Casa dos Contos Eróticos

Feed

Putinha Feliz - 5 gozadas no cu!

Autor: Nandinha
Categoria: Grupal
Data: 14/11/2011 17:22:56
Nota 9.33
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

A primeira vez que André, ou melhor, Dr. André, me ligou era uma segunda feira. Começou perguntando se eu gostava de sexo anal e se estava disposta a ficar uma noite inteira com ele.

-Claro, adoro anal, mas o preço sobe um pouco.

-Não me importo com o preço, quero uma mulher que dê o cú a noite toda.

-Ok! Eu te dou o cú a noite toda então. Estamos falando de quantas horas?

-Das 8 da noite até 4 da manhã.

-Uma jornada inteirinha de trabalho, vai custar $$$$.

-Combinado. Sou médico e quero te pedir outra coisa: Venha até aqui, vamos fazer exames de DST's em todos os participantes, quero ver seu cú cheio de porra. Então venha para fazermos os exames e eu te mostro os nossos.

-Os nossos? São quantas pessoas?

-Serão 5 homens te fudendo.

-Se todo mundo estiver limpo, por mim tudo bem.

E assim durante a semana fiz os exames, os outros também e na sexta me encontrei novamente com Dr. André. Ele me passou a "roupa" que eu deveria vestir na festinha dele. Ele iria me oferecer aos amigos para comemorar uma sociedade da nova clínica deles.

Quando abri a caixa com a tal roupa que eu vestiria lá estava... um plug anal enorme e na porta do plug saia um tecido comprido que chegava até o chão quando eu estava de pé com o plug no cu.

Pedi que ele me ensinasse a vestir aquilo. Demorou um pouco e gastamos bastante lubrificante para colocar o plug, mas depois entendi.

O plug ficaria enfiado no meu cu e o tecido seria puxado para frente, cobrindo minha buceta e sendo amarrado no meu pescoço. Pela frente eu parecia estar vestida com um body lindo que fazia uma laço no meu pescoço. E por trás eu estava completamente nua, só quando andava que dava pra perceber que tinha algo que saia da minha bunda.

Ele me pediu para treinar antes da festa e deixar meu cu bem preparado para receber o pau dos amigos dele e me depilar toda.

-Ok Dr. André, nos vemos amanhã!

Ele então me deu um beijo na boca, elogiou minha roupa e disse que eu deveria ir pra casa com o plug enorme no cu pra sentir o tesão que seria amanhã de ter o cuzinho arrombado.

Fui pra casa com o plug e cada passo que eu dava sentia meu cu se abrindo e quase me arrependi de me deixar ser arrombada por 5 homens os quais eu nem tinha visto o pau antes...

Acordei no sábado ansiosa para o evento. Tomei um banho de flores e óleos pra ficar bem cheirosa e preparar minha pele para 5 homens especiais... já que eu receberia tão bem em dinheiro, queria dar-lhes um tratamento especial também.

Fiquei impecável, sempre fui gostosa, mas hoje era diferente. Minha pele, meu cabelo, a depilação, estava tudo perfeito.

Chegando perto da hora da festa me "vesti". Lavei meu cu por dentro e por fora, durante uma hora fiz um enema caprichado, pra fuder até um pau de negão sem problemas. Coloquei um pouco de lubrificante em um seringa e enfiei bem fundo no cuzinho e ia puxando e apertando a seringa pra ficar cheinha de lubrificante do fundo ao começo do meu cuzinho.

Coloquei o plug, amarrei com um laço muito bonito, coloquei uma meia arrastão linda e por cima uma saia para chegar até lá.

Quando cheguei no apartamento todos já estavam lá. Fui apresentada pelo Dr. André cuidadosamente e conheci todos os outros médicos 1 por 1. E todos que me conheciam me dava um beijinho carinhoso na boca. Percebi que o Dr. Andrá já havia explicado a eles que eu era o presentinho dele para os amigos.

Escolhi beber um wisky como todos eles e antes de terminar a primeira dose o Dr.André me pediu para tirar a saia e aproveitar para desfilar pra eles a bela bunda que tenho.

Tirei a saia e fiquei somente com o leço na frente do corpo, o plug enfiadinho no cuzinho e minhas meias que iam até a coxa e só realçavam minha bunda e chamava atenção para o quadradinho do plug que ficava visível quando eu andava.

