queria ficar assim também... já que a Sra. não se importa...gostaria de experimentar!

-Jessica...de verdade vc é muito safada...e to vendo que também gosta de bucetinha lisinha...né?

-sim...aprendi sozinha a me depilar...minha mãe não ia dar dinheiro pra ir ao salão.

-é...fica mais bonita assim...mais higiênica...e mais sensível...goza mais rápido. Nunca tinha visto uma xoxotinha negra...gostei...achei linda...é diferente!

-é...também achei a buceta branca da patroa linda...bem cheinha...gostei...muito!

-bem...agora chega de elogios...Jessica...comece a limpeza então...faz mais de semana que a faxineira veio...tá tudo cheio de pó...depois de amanhã vai ter uma reunião aqui com os amigos e quero tudo limpo!

-pode deixar patroa...vou procurar fazer tudo certinho...gostei da Sra. e quero que goste de mim!

-Jessica...gostar de vc é fácil...gosto de pessoas iguais vc...alegre e de bem com a vida...alem de linda e bem safadinha também...não gosto de gente tonta. Mas...quero que fique sabendo mocinha: Se não fizer tudo do jeito que te falei...não vai ter moleza...pra encher essa bunda empinada de tapas...é fácil...e fique sabendo que sei bater bem doido.

-aiii..patroa...agora fiquei preocupada...a Sra. tem umas mãos grandes...deve doer bastante!

-bem...está avisada...gosto de mocinhas que sejam bem obedientes...mas...também adoro punir garotas que me desobedecem...me dá até tesão bater na bunda de putinhas desobedientes!!

Aquela voz tinha mudado de tom e incrivelmente gostei de ouvir a palavra tesão da boca dela, e logo comecei a limpeza do AP.

D. Bianca então foi pro quarto dela se vestiu toda linda e disse:

-Jessica querida...vou ao shopping conversar com minha sócia...tenho que aproveitar o dia que não trabalho na corregedoria pra ver as papeladas da loja e conferir se tá tudo certo...volto só à tardezinha!

Caprichei na limpeza queria deixar tudo brilhando pra agradar minha patroa delegada. Vi que ser empregada domestica ali naquele lugar seria diferente. D. Bianca tinha uma coisa que me intrigava e ao mesmo tempo me deixava curiosa e causava uma excitação ainda desconhecida. Mas com certeza logo iria descobrir.

Já estava quase na hr de ir embora quando D. Bianca voltou pro AP e logo que entrou já foi dizendo:

-Jessica...querida...antes de vc sair...encha minha banheira com água morna por favor...preciso relaxar um pouco...tenho uma reunião mais tarde na casa de uns amigos...andei muito hj...estou com as pernas doendo! Vou fazer duas ligações antes!

Rapidinho entrei no quarto e abri as torneiras...peguei toalhas de banho e fiquei aguardando D. Bianca. Ela já foi se despindo e entrando na banheira disse:

-parabéns Jessica...dei uma conferida no que vc já fez...acho que fiz a coisa certa te contratando...vc é uma putinha virgem muito safada...mas sabe trabalhar bem...gosto assim...espero que continue...agora se quiser...pode ir...embora!

Percebi que D. Bianca me fascinava com aquele jeito autoritário e ao mesmo tempo carinhoso e gostava de ficar ao seu lado e então disse brincando:

-que bom...que a patroa gostou...do meu serviço...só de pensar nessa mão grande batendo no meu pobre bumbum...ia doer muito.

-vai brincando...sua safadinha...se um dia tua patroa precisar te punir...vc não vai rir...vai dar uns gritinhos de dor...e vou adorar...fazer isso.

Cai no riso e então disse:

-então tá bom... já que minha patroa linda me mandou ir embora tenho que ir...não vou desobedecer. RSS.

Sai e fui até o quarto da dispensa coloquei a roupa que tinha vindo trabalhar e fui embora toda feliz.

Cheguei em casa e mamãe ficou toda contente que comecei a trabalhar e assim ia parar de ficar vadiando com as amigas durante o dia. Sem contar que não iria precisar mais dar dinheiro pra mim.

Quando cheguei no outro dia cedo pra trabalhar minha linda patroa estava saindo do AP e me cumprimentou com dois beijinhos no rosto e disse que seu dia ia ser muito corrido e antes de sair pela porta me deu um tapinha na bunda dizendo que era pra lembrar de fazer o serviço direito. Aproveitei e disse sorrindo:

-tapinha desse jeito num dói...assim...vou ficar assistindo TV o dia inteiro no sofá...sem fazer nada!

Ela deu um sorriso bem safado e foi embora.

Fui até a dispensa e coloquei meu “uniforme” logicamente sem calcinha. Minha xoxotinha estava adorando sentir o ventinho que corria entre minhas coxas.

