Casa dos Contos Eróticos

Feed

Mijando na cara da menininha de 19 aninhos

Categoria: Heterossexual
Data: 11/05/2011 09:25:03
Nota 8.33
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Ola pessoal estou de volta novamente pra contar mais um conto.

Sábado passado completamos 11 meses que saio com minha amante que hoje ela virou minha namorada, ela tem 19 aninhos e é uma delicia de menininha.

Peguei ela próxima a casa dela e como a gente trabalha a noite então estávamos com roupa de quem vai trabalhar, paramos no caminho e nos trocamos(claro com roupas escondidas nas mochilas) ela colocou um vestidinho que chamava a atenção até das mulheres, um pouco curto, estava gostosa pra caramba, e as vezes incomodava os caras pagando pau, mesmo eu sabendo que tudo aquilo é meu mas ninguém gosta de ver a sua mulher cobiçada mesmo que seja amante, mas vamos ao conto.

Fomos para uma cidade próxima a nossa pra não sermos reconhecidos.

Chegamos à cidade estava tendo um show na praça, ficamos um pouco na praça pagando de namoradinhos demos um amasso atrás da igreja e eu tava numa vontade de realizar a fantasia dela que era meter na rua mas tava muito movimentada a rua. Depois fomos para um barzinho noturno aonde a gente fez uma das nossas maiores loucuras, acreditem se quiserem mas eu dei uma aliança pra ela usar pra todo mundo ver que ela tem dono e eu claro usei a minha também, ficamos um pouco se pegando dentro do bar, com aqueles beijos quentes e comecei a alisar a bucetinha dela por cima da calcinha, até que já não agüentando mais enfiei meu dedo dentro da bucetinha dela e fiquei naquele vai vem, mas como tinha um casal bem na nossa frente não deu pra aprontar muito como a gente sempre faz nos barzinhos que a gente vai.

Saímos do barzinho e fomos a direção do motel, já estávamos alterados de bebidas e começamos um pouco daquele pega no carro eu dirigindo e a gente se pegando, até parei no acostamento e disse que ia mijar, sai do carro mijei e nisso percebi que ela tinha tirado a calcinha, nisso pensei vou comer ela aqui mesmo na pista, bati no vidro e falei pra ela me ajudar pra chacoalhar meu pau, a puta veio de imediato e logo de cara já colocou meu pau na boca ela sentada no banco do carro e eu de pé pra fora e ela fazendo uma chupeta pra mim, e os carros passando, nisso eu já peguei ela coloquei de 4 no banco e comecei a comer ela ali mesmo, socava rápido e com medo de algum carro parar ou sair alguém do nada, mais pra aumentar a adrenalina e o tesão, tirei ela do carro coloquei ela de 4 fora do carro e comi ela ali com os carro passando e eu metendo nem ai pra ninguém, mais o medo de ser pego falo mais alto e saímos do acostamento e fomos para o motel, no meu do caminho a vadia da minha amante me chupava louca pra fude novamente.

Chegamos ao motel pedi a suíte na recepção e enquanto a gente aguardava a liberação enfiei meu dedo na bucetinha dela ali mesmo na frente da recepção com o vidro do carro aberto, ela gemia se contorcia toda, falava que se eu não parasse ela gozaria ali mesmo, tive que parar pra não sujar o banco do carro.

Mal entramos na garagem da suíte, já tirei ela pra fora do carro e fiz ela chupar meu pau ali mesmo com a garagem aberta, quem passasse na hora iria ver a cena, isso dava mais tesão nela ainda, foi quando ouvi que vinha carro coloquei ela de quatro abaixei um pouco a lona da garagem coloquei a cara dela pra fora da garagem e comei ela ali mesmo.

Entramos na suíte já naquele fogo, e neste dia eu tinha falado pra ela que a gente ia praticar sadomasoquismo, levei ela pro banheiro ergui o vestidinho igual quando se como uma puta no meio da rua e comecei a comer ela novamente, mas ela mal sabia o que a esperava, depois coloquei ela de joelhos na minha frente segurei ela pelo cabelo e disse pra ela: - Puta de verdade a gente mija na cara dela.

