Casa dos Contos Eróticos

Feed

Comendo o Cuzinho da Mãe da Namorada

Autor: Cara tarado
Categoria: Heterossexual
Data: 06/07/2011 14:45:25
Nota 8.29
Assuntos: Anal, Sogra, Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

O que passo a contar aconteceu comido quando eu tinha ainda os meus 17 anos. Eu era um adolescente normal, corpo cuidado, pois eu estudava no colégio naval. Mantinha sempre os cabelos curtos, barba feita, pele branca. Eu era um rapaz bonito, com 1,84 de altura e um peso adequado ao meu corpo.

Naquela época eu namorava uma garota de uns 15 anos que era bonita, gostosinha, um patricinha de shopping, mas que não fazia muito minha cabeça. Confesso que até esse momento, eu havia comido poucas garotas mas eu achava as transas não muito boas, sempre abaixo do que eu imaginava que seria.

E, lembro como se fosse hoje, era janeiro de 2001, eu fui passar as férias na casa de praia da família dessa minha namorada na região dos lagos no rio de janeiro. Era uma casa enorme, construída com finalidade patriarcal, para manter sempre a família toda unida nas férias. A Casa tinha vários quartos. Eu lembro que tinha um quarto para cada casal. Tinha um quarto onde dormiam todos os homens solteiros e um quarto onde dormiam todas as mulheres solteiras. A casa era construída de modo a deixar os quartos independentes. Cada quarto tinha seu banheiro e as portas davam em uma varanda enorme, meio que parecendo uma pousada.

Numa tarde normal, após o almoço, a maioria das pessoas da casa estavam dormindo ou na andando pela rua. Eu resolvi ficar vendo TV. Num momento, resolve pegar uma água e fui até a varanda e lá estava a mãe da minha da namroada sentada num banquinho na varanda fazendo as unhas. Eu me sentei num banco em frente a ela, um pouco distante e conversamos normalmente. Até que ela levantou um dos pés até a altura do banquinho para fazer as unhas do pé. Ela estava usando biquinha e estava com uma canga enrolada e quando ela levantou o pé, ficou aquele bucetão inchado aparecendo. Eu meio que no instinto coloquei o olho e lutava para não olhar, mas ela percebeu e olhou para mim e meio que abaixou a canga para tapar melhor a buceta. Eu fiquei meio sem graça mas finge que não era nada. Um pouco depois ela levanta o outro pé e deixa novamente o bucetão na minha direção. Desse vez meu pau subiu na hora e ela percebeu o volume em meu short. Ela deu uma risada e falou meio baixinho: esses garotos de hoje em dia são todos tarados mesmo.

Eu fingi que não escutei e disse que iria dar um mergulho na praia.

Antes de prosseguir, acho justo contar como era a mãe da minha namorada. Ela era branca, 1,65h mais ou menos, cabelos no ombros, um rosto bonito, coxas grossas, seios médios. Uma Milf. Ela tinha um corpo legal pois já estava com 38 anos na época, tinha celulite, uma barriguinha, mas estava bem inteira. O marido dela, só parecia nas férias no final de semana, por quanta do trabalho. Eu lembro de ve-la algumas vezes falando com outras mulheres da casa que ficava com tesão e tal.

A noite eu sempre dormia tarde, pois eu ficava lendo do lado de fora, na escada que dava para o segundo andar da casa. Por várias vezes a mãe da minha namorada desceu para pegar água e me viu lendo, pegou a água e foi dormir.

Um dia desses, ela apareceu, usando um roupão de saída de banho, e me viu lendo. Daí ela falou baixinho comigo: você poderia ir até meu quarto resolver um problema no vídeo-cassete (naquela época DVD ainda não estava popular). Eu disse que sim e fui, sem nenhum pensamento estranho. Chegando lá, refiz as conexões e o negócio funcionou.

Quando eu iria levantar, ela colocou a mão em meus ombros meio que acariciando, massageando. Eu fiquei parado, deixando rolar. Ela então passou um mão no meu peito. Eu olhei para trás e falei: eu namoro sua filha mas não vou aguentar se você continuar. Ela disse: você tá pensando que eu não vi você me olhando? Nisso eu virei, fiquei em frente dela, e meio tremendo, abracei e dei um beijo nela. Ela olhou meio atordoada e falou: você é maluco? Eu tenho idade para ser sua mãe. Eu falei: mas é a mulher mais tesuda e gostasa que já vi. Fiquei realmente louco na varanda naquele dia e toquei várias punhetas pensando em você. Ela disse: O que? Você se masturbou pensando em mim? Eu disse: várias vezes e você não sai do meu pensamento. E sem deixar ela pensar eu taquei outro beijo e abracei forte. E daí a coisa foi fluindo. Apagamos as luzes, fechamos a porto e continuamos nos beijando e nos acariciando um bom tempo.

