Casa dos Contos Eróticos

Feed

Showzinho para os pedreiros da obra !!

Autor: SPBISEXXX
Categoria: Homossexual
Data: 02/05/2011 18:11:22
Nota 10.00
Assuntos: Gay, Homossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Primeiro vamos a minha apresentação, eu tenho 30 anos, sou bissexual, bonito, já experimentei bastante e não me arrependo, pois sempre fiz tudo muito no sigilo... Até ontem... Nunca me declarei, pois vivemos numa sociedade que ainda não está mentalmente preparada para a liberdade total de expressões de sentimento, principalmente do prazer. Estão construindo um prédio enorme na frente do meu, e fica do outro lado de um córrego, então apesar de perto é bem separado... e desde as primeiras estruturas eu gostava de colocar uma calcinha e ficar exibindo a bunda na janela pra ver se os peões da obra viam e mexiam comigo, nunca deu certo, nunca recebi um aceno, nada. Eis que ontem tinha acabado de chover, então a obra deu uma parada e vi vários peões nas sacadas olhando a vista... Rapidinho, fui e peguei um biquíni que tenho de uma ex, preto pra contrastar bem com meu corpo branquinho, coloquei calcinha e sutiã, coloquei uma camisa preta na cabeça pra simular um cabelão comprido. Preparei-me e parei na porta da sacada, sem sair na sacada, pois os vizinhos poderiam ver... Mas a porta bem aberta e eu na borda, com o corpo todo exposto... Fiquei ali como se estivesse olhando pra rua braços abertos escorados na porta, e finalmente chamei a atenção dos caras... Um grupinho que tava bem no alto começou a apontar pra mim, tipo falando pros amigos "olha lá... na janela... MULHER

PELADAAAA" eu fingi que não notei e fiquei ali parado, aí começaram os gritos e assobios, foi de bambear as pernas a sensação, ai nos outros andares a galera começou a ver também e começaram a mexer mais ainda, logo deu a impressão de que todos no