O wisky serviu para que eu e todos os outros se desinibissem. Em pouco tempo eu estava conversando na rodinha deles e percebia uma mão ou outra apalpando minha bunda, sentindo um gostinho do que estaria por vir. E todos muito curiosos para saber como aquela roupa se prendia ao meu corpo, afinal só a parte da frente era coberta, por trás eu estava nua.

Dr. André se prontificou a explicar:

-Pessoal, essa roupa é de última geração! Está presa nela por um plug anal qua já a deixa preparada para mais tarde. Vire-se querida.

Ele pegou e abriu um pouco minha bunda mostrando o plug enfiado no meu cu:

-Isso querida faça uma forcinha para aparecer o cuzinho pros nossos amigos!

Fiz uam forcinha e meu cu já mostrou um pedacinho do plug, e todos aos mesmo tempo fizeram um:

-Aaahhhh! E vieram com os dedos querendo pegar!

Nisso, Dr. André perguntou:

-Vcs já querem partir para nosso particular? Preparei uma salinha especial para que todos fiquem a vontade com nossa putinha.

E mais do que rápido responderam:

-Sim! Claro, vamos!

André nos encaminhou para uma sala especial no apartamento dele.

A sala era toda iluminada por abajoures lindos e fazia uma luz forte, embora aconchegante, podíamos ver tudo, mas não era uma luz ruim, era muito boa e não escondia nada. A volta da sala era toda cheia de sofás. 3 sofás lindos, grandes de couro e no meio ficava uma mesinha de centro que era bem grande, mas baixa... Sobre a mesa estavam 4 tubinhos de lubrificantes, um baldinho de gelo mas cheio de bolinhas de golf, dois vibradores gigantescos e grossos e géis com sabores diferentes.

André ligou o som e todos se sentaram nos sofás. Eu fui convidada a subir na mesinha de centro e André me pediu para dançar um pouco para nossos amigos e tirar a "roupa".

Imediatamente subi na mesa com meu salto alto e me sentindo com muito tesão de ter 5 homens bonitos me olhando e um plug enorme enfiado no meu cuzinho.

A música era uma delícia e eles não paravam de me olhar. Comecei a dançar e logo tirei o laço do percoço. O tecido agora parecia um rabo que estava preso ao meu cu. E todos eles queriam dar uma pegadinho no meu rabinho. Enquanto dançava cada um deles pegava o tecido e tava uma puxadinha tentando me excitar. André se levantou e me serviu mais uma dose de wisky, já era a terceira e eu me sentia com muuuuuuito tesão. Quando André veio me entregar o wisky me fez ficar de quatro e colocou uma pedrinha de gelo na minha boca. Me beijou a boca demoradamente e passou a mão nas minhas costas me fazendo ficar mais iclinada com o rabo bem arrebitado e de quatro assim dei uma volta na mesa oferecendo meu cuzinho para quem quisesse.

E André então anunciou:

-Que se iniciem os atos libidinosos. Eu sei que vcs estão doidos de vontade na minha putinha! É pra vcs também. Vamos!

Nisso olhei os paus deles, todos duros dentro das calças, morrendo de vontade de sair e dar uma voltinha.

Me assustei um pouco, todos pareciam extremamente grandes e eue stava ali especialmente para o sexo anal.

Um deles veio e deu uma puxadinha mais forte, quando viu o tamanho do plug o pau dele deu um salto!

Então tirei o plug e fiquei com um cuzinho aberto pra todos eles. Já estava bem arrombado e todos se sentiram mais a vontade para começar.

Tirei o pau de dentro da calça do primeiro e fui chupando gostoso. E enquanto chupava já sentia uma boca faminta chupando meu cuzinho. Logo mais uma boca e uns dedinhos dentro do meu cu e logo depois mais um pau na minha boca.

Quando abri os olhos todos já estavam nus e de pau duro revezando os paus dentro da minha boca e lambendo meu cuzinho enfiando os dedos e abrindo mais ainda cuspindo dentro do meu cu, me enchendo de saliva, me deixando bem molhadinha para o a entrada dos paus deles.

