Casa dos Contos Eróticos

UM ANJO EM MINHA VIDA - PARTE 1

Autor: will
Categoria: Homossexual
Data: 10/02/2012 23:46:20
Nota 9.54
Ler comentários (25) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

meu nome é Willian moro na cidade gramado no RS, tenho 18 anos 1,74 de altura,cabelo castanho claro olhos verdes e um corpo definido, sempre chamei a atençao na rua. bom, eu namorava ja fazia uns tres anos com a Gabriela, ela era estremamente linda uma bela bunda um belo par de ceios e um corpo de deixar qualquer mulher com inveja pela sua idade, ela tinha 17 anos.

Um certo dia Grabiela me chama para ir posar na casa dela, eu amava muito ela ela era tudo para mim e eu para ela, pois ela queria me apresentar seu amigo de infancia que havia chegado de viagem, eu não entenmdi o por que mas mesmo assim eu fui.

Logo que cheguei la, fiquei meio com ciumes de criança por ela estar elogiando tanto ele, dizendo que ele era muito inteligente, rico bem sussedido e apesar de tudo lindo. Eu no começo achava tudo aquilo uma merda que ela estava falando pois tinha em mente que ele era um tremendo de um mane.

- mas ele nao é tuodo isso que tahh falando? - ela vira pra mim com aqueles par de olhos azuis colocando uma calsa de brin.

ela abre um pequeno sorrisinho.

- ta com ciumes? -ela me pegou de supresa.

- não claro que não só nao quero deixar o meu file em qualquer lgare com qualquer um .

ela abre mais um sorriso e se aproxima de mim e me beija.

- Gabriela, ele chegou. - chama a dona claudia , mae da Gabi.

Ela salta de cima de mim e pula de felicidade rindo para mim, logo eu me levanto e vou para a sala, ela pega a minha mae e me puxa.

Quando chego a sala vejo um garoto de cabeos loiros corpo totalmente definido, as pernas grossas, bissepis grosso, deveria ter 1, 85 de altura parecia ser bem atletico, mas mesmo assim fiquei o fitando de canto de olho, pois ja pela sua cara vi que ele era pegador. Dona Claudia o beija no rosto e depois ele vira para nos, Gabi ja puklando em sua volta da um beijo nele que chega a me arrepiar de tanto ciume e logo ele me olha.

- Will, esse é Renato..., e esse é o amor da minha vida - diz Gabi puxando ele para mim, eu ainda com o rosto carrancudo, logo ele me olha, percebo que saeus olhos sao azuis como o mar e seu rosto parecido com aqueles garotos modelos.

- prazer em conhece-lo .- ele estende a mao para mim, logo ele abre um sorriso sem tirar os olhos de mim, eu apertei e logo desviei o olho.

Jantamos , conversamos e ele disse que vinha da Russia, pois ele foi fazer interca mbio, e terminar a faculdade de infermagem mas parou por que ficou sem dinheiro. sem dinheiro? Gabi disse que ele era rico, mas ele dizia que seus documentos nao eram aceitos la entao ele teve que tranferir tudo para ca e venho para ficar.

Meu sangue subiu a cabeça e logo vi eu mesmo esfolando aquela cara de anjo no asfalto de casa.

- como voce e Gabi se conheceram? - ele pergunta com uma voz abafada.

- no colegio, tipo, eu sou...

- ele é popular no colegio... - diz ela me olhando e cariciando minha nuca.

- é legal ser popular eu tambnem era.

deipois de muita conversa percebo que Renato nao tira os olhos de mim, parecia que ele estava me cuidando, os olhos pensativo e cada vez que eu o olhava ele olhava para outro lugar como se nada estivesse acontecido eu nao entendia mas logo nao dei bola.

Como ja era tarde Gabi me convenceu de Renato dormir na casa dela mas sim em um outro quarto, ele liga para sua mae e logo diz que esta tudo feito.

La pelas 2 da manha Gabi diz que esta com sono e iria dormir e como eu nao estava disse a ela que iria ficar mais um pouco, Renato logo tambem disse que ficaria pois passava um filme muito legal que ele queria tambem acabar de ver. Que merda aturar esse cara perto de nos por que ele nao sai daqui acho que esta afim de Gabi e fica me cuidando.

- legal o filme né? - ele diz com um meio sorrisinho de canto me olhando novamente.

- ahan...- eu disse sem o olha-lo aind fitando a televisao.

- quantos anos voce tem Will.- ele disse e aproposito uem deixou ele me chamnar pelo o aplido que mane. o olhei meio com furia e ele me fitava como se fosse um garotinhoeu so disse isto.

- legal, eu tenho 21.- eu dou um sorrisinho e logo fico serio. Me levanto e digo. - vou ate a cozinha beber algo.

Sai e nao voltei para a sala fui me deitar sem da uma explicaçao nenhuma

No outro dia Gabi me disse que ele ja tinha ido embora e deixou um abraçoo para mim e que gostou muityo de mim, como que eu tratei ele mal, assim mesmo concrdei.

Passaram se alguns dias e nda dele, graças a deus pelo menos isso.

Depois de uns dias eu estou correndo fazendo cuper, quando olho alguem corrnedo junto comigo, mas nao dei bola pois estava com fones de ouvido e nao queria me desconcentrar, quando estou fazenmdo a curva alguem me cutuca na cintura e eu lgo paro tiro os fones e olho para tras.