prédio estavam me olhando, uma sensação de perigo e idolatria ao mesmo tempo...tesão. Começaram a dar tchauzinho e aí não dava mais pra disfarçar que eu tava ali só pra atiçar eles todos... (risos) Logo se ouvia quase um coro de "VIRA, VIRA, VIRA"... Resolvi levar adiante a brincadeira, virei lentamente de bunda pra janela e ouvi aplausos de longe... Aí comecei a ouvir de novo "TIRA TIRA TIRA"... Empolguei e praticamente fiz um Streep pra eles, só faltou a musica... Fiquei rebolando e tirando o sutiã devagarzinho, virei de bunda e rebolando fui tirando a calcinha, lentamente pra conseguir deixar o pau entre as pernas e não deixar ninguém ver nada... Aí já sem calcinha virei de frente com o pau entre as pernas... Sempre jogando a camisa preta de um lado pro outro e alisando como se fosse meu cabelo; virei de costas de novo rebolando comecei a abaixar e empinar a bunda pro alto, pra eles verem só o reguinho... Aí agachei, levantei e "desci ate o chão" de novo e fiquei lá rebolando e exibindo minha bundinha roliça pra eles. Nem entendia nada que falavam de tanto barulho, se tivesse alguém do meu prédio vendo não deve ter entendido nada!... (risos) Aí fechei a cortina e encerrei o espetáculo... Ouvi até uivos... (risos) Então fui pro meu quarto pensando... Caralho que foi que eu fiz... Isso não são iguais fotos e filmes escondido em casa... Aqui a interação é real... Os caras podem me ferrar fácil. To com medo de depois repercutir e poder dar problemas em casa e ou no prédio... Mas enfim... Ta feito, seja como for agora segura. Fiquei de boa no computador um tempo, ainda de biquíni, pois tem aqueles dias que a vontade bate e aproveitei que sabia que ia ficar sozinho o dia todo e passei a tarde assim. Quando deu umas 4h30 da tarde... Quase hora de eles irem embora... Peguei um cigarro um café e fui pra porta da sacada e sentei no braço do sofá e fiquei ali fumando... Já não tinham mais tantos operários nas sacadas, estavam espalhados trabalhando... Fiquei ali de pernas cruzadas, mostrando bem a curvinha da bunda, até que rapidinho dois que estavam bem lá em cima de novo viram e começaram a apontar, mas não fizeram barulho, e logo em seguida mais outros quatro na minha reta (os que tinham a melhor visão) também me viram ali... Só que também sem barulho, só gestos... Pra eu TIRAR, VIRAR, SAIR, e até pra me TELEFONAR. Fiz sinal que não e que já chega. Começaram todos a levantar a mão tipo dizendo "Pô... tira aí, vai..." aí resolvi que fodido por fodido, fodido e meio! Puxei um sofazinho de um lugar que tem em casa, pus bem perto da porta, sentei nele quase deitando escancarei as pernas e fiquei esfregando a mão no pau como se fosse uma boceta... Nossa os caras foram à loucura... Mas ficaram só estes de cima e da minha reta olhando aí ora ou outra outro via e ficava olhando... Ah eu tava tarado fora de mim... Ficando de frango assado, de quatro no sofazinho, baixando e levantando a calcinha, enfiando os dedos no cu de frente e de costas... Tarado... Totalmente tarado. Os dois que estavam em cima vieram bem no canto da sacada que tem uma coluna bem larga na borda e vi claramente os dois, um do lado do outro tirando o pau pra fora e batendo punheta na cara dura... Eu quase gozei só e ver isso... Logo mandavam em mim por gestos... Vira, abaixa, levanta, fica de quatro, mete o dedo... Muito tesão, depois de sei lá quanto tempo, mas foi bastante, em torno de 1 hora... Só sobraram os dois de cima e um dos outros de baixo... Aí levantei e dei um tchauzinho... Todos imediatamente responderam e começaram a fazer o gesto do telefone, com a mão na orelha... Eu fiz o tradicional gesto do “como?... não entendi" levantando os ombros e braços, aí ficaram gesticulando uma infinidade de coisas pra arrumar um jeito de eu passar o telefone pra eles... Fiz-me de desentendido até que só sobrou um... Isso já era quase 6 da tarde... Todo mundo já tinha ido... Esse; acho que ficou pra tentar algo serio... Aí olhei se não tinha mais ninguém olhando e "desenhei no ar" bem grande os números do meu celular, ele rapidinho entendeu a parada e anotou na parede do prédio (depois vi que ele é da pintura, então não pegava nada) cada numero... Gelei... Pensei meu deus... O que que eu fiz... dessa vez abusei da sorte... Não deu um minuto o celular toca... Obvio né... (risos) fiz voz de mulher... Pelo menos tentei e respondi, "oi" e ele "alo quem tá falando ??" Eu inventei na hora Patrícia, "ah onde você mora... você mora num predinho bege na Vila Mariana, segundo andar... com um prédio em construção atrás?" " eu respondi que era isso mesmo ..."como sabe?” " ah eu só sei... Você tá onde em casa?” disse "no meu quarto , porque", " você não quer dar um pulo na sala, eu mostro quem eu sou"... fiquei tarado com a voz e papo do cara... Antonio !! Fui na sala e fingi ficar procurando e ele disse "olha bem reto na sua frente"

olhei ele acenou, acenei de volta, então aí começou o papo sujo... (risos) "nossa você é uma delicia gata, você tem noção o quanto meu pau ficou duro vendo você" eu sarcasticamente respondi "não sei... Eu gesticulei pra você por pra fora mas acho que tava com medinho né...?".. vi que ficou meio mexido com a brincadeira. " Medo, medo você vai ficar a hora que ver o tamanho do meu pau.. Eu sei que você quer ele!” minhas pernas tremiam de tão bambas que estava...tamanho o tesão.. ele logo intimou "então como faço pra te encontrar, já pensa logo onde a gente vai meter...to louco pra te comer gata... Sei que você tá louquinha pra dar pro pedreiro! E tenho mais uns colegas que iam adorar uma brincadeira de rodinha com você... “meu coração quase saiu pela boca...

