Casa dos Contos Eróticos

Feed

Graças a um cano estourado, comi minha irmã!

Autor: btotudo
Categoria: Heterossexual
Data: 10/04/2011 23:07:18
Última revisão: 16/04/2011 21:07:20
Nota 9.24
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Logo que eu e minha irmã Cibele entramos de ferias, meus pais resolveram que íamos passar alguns dias em nosso sitio, mesmo que nenhum de nós estava querendo, eu por já ter marcado de fazer varias coisas com alguns amigos nessas ferias, Cibele nunca foi muito de estar junta com a família, dizia que só suas amigas a entendiam e para ela era um pesadelo ficar longe de todos os seus brinquedinhos tecnológicos e ainda por cima o casamento dos nossos pais estava em crise, brigavam quase todos os dias, e foi isso o que nos fez topar ir, já que meu pai disse que essa seria a oportunidade perfeita para deixar tudo bem novamente, chamaram meus tios para dar um clima melhor nessas ‘ferias’ logo que chegamos, bem no primeiro dia, enquanto os filhos dos meus tios chegavam bola, arrumamos um belo problema, um deles acertou em cheio o cano principal da casa, se quer levou uma bronca, meu pai disse:

- Essas coisas acontecem!

Ele também não fez muito para arrumar, apenas fechou o registro e disse que ia ter que chamar alguém para arrumar, porque ele se quer tinha ferramentas ali e como era sábado à tarde, seria bem difícil achar alguém, em um lugar daqueles, e quando minha mãe perguntou como todos iam tomar banho, meu pai rindo disse:

- É só ir até ali e encher alguns baldes!

Disse isso apontando para uma mangueira que ficava depois do riacho, que era abastecida pela água que vinha de um poço e que só era usada para regar a horta que a vizinha cultivava ali, coisa que meu pai autorizou já que ela cuidava do sitio, na hora Cibele deu um piti, foi para o quarto que ia dormir e passou a tarde lá, ouvindo musica do seu mp3, minha mãe preferiu se prevenir, com minha tia e as crianças foi até lá e trouxe vários baldes cheios de água, eu, meu pai e meu tio, se quer nos importamos, passamos a tarde pescando e conversando e a noite minha tia se juntou a nós e passamos a noite jogando baralho, enquanto minha mãe fritava os peixes que tínhamos pescado, é claro que Cibele teve também que tomar banho de caneca, o que foi motivo de piada para meu tio, que aliás brinca com tudo, e aquilo só serviu para deixa - la mais isolada ainda, aos poucos fomos desistindo do jogo, primeiro minha tia, depois eu, deixando apenas meu pai e meu tio jogando, logo que me deitei peguei no sono de tão cansado, só me acordei com a claridão no quarto, já que deixaram a janela aberta por causa do calor, ainda meio sonolento me levantei para fechar e me surpreendi, vi Cibele indo em direção ao riacho, com uma toalha debaixo do braço, uma saboneteira em uma das mãos e um vestido na outra, achei aquilo estranho e fui atrás dela, sem deixar que ela me visse, ela atravessou a ponte improvisada e foi até a mangueira que estávamos usando, colocou suas coisas em cima do muro que servia apenas para cercar a horta e começou a tirar seu pijama, me escondi atrás da arvore e fiquei esperando para ver no que aquilo ia dar, ela ficou nua e começou a tomar banho de mangueira, em poucos minutos veio em minha cabeça todos os momentos mais íntimos que eu tinha tido com ela e fiquei com uma idéia louca de que ela muitas vezes vazia apenas para me provocar, não sei o que deu em mim, para qualquer um já seria o suficiente ver ela tomando banho, ela era tão linda que fazia algo tão simples valer a pena, seus cabelos loiros molhados chegavam a encostar em sua bunda, que era arrebitada e tinha uma marquinha de biquíni bem pequena que estava sumindo, os bicos rosados dos seus seios, que ela fazia questão de apertar enquanto tomava banho, e o melhor, sua boceta toda depilada e rosada, mas não me contive com aquilo e mesmo sem saber o que fazer, sai de traz das árvores e fui até ela, ela se assustou e enquanto tentava cobrir sua boceta e seus seios, ela disse:

- Ai, que susto!

Fiquei em silêncio e me aproximei dela, ela estranhando, disse:

- O que você quer?

Continuei em silêncio e me aproximei mais ainda e em um ato de loucura segurei com força suas mãos e as coloquei para traz, ela tentando se soltar, disse:

- Você só pode estar louco, me solta!

Fiquei hipnotizado com aquele corpo, continuei a segurando, sem falar nada, já ela, disse bem brava:

- Me solta Lucas!

Enlouqueci e a beijei, ela mordeu meu lábio com força, tive que soltar e nisso ela disse:

- Me larga, se não eu vou gritar!

- Eu duvido!

