Casa dos Contos Eróticos

fudendo uma ninfetinha de 17 aninhos

Categoria: Heterossexual
Data: 10/04/2011 23:55:07
Nota 10.00
Ler comentários (1) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

boa noite pessoal sou prof meu apelido é kell tenho 25 anos e adoro esse site já tem quase um ano que acompanho os contos esse é meu segundo conto vamos começar:

no fim de 2010 fui passar umas férias curtas na casa do meu amigão de infância, em francisco morato-sp assim que cheguei lá liguei pra ele que veio até a estação de trem me buscar, ao matar a saudade e falar de vários assuntos ele me falou que a vizinha dele "bruna" iria gostar de mim. logo fiquei interessado em saber quem era essa gracinha e logo fiz várias perguntas sobre ela. Ao chegar no fim da tarde ela me apareceu no portão pra chamar a prima do meu brother e eu a vi pela primeira vez: ai ai que visão uma gatinha muito gostosinha puts fiquei louco e sorri maliciosamente pra ela, ela tambem sorriu e me pediu pra chamar a prima do meu amigo. confesso que não parava de pensar em uma forma de dar em cima dessa gostosinha, meu amigo havia falado que ela era safadinha e que um cara da rua havia comido ela há algumas semanas, fiquei mais doido ainda. Pra minha surpresa a bruna não saia mais do portão pra falar com a amiga e não parava de olhar, então do nada não sei de onde tirei essa coragem e fui lá no portão e falei na cara de pau rsrsrsnossa to pirando em vc bruna desde que cheguei não tiro os olhos de vc! e ela: como vc sabe meu nome? falei que fiquei sabendo por um passarinho. ela sorriu maliciosamente e disse que gostou da atitude. me chamou pra uma festa de casamento que ocorreria há 2 dias lógico que aceitei o convite.

no dia da festa cheguei e ela já estava no local meu amigo havia dado as chaves da casa dele e falou assim: só não transa na minha cama porra kkkk..

a bruna estava dançando eu cheguei nela e falei vamos ir na casa do meu amigo não tem ninguem ! ela aceitou sem pensar 2 vezes. no caminho não trocamos quase nenhuma palavra, quando chegamos tranquei a porta e avancei nela rsrs nossa que beijo gostoso, e ela moreninha seios pontudos e durinho bundinha redondinha não muito grande nem muito pequena, fui tirando a roupa dela e ela tirando a minha roupa, ela desceu e começou a me chupar fui ao delirio total enlouqueci ela olhava pra minha cara como uma vadia e perguntava se tava gostoso punhetava meu pau e circulava a lingua na cabeça do meu pau quando eu vi que tava pra gozar falei paraaaa vou gozar assim, ai que ela acelerou a punheta e as chupadas apertando com a boca a minha rola, dei uma tremida no corpo e gozei muito sairam uns 4 ou 5 jatos de gozo na boca dela ficou toda melecada e ela não engoliu cuspiu no chão. eu disse: deita e abre as pernas que vou retribuir, logo fui beijando sua boquinha , queixo, ombros fui descendo cheguei no peitos ela sentiu um calafrio chupei os peitinhos gostosos dela pelo menos uns 5 minutos e fui massageando o clitoris dela, desci até a xoxota a essa altura estava até pingando na cama toda encharcada e eu falei pra ela falar umas putarias enquanto eu a chupasse, passeu a lingua naquela bucetinha minha rola subiu na hora me deu um tesão comecei a dar linguadas fortes e revesava devagar subi pro clitóris ela deu uma tremida e começou a falar muitos palavrões: chupa essa bucetinha bem gostoso, me come seu safado seu cachorro passou uns minutos e ela deu um grito e levantou as costas tremendo as pernas eu continuei com a lingua na bucetinha dela ela falou para com isso e me come... ficou de quatro e falou me arromba. eu vi aquela paisagem e o cusinho rosinha me deixou louco mirei no cu dela e nem pedi nada quando encostei a rola forçando a entrada ela deu um pulo e falou que não nunca tinha dado o rabinho e tinha medo, eu falei tudo bem então vai na bucetinha mesmo nossaaaa que delicia coloquei a safada só dava gemidinhos e forçava a bundinha pra traz deu tempo de dar umas bombadas por uns 10 minutos e logo gozei dentro daquela ninfetinha, conversamos muito e tivemos que voltar pra festa. minha cama ficou toda molhada de fuder nunca mais vou esquecer delagente comentem não gosto de escrever mentiras tudo que escrevo é verdade veridico abraços a todos. mulheres me add no msn

clewves@gmail.com

Comentários

11/04/2011 04:01:15
Muito boa a hisstória....Nota 10!!!! Bjinhossss!!!! ;p

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.