Casa dos Contos Eróticos

Feed

MINHA MULHER FEZ EU DAR O CÚ

Autor: XANOSO
Categoria: Grupal
Data: 28/10/2011 15:36:56
Nota 9.90
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Desde algum tempo Cris fala que gostaria de ver um homem comendo meu cú. Eu ficava calado e ignorava. Algumas vezes enquanto fodia na minha frente ela pedia que eu me aproximasse e colocasse o pau do homem na sua xoxota. Eu atendia. Na semana passada ela falou que queria que eu desse o cú na frente dela caso contrário não me deixaria mais vê-la fodendo. Eu então aceitei mas disse que não conhecia ninguém que quisesse me comer. Ela falou que arranjaria tudo. E assim fez. No sábado falou que iríamos receber um conhecido dela para jantar. Rafael era seu nome. Depois fiquei sabendo que ela já tinha dado para ele algumas vezes. Safada. Pois bem, Rafael chegou às 19:00h. Mulato, mais baixo que eu e bem sarado. Vestia uma calça beje e camiseta preta colada que deixava ver seu peito musculoso. Nos apresentamos, achei-o muito educado. Conversamos um pouco e notei que minha mulher e ele trocavam olhares. Cris vestia uma saia curta azul e blusa branca, quase transparente. Não usava sutian e os bicos dos seios ficavam aparecendo. Estava linda e sexy. Tomamos uns aperitivos e depois fomos para a sala de jantar. O jantar transcorreu sem novidades. Depois fomos para a sala. Cris me serviu uísque e vinho para ela e Rafael. Passado um tempo Cris levantou-se, colocou uma música e convidou Rafael para dançar. Na realidade eles não dançavam, mais se acariciavam. As mãos e Rafael levantaram a saia de Cris e passeavam pela bunda dela metendo os dedos por baixo da calcinha, enquanto beijava seu pescoço. E ela acariciava o pau dele (dava para perceber que estava duro) por cima da calça. Logo eu também estava de pau duro. Mais um pouco e Cris já estava sem saia, só de calcinha branca bem pequena, tipo fio dental. Rafael tirou sua camisa e ficou abraçado a Cris. Ela então falou: “vamos para o quarto. Vem Marcos, traga as bebidas” E, seguimos para o quarto e eu com as garrafas e copos. No quarto, Cris sentou-se na cama, puxou Rafael para sua frente, tirou sua calça e sua cueca deixando o pau dele para fora. Não era muito grande, mas bem grosso. Pensei se eu agüentaria um pau daquela grossura no meu cú. Em seguida Cris começou a chupar vagarosamente. Sentei-me na poltrona ao lado da cama e fiquei observando aquele homem nu sendo chupado por minha mulher. Ela então deitando-se de costas na cama, pediu: “agora, vem me foder. Mas quero que Marcos coloque o pau na minha buceta”. Disse: “vem Marcos, tira a roupa e vem”. Tirei minha roupa e fui para perto dos dois. Ela então disse: “pega o pau dele”. Peguei aquele mastro preto e duro. A sensação era estranha. Ela pediu. “agora lambe bem...lambuza..passa a língua”. Ajoelhado eu lambia o pau e enfiava na minha boca. Na verdade eu estava chupando o caralho do Rafael. Já bem lambuzado ela pediu que eu colocasse uma camisinha e enfiasse o pau dele na sua buceta. Fiz o que ela pediu. Enquanto ela fodia, mandou eu ficar de quatro de frente para ela e disse: “Rafael, enfia o dedo no cú dele”. Senti o dedo dele entrar no meu cú. Ela estendeu a mão para o criado mudo e pegou um tubo dizendo: “toma, passa no cú”. Passei a pomada no cú e no dedo do Rafael que já estava todo dentro de mim. A sensação era boa. Cris pedia” vai, Rafael me fode...fode..quero gozar”....Rafael bombava forte na Cris... até que ela gritou: “AIIIII... PORRA! ESTOU GOZANDO”. CARALHO....AIIIIII.....FOOOODE, PORRA” Depois parou e ficamos quietos.. Então Cris afastou-se um pouco e disse: “agora o Rafael vai comer teu cú, meu corninho querido”. Fiquei meio estático, mas logo ele pediu que eu ficasse de quatro sobre a cama. Fiquei e Cris ficou por baixo de mim, puxou minha cabeça para que minha boca ficasse sobre sua buceta. Ela disse”chupa Marcos...chupa”. Comecei a chupar sua buceta. Senti que Rafael passava a mão na minha bunda. Senti seu dedo entrando e saindo do meu cú. Eu estava gostando. Ele lambuzou mais a pomada e senti que ele enfiou dois dedos. Foi mais forçado e senti mais. Porém logo estava bom com os dois dedos. De repente ele começou a abrir meu cú com os dedos forçando os lado e logo senti a cabeça da pica roçar meu cú. Ele falou: “relaxa corno....não vai doer. Vou tirar o cabaço desse cuzinho virgem e lisinho” .. Minha mulher puxou minha cabeça e a prendeu nas suas coxas. Fiquei entregue sem condições de reagir. Ouvi ela dizer: Vai Rafael, enraba esse veado”. Vi pelo espelho ele ajeitar a camisinha que eu tinha colocado e logo senti que o pau de Rafael forçava um pouco meu cú....ele colocava a cabeça e tirava. Perguntava: “está bom assim?´Eu dizia meio sufocado pelas coxas de Cris: “Sim..está” Ele continuou por alguns instantes, mas de repente senti uma dor enorme. Ele empurrou o pau de uma vez até o fim...gritei de dor: “AIIIIII!AIIIII! DÓI!!!!. MÃE!!! AIIIIII!!!! TIRA...TIRA!!!! POR FAVOR, AIIIII!!!!! CRIS...MANDA ELE PARAR....CRIIIISSS...."Tentei sair, mas ele era forte e me segurou pela cintura. Cris apertava minha cabeça e dizia. “Espera..vai ficar bom” Senti lágrimas no rosto....aquela dor...ahhh..e logo ele começou a fazer um movimento no pau de vai-e-vem bem devagar..não doía tanto... e logo eu não senti mais dor... gostava daquele pau entrando e saindo do meu cú... logo minha mulher saiu de baixo de mim e foi pára o lado do Rafael. Ele bombava forte e dizia: “toma veado..toma no cú corno” Cris pedia: “vamos Marcos...diz que és mulherzinha do Rafael..vai diz” e eu dizia..”sou mulherzinha do Rafael”... Eu sentia um prazer enorme de ter aquele pau na minha bunda. E pedia...”vamos Rafael...come tua putinha..fode tua putinha..arromba meu cú”.. Cris pediu... goza no cú desse corno Rafael. E ele disse...”vou gozar” “Vou encher de porra esse cú” Logo senti que ele me apertava e gozava. Ele parou um pouco, tirou o pau do meu cú e disse: “tira a camisinha e lambe meu pau”. Puxei a camisinha e senti um líquido escorrer pela minha mão. Ele me puxou pela cabeça e colocou o pau na minha boca. Sentia a gala quente na minha língua. Ele dizia: “ anda, mulherzinha, lambe meu pau e engole minha porra, veado”. Lambia aquele pau com prazer, sentindo o gosto da porra na minha boca, Minha cara estava toda lambuzada de porra. Cris veio e ficou passando a língua no pau dele cada vez que saia da minha boca. Sentia a porra escorrer pelo meu queixo. Meu cú latejave e piscava..acho que queria mais pica. Ele tirou o pau da minha boca e perguntou: “gostou de levar no cú, mulherzinha?” Eu disse: “foi bom”. Fomos os três tomar banho e no chuveiro Cris chupou o cacete do Rafael até que ele ficasse duro novamente. Ela mandou que eu me encostasse na parede com as pernas curvadas. Passou sabonete no meu cú e mandou que Rafael me comesse novamente. Pediu para esperar, foi no quarto e veio com outra camisinha. Ela mesma colocou, com a boca no pau dele. Aquela safada sabia de tudo. Dessa vez o pau dele entrou sem problemas e sem dor. Enquanto ele me comia Cris veio pelo lado e pegou meu pau que estava duro e me punhetou até que eu gozasse. Terminamos o banho, fomos para a sala terminar os drinques e foi aí que eu soube que Rafael tinha sido contratado para me comer. Era um garoto de programa. Ainda tive de pagar R$300,00 para ele, mas valeu a pena. Agora Cris quer que toda vez que sairmos com alguém temos de ser fodidos os dois. Foi uma noite diferente e boa. Vou esperar outra oportunidade para dar me cuzinho e sentir uma pica gostosa na frente da minha mulher.