Voltei a beija - la, ela ainda ficou tentando se soltar, mas não era nada a sua força comparada a minha, confesso que senti que aquilo era muito errado, não apenas por ser com minha irmã, mas por ser à força, só que enquanto pensava nisso, senti ela encostando seu corpo molhado no meu e acima de tudo ela parecia estar gostando, pois retribuía meu beijo, continuei ali, até que tive certeza que ela estava gostando daquilo, parei de beija - la e olhei fixamente nos seus olhos, ela abaixou um pouco a cabeça, me mostrando que estava com vergonha por ter deixado aquilo acontecer e o pior, por ter gostado daquilo, mas eu não iria me arriscar tanto por apenas um beijo, levei uma das minhas mãos até sua nuca, virei um pouco sua cabeça para o lado esquerdo e comecei mordiscando de leve sua orelha direita, fui deslizando minha língua pelo seu pescoço até que cheguei em seus seios, enchi minhas mãos e suguei com vontade cada bico rosado dos seus seios, mas não perdi tempo com isso, fui deslizando minha mão por sua barriga até que cheguei em sua boceta, a esfreguei e senti que ela ficou ofegante no mesmo momento, a encostei no muro que tinha ali ao lado, ficava na altura da sua cintura, peguei sua toalha que estava estendida no mesmo muro e a coloquei para ela sentar, com minha ajuda, pois a levantei um pouco e ai sim ela ficou sentada ali, sem eu falar nada, ela arreganhou bem as pernas e eu cai de boca na sua boceta, suguei seu grelo e enfiei dois dos meus dedos em sua boceta, em questão de segundos ela levou sua mão até minha cabeça, me afastando da sua boceta e disse:

- Alguém pode nos ver aqui!

Balancei a cabeça negativamente e continuei chupando sua boceta e foi ai que pensei: ‘ué, à poucos minutos ela queria gritar para vir alguém ali e fazer com que eu a soltasse e agora ela só está preocupada com alguém nos ver naquela situação, como é que ela mudou de idéia tão rapidamente?’ confesso que fiquei com vontade de parar o que estava fazendo e falar tudo isso para ela, porem eu estava com muito tesão, parei de chupar sua boceta e naquela mesma posição enfiei meu pau em sua boceta, ela chegou a fechar os olhos, comecei a meter com força, com muita força mesmo, tanta que comecei a soar, ela se segurava para não gemer alto, e em poucos minutos senti que iria gozar, por causa do ritmo forte daquela transa, tirei meu pau da sua boceta e com ele fiquei dando tapinhas em cima da sua boceta, só para conseguir mais alguns minutos ali com ela, voltei a enfiar meu pau em sua boceta, porem não fiz nenhum movimento, era ela quem rebolava e logo que percebeu que eu não ia me esforçar, não porque não queria, mas porque não podia, foi ai que ela levou as duas mãos até minha nuca, entrelaçou as pernas em volta da minha cintura e se agarrou a mim e começou a rebolar com vontade, mas vendo que naquela posição ela não conseguiria o meu máximo, saiu de cima de mim, apoiou as mãos no muro e empinou sua bunda, ai não consegui me controlar, nem quis mais me segurar, enfiei meu pau em sua boceta e voltei a meter com força, mas logo tirei meu pau da sua boceta e derramei minha porra toda em cima da sua bunda, não imaginei que ela teria aquela reação, mas logo que se virou ela me empurrou e disse:

- Sai daqui!

Coloquei minha cueca e minha bermuda e sai dali, olhando para traz, ela pegou a mangueira e continuou seu banho como se nada tivesse acontecido, subi e todos ainda estavam dormindo,eu ainda estava com sono, mas com tantas coisas na cabeça não consegui mais dormir, tomei um banho de caneca e quando fui ao meu quarto para me trocar, acabei acordando minha tia, por ter feito barulho para abrir minha mochila, ela já se acordou me dando bom dia e dizendo que ia acordar seu marido para ele ir comprar pão na padaria, ela até tentou, mas os dois não acordavam por nada, minha mãe logo se acordou também, foi fazer café, enquanto minha tia, aparentemente com fome, comeu um pedaço de um bolo de laranja que tinha feito como sobremesa do almoço do dia passado, só ai vi Cibele passando, ainda com os cabelos molhados, se quer deu bom dia para ninguém, passou direto para o quarto onde estávamos.

[ com alguns comentarios, posto a continuação, esse conto é veridico e seu texto original contém fotos, caso lhe interesse, me mande um e - mail : bototudo_69@hotmail.com e lhe mandarei o tal documento original, não só para isso, comentarios mais especiais são sempre bem vindos! obrigado! ]