Um deles pegou o pau de borracha, lambuzou de lubrificante e começou a enfiar no meu rabinho. era tão grande que eu comecei a gemer bem alto e isso parece que deu mais tesão neles, quanto mais eu gemia mais eles enfiavam o pau de borracha e riam. Meu cu ficou enorme, e aí resolveram apostar quantas bolinhas de golf caberiam ali dentro. E foram enfiando as bolinhas uma por uma. Até que 6 bolinhas estavam lá dentro e meu tesão subindo pelas paredes. Tiramos as bolinhas e aí sim começaram a me fuder de verdade. E assim como numa fila começaram a comer meu cu arrombado. Cada pau enorme... e fodiam meu cu e vinham pra que chupasse. E eu na mesa, de quatro e um por um vinha arrombar meu rabinho e depois qua tirava do meu rabo vinham na minha boca e eu chupava com gosto aqueles paus enormes e latejantes.

Então fui até o sofá, me sentei no colo de um e ele meteu nia minha bucetinha e me inclinou pra frente, oferentedo meu cu para o amigo de trás. E assim começamos uma DP sem fim. Eu tinha um pau na buceta, um no cu e um na boca. Era maravilhoso e eles foram se alternando e gemendo gemendo e meu cuzinho ficando cada vez mais arrombadinho. As vezes eles paravam e colocavam 4 dedos dentro do meu cu pra abrir mais e meus gemidos eram sufocados pq sempre tinha um pau na minha boca.

Depois de mais de uma hora de DPs e muito pau me arrobando passei a mão no meu cu e vi que ele estava enorme, já nem fechava mais hahahahahahahahaha

Então André me levou para a mesa de centro, me colocou de 4 com o rabo bem empinado pra cima e tirou algumas fotos do meu cu arrombado e anunciou:

-Essa é a foto do antes e do depois. Antes de firmarmos nossa parceria e como vai ficar depois, cada um receberá uma c'ópia. Todo mundo tem o direito de gozar aqui dentro. Quem quer começar?

E todos se colocaram em fila pra me comer de novo.

E um por um foram comer e gozar dentro do meu cu. E andré me pediu pra segurar e não deixar cair nenhuma gotinha da porra deles. Eu fiquei segurando minha bunda bem aberta pra expor meu cu pra eles. Era muito gostoso e todos gritavam incentivando um ao outro: Vai, come a putinha, goza fundo nesse cu que o proximo seu eu!

Depois de gozar alguns vinham colocar o pau na minha boca e eu limpava o restinho de porra com todo gosto. No final todos tinham gozado felizes e já tinham seu pau limpinho.

André então colocou uma bandejinha de parata debaixo de mim e me pediu pra levantar com cuidado e em cima da bandeja despejar a porra de todos eles que estava dentro do meu cu.

Fui fazendo força pra sair toda a porra e quando terminei vi que era MUITA, MUITA mesmo!

Então André pegou a bandeja e começou a derramar a porra na minha boca, nos meus peitos e bunda. Era muito gostoso. Tomei um banho de porra e todos apaludiam e festejavam a sociedade deles.

Depois de ficar toda esporrada Fui tomar um banho e Andre me pediu pra voltar pra sala somente com meu sapato.

Voltei e todos me olhavam ainda com tesão. Estavam todos nus e quando me viram os paus começaram a ficar duros de novo. E eu subi na mesinha de centro para tomar meu wisky e oferecer meus seviços de novo.

A noite só terminou as 6 da manhã. Ainda gozaram muito, arrombaram meu cu mais de uma vez e eu fui embora muito feliz, com muita porra na bucata e no cu e o bolso cheinho de dinheiro.

Espero que vcs gozem muito.

Beijinhos da Nanda

Comentários

15/11/2011 05:14:14
Nandinha, que trabalho! rs Parabéns! Sensacional o conto! Bjs gostosos, Pê (peti_rj@hotmail.com)
15/11/2011 05:05:59
Nandinha, que trabalho! rs Parabéns! Sensacional o conto! Bjs gostosos, Pê (peti_rj@hotmail.com)
15/11/2011 03:03:40
faz tempo k eu ñ participo de uma fesiha assim. :(
14/11/2011 21:51:11
uau... isso é maravilhoso... uma festa dessas por semana e não quero mais nada...
14/11/2011 20:50:14
Está de parabéns!!!
14/11/2011 18:12:07
BOM, PARABÉNS...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.