Se alguém passou por essa experiência me escreva:

marcos.2100@hotmail.com

Comentários

13/04/2014 20:00:35
Muito bem contado. Pelo ênfase no relato de ser descabaçado a pedido de sua puta, certamente irá continuar dando o rabo para os comedores da dita cuja.
30/11/2013 21:24:12
educigano@hotmail.com quem quiser manda recado
02/01/2012 04:38:28
lokasso. Muito bom 10!
01/12/2011 09:23:24
Cara, seu conto é maravilhoso, me acabei outra vez na punheta imaginando eu e a minha gata nesse lance, notas dez.
30/11/2011 07:44:15
Que delícia de aventura. Fiquei louco demais. Leiam minhas aventuras e me escrevam ou adicionem: envolvente47@hotmail.com .
26/11/2011 16:10:25
Delícia de conto. Voltei pra ler de novo.
05/11/2011 02:32:06
Voce é corno e viado?
03/11/2011 12:27:23
obrigado pelos comentários...me incentivam a continuar deixando minha esposa ser fodida e depois eu também...
31/10/2011 11:00:30
Maravilhoso. Queria fazer isso também, mas falta coragem!
30/10/2011 20:21:35
Cara, que delícia de conto, se a minha Mulher me proporcionasse uma aventura dessa eu daria tudo que ela desejasse. Me conte mais. Nota 10 – tacosta@ig.com.br
29/10/2011 05:10:04
Nossa, eu ia gostar de ter uma esposinha dessas!!!
28/10/2011 18:30:56
Muito bom o conto. Virou mulherzinha na frente da esposa. Tesão demais!! maduro.legal@yahoo.com.br
28/10/2011 16:04:33
obrigado Bob...
28/10/2011 16:03:06
Muito bom kara nota 10

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.