Depois, eu tirei o roupão dela e ela estava usando apenas uma calcinha preta e os seios de fora. Eu comecei a mamar loucamente aqueles seios maravilhosos. E passei as mãos loucamente naquela bunda macia e naquela buceta carnuda que estava super molhada. Ela delirava e eu também. Foi quando ela, do nada, abixou meu short e viu minha vara. Ela olhou meio que assustada, pois minha vara tinha 19cm e era grossa. Eu lembro dela dizendo: nossa, é bem maior que a do meu marido! E sem pensar muito ela caiu de boca e mamou durante um bom tempo. Eu segurei para não gozar e então eu abaixei a calcinha dela e tive a visão do paraíso. Um bocetão lindo, estilo capu de fusca, depilada dos lados, pelos bem abaixados e um cheiro maravilhoso. Eu caí de boca e ela deu um gemido meio alto demais. Eu pedi para ela se controlar pois alguém poderia ouvir. Eu continuei chupando até que ela gozou na minha boca e disse: não aguento mais: me come!

Eu nem pensei, abri as pernas dela e empurrei de uma vez só naquela buceta quente e molhada. Fiquei num vai e vem maravilhoso. Depois coloquei ela de quatro e fudemos mais um tempo e gozamos com ela cavalgando, gozamos juntos e loucamente.

Ficamos deitados um pouco e ela dizendo que foi loucura mais foi demais. Foi quando eu comecei a fazer carinhos na bunda dela e achei no meio o cuzinho dela. Ela falou: no que você esta mexendo aí? eu disse: só carinho.

Fui quando eu levantei e fui massagear as costas dela e a bunda. Quando eu acariciava mais a bunda, eu comecei a acariciar mais o lindo botãozinho e ela sempre perguntando o que eu estava fazendo. Daí eu resolvi ousar. Abri a bunda dela e dei uma linguada com vontade. Ela gemeu alto e pediu para parar. Eu obviamente, continuei linguando e ela delirava. Molhei bem o cuzinho dela com saliva e decidi experimentar um dedo. Coloquei e ela pedia para não fazer, mas não tentava sair e nem nada. Depois coloquei dois dedos, ela gemeu mais, disse que doeu, mas não se mexeu. Eu dei mais uma linguadas e ela delirava ainda mais. Foi quando vi um pote de hidratante em cima da cabeceira da cama. Peguei, chapei hidratante no cuzinho dela e no meu pau. E com o tesão a mil por hora. Encaixei na portinha do cú dela e fiquei pincelando. Ela tremia e gemia baixinho só de rpazer e dizia: não faz isso não, por favor! Eu posicionei bem e comecei a forçar a entrada. Com um pouco de calma, a cabeça entrou e eu vi que ela modeu o travesseiro para não gritar. Eu deixei meu peso cair para forçar mais e a pica foi escorregando lentamente, bem devagar. Ela enterrou a cara no travesseiro para não gritar. Eu deitei completamente por cima dela e vara entrou todinha. Eu fiquei beijando o pescoço dela, as orelhas dela. Chamando ela de gotosa, delícia, safada, dizendo que estava adorando o cú dela. E fiquei um bom tempo com o pau todo atoxado no cú dela sem mexer. Depois fui fazendo movimentos lentos. Tirando um pouco e colocado. Ela delirava. Não aumentei muito a velocidade. Assim, deitado por cima dela, mexendo devagar, levei minhas mãos a buceta dela e masturbei ela em pouco tempo senti ela gozando e não segurei e gozei fartamente enchendo completamente o cú dela de leite até vazar.

Tirei o pau e o estrago estava feito. Ela foi se lavar e eu também. Confesso que ficamos meio sem graça, mas foi a transa da minha vida. até hoje tento repetir, mas não consigo nenhuma mulher que me satisfaça como ela me satisfez naquele dia.

Comentários

07/03/2013 21:58:32
belo conto. todo homem sonha em comer a sogra. adoro mulheres mais velhas. adoro chupar todinha. membrudo.18@gmail.com
04/08/2011 21:20:14
Muito excitante, amei
04/08/2011 11:21:53
Beleza, 100 + comentarios
07/07/2011 19:17:33
Seu conto me deu maior tesão.Quem me dera ser sua sogra. Me add olobinhoealua@gmail.com
07/07/2011 07:46:01
comeu um cú gostoso. vai atrás dela outra vez. garanto que ela vai querer dar o cú primeiro, para depois chupar e você colocar na bucetona dela. vai em frente. parabéns
06/07/2011 19:27:35
Gostei

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.