- calma..., calma, sou eu o Renato... - que merda pessima hora - e ai cara, como vai voce? - ele diz com um sorriso que me fez tremer por dentrro, perceb que seus dentesd eram perfeitos e seus labios bem carnudos.

- ahan..., bem to muito bem.

- que bom cara, quer correr comigo...

- não desculpa e que sou acostumado a correr sosinho.- fui bem frio, e logo que ja estava saindo ele me segura.

- a vamos, só para esquentar... - eu olho para ele serio e vejo que esta meio envergonhado, retiro meu braço de sua mao com um puxao e ocomtinuo o olhando.

- tudo bem..., mas eu corro rapido...

- eu tambem..., vamos entao

Começamos a correr e vi que ele tentava seguir meus passos ao meu lado, e percebo tambem que ele nunca tirava os olhso de mim, ficava ate se geito, quando menos percebo nos stamnos apostando corrida para ver quem chega primeiro ate o posto de saude, tento correr o maximo mas ele e bem mais velos, quando vejo ele para e eu logo atras muito ofegante.

- nossa voce corre pra caralho cara... - ele diz colocando a mmao em meu ombro e depois fitando meu rosto.

passei a mao no cabelo molahdo

- é você tambem - falei quase sem ar e ja me restabilizando.

- ta bem meu...

- toh lgal... - ainda o olhei serio mas nao conseguia pois estava muito ofegante.

Quando olho de novo ele esta me olhando ainda mais fundo em meus olhos, como se fosse pedir algo para mim, seus olhos atravessaram meu interior e ativaram a minha excitaçao, fiquei mole ao ver aqule rostinho de criança inocente me olhando, logo ele nao olhava mais para meus olhos e sim para minha boca, fiquei ali mais uns trista segundo, tentando ver no que vai dar e caio em mim.

- bom eu presciso ir, tenho dever de casa do curso.

- quer que eu te acompanhe.

- nao eu to legal.- capaz muleque eu te acompanho vai ser uma honra.

Aceitei, e quando começamos a caminhar ele tirou a camisa e eu fitei uns dos corpos mais belos que ja vi de um homem, cara o guri é perfeito, acada musculo no lugar certo nenhuma cicatris nada nem tatuagem nada só o suor escorrendo pela sua cintura. Fiquei ainda mais nervoso, e logo olhava para o outro lado. ele nao tirava os olhos de mim.

- bom essa é minha rua pode ir se quiser.- ele parou na minha frente com um belo sorriso e disse

- tudo bem mas vamos correr amanha?

- por mim eu sempre corro.

quando estou saindo tropesso em um galho no meio da rua e caio de bunda no chao, ele tambem esta mas logo veio ate mim, e me segurou

- Will, se machucou... segura em mim.

- nao toh legal so virei meu pe

e tinha mesmo pois ele doia muito.

- bota o braço no meu ombro

que eu boto meu braço no seu ombro ele borta sua maos em m inha cintura e olha para mim de novo, agora centimetros de mim, sua respiraçao ofegante, e a minha tambem , quando percebi, ele se aproxima mais ainda quando eu escuto uma voz feminina.

- Will, Renato o que estao fazendo aii no chao, e por que tu ta se segurando no Renato Willian, o que esta acontecendo?

eu olhos é Gabriela , com os olhos arregalados

entao...

CONTINUA.....

Comentários

17/12/2016 22:21:03
Muito bom
11/06/2016 10:22:06
Muito bom!
21/02/2016 17:06:33
Muito bom!
11/02/2016 05:51:08
eu daria MIL pra serie inteira, mas só posso dar 10 por conto... :P :( fazer o que... :)
04/11/2013 12:32:41
04/11/2013 12:32:38
Perfeito
Iky
06/03/2013 03:10:11
Erros demais mas tá massa o conto
14/11/2012 13:48:44
erros de portugues e caligrafia é matto..!!!kkkkkkkkktu escree errado p carai.. mais ta filé o conto vou continuar
26/08/2012 20:20:00
Tá indo
20/08/2012 12:24:20
Gostei do inicio, você fez um belo clima parabens. Continuarei lendo os proximos espero que sejam tão sedutores quanto este. gostaria de aproveitar e agradecer seus comentarios em meus contos, fiquei lesongeado e mais ainda apos ler este conto tão interessante.
16/08/2012 00:53:46
16/08/2012 00:53:43
Boa a história. Tirando uns errinhos de português, nota 10
07/05/2012 16:31:22
09/04/2012 21:44:06
simplesmente virei fã! parabens...
10/03/2012 01:15:30
caraca veio muito bom!!!!
22/02/2012 14:24:44
Droga, ja vi que vou me viciar na tua historia. Muito bom nota 10.
21/02/2012 22:02:47
Gostei!
19/02/2012 21:39:50
Muito bom! Perfeito!
12/02/2012 02:51:53
Escreva primeiro no word. Pelo menos os erros mais grosseiros serão assinalados.
11/02/2012 16:29:08
!! Q perfeicao de inicio de historia!
11/02/2012 09:45:04
Muito bom nota 10
11/02/2012 09:44:26
Muito bom nota 10
11/02/2012 04:22:49
11/02/2012 00:11:25
Perfeito
11/02/2012 00:10:58
Nossaessa história promete. Continua eu estou adorando.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.