Casa dos Contos Eróticos

Feed

Apresentando um amigo

Categoria: Grupal
Data: 04/04/2012 01:43:48
Nota 7.50
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Oi amigos! Obrigado pelos comentários. Continuando nossas aventuras, depois da farra com o Zé e uma boa limpeza em nosso quarto voltamos para nossa rotina. No decorrer da semana a Ana teclou várias vezes com nosso Amigo Leandro (Amigo que virou amante), inclusive enviou algumas fotos dela com o Zé e do estrago que ele fez, no bom sentido. Na quinta diaela comentou comigo que no final de semana tinha uma outra festinha, fiquei curioso, mas ela não quis adiantar nada. No sabado após retornar da rua, encontrei ela com nosso amigo Leandro daquele jeito, todos dois pelados e na maior pegação, depois dos comprimentos eles retornaram ao 69, ela chupava a vara dele e ele ocupado com a buceta dela. Pensei em participar da brincadeira quando bateu no portão, era o Zé que tinha acabado de chegar, ele entrou e já foi tirando a roupa, ai entendi a brincadeira.

- Léo, o Leandro queria conhecer o Zé - Disse a Ana piscando

- A Ana convidou e eu acetei - Completou o Zé

- Não tem problema, seja bem-vindo - Comentei e o Zé já foi tirando o calção e a camiseta. A Ana e o Leandro atacaram o Zé na hora, os dois começaram a dividir a vara dele, entrei na brincadeira também. Os dois dividiam a minha vara e a do Zé ao mesmo tempo, a Ana estava doida, pediu para mim deitar e já foi encaixando minha vara na buceta, começou a cavalgar lentamente, o Leandro continuava chupando a vara do Zé, que estava dura feito pedra, a Ana ainda chupou a vara do Leandro antes de pedir para ele meter na buceta junto com a minha, a vara dele tem a cabeça pequena, mas é bem grosso, a Ana sofreu um pouco para agasalhar as duas, o Leandro deu algumas bombadas, fazendo a Ana gozar gostoso, pelo canto dos olhos vi o Zé passar bastante lubrificante na imensa vara dele, ele colocou um pouco de lubrifcante no cú do Leandro também, a Ana só gemendo pelas metidas do Leandro, ela colou a boca no meu ouvido e disse para aproveitar, ao mesmo tempo comecei a escutar as reclamações do Leandro

- Ai! Devagar, nunca experimentei um deste tamanho

- Calma viadinho, você vai adorar - Disse o Zé

A cabeça da vara entrou no Leandro fazendo ele gemer de dor, o Zé não parou, foi enfiando a vara na bunda dele até o fim, ai começamos a brincadeira, dava para sentir as metidas do Zé no cú do Leandro, que apesar de reclamar no ínicio estava adorando e a Ana incentivando o Zé

- Você tá gostando cavalo, sente o cú dele mastigar sua vara, arromba ele, tá gostando Leandro, não falei que você aguentava

- Nossa! Tá uma delicia, a vara dele é muito grande, vai deixar meu cú arrombado

- Vou arrombar e deixar você todo gozado - Disse o Zé entre as metidas.

A Ana continuava entupida pela minha vara e do Leandro, gozando entre gemidos e gritos. Eu e o Lendro começamos a gozar dentro da buceta da Ana, misturando nossas porras, saímos desta posição, mas o Zé não tirou do rabo do Leandro, ele ficou de quatro levando a vara do nosso amigo, sentei no sofá para ele chupar minha vara e o Zé metendo no cú dele sem parar, ele limpou minha vara e passou para buceta da Ana, imagina a cena dele chupando toda porra da buceta dela, a Ana olhava para o Zé e mandava ele meter com força.

- Vai Zé! Abre o cú dele, enche de porra - O Zé puxou o Leandro pelos braços e começou a meter com força, o Leandro só gemendo.

- Ai Ana! É gostoso de mais - Nosso amigo Zé começou a acelerar as metidas e o Leandro a gemer mais

- Tá gozando, goza gostoso, enche meu cú de porra - O Zé deu um urro

- Toma viadinho, eta cú gostoso - Era ele descarregando a porra dentro do cú do Leandro, foi tanta que saiu pelas berradas do cú, Ana foi até o quarto buscar a câmera, ela pediu para o Zé abrir a bunda do Leandro e tirou algumas fotos, o cú dele estava todo aberto, saia porra misturada com um pouco de sangue, o Zé tinha acabado com o rabo dele, fomos tomar um banho onde houve muita pegação, a Ana e o Leandro revezava em nossa varas, do banheiro fomos direto para o quarto, a Ana e o Zé foram namorar um pouco, trocando beijos e amassos e o Leandro ficou ocupado com minha vara na boca, ele chupa muito bem, não passou muito tempo e o Zé começou a socar a vara na buceta da Ana, sentei no canto da cama e o Leandro sentou na minha vara, apesar dele estar meio largo, minha vara entrou apertada, a Ana mandava ele aproveitar, eu deitei na cama, para ficar melhor, o Zé colocou a Ana de quatro para ela mamar a vara do Leandro enquanto ele castigava a buceta dela, sincronizamos os movimentos para ficar melhor ainda, o Zé metia na buceta dela, que chupava a vara do Leandro, que cavalgava minha vara, o Zé foi o primeiro a gozar, ele deu uma paradinha, pediu para Ana chegar um pouco mais para berada da cama, ela deu uma risada e falou:

- Vai! Mostra para o Léo como você faz - Ele deu mais uma metida e começou a urinar

- Ai que gostoso! - Disse a Ana, a urina desceu pelas pernas até o chão, vendo a cena não aguentei, gozei dentro do rabo do Leandro que gemeu bem gostoso, a Ana mandou ele meter nela, era o único que não tinha gozado ainda. O Leandro meteu a vara na buceta dela até encher ela de porra, ele colocou ela na cama e chupou até a última gota. Depois de um novo banho ficamos conversando na sala, o Zé estava encantado com o cú do Leandro, a Ana não perdeu tempo e começou a cavalgar o Zé novamente até gozar, tirou a vara dele da buceta, deu para o Leandro chupar, ela ficou de quatro no sofá e mandou eu abrir a bunda para o Zé meter, o Leandro ajudou ele a enfiar a vara no cú dela, ele socava a vara toda fazendo ela gritar de prazer, coloquei o Leandro do lado dela e meti no cú dele também, ficamos revezando, eu metia na Ana e o Zé no Leandro, tiramos nossas varas e gozamos no rosto dos dois. Ficamos exaustos, o Leandro tinha que ir embora, mas o Zé não. Despedimos dele e voltamos para nossa farra, eu e o Zé ainda metemos na Ana durante a tarde toda, inclusive fizemos o impossível, colocamos as duas varas na buceta dela, ele foi embora à noite deixando ela toda arrombada. No domingo ainda tinha vestigios de porra na buceta dela e apesar dela estar toda dolorida ainda meti no cú e na buceta dela.

Comentários

08/05/2012 15:44:40
Parabens, http://drmenage.blogspot.com.br/
06/04/2012 02:48:34

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.