Comentários

03/04/2013 05:33:06
muito bom, continuação
18/01/2013 00:25:55
Sistema de Renda Extra! Aproveite seu tempo livre e ganhe dinheiro com a internet(investimento de apenas 25 reais) Trabalhe em casa ou em qualquer lugar do Brasil e obtenha ganhos semanais superiores a R$ 150,00 e ganhos mensais superiores a R$ 1.500,00. Saiba mais através do site http://www.frpromotora.com/vocÊ vai investir pouco dinheiro e pouco trabalho! a FR PROMOTORA É UMA EMPREZA SERIA, QUE ESTÁ RECRUTANDO DIVULGADORES DE TODOS OS LUGARES DO BRAZIL. SEJA MAIS UM DIVULGADOR. A EMPREZA ESTA LINCENCIADA PELA RECEITA FEDERAL PODEM CONFIAR.EMAIL PARA CONTATO: victorcorvinusrider@hotmail.com LEMBRE-SE É APENAS 25 REAIS. E MUITO POUCO SE VOCê ESTA COM MEDO DE PERDER ESSE DINHEIRO NÃO TEMA POIS ELE SO IRA MULTIPLICAR. ISSO E SÓ MAIS UMA TAXA PARA VOCÊ SER DIVULGADOR.
16/12/2012 23:02:05
excelente conto mt excitante vc poderia me mandar o arquivo com as fotos e o conto completo vlw
10/09/2012 08:36:14
manda um para mim com fotos e o resto para esse email daniel_ribeiro21012@hotmail.com
20/04/2012 04:29:13
curti muito sua narrativa e gostaria muito da sequencia de seu conto. A descriçao dos fatos em pormenores enriquece e torna muito exitante o deleite do exposto.deleite na leitura. Tesao a parte ficaria muito homrado em receber o original bem como as fotos. Parabens pelo conjunto da obra.
31/12/2011 09:40:41
Muito bom seu conto amigão. Fico no aguardo da continuação e se possível me envie as fotos . icordeiro2005@yahoo.com.br Abraços.
31/12/2011 08:54:09
Lí este conto com o ¨secretario¨ durinho de tesão. Isso diz o quanto gostei. A cena do voyeurismo no banho da mangueira foi excitante demais! E a transa maravilhosa, merecendo a nota máxima. Caro amigo, se faltou algo, foi dar uma descrição física da Cibele (altura, corpo, cor dos cabelos) para aguçar a nossa imaginação. E grato pelo comentário valioso, vindo de alguém talentoso como você. Abraços.
14/10/2011 16:20:02
ESTA MAIS PARA UM CONTO,AGORA EROTICO FALTA UM POUCO AINDA,VAMOS VER SE O PROXIMO FICA MELHOR
31/05/2011 01:04:47
muito bom, excelente continua...
09/05/2011 19:36:45
kk eu cada vez... rio mais... pois é nos tempos antigos era normal ter relações sexuais com irmã irmão ! etc... mais hoje em dia as pessoas são civilizadas... mais quando o corpo deseja e a mente pede não adianta ´´kk´´
07/05/2011 10:25:57
Massa seu conto, beim êxitante e detalhado, oh me manda a continuação ae, e num esquece das fotos rsrs, meu e-mail eh willian.oliveira59@gmail.com
05/05/2011 19:02:41
gostei vara na puta
28/04/2011 17:34:35
Queria ser tua irma seu gostozo .
27/04/2011 21:08:09
muito exitante , gostei muito , estou louco pra ver a continuação e as fotos ai vai meu email anjocasado2011@hotmail.com
24/04/2011 02:13:36
Parabéns pelo conto achei mt legal se puder me enviar as fotos fico agradecido. emaildecleber@gmail.com
16/04/2011 11:17:36
Adorei a historia, mas na proxima ves goze dentro dela e muito melhor e depois ela toma a pilula do dia seguinte. me mande as fotos um abraço.
15/04/2011 19:57:29
Muito bom! nota dez, e se possivel gostaria de ver as fotos! hom_dointerior@hotmail.com
13/04/2011 22:47:04
gostei! conta +! superamigo01@hotmail.com
12/04/2011 16:33:59
que pena que eu não tenho irmã, mas se tivesse, com certeza ia tentar comer a bucetinha dela também!!!!
11/04/2011 21:58:07
ainda estou terminando de escrever esse conto, mas em poucos dias, posto a continuação aqui, os e-mails já estão anotados, logo menos mandarei o arquivo original a todos..
11/04/2011 20:07:35
cara adorei....bacana mesmo,mas quero o continue e as fotos...rsrsrs colombera@itelefonica.com.br
11/04/2011 16:45:23
Hum... que delicia, que tesão.... pena eu nao ter irmão, mais eu e meus primos ja fizemos loucuras. Nota 10
11/04/2011 12:20:01
Bom conto. Acho que ela ficou puta da vida por vc não ter despejado sua porra dentro dela.
11/04/2011 10:11:32
ha...o meu email vag.natalicio@hotmail.com
11/04/2011 10:09:50
cara muito bom,minha mulher agora vai pagar o pato k k k...aguardo o original e é claro as fotos...
11/04/2011 08:55:01
Gostei muito, aguardo a continuação e as fotos. jordanel.luiz@gmail.com
11/04/2011 05:09:14
Taí, eu gostei e muito. Faltou comer o rabinho dela, só para ver se ela ficava mais boazinha e tratava você um pouco melhor. Depois disso, ela vai dar para você todos os dias. E nós, para variar, vamos ficar aqui tocando uma, de leve...
11/04/2011 00:39:19
Cara adorei a sua coragem, parabéns espero que tenha repetido várias vzs. me mande as fotos e o original vou adorar ler novamente. carlosroberto.b@hotmail.com
11/04/2011 00:30:43
Adorei!
10/04/2011 23:44:03
É ñ foi mal de tudo rsss,mas kero o continue e as fotos rsss. soulega_edai@hotmail.com

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.