Trabalhei com afinco, só parei pra comer um miojo no almoço, e quando era umas 4.00 da tarde terminei de deixar o apartamento em ordem e então fui tomar um banho, estava toda suada e então ao passar em frente da porta do quarto que minha patroa frisou que não era pra entrar, fiquei parada ali intrigada com o que poderia ter la dentro daquele lugar que eu não poderia ver. O bichinho da curiosidade estava se instalando em minha mente.

Tomei um banho demorado e toda safada aproveitei e me masturbei deliciosamente embaixo do chuveiro. Gozei como nunca...era meu primeiro orgasmo no AP da minha patroa delegada...e foi incrível na hr do prazer me lembrar do tapinha na minha bunda que ela tinha me dado de manhã.

Depois do banho nem coloquei roupa e me deitei de bruços no sofá da sala e liguei a TV a cabo e fui mudando os canais e logo encontrei um canal erótico e resolvi assistir. Era um filme com um casal muito bonito transando na praia...e logo enfiei a mão na minha bucetinha e fiquei brincando com meu grelinho que inchado do gozo no banheiro um pouco antes ficou durinho novamente.

Toda entretida com o filme nem percebi que minha patroa tinha chegado e então ela chegou ao lado do sofá e disse:

-muito bonito hein...bem que vc falou que ia ficar o dia inteiro assistindo TV...né sua putinha safada! Se não fez o serviço...vejo que tá pronta pra apanhar...com essa bunda de fora.

Levei um susto danado e então me sentei e disse:

-nossa patroa...que susto que a Sra. me deu...claro que não vou precisar apanhar...o AP está super limpo ...pode conferir...faz uns 20 minutos que acabei...tomei um banho e deitei um pouquinho aqui...e resolvi assistir um pouco de TV...tava passando esse filme ai...então...minha patroa linda chegou. Essa é toda a verdade...juro! RSS.

-que empregadinha mais putinha que veio parar em minha casa...peladinha no sofá com os dedinhos na bucetinha...se masturbando...a casa já percebi que esta limpinha...uma pena...olhando essa bunda no sofá...ia adorar dar uns tapas bem dados nela...Jessica...vc tem uma bunda perfeita pra apanhar. Agora que cheguei...vai lá arrumar meu banho...sua putinha tarada...igual vc fez ontem...depois vc pode voltar a assistir o filme!

Toda safada perguntei:

-minha patroa linda quer que eu coloque o uniforme de novo?

-não...pode ficar assim...putinha...vai logo...encha a banheira e jogue umas bolinhas verdes de essência que estão no armário do banheiro...vou pegar uma maça...pra comer!

Fiz o que minha patroa queria e quando ela entrou no quarto ficou nua e entrou na banheira dizendo:

-hj...foi um dia extremamente cansativo na corregedoria...muitos problemas a serem resolvidos...cansei minha beleza...ia passar na minha loja antes de vir pra casa...mas desisti...estava louca de vontade de entrar na minha banheira...pra relaxar!

-a patroa...quer que eu faça alguma coisa pra ajudar...é só pedir!

Foi então que ela sorriu toda safada e disse:

-o que eu gostaria...acho que talvez vc não queira fazer...queria uma boca bem gostosa chupando meu grelo até eu gozar...isso ia me relaxar gostoso...ah se ia...RSS.

Fiquei toda sem jeito com o que minha patroa tinha dito...em chupar sua buceta...mas logo ela deu uma gargalhada e continuou dizendo:

-consegui assustar minha empregadinha putinha é?...to brincando com vc!...Agora pode ir ver o filme na sala...sua safada! RSS.

Sai dali e voltei pra sala...e continuei a assistir o filme deitada de bruços com antes...mas a todo instante me vinha na cabeça a frase de D. Bianca tinha dito “brincando” na banheira...quase instintivamente minha mão estava novamente brincando com meu grelinho todo durinho e depois de alguns minutos minha patroa completamente nua se sentou ao lado de minhas pernas e quando fiz menção de me levantar ela disse carinhosa:

-não precisa se levantar...pode ficar assim mesmo...vim assistir um pouquinho do filme com vc...posso?

-sim...claro que sim...esse filme é legal...o cara tem um pau enorme...e come as duas loirinhas...sem dó!

-é...ele tem um belo pau...tem um bom tamanho...mas gosto quando é maior que esse...adoro sentir quando entra rasgando na bucetinha...é uma delicia. Gosto de macho bem pauzudo...grande e grosso!

-nossa...patroa...preciso parar de assistir esse filme... já to toda molhada...meu grelinho tá durinho...

Foi então que ela colocou uma mão na minha coxa e disse:

-vc tava se masturbando quando cheguei...pode continuar...sua putinha tarada...não se preocupe comigo continua...gosto de ver...