E comecei a mijar nela na cara e ela ainda tava de vestido e sujou tudo de mijo, nossa que tesão mijar na minha menininha ela estava louca de tesão ao receber minha urina, ela falava mija dentro da minha bucetinha, não sei da onde saiu tanto mijo em mim mas toda ora eu parava de comer ela e mijava nos peitos dela na cara dela no bucetinha dela na boca nessa hora realmente eu tinha feito da menininha de 19 aninhos filhinha de papai que faz faculdade de minha verdadeira puta que mete na pista e toma mijo na cara.

O tesão era incontrolável que eu ordenava que a minha puta lambesse a urina que tinha caído no chão, eu pegava ela pelos cabelos igual pegar uma cachorra pela cólera e fazia ela lamber minha urina no chão e ela implorava pra eu gozar dentro da bucetinha dela eu atendia ao pedido da minha puta.

Depois de mijar tanto nela, coloquei ela deita na cama com o bundao pra cima e comecei a encher aquela bunda de tapas, mas eu batia forte pra judiar mesmo ela xingava, reclamava de dor, mais eu dizia pra ela que puta tem que apanhar e era o que era queria mesmo era apanhar, bati tanto naquele rabo que chegou a machucar devido eu estar de aliança.

Deixei minha puta ali entregue na cama toda acabada, toda marcada na bunda toda mijada e fui ao carro e peguei um brinquedinho que ao mesmo tempo em que eu como a bucetinha dela é introduzido algo no cuzinho dela, nossa daí que o bicho pegou, eu meti sem do na bucetinha dela e ao mesmo tempo o cuzinho dela era fudido também, até que ela gozou no meu, percebendo que ela tinha gozado fiz ela lamber meu pau e limpar toda aquela baba branca do gozo dela que tava no meu pau.

Mas eu estava louco de desejo por ela e não parei porai, peguei ela fiz ela rolar no mijo que se estava espalhado no chão do quarto e comi ela no chão no meio do mijo nossa que loucura sei que muitos vão falar que nojo de rolar no na urina, mas a sensação de poder de ter uma puta ajoelhada na sua frente e você mijar na cara dela não tem como descrever. Nisso eu comecei a pedir pra ela mijar em mim também, ele começou a cavalgar na minha rola que falava que ia mijar, mas não conseguia eu tava louca pra que ela mijasse com meu pau dentro da bucetinha dela, até que eu provoquei ela, sei que ela é louca pra tocar na minha área proibida (perineo região entre o saco e anus) daí eu comecei a falar pra ela que se ela mijasse eu deixaria ela brincar na minha área proibida, dito e feito não demorou muito sinto aquele jato de urina quente escorrer pela minhas coxas, nossa que tesão.

Dai eu cai de boca naquela bucetinha que tava toda gozada toda mijada e chupei a bucetinha e o cuzinho dela até ela gozar na minha boca novamente, a pegada foi tão nervosa que meu pau já tava todo esfolado tava na carne viva já e eu louco pra gozar comecei a meter novamente até encher a bucetinha dela com minha porra quentinha.

Que loucura de noite, o fogo foi tanto que até me esqueci de praticar totalmente ao sadomasoquismo.

Comentários

13/05/2011 20:20:17
hum esse dia a gente se acabo naqle quarto de motel so de lembrar fico cheia de tesão qrendo sentir meu macho de novo
13/05/2011 00:59:23
Não parceiro ainda to vivendo esse sonho, com uma ninfetinha de 19 aninhos, como ela na casa dela na cama do pai dela, ela adora apanhar na cara, no rabo a gente mete na praça a gente faz de tudo que vc imaginar. eu sou louco pela minha putinha
12/05/2011 23:10:37
delicia chupar uma bocetinha mijadinha!!!
11/05/2011 13:42:34
Cara que horas vc acordou desse sonho rsrsrsr
11/05/2011 11:53:00
Que delicia d putinha vc tem é 10

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.