disse que tava mesmo morrendo de vontade de ser fodida e adoraria ser currada por seus amigos e ele inclusive... aí sugeri na obra mesmo a hora que todo tivessem ido embora... ficou de me ligar a hora que estivesse tudo livre, claro que ficamos falando muita

sacanagem e eu rebolando e fazendo o que ele mandava na janela. Até que ele falou " Vou dar a volta e te pegar aí no seu prédio... Pensei Fodeeeeuuuu!! O cara vai me ferrar. aí fui ligeiro e disse "não, não vem aqui, na verdade eu não moro aqui, estou passando

uns dias na casa da minha tia, como todo mundo saiu e sabia que iam demorar fui por um biquíni pra ir na piscina, mas quando vi seus amigos apontando e mexendo comigo fiquei com tesão e resolvi abortar a piscina e entrar na brincadeira...mas era só

brincadeira " o cara não comprou, "brincadeira o caralho, você tá querendo pica sim, só não quer admitir... eu sou carinhoso gata, não fica preocupada, vou só te dar prazer, e o que você não quiser eu não faço !!" falei que logo-logo minha tia chegava e que era

pra ele me ligar na hora do almoço dele no dia seguinte que ia ficar sozinha de novo e podíamos nos encontrar em outro lugar... Pedi pra ele não causar confusão no prédio da minha tia, ele parece que entendeu e disse não haver problemas. Falamos mais umas

besteiras e notei que ele uma hora desconfiou da minha voz e perguntou se eu era mulher mesmo, perguntou se eu não era homem, falou "ih você é gay?" disse que claro que não era, e eles ficaram meio assim e disse "você tem voz de homem", dei até uma

travada, ele falou pra não enganá-lo que se fosse homem podia falar que ele não ia zoar nem nada... Mas não cai e sustentei a mentira. Disse só "me liga amanhã então" e desliguei. No dia seguinte fui à sacada vestido como eu mesmo, macho! E notei que

todos olhavam pra mim, mas nenhum barulho, só dois que apontavam, mas fiz que nem notei, e fiz questão de mostrar que era homem e não mostrei reação alguma... Durante o dia fui alguas vezes na sacada fumar e sempre um monte de olhos fixados em

mim, umas 10 da manha fui tomar banho e passei só de cueca da sala pra cozinha, mas foi imediato o começo do barulho, fui até a porta, rapidinho e vi um monte olhando apontando e já dando tchauzinho... Pensei... Fodeu de vez... (risos). Aí fechei toda a casa pois ia sair mesmo e fui-me. Por volta das 13hs liga um numero desconhecido só podia ser né, atendi... Como estava na rua atendi como eu mesmo... Logo veio a confirmação, "sabia que você era veado" desconversei... "quem tá falando... você quer falar com quem" perguntou o telefone e confirmei o meu só pra ver se o confundia... Olhou no visor e repetiu o numero dizendo! "ta certo é esse mesmo... falei com você ontem, depois do showzinho que fez na janela... deixa-me falar, é o seguinte eu meio que notei ontem que você era homem no telefone, vi que tava me enrolando," e perguntei "então porque ligou, insistindo" ele logo replicou "eu te disse ontem que podia me dizer que não ia pegar nada" disse que ele também é bissexual e que é ativo e gosta de bunda de mulher e de homem... Fiquei louco... Queria dar pra ele de qualquer jeito. Afirmei, é isso mesmo eu gosto de exibicionismo e o que tinha feito era insano e que estava com medo dos outros pedreiros quererem me ferrar... Ele disse pra eu ficar sossegado que ele pra todo mundo que pegou meu telefone... E disse que ia contar essa historia da sobrinha que veio por um dia visitar e que já tinha ido embora... Pra mim foi bom. E ele insistiu que iria comer meu rabo de qualquer jeito... Eu disse que hoje não podia, pois tinha coisas pra fazer e que só chegaria tarde, ele ficou de me ligar amanhã à tarde, estou esperando ele ligar de volta... O resultado eu conto no próximo conto, se tiver resultado... (espero que tenha e que seja bom!)

Comentários

06/05/2011 18:17:47
Loko!!!!!! Continua cara, não para!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.