Sem pensar muito peguei meu grelinho entre os dedos e voltei a me masturbar e logo senti a mão da minha patroa subir pelas minhas coxas e apertar levemente minha bunda...o toque daquelas mão enorme e quente fez meu corpo pegar fogo...e passei a gemer baixinho...e quando me dei conta...era a mão de Dona Bianca na minha xoxotinha virgem. Seus dedos bolinavam meu grelo duro...e o dedão de sua mão estava enterrado no meu cuzinho. Em segundos rebolava quem nem louca e dando um gemido forte gozei copiosamente. Quase desfaleci de tanto prazer e então minha patroa toda safada meu deu um tapa forte em cada lado da bunda e disse:

-que putinha tarada...vc é...nem comecei a brincar...e já goza que nem uma maluca...tem que aproveitar mais...sua safada!

Fiquei sem saber o que dizer...me faltava ar...de tanto prazer que senti e então sussurrei toda sensual:

-nossa...patroa...que delicia...nossa...adorei...o que a Sra. fez...foi incrível!

-é garota...vc vai aprender muito...se me obedecer...eu sabia que vc era um putinha vadia desde o primeiro momento que bati os olhos em vc...agora...já pode ir embora...sua safada...vc passou no primeiro teste. Amanhã depois das 3.00 h. da tarde virão alguns convidados...quero que vc coloque vinho na geladeira logo depois do meio dia e prepare uma tabua de frios pra servir...Devo chegar umas 2.00 h da tarde...deixa tudo arrumado...minha putinha tesuda!

D. Bianca se recostou no sofá com as pernas completamente escancarada e então vi que minha patroa tinha um grelo enorme todo vermelho, devia ter uns 4 cm. Fiquei olhando pra ele sem piscar...achei lindo e então ela toda sensual disse:

-gostou...né sua putinha tarada...quando falei no banheiro que queria ser chupada até gozar...vc como uma putinha safada...devia ter se oferecido...até achei que vc ia fazer isso...sua safada!

Meu tesão estava a mil com tudo aquilo que tava acontecendo e sussurrei dizendo:

-nossa patroa...que grelão enorme...vc...quer...que eu chupe...se quiser...eu chupo!

Ela então sussurrou:

-vem...minha putinha negra...põe o grelo da tua patroa branca na boca...vem vadia...chupa...

Colei minha boca quente naquele grelo enorme e comecei a chupar com volúpia, mas depois de apenas alguns minutos ela me puxou pelos cabelos e afastando meu rosto de sua buceta e me deu um tapa no rosto e disse toda tesuda:

-isso foi só...pra vc sentir o gosto...do meu grelo...sua putinha negra vadia...só vai chupar a buceta de sua patroa de novo...quando eu quiser...agora...eu sou sua patroa...e sua dona...e se não se portar como eu gosto...vou adorar...punir a putinha...alias...já tenho certeza que vc vai fazer por merecer...apanhar!

Fui embora toda tesuda...com minha bucetinha toda ensopada. Tinha sido uma delicia louca gozar na mão enorme da minha patroa delegada. Aquele dedão grosso no meu cuzinho tinha me feito rebolar sem controle e sentir aquele grelo enorme entre meus lábios me deu um prazer indescritível. Mas percebi que levar uns tapas da minha patroa também despertava um tesão diferente...um tesão de medo...mas igualmente delicioso.

Quando cheguei pra trabalhar no outro dia D. Bianca já tinha saído...como o apartamento estava limpo em pouco tempo arrumei o quarto e o banheiro da patroa e logo comecei a preparar as coisas para a reunião da tarde. Deixei tudo ficou organizado e um pouco antes do horário que a patroa ia chegar tomei um banho e coloquei um uniforme limpinho, sem calcinha é claro.

D. Bianca chegou e deu uma olhada nos pratinhos de aperitivos que eu tinha preparado, as garrafas de vinho gelando disse que estava perfeito e logo disse que ia tomar banho e toda solicita já fui enchendo a banheira e logo ela entrou e disse:

-é Jessica...de verdade...to gostando de ter vc aqui comigo...vc é uma putinha quase perfeita...e também é perfeita pra cuidar de uma casa...não tenho do que reclamar...vc faz tudo do jeito que eu gosto!

-obrigado...eu disse que ia fazer tudo pra agradar minha linda patroa branca...espero ficar cada vez melhor mas...o que está faltando na sua empregadinha putinha...pra ficar perfeita...é só me ensinar...prometo que aprendo rapidinho...e depois do que aconteceu ontem...estou louca pra experimentar tudo de novo!

-pode deixar sua putinha safada...com certeza vc vai aprender...mas tem que ser do meu jeito...gosto de putinhas...bem submissas...gosto que me obedeçam em tudo...sem frescura!

-D. Bianca...tenho certeza que vou adorar obedecer a Sra...é só mandar...vou ser uma putinha do jeito que a patroa quer!

Se levantado da banheira e se enxugando lentamente com a tolha ela sorriu toda safada dizendo:

-eu sei...o que vc tá querendo sua vadia...tá louca pra gozar nos meus dedos...né putinha...garanto que tá com a bucetinha toda molhada...só de ficar olhando eu tomando banho...né...safada!

-bem...não posso mentir pra minha patroa delegada...ela é muito brava e tem uma mão grande...claro que to com tesão...pela minha linda patroa branca...depois de ontem...até me masturbei antes de dormir em casa...pensando na Sra!

