Casa dos Contos Eróticos

Feed

comi o cu do meu avô

Autor: incesto
Categoria: Homossexual
Data: 11/05/2011 23:49:46
Nota 4.40
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia
Clique aqui para vídeos gay

Oi meu nome e Thiago e vou relatar um conto que aconteceu comigo quando tinha 16 anos eu não tenho pai Sempre morei com minha avó e meu avô minha avó é uma coroa bonita peitos muitos grandes bunda bem avantajada bem branca e meu a avô um coroa branco peludo corpo legal exceto pela barriga de Chopp mas uma bunda branca peluda gigante e eu sou gordinho parudo e fortinho já que faço musculação minha avó e meu avô são aposentados e Sempre me deram muito atenção e tudo que eu queria.

Tudo começou quando meu avô começou a tratar de um jeito diferente, mas atencioso arrumava Sempre jeito de me abraçar e ter contato físico como numa vez ele ficou passando a mão na minha coxa eu fiquei confuso, mas achei que fosse coisa de velho afetuoso ele minha avó não transavam, mas por já serem velhos foi numa semana que minha avó avisou que ia para casa de uma irmã dela e ficaria uma semana fora, pois a tal irmã dela estava doente eu nem liguei, mas meu avô parece que ficou contente derrepente aquele velho ia comer alguém para varia.

No dia seguinte eu acordei minha vô já tinha viajado meu avô me acordou falando tudo bem netinho já fiz o café da manhã eu estranhei, pois ele nunca agia assim tomei café e fui para escola. Quando eu voltei da escola tomei uma ducha e fui almoçar eu nunca falei pra ninguém, mas eu Sempre fui louco por coroas. Começamos a almoçar meu avô começou com um papo que eu era pintoso que de via ter comido muitas bucetinhas perguntou se meu pau era grande se as meninas faziam de tudo na cama modesta parte meu pau e normal a única diferença que ele e bem grosso 18 cm de tamanho com a aquele papo meu pau já estava estourando nas calças e disse que nunca tinha comido um cu ai meu avô foi direto e disse que comer na hora eu morri de vergonha mas sempre fui louco por uma bunda grande e coroa e meu avô era tudo isso falei que sim meu avô levantou e pegou no meu pau com uma vontade que nenhuma menina já tinha pegado.

Eu fiquei, mas excitado ainda e mandei um beijo na boca do meu avô na hora me deu um pouco de nojo mas se era pra fuder um velho viado eu ia fazer direito ele começou alisar meu pau e falar nossa netinho que pau grosso da ele todinho pro vovô. Ele começou a mamar chupar mordiscar meu pau que eu ficava louco ai vô vc vai ser minha putinha agora. Engolia ate o talo e fazia ânsia de vomito falando que era muito grande, mas ele aguentava.

Eu comecei fuder a boca dele com vontade e dizendo vc não aguenta avozinho então toma e aumentava as estocadas eu podia sentir a garganta dele no meu pau e isso me deixava louco de tezão ele ficou de 4 eu fui arriando a cueca dele e beijando aquela bunda grande e peluda mas muito tesuda eu comecei a chupar lanber sugar o cu dele com uma desenvoltura que nem eu sabia que tinha e ele urrava que delicia chupa o cu do seu avô me faz de puta ai chupa chupa netinho guloso e enquanto eu chupava aquele cu delicioso ele me puhetava que delia era meu avô nunca pensei que fosse tão bom lanber o cu de um homem principalmente do meu avô eu não podia acreditar o homem que me criou gritando como uma putinha de baixo escalão com minha boca e meus dedos na quele cu gigante quando ele começou a mamar novamente eu não aguentei e gozei feito louco na boca dele ele engoliu tudo e veio me beijar eu esquivei mas acabei beijando era um gosto esquisito cheira forte mas o surpreendente e que eu gostei nos formos tomar banho juntos . Eu não aguentava olhar para a quele cu que eu ficava doido de tezão durante o banho fiquei de pau duro de novo e o vovô caiu de boca de novo fomos para quarto da vovó e eu tinha certeza que ia comer o cu dele ali mesmo.

Eu comecei a chupar o cu e saco ao mesmo tempo o velho ficava louco com isso e eu também foi quando ele ficou de ladinho na cama e pediu pra min comer o cu dele de vagar já que meu pau era bastante grosso eu mirei na entradinha da quele cu meu vô gemeu de tezão fui enfiando centímetro por centímetro no começo foi um pouco difícil de entrar mas depois entrou tudo era maravilhoso comer aquele cu era muito quente e apertado mas do que uma xota era muito bom e eu ficava com mas excitado em saber que ele era praticamente meu pai meu avô eu fui acelerando a metidas enquanto ele batia uma puheta por sinal deliciosa fudi o vovô de ladinho uns 10 minutos eu falei que estrava gozando ele tirou da quela bunda maravilhosa e disse que não queria que o netinho roludo gozase tão rápido eu deitei na cama ele veio de cavalinho com aquele cu!! Ele sentou na minha pica dessa vez entrou facilmente já que estava que nem uma flor, mas ainda continuava um cum esplendido brincamos de cavalinho por uns 15 minutos eu acabei gozando dentro do cu dele quando ele levantou minha porra jorrou do cu dele feito uma cascata ele me abraçou e me deu um beijo de língua demorado e saboroso e falou que a gente ia fazer isso muitas e muitas vezes. Dormimos de colchinha quando eu acordei no dia seguinte meu avô já não estava na cama.

Comentários

22/01/2013 02:59:09
E avó?
14/05/2011 18:02:21
sem erotismo nenhum, aff
12/05/2011 10:23:01
Que conto leso vê se para de escrever merda
12/05/2011 03:42:51
Nada a ve aff zero
12/05/2011 03:42:42
Nada a ve aff zero

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.