Casa dos Contos Eróticos

Feed

O Flagrante do Corno Manso

Autor: BOTO
Categoria: Heterossexual
Data: 21/01/2012 16:57:27
Nota 8.00
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

O Flagrante do Corno Manso

Olá pessoal, faz um bom tempo que não posto nada, já estava com saudades, pois bem vms ao que interessa.

Tudo começou quando conheci Maria (fictício), estava chegando no trabalho e acabei de estacionar, aí vi Maria, estava saindo do trabalho e me disse que era manicure de um Salão bem famoso na cidade. Ela era morena, falsa magra, mas como toda mulher que lida com a beleza era vaidosa ao extremo.

Passado o tempo nos conhecemos e já tínhamos transado algumas vezes em diversos lugares, em motel no meu carro e por ai vai e sempre me dizia que era solteira e morava sozinha.

Pois bem um belo dia saí tarde do trabalho e a encontrei, pois o Salão ficava a 3 quarteirões da onde trabalho, eu dava carona pra ela ate um terminal e ela seguia mas nesse dia decidir que ia deixa la em casa, pois queria te la em sua cama, deixar meu cheiro na cama dela. No trajeto, Maria insistia para que eu não a levasse em sua casa, dizia que morava longe (isso era verdade), que estava tudo bagunçado (também era verdade), que morava próximo de uns parentes e que não gostava de rapidinhas, mas fui tirando de tempo e disse que ia levar assim mesmo.

Chegamos e ela morava num prédio, no terceiro andar, era um quarto sala, bem aconchegante.

Já fui deitando na cama, nos beijamos ela tirou seu uniforme e foi tomar banho, depois eu fui. A cama dela era de solteiro e lá tínhamos que não fazer muito barulho ok.

Maria faziam de tudo, ela começava a me beijar o corpo todo, pegava meu pau e chupava todinho não deixava nada pra fora, logo em seguida Maria subia e cavalgava, era a posição preferida dela, assim leva gozava a noite inteira, quando cansava deitava e ficávamos de ladinho, so de sacanagem colocava meu pau na sua bundinha o que ali não me dava pois gritava quando dava a bundinha, so no motel que ela me dava a bundinha.

Seu corpo nu, suado e cheio de prazer me levava a loucura, nisso enchi sua xoxota de gala, nossa que gostoso.

O meu pau ainda tava duro e ela começou a me chupar, me limpou não deixou nada, ai fomos dar mas uma, ela ficou de 4 e de 4 é com força, bem forte, ela não conseguia se segurar queria gritar, pegava seus cabelos e metia a pica naquela xana, e fomos indo e queria gozar, ai ela me deitou e começou a me chupar, quando tava pra gozar ela fazia biquinho, tipo menino pidão, ai gozei. Maria engoliu toda a minha gala foi maravilhoso.

Fomos deitar, tomei meu banho, já estava pra ir embora, estávamos abraçadinhos, meus amigos quando ouço é um barulho alguém forçando a fechadura, e batia na porta, Maria ficou assustada, pedia pra mim fazer silêncio e o cara continuava a bater na porta, quando vi Maria ligando pra uma irmã pedindo sua ajuda dizendo que sei la quem tava na porta, kkkk, meus queridos eu gelei, tava comendo uma mulher casada e nem sabia, ai a porta se abriu era um velho, branco, alto e forte fez maior barraco, deu 2 tapas na cara da safada e disse que não ia fazer nada comigo pois tava de inocente.

Fiquei calado, esperei o cara ir embora, e a piranha me disse que não era nada daquilo que eu estava pensando kkkkkk, peguei foi o beco queria sair dali o mas rápido possível. Quando estava descendo as escadas verificava antes pra ver se o corno estava a espreita, entrei no carro e dei no pé.

Se eu lhe falar que ainda continuei comendo a manicure mas gostosa dessa cidade vcs acreditam ? Pois bem continuei por mas umas 10 vezes sendo 2 de volta na casa dela, safada é safada. Contatos bototucuxi20cm@hpotmail.com

Comentários

22/01/2012 12:04:45
faltou detalhes, mas tem futuro. bom
22/01/2012 00:48:25
OLA, QUERO FAZER AMIZADES COM GAROTAS DE QUALQUER IDADE, QUEM QUISER UMA AMIZADE ME ADD O EMAIL EO NOME DE UMA AMIGA ENTÃO NÃO ESTRANHEM É EMILYVITORIAMARTINSBARBOZA@HOTMAIL.COM.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.