Ela então toda mandona se sentou na beira da cama e disse:

-vou deixar vc brincar um pouquinho igual ontem...ajoelha e chupa meu grelo...sua safada...chupa vadia!

Em segundos estava ajoelhada no chão e sugava voluptuosamente aquele grelo que em instantes ficou enorme e duro e ela rebolava na minha boca dizendo:

-humm...que delicia sentir minha empregadinha negra de joelhos...chupando minha buceta branca...chupa com força...assim...vou adorar te fazer minha escrava sexual...ahhh...assim...tá muito gostoso...

Ela então me puxou pelos cabelos e fez uma coisa que fez minha xoxotinha virgem ensopar de vez. Beijou-me na boca com volúpia. Nossas línguas se enroscaram com ardor. Logo ela me jogou na cama e disse toda tesuda:

-Gostei de sentir o gosto da minha buceta...na boca da minha escrava...agora chega...por enquanto!

Virei de bruços e como meu uniforme subiu minha bunda ficou a mostra e toda safada disse:

-minha patroa...me deixou com a minha xoxotinha virgem...toda molhada...quase mijei...de tesão!

Ela então toda tesuda...disse:

-fica de 4 na beira da cama...eu sei o que vc tá precisando...sua puta vadia!

D. Bianca então enfiou a boca na minha xoxotinha virgem ensopada e me lambeu com vontade...mas em instantes senti sua mão enorme estalar de vez na minha bunda...dei um grito e então ela sussurrou:

-pra gozar gostoso...vai ter que ser assim...sua negrinha vadia...com dor...e com prazer...rebola puta!

Os tapas eram um atrás do outro...a língua deliciosa da minha patroa chupava meu grelinho com maestria...em instantes...gritei gozando loucamente! Minha bunda estava toda ardendo de tantos tapas.

Fiquei me contorcendo em cima da cama completamente entregue aos prazeres que meu corpo sentia e então minha patroa disse toda séria:

-levanta vadia...que já ta quase na hora dos convidados chegarem...como está tudo arrumado...hj vc pode sair mais cedo...pode ir embora!

-mas...a patroa não vai querer que eu fique...pensei que ia servir os convidados! Eu...a Sra. não quer?

-Jessica...essa reunião é de prazer...vai vir 4 homens e 3 mulheres...amigos...que gostam de se divertir muito...todos ficam sem roupa...se vc ficar...teria que ficar nua também!

-eu...se a patroa quiser...claro fico... já falei...me ensina...patroa...tudo...a Sra. manda...e a putinha obedece ...não é assim...que a Sra. quer?

-Jessica...acho que vc já percebeu...que gosto de dar prazer...mas gosto de fazer putinha sentir dor...acho que assim...é muito mais gostoso...pensa bem...depois...não vai adiantar chorar...alias se chorar...vai apanhar muito mais...se ficar...hj vc vai ser minha escrava sexual!

-D. Bianca...tenho certeza...que quero ficar...e quero ser sua escrava...quero sentir mais prazer...

Ela sorriu e abrindo seu guarda roupa pegou um par de botas de couro negras de salto alto e colocou. Ela que já era alta ficou enorme praticamente 2.00 m. de altura. Na cintura apenas um cinto negro largo!

Aquela loira só de botas até o joelho completamente nua com só com um cinto de couro na cintura era imponente e maravilhosa. Seu grelo duro se mostrava entre os lábios de sua buceta branca depilada.

Foi então que ela pegou uma coleira de ouro com uma corrente e disse:

-vou colocar no seu pescoço...sua putinha...escrava tem que andar com coleira!

Nem me importei e deixa-a colocar em mim e logo enganchou na fivela uma corrente que ficou pendurada entre meus seios indo até meus joelhos. Me olhei no espelho e me achei incrivelmente linda. Uma mulata nua com um coleira de ouro no pescoço. O tesão já tomava conta do meu corpo. Logo os convidados começaram a chegar e todos entravam e tiravam suas roupas. Os homens eram todos altos e fortes com pintos mesmo ainda mole eram enormes. As mulheres também eram lindas e maravilhosas. Todos deviam ter na faixa de 30/35 anos.

Eles se sentaram nos sofás e nas poltronas da sala e logo servi as taças de vinhos e os pratinhos com os petiscos. Na TV rolava um filme pornô sado masoquista.

Todos estavam completamente nus...só minha patroa que estava com as botas e o cinto...e eu com a coleira e a corrente dependurada.

Não demorou pra safadeza rolar solta naquela sala. Logo as mulheres caíram de boca naqueles paus que em instantes ficaram duros e muito grandes...era um maior que o outro. Logicamente como veio um homem a mais...era ele que ia servir minha patroa...e logo percebi que era o que tinha um pau maior ainda que os outros.

Ele então se sentou na poltrona e minha patroa foi descendo de costas no colo dele...aquele monstro duro foi entrando devagar e incrivelmente despareceu dentro da bucetinha branca da minha patroa. Ela gemeu forte e então começou a rebolar naquele pau enorme...sentada no tapete bem em frente olhava maravilhada aquele pau entrar e sair inteiro de dentro dela. Seu grelo enorme saltava diante de meus olhos. Logo senti a corrente ser puxada e meu rosto foi de encontro ao grelo enorme e D. Bianca toda tesuda disse:

-chupa minha buceta...minha escrava...chupa meu grelo...bem gostoso...minha putinha negra...vadia!

Eu chupava e lambia a buceta molhada da minha patroa tarada...aquele grelo parecia que crescia ainda mais entre meus lábios...quando aquele pau enorme escapou de dentro dela aproveitei e enfiei-o na minha boca...ele logo voltou pra dentro de sua buceta...e então eles deram um grito e gozaram juntos copiosamente...da buceta da minha patroa muita porra e eu engoli tudo...com muito prazer...meus dedinhos ágeis no meu grelinho tesudo me fizeram gozar em seguida.

Logo minha patroa tarada...me fez chupar as bucetas gozadas de todas as convidadas...acho que engoli um litro de porra...mas adorei aquela orgia...o que eu queria era ter um pau daqueles na minha xoxotinha virgem...mas isso não aconteceu naquele dia.

Minha patroa então levou os convidados até a “sala de diversão” e voltando na sala me disse:

-Jessica...agora vc pode ir embora sua putinha...chega de safadeza pra vc hj...até amanhã minha escrava safada...vc tá aprendendo bem rápido...a ser uma putinha de verdade! Espero...que continue assim!

Fiz uma carinha de contrariada e disse toda dengosa:

-ahhh patroa...pensei que ia entrar junto...na sala de diversão...a Sra. foi maldosa...a Sra. tá querendo me matar de curiosidade! Sua chata!

Percebi rapidinho que não devia ficar com frescura com minha patroa delegada pois ela nem pestanejou e me deu um tapa forte no rosto e disse:

-não gosto de putinha vadia que reclama...vc não quis ser minha escrava sua vagabunda? Quando eu mando é pra obedecer...sua vadia...vou te mostrar o que faço com escravas insolentes!

Ela então pegou meu braço e torceu me colocando de quatro no sofá e então em instantes senti um estalo forte na minha bunda...era o barulho do cinto de couro na minha bunda. Gritei e ela disse toda brava:

-pode gritar puta...vai levar umas cintadas pra aprender a me respeitar sua escrava vadia...

Levei uma meia dúzia de cintadas...minha bunda ardia demais...mas logo senti uma língua quente e deliciosa deslizando na minha xoxotinha virgem...meu grelinho era lambido e sugado com volúpia...foi incrível gozar em poucos instantes...rebolando como uma putinha. Foi um gozo intenso e copioso.

Minha patroa sádica então me deu um beijo na boca e disse:

-agora...vai embora...putinha...sem falar nada...se vc não for embora agora...vou adorar te bater de novo... vadia safada! Amanhã vou dormir até mais tarde...me acorde as 9.30 h...minha escrava deliciosa!

Sai e fui embora pra casa e no caminho fui pensando sobre tudo que estava acontecendo e tive certeza absoluta que estava adorando tudo...o prazer era maravilhoso...e queria mergulhar de cabeça naquele mundo cheio de loucuras que minha patroa sádica estava me colocando! Conforme andava pela rua minha bunda rebolava e sentia umas pontadas de dor das cintadas que levara...e o que me deixava mais intrigada é que apesar de ter gozado varias vezes...minha xoxotinha continuava tesuda e toda molhada!

No outro dia quando cheguei pra trabalhar fui conferir se minha patroa estava dormindo e pela porta entreaberta do quarto vi aquele lindo corpo completamente nu deitado de bruços entre travesseiros. Pensei em se enfiar entre suas coxas e lamber aquela buceta greluda deliciosa mas como ela tinha dito que queria ser acordada às 9.30 h. Não seria louca de acordá-la antes.

Ao passar em frente ao “quarto da diversão” instintivamente levei a mão na maçaneta da porta ao girá-la vi que estava aberta e em segundos resolvi entrar. Nem me importei com as recomendações da minha patroa sádica. Era 8.00 da manhã...ela estava dormindo profundamente...eu ia matar minha curiosidade. Acendi a luz e vi que era um quarto grande e cheio de poltronas...macas...cadeiras...sofás...tudo revestido em couro preto. Tinha várias algemas penduradas em correntes...chicotes e cintos de couro...era um quarto sadomasoquista completo. Duas TVs enormes uma em cada parede. Havia um armário que estava com a porta aberta e dentro dele tinha vários pênis de silicone de todos os tamanhos e grossuras..alguns tinham cintas...logicamente pras mulheres transarem entre elas. Logo peguei um pênis enorme com vibrador e toda safada deslizei entre minhas coxas...era uma delicia aquilo vibrando no meu grelinho. Eu olhava pra aquilo tudo e apesar de sentir medo...senti um tesão incrível...aquele ambiente era extremamente excitante.

Depois de olhar tudo sai bem devagarinho fui fazer café e começar a fazer a limpeza da bagunça do dia anterior. Quando era 9.30 h. fui acordar minha patroa. Abri as cortinas deixando a luz entrar e como ela continuava de bruços comecei a beijar suas coxas e sua bunda sussurrando toda safada:

-hora de acordar...minha rainha...linda!

D. Bianca virou de frente se espreguiçando toda dizendo:

-humm...to vendo que minha escrava negra...tá aprendendo rápido...a me tratar...é bom escutar isso...eu adoro ser rainha...de putinhas safadas.

-e eu estou adorando...ser sua escrava...minha rainha...cada vez mais...mesmo minha rainha sendo má e batendo de cinto na minha bunda!

-mostra essa bunda pra mim...putinha...quero ver se ficou marcada!

Tirei o uniforme e fiquei de joelhos ao seu lado e ela então disse:

-preciso bater mais forte na putinha da próxima vez...escrava tem que ficar marcada! Estou acostumada só com escravas brancas...nas negrinhas tem que bater mais! Agora já que começou a me acordar com beijos...continua vadia...chupa a buceta da tua rainha...sua vagabunda tarada!

Ela me deu um tapa forte na bunda e me puxando pelos cabelos enfiou meu rosto na sua buceta...logo aquele grelo ficou enorme na minha boca...e ela rebolava deliciosamente...e logo deu um gemido mais forte e gozou em seguida. Minha patroa sádica era insaciável...igual a mim!

Ela então se levantou e tomou um banho demorado. Logo ela estava na cozinha nua e servi seu café!

Aproveitei e passei uma água no corpo e também fiquei nua. Eu adorava olhar minha rainha branca nua e sabia que meu corpo negro também a fascinava.

Fui arrumar o quarto da minha patroa e ela ficou na sala. Depois de uns 20 minutos D. Bianca me chamou na sala e quando cheguei vi um par de algemas em suas mãos e então ela disse toda séria:

-põe as mãos pra trás...vadia...eu sabia que a putinha ia dar motivos!

Quando cheguei a sua frente cai na besteira de perguntar:

-o que aconteceu...porque a patroa tá me algemando...o que eu fiz?

Um tapa forte no rosto e cai na poltrona e então fui algemada com as mãos pra trás e ela me carregou pro “quarto de diversão” e quando entrei as TVs das paredes estavam ligadas e mostravam-me de manhã mexendo em tudo dentro do quarto. Rapidamente percebi que quando se entrava no “quarto de diversão” tudo era filmado e então na hr vi que minha rainha sádica ia me punir de verdade!

Em instantes fui algemada a uma poltrona de couro de 4 com minha bunda completamente empinada e então vi nas mãos de D. Bianca uma varinha fina de madeira flexível...e ela então disse toda tesuda:

-agora...minha escrava negra...vai saber de uma vez...a nunca mais desobedecer sua rainha branca...sua vagabunda...não aguentou esperar...puta safada!

-aiii...rainha...perdoa...sua putinha...por favor...eu sou muito curiosa...me perdoa! Vai doer...muito...eu sei!

-vc devia ter pensado nisso antes...vadia...agora só vou ficar satisfeita depois de te punir do jeito que vc merece. Pra ser minha escrava...tem que merecer...agora...vc vai apanhar de verdade...sua vadia...e pode gritar o tanto que quiser...ninguém vai te escutar...e acho que a putinha sabe...que adoro bater em putinhas taradas...me dá um tesão louco...meu grelo fica enorme! Agora...Jessica...se vc quiser...eu deixo vc sair daí...e pode ir embora...mas não precisa voltar mais aqui...vc escolhe...vagabunda!

-eu...eu não quero ir embora...isso não...eu quero ficar com minha rainha...pode...pode bater...na tua putinha negra...eu mereço...apanhar...

As TVs enormes agora me mostravam com minha bunda quase negra toda exposta e ao lado minha patroa sádica com aquela varinha na mão. Foi então que percebi que D. Bianca estava como no dia anterior durante a reunião. Com botas até os joelhos e o cinto de couro na cintura. Tive certeza que aquele era seu uniforme de rainha sádica. A primeira varada que levei na bunda me fez gritar alto...em instantes o barulho daquela vara sibilando no ar me fazia gritar até antecipadamente. Foram umas vinte vezes...Minha bunda estava cheia de vergões...eu gritava como uma louca...e minha patroa sádica dizia toda tesuda:

-ahhh....que delicia...grita vadia...grita...me deixa com tesão...sua negrinha safada...ahhh..

Senti que mijei de dor...e então minha patroa deslizou suas mãos pelas minhas coxas e logo me beijava os vergões da minha bunda...pelas TVs via algumas gotas de sangue que escorriam de minhas nádegas e então ela passou a lamber toda minha bunda e em instantes minha xoxota era chupada com uma volúpia incrível. O mais louco é que gozei em poucos segundos. Meu corpo estava completamente tomado de desejo. Depois de alguns instantes vi D. Bianca com um pênis de borracha com cinto que ela colocara. Não era muito grande. Ela então me libertou das algemas e me beijando na boca sussurrou toda tarada:

-continua assim de 4...sua puta...tua rainha...vai...tirar o cabaço do cuzinho da minha escrava...quero ver essa bunda toda marcada...rebolando gostoso...vadia...deliciosa!

Ela encaixou a cabeça daquele pênis de borracha na porta do meu cuzinho e foi enfiando até o fim...nem senti dor...só prazer! Em instantes ela metia como um macho...enfiando e tirando com força e eu rebolava como uma puta. Alias tive certeza que estava me transformando em uma puta masoquista que adorava sem reservas o que minha patroa sádica fazia comigo!

Minhas nádegas estavam em fogo...de alguns vergões continuava saindo algumas gotas de sangue, mas o tesão só aumentava e então D. Bianca se sentou na poltrona tirou o pênis de borracha e me fez cair de boca no seu grelo duro e enorme. Chupei deliciosamente minha dona fazendo-a rebolar como nunca. Em instantes minha patroa puta sádica gozou puxando meu rosto de encontro a sua buceta inchada me deixando quase sem respirar.

Após aquela loucura ela me mandou tomar um banho e disse que logo teria uma surpresa.

A água geladíssima nos vergões em minha bunda me arrepiava...um pouquinho de dor mas muito mais de prazer. Nada tirava meu tesão e já antevia que a surpresa que minha patroa sádica havia falado certamente iria me fazer gozar muito.

Acabei de tomar meu banho, ela me pegou pelo braço e me levou de volta para o quarto de diversão.

Ela então me colocou em uma cadeira tipo de ginecologista e prendeu meus tornozelos ficando com as pernas totalmente abertas, minha xoxotinha virgem ficou toda arreganhada. Meus pulsos foram também foram amarrados atrás da cabeça.

Dona Bianca então lambeu minha bucetinha e em segundos fiquei toda tesuda e então ela se encaixou entre minhas coxas e ficou esfregando seu grelo enorme na minha xoxotinha virgem dizendo toda tarada:

-que putinha linda e tesuda! Jessica sua vadia...agora vc tá pronta pra se tornar uma puta de verdade ...mas quero ouvir da boca da minha escrava negrinha deliciosa...diz pra mim...que sou tua dona...e teu corpo é todo meu...que posso fazer o que tiver vontade!

-a patroa sabe...que sim...pode fazer tudo que quiser...sua inteirinha sua...sua tarada sádica...sua puta branca...safada...quero gozar mais!

Ela então se deitou em cima de mim e ficou me beijando na boca e também chupava meus seios com força e então toda safada e sensual disse em meus ouvidos:

-agora...prepare-se putinha...vc vai sentir o prazer de ter machos pauzudos nessa bucetinha virgem...teu cabacinho daqui a pouco não vai existir mais...trouxe vários machos pra vc...vadia deliciosa!

Quando olhei pros lados tinha 4 homens fortes e com os paus enormes e completamente duros. Um deles era o que tinha metido na minha patroa sádica no dia anterior. Era o que tinha o pau maior e mais grosso e minha patroa então disse toda tarada pra ele:

-pode meter na vadia...sem dó...a vagabunda gosta de sentir dor...tirem o cabaço da neguinha puta!

Ele encaixou aquele pau grosso e duro na entrada da minha xoxotinha virgem toda melada e foi enfiando firme...gritei quando meu cabacinho foi rompido...mas em instantes passou a meter com vontade. Foi incrível mas em poucos segundos eu já rebolava naquela vara. Era um prazer indescritível sentir minha xoxotinha totalmente preenchida por uma pica bem grossa. Ele metia com força...entrando e saindo por inteiro de dentro de mim. Meus braços tinham sido soltos e logo eu tinha um pau duro em cada mão. Gozei como uma louca desvairada naquela vara grossa. Logo eu fui levada para um sofá...e o pauzudo que tirou meu cabaço me fez sentar no colo dele me fazendo cavalgar naquela pica majestosa. Percebi que eu sabia exatamente o que tinha que fazer...aquela pica estava inteirinha dentro da minha xoxotinha e meu corpo engolia tudo com prazer!

Logo estava sendo comida por outro macho e chupava os paus de todos eles alternadamente. Nem tive tempo de reclamar quando senti a cabeça de um pau no meu cuzinho. Logo estava sendo enrabada por inteira. Eu gozava pelo cuzinho e pela buceta arrombada. E logo me fizeram dupla penetração...alias era tripla penetração. Um na xoxota, um no cuzinho e um na boca...era pau grosso em todo lugar. Minha patroa ao lado transava deliciosamente com um dos machos. Gozei como uma maluca...o sofá ficou cheio de manchas de sangue do meu cabaço misturado com porra daqueles machos.

Depois daquela orgia, todos os homens foram embora e fui junto com minha patroa pra banheira e tomamos um banho de hidromassagem revigorante.

Tirando a dor dos vergões daquela varinha durante uns dois dias logo eu estava pronta pra outras orgias e logo percebi que D. Bianca comandava um grupo bem grande de sexo selvagem e masoquista.

Eu virei o principal fetiche daquele circulo enorme de pessoas taradas. Uma mulata quase negra, tesuda e que adorava levar uns tapas e que topava todas as loucuras que apareciam.

Percebi que minha patroa tinha muito tesão por mim...e eu adorava e sabia como deixá-la excitada.

Logo minha vida melhorou muito...fiz cursinho e em seguida faculdade, tudo pago pela minha patroa sádica e pelos “amigos” de festinhas sexuais.

O mais incrível nisso é que me tornei uma ninfomaníaca masoquista incontrolável. Mas eu adorava tudo!!!

========tete=====29/05/2011====== clubedoprazer1@hotmail.com ====REV. ==================

Comentários

25/02/2013 00:18:09
Faça e verá o que acontece oração poderosa para amarrar a Pessoa Amada. Em 10 minutos apenas depois de publicar a pessoa vai te ligar. Importante ter Fé. Senhor Exu Tranca Rua das Almas que (ums) nesse momento esteja pensando em mim, querendo a todo custo estar ao meu lado, querendo me ver, me abraçar e me beijar, fazer amor comigo, que sua boca sinta muita vontade de me beijar e que sua mente só tenha a minha presença. Que a minha imagem fique na mente de (ums) o dia todo e que a noite ele não pare de sonhar comigo. Assim seja meu Senhor Exu Tranca Rua das Almas, peço assim: vá onde (ums) estiver e faça com que ele não descanse enquanto não falar comigo. Pela força do Senhor Exu Tranca Rua das Almas, se dirija onde (ums) estiver e que ele sinta um desejo ardente de ficar comigo, tocar o meu corpo, me abraçar, me beijar. Salve Senhor Exu Tranca Rua das Almas, te peço assim: realize o meu pedido, e traga (ums) pra mim, louco de desejo e muito apaixonado. Que (ums) seja carinhoso comigo, que se sinta bem ao meu lado, que sinta minha falta e venha ao meu encontro, e me peça pra ficar com ele. Assim seja, assim será, assim está feito. Salve Senhor Exu Tranca Rua das Almas, conheço a tua força e o teu poder,te peço atenda o meu pedido. Que (ums)não durma e não descanse enquanto não vier ao meu encontro,que o corpo de (ums) queime de desejo por mim,que ele fique cego para outras mulheres, que outras mulheres nunca consigam satisfaze-lo como eu, somente eu terei esse poder. Que (ums) sinta um desejo enorme de me ter em seus braços, de fazer amor comigo. Faça Senhor Exu Tranca Rua das Almas com que (ums) sinta-se bem em ouvir minha voz, que sinta por mim um desejo fora do normal como nunca sentiu por ninguém e nunca sentirá. Pelos Sete Exus que acompanham seus passos, rogo e suplico que amarre (ums) nos sete cruzeiros, somente para mim. Agradeço por estar trabalhando ao meu favor e vou divulgar seu nome em troca desse pedido meu glorioso e poderoso Senhor Exu Tranca Rua das Almas.Traga (ums) para mim, fazendo com que ele se torne meu escravo. Ainda que (ums) resista, que com seu poder Senhor Exu Tranca Rua das Almas coloque a minha imagem na sua mente para que ele me deseje. Que (ums) não consiga parar de pensar em mim, não consiga ficar longe de mim. Confio no poder do Senhor Exu Tranca Rua das Almas, e vou ! continuar divulgando essa oração poderosa por sete dias. Que assim seja, assim será e assim está
24/04/2012 00:23:56
Um dos melhores relatos que li aqui!! Nota 10000! Gostei de seu conto!!! Nota DEZ!!! Vou estar de @@ em suas publicações!!! Leia, vote e comente meus dois últimos contos: * Uma sexta-feira quente no Rio de Janeiro aqui: http://www.casadoscontos.com.br/texto/201204573 * Clube De Casais com WEB-CAM ao Vivo e muito tezão!!! aqui: http://www.casadoscontos.com.br/texto/201204654 Visite www.clube-de-casais.blogspot.com.br na página (contos eróticos)... e vote ou comente! Estamos no face book: www.facebook.com/groups/contoseroticos Abraços
23/04/2012 15:54:55
delícia. vc escreve muito bem. nota 10. se quiser ler textos com esta qualidade, visite minha página
09/04/2012 00:01:56
gostaria de ver mais uma parte de seus contos, me envia por e-mail. Adoreii nota 10
09/04/2012 00:01:14
07/04/2012 02:50:47
Como vc e safada, hein, garota?

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.