Casa dos Contos Eróticos

Feed

A LOIRA MISTERIOSA

Autor: delicia
Categoria: Heterossexual
Data: 12/01/2012 23:24:02
Nota 9.25
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

A LOIRA MISTERIOSA

Noite de sexta-feira, no relogio os ponteiros marcavam dez e meia, o tedio batia forte, então resolvi sair pra relaxar, entrei no carro e perambulei pelas ruas de Goiania sem destino, o son do carro ligado onde Raul Seixas berrava seu rock “maluco beleza” eu já havia percorrido uns vinte km quando me veio a ideia de dançar um pouco, mas eu não queria ver nenhum conhecido não estava afim de conversa então procurei um lugar onde meus amigos jamais iriam, uma boyte gls onde fui muito bem recebido por sinal. Me encaminharam ao camarote e eu procurei uma mesa bem afastada pra me sentar pedi uma cerveja e fique a contemplar as pessoas ali dançando, então me deparei com uma loira alta de pernas bem torneadas com os seios querendo se rebelar e sair da sua blusa “tomara que caia” sua sainha de coto deixava a mostra suas pernas não tao grossas assim mas muito bonitas pelos seus contornos, e quando ela se abaixava rebolando na ginga da musica mostrva sua minuscula calcinha preta de renda que não tapava nada e eu podia ver sua deliciosa bucetinha.

Eu fiquei tão entusiasmado que nem notei que estava ao lado dela dançando tambem e começamos a conversar, convidei ela pra mesa a qual se prontificou a me acompanhar, sentamos e comeversamos sobre vários assuntos inclusive sobre sexo e ela me disse que era bi e me contou uns lances dela muito excitante, enquanto falava passava as mãos nas minhas pernas olhava me dentro dos olhos e mordiscava seus labios os lambendo em seguida, com gestos muito provocante! Eu não resiste e comescei a beijar seu rosto e a dar celinhos em sua boca e passar as minhas mãos nas suas coxas macias ete chegar de leve em sua bucetinha. Ao tocar sua bucetinha ela deu um forte suspiro prendeu minha mão entre suas pernas e beijou me a boca fortemente sugando minha língua pra sua boca, ela parecia não se importar com as pessoas ao redor se alguém estara vendo ou não, ela beijava meu corpo por inteiro e segurava firme a minha pica que estava quase quebrando de dura foi quando ela aberiu meu ziper tirou minha rola pra fora e começou a bater uma punheta em mim e eu de olhos semiaberto me deliciava com tudo aquilo, beijos, punhetinha, amassos e minha mão na sua bucetinha. Na mesa ao lado um casal de homossexuais assistia tudo o que estava acontecendo e claro se deliciando do que estava vendo, foi possível notar que eles gostavam quando vi um deles se masturbando por baixo da mesa enquanto beijava seu companheiro, os dois pareceu ter entrado em extase quando a loira gostosa começou a chupar meu pau, um deles o passivo, eu acho olhou pra loira balançou a cabeça negativamente e disse em vos muito baixa (loucos) depoios tomou a pica do seu macho e punhetou fortemente ele enquanto assistia eu ser chupado. Eu estava achando tudo muito louco as pessoas em situações normais, umas dançando, outras bebendo e ate mesmo namorando... vestidas de modo natural... e eu ali no meio delas sem nada nos separando tendo o cassete chupado, a emoção foi tanta qui não demorou muito pra eu gozar... e gozei muito dentro da boca da loira que levantou logo em seguida com a porra dentro da sua boca caminhou ate a mesa ao lado onde estavam os dois rapazes se beijando e beijopu longamente a boca do rapaz que eu imaginava ser o ativo do casal, dividindo com ele minha porra que foi devorada pelos dois.

Laila, este foi o nome que ela disse se chamar. Nome lindo pra uma moça ainda mais bonita que o nome, após dividir com os dois meu leite viscoso me pediu licença e disse que logo voltaria, os dois rapazes acompanharam a moça sem dizer nada, eu fiquei ali esperando minha linda Laila...eu queria mais! Queria meter com ela sentir aquela bucetinha por dentro...comer seu cuzinho, eu ainda não estava satisfeito e fiquei fantasiado tudo que eu iria fazer com ela assim que ela chegasse, e de pau duro fiquei aguardando e inquieto eu bebia enquanto aguardava. As horas passaram e Laila não apareceu, as pesoas estavam indo embora o salão se esvasiando...e nada da minha loira gostosa, resolvi procorar por ela foi quando o garçom me disse que ela tinha ido embora com seus irmãos, perguntei quem eram seus irmãos e pra minha surpresa o gorçom dissse ser os dois que estavam na mesa ao ladojustamente os que beberam minha porra beijando ela.

Agora todas as sexta-feiras eu venho a boyte na tentativa de encontrar a loira dos meus sonhos e seus irmãos e quando encontrar...ah ai eu vou contar o que tera acontecido. beijos

Comentários

13/01/2012 12:22:04
querido amigo; Júnior sarado, obrigado pelo seu comentario, mas quero resaltar que a vida e um misterio, e coisas misteriosas acontecem em nosas vidas as tornando um misterio fantastico, e o que é fantastico tambem a fantasioso. um beijo carinhoso do seu amigo DELICIA
13/01/2012 12:21:34
Érika loira muito obrigado pela visita, e eu te add no msn, vc me aceita.
13/01/2012 12:19:04
querido amigo; Júnior sarado, obrigado pelo seu comentario, mas quero resaltar que a vida e um misterio, e coisas misteriosas acontecem em nosas vidas as tornando um misterio fantastico, e o que é fantastico tambem a fantasioso. um beijo carinhoso do seu amigo DELICIA
13/01/2012 11:23:45
Legal ;) l00ra88@hotmail.com
13/01/2012 09:17:10
fantasiooooooooso... mas foi legal1